• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Hanseníase mais saúde
 

Hanseníase mais saúde

on

  • 378 views

 

Statistics

Views

Total Views
378
Views on SlideShare
375
Embed Views
3

Actions

Likes
0
Downloads
5
Comments
0

1 Embed 3

http://cienciastudodebom.blogspot.com 3

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Hanseníase mais saúde Hanseníase mais saúde Presentation Transcript

    • HNSENÍASE MAIS SAÚDE
    • Escola Estadual Pe Franco Delpiano Campo Grande,04 de Novembro de 2011MS Aluna:Suelen Arantes de Souza Turma: 9°B N° 18 Prof° Marines
    • Farmácia e Doença Negligenciadas “ (...) UM CONJUNTO DE DOENÇAS ASSOCIADAS À SITUAÇÃO DE POBREZA, ÀS PRECÁRIAS FÁRMACOS & DOENÇAS NEGLIGENCIADAS CONDIÇÕES DE VIDA E ÀS INIQÜIDADES EM SAÚDE.’’
    • DOENÇAS “NEGLIGENCIADAS”... POR QUEM? FÁRMACOS & DOENÇAS NEGLIGENCIADAS ...“INIQÜIDADES (ATOS PERVERSOS...) EM SAÚDE”... PODE-SE DIZER, TAMBÉM, QUE AS DOENÇAS NEGLIGENCIADAS SÃO UM SUBCONJUNTO DAS DOENÇAS TROPICAIS
    • E DOENÇAS TROPICAIS, O QUE SÃO? “ DOENÇAS TROPICAIS PODEM SER DEFINIDAS COMO QUALQUER DOENÇA INFECCIOSA QUE, EM ÁREAS DE CLIMA PREDOMINANTEMENTE TROPICAL, FACILMENTE SE INSTALE NO HOMEM E SE ALASTRE POR GRANDE PARTE DA POPULAÇÃO. VEICULADAS DE INDIVÍDUO PARA INDIVÍDUO OU ATRAVÉS DE UM VETOR, PODEM ATINGIR ESTÁGIOS AGUDOS E/OU CRÔNICOS, BAIXANDO NITIDAMENTE O BEM ESTAR DO INDIVÍDUO E A SUA CAPACIDADE DE TRABALHO. SE NÃO FOREM TRATADAS, LEVARÃO AS PESSOAS À MORTE.”
    • QUE IMPORTÂNCIA ESTRATÉGICA TÊM ESSAS DOENÇAS PARA O PAÍS? 1. O SOFRIMENTO CAUSADO ÀS PESSOAS 2. O NÚMERO DE CASOS 5 3. A DISSEMINAÇÃO DA DOENÇA 4. A INCAPACITAÇÃO PARA A TRABALHO 5. O EFEITO DA DOENÇA NA ECONOMIA DO PAÍS 6. ETC.