ApresentaçãO Adm Aerop
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

ApresentaçãO Adm Aerop

on

  • 1,806 views

 

Statistics

Views

Total Views
1,806
Views on SlideShare
1,806
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
17
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

ApresentaçãO Adm Aerop ApresentaçãO Adm Aerop Presentation Transcript

  • Aeroporto Leite Lopes SBRP
    Ribeirão Preto
    Grupo A
  • Roteiro
    A cidade
    Dados econômicos e sociais
    Daesp / Infraero
    Aspectos legais (Concessão)
    Aeroporto
  • A Cidade
    Ribeirão Preto é um município brasileiro do interior do estado de São Paulo, distante 313 km a noroeste da capital estadual e a 706 km de Brasília.
    Seu território de 651 km² abriga uma população estimada em 563 107 habitantes (IBGE/2009) o que o torna o nono município mais populoso do Estado e o sexto mais populoso do interior.
    O município, portanto, situa-se no caminho que liga a Grande São Paulo à região central do país, relativamente próximo dos principais pólos econômicos e tecnológicos do interior de São Paulo, triângulo mineiro e sul de minas, sendo Ribeirão Preto também declarada recentemente "pólo tecnológico" pelo governo do estado de São Paulo.
    Segundo dados do IBGE divulgados em dezembro de 2008 referentes a 2006, o município tem o 26º maior Produto Interno Bruto do País.
  • Dados econômicos e socias
    Produto interno bruto (PIB) - 0,48% do total do PIB da nação, contabilizando R$ 11 270 937 000,00
    Renda Per Capita - R$10.229,55
    Principais Atividades Econômicas : indústria, comércio, agricultura (cana-de-açucar) e serviços
    Índice de desenvolvimento urbano (IDH) – 0,855
  • daesp
    Em 1963 a extinta Secretaria de Viação e Obras Públicas criou a Diretoria de Aeroportos que em 1966, deu origem ao Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo - DAESP, tornando-se Autarquia em 1970.
    O DAESP está vinculado à Secretaria dos Transportes do Governo do Estado de São Paulo e mediante o convênio com o Comando da Aeronáutica através da Agência Nacional de Aviação Civil - ANAC .
    Tem a responsabilidade de administrar, manter e explorar 31 Aeroportos Públicos no interior do Estado de São Paulo.
  • DAESP
    Finalidades do DAESP
    Colaborar com os órgãos competentes da União no que se refere a aplicação, no Estado de São Paulo, da política Aeronáutica Nacional.
    Planejar a rede aeroportuária do Estado, respeitada a política de coordenação geral dos transportes e a legislação específica.
    Projetar, construir e administrar aeroportos do Estado, mediante delegação, concessão ou autorização do Comando da Aeronáutica.
    Arrecadar tarifas aeroportuárias por delegação do Comando da Aeronáutica.
    Aplicar as normas legais, técnicas e administrativas, baixadas pelas autoridades Federais.
    Desempenhar direta ou indiretamente, todas as demais atividades legadas à Aeronáutica de competência do Estado ou que lhe forem delegadas.
  • Daesp
    O Plano Diretor do Daesp prevê a transformação deste aeroporto em internacional, com o incremento do transporte de cargas, inclusive com instalação de centro de convenções e hotel para complementar as necessidades de um aeroporto internacional.
  • infraero
    Infraero é uma empresa pública nacional acostumada com a diversidade brasileira. Sediada em Brasília, está presente em todos os Estados da Federação, reunindo uma força de trabalho de aproximadamente 28.000 profissionais, entre orgânicos e terceirizados.
    Vinculada ao Ministério da Defesa, a Infraero administra desde os maiores aeroportos brasileiros até alguns tão pequenos que sequer recebem vôos comerciais regulares – caso de aeroportos cuja função é representar a soberania nacional em áreas longínquas. Ao todo são 67 aeroportos, 80 unidades de apoio à navegação aérea e 33 terminais de logística de carga.
    Estes aeroportos concentram aproximadamente 97% do movimento do transporte aéreo regular do Brasil.
  • infraero
    Além de passageiros, a Infraero opera aeroportos equipados para funcionar como plataforma de helicópteros e outros cuja vocação está na logística de carga e de manuseio de mercadorias perigosas.
    Pratica um plano de obras arrojado, que abrange praticamente todos os aeroportos por ela administrados e que gera mais de 50 mil empregos em todo o Brasil.
     
    As obras são realizadas com receita própria, gerada principalmente pela armazenagem e capatazia de carga aérea, concessão de espaços comerciais nos aeroportos, tarifas de embarque, pouso e permanência, e prestação de serviços de comunicação e auxílios à navegação aérea.
    Missão da Infraero:
    "Prover infra-estrutura e serviços aeroportuários com segurança, conforto, eficiência e comprometimento com a integração nacional".
  • concessão
    Aspectos Legais
    Maior rapidez e menor custo na captação de recursos financeiros;
    Maior velocidade na contratação de profissionais e empresas;
    Maior interesse em melhorar os serviços prestados e uma grande oportunidade de concorrência entre os principais aeroportos do País.
  • Aeroporto
    Informações Técnicas
    Área patrimonial: 159,30 ha (Hectares)
    Pista de pouso: 2.100 x 45 m
    Aeronaves típicas: F27, F100, B737, A330, A320, EMB 110/120, ERJ145.
    Tipo de pista: asfalto.
    Companhias Aéreas: TAM , TRIP e Passaredo (Sede da empresa).
    Indicação ICAO: SBRP
    Horário de Funcionamento: H24
    Designação da Cabeceira: 18 – 36
    Destinos: São Paulo (Guarulhos e Congonhas), Campinas, São José do Rio Preto, Recife, Uberaba, Belo Horizonte, Brasília, Goiânia, Palmas, Curitiba, São José dos Campos.
    Freqüência: 22 a 24 vôos/dia
    Distância do centro da cidade: 5,5 km
  • aeroporto
    Terminal de Passageiros (m²): 1.500  
    Estacionamento de Veículos - nº de vagas: 340 cobertas com possibilidade de ampliação imediata para + 100 vagas.
    Estatísticas
    Aeronaves Carga Aérea Passageiro
    Pouso/Decolagem Kg Emb/Desembarque
    Ano Quantidade Ano Quantidade Ano Quantidade
    2005 23.993 2005 961.926 2005 467.256
    2006 21.817 2006 742.256 2006 318.434
    2007 28.049 2007 895.064 2007 391.207
    2008 33.357 2008 637.127 2008 428.153
  • aeroporto
    Atividades Comerciais  
    -Aeroclube;
     -Alimentação;  -Caixa Eletrônico;  -Carga;  -Choperia;  -Cias. Aéreas;  -Combustível;  -Comissaria;  -Engraxataria;  -Estacionamento;  -Livraria;  -Locadora de Veículos;  -Manutenção e Peças;  -Publicidade;
      
  • Rodovia Bandeirantes
    Rodovia Anhanguera
  • rotaer
    RIBEIRÃO PRETO / Leite Lopes, SP SBRP 21 08 11 S/047 46 36W
    PUB 7NE UTC-3 VFR IFR L21, 23, 26 DAESP 550 (1806)
    18 – L9 (1), 12 – (2100 x 45 ASPH 54/F/A/X/T L14,15) – L8(6), 12 – 36
    CMB – (2) PF, TF SER – S3 RFFS – REQ-6
    MET – (16) 3626-3426 CMA (3) (1 a 9)
    COM – TORRE RIBEIRÃO (4) 118.00 119.55 RÁDIO RIBEIRÃO (5) 118.00 119.55
    ATIS vide TMA RIBEIRÃO PRETO.
    RDONAV – NDB RPR 330 21 08.56S/047 46.56W
    AIS - (3) (16) 3615-8605
    RMK – (*) a. Observar a presença de pássaros nas vizinhanças do aeródromo, principalmente
    urubus na ATZ.
    b. TWY acesso THR18 730 x 15 ASPH PCN 12/F/A/X/U, somente OPR DIURNA.
    c. OBS OBST (morro) DIST 9618M THR 36, AZM 156DEG, ELEV 2364FT.
    d. Não autorizado apresentação de plano de vôo simplificado por radiotelefonia.
    e. AD habilitado ao tráfego INTL de cargas.
    f. THR 18 deslocada 200M e THR 36 deslocada 100M.
    (1) MEHT: 50FT
    (2) 0900-0100.
    (3) Aceita PLN e suas atualizações por TEL. TEL CMA: (16) 3626-3426,
    TEL PLN: (16) 3615-8605; FAX PLN: (16) 3626-6771.
    (4) 0900-0300
    (5) 0200-0900
    (6) MEHT: 40FT
  • Auxílios luminosos
    L21 – Farol rotativo de aeródromo.
    L9 – PAPI – (Indicador – visual – de rampa de aproximação, com precisão), com rampa normal de 3°.
    L14 – Luzes ao longo das laterais da pista, de 60 em 60 metros.
    L15 – Luzes (azuis) de pista de táxi, indicando sua trajetória.
    L8 – AVASIS (VASIS de duas barras com n° reduzido de caixas).
  • Papis(Sistema indicado de de ângulo de aproximação de precisão)
  • Luzes de pista / taxiways
  • conclusão
    Pela analise econômica da cidade de Ribeirão Preto e pela analise da oferta no aeroporto, concluímos que o aeroporto Leite Lopes apresenta demanda satisfatória de passageiros e carga.