Your SlideShare is downloading. ×
uso do game age of empires na educaçãoucacao
uso do game age of empires na educaçãoucacao
uso do game age of empires na educaçãoucacao
uso do game age of empires na educaçãoucacao
uso do game age of empires na educaçãoucacao
uso do game age of empires na educaçãoucacao
uso do game age of empires na educaçãoucacao
uso do game age of empires na educaçãoucacao
uso do game age of empires na educaçãoucacao
uso do game age of empires na educaçãoucacao
uso do game age of empires na educaçãoucacao
uso do game age of empires na educaçãoucacao
uso do game age of empires na educaçãoucacao
uso do game age of empires na educaçãoucacao
uso do game age of empires na educaçãoucacao
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

uso do game age of empires na educaçãoucacao

619

Published on

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
619
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
13
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Ensinando História comAge of Empires (Idade dos Impérios) I, II e III Microsoft
  • 2.  Possibilitar aprendizado prático dos alunos. Suscitar a curiosidade dos alunos sobre os temas em destaque. Buscar aprendizagem aliando teoria e prática via ficção. Age of Empires II
  • 3. Microsoft WindowsProcessador de 1.4 GHz, 256 MB de RAM,2.0 GB de espaço no disco rígido e Placa de vídeo de64 MBMac OS XProcessador de 1.4 GHz, 512 MB de RAM e Placa de vídeode 64 MB
  • 4. O jogo permite aos usuários serem líderes degrandes civilizações ancestrais, atacando uns aos outros demodo a avançar nas quatro eras (Idade da Pedra, Idade daFerramenta, Idade do Bronze e Idade do Ferro) evoluindotecnológica e operacionalmente suas civilizações.Age of Empires é um jogo eletrônico em que os jogadoresprecisam usar uma grande estratégia para criar e avançarcom uma civilização em várias épocas históricas,combinando recursos, tecnologias, unidades, geografia eedifícios.As civilizações precisam avançar tecnologicamente paraobter melhorias, mas para isso precisam, às vezes,combinar suas próprias tecnologias para formar unidades,edifícios ou até mesmo outras tecnologias. Assim tambémo jogador precisa combinar edifícios para construir outrosnovos, sendo que é necessário ter conhecimento paraobter qualquer tipo de unidade de forma estratégica,construindo-os de forma correta e economizandorecursos. Isso então leva o jogo a um nível estratégicoavançado. (Wikipédia, 2012)
  • 5. The Age of Kings é ambientado na Idade Média e contém 13civilizações jogáveis. Jogadores focam em coletar recursos, comos quais eles usam para construir vilas, criar tropas, efinalmente destruir seus inimigos. Possui também cincocampanhas históricas, que coloca o jogador a se especializar emcondições históricas. Também possui três modos de jogo singleplayer (um jogador) adicionais, além desistema multiplayer (multijogador) suportado. Usando omesmo motor de jogo e códigos similares ao seu antecessor, odesenvolvimento de The Age of Kings levou um ano a mais doesperado, forçando a Ensemble Studios a lançar Age of Empires:The Rise of Rome em 1998 ao invés do The Age of Kings. O timede design se focaram em resolver problemas significantesem Age of Empires, mas foi notado no lançamento que muitosproblemas restaram.A recepção de The Age of Kings foi bastante positiva, e o jogorecebeu altas notas em revisões dos críticos. Um significantenúmero de novas características foram adicionadas, juntamentecom melhoras na jogabilidade. Muitos avaliadores criticaramque as unidades eram brandas e desinteressantes enquantooutros consideraram The Age of Kings muito similar ao seuantecessor, Age of Empires. Três meses depois de seulançamento, dois milhões de cópias de The Age of Kings foramvendidas, e foram os mais vendidos em sete países. O jogoganhou múltiplos prêmios e deu um impacto significante nosjogos futuros em seu gênero. (Wikipédia, 2012)
  • 6. O período de tempo vai desde a Era dos Descobrimentos até a EraImperial, entre o século XVI e o século XIX.Cada nação no Age of Empires III tem seus pontos fortes e seus pontosfracos. Por exemplo: ingleses têm uma economia forte, espanhóis recebemajuda da Metrópole mais rápido, franceses têm maior ajuda dos nativos.O grande diferencial deste jogo em relação às versões anteriores é quenessa versão o jogador ganha pontos de experiência ao coletar recursos,criar unidades ou construções e ao destruir unidades e construçõesinimigas para melhorar a sua capital. Com esses pontos de experiência, ojogador pode escolher "cartas" que servem para adquirir mais tropas,recursos ou melhorias e também recebe pontos para alterar a aparência dacapital. Esses dois fatores tornam o jogo mais interessante pois um bombaralho pode fornecer uma excelente base para os fatores econômicos oumilitares de sua colônia. As cartas são muito variadas: dependendo de seuestilo de baralho você pode formar um exército inteiro apenas usando suascartas, ou fortalecer sua economia.Além disto o jogo apresenta uma nova campanha, com 24 missõesdivididas em três atos.Também há um novo sistema de produção deunidades sendo possível, em alguns casos, criar até cinco unidades aomesmo tempo. O jogo conta com o motor de física Havok 2, que produzum gráfico mais realista, emprega mais individualismo nas unidades eambientes destrutíveis. Diferente dos outros jogos da consagrada série,nesta versão aparecem destroços de construções ao utilizar canhões, vocêpoderá ver balas de canhão voando e soldados sendo arremessados ao arenquanto são acertados por enormes bolas de aço, soltando suas armas.Toda essa atmosfera torna este o jogo mais realista da série, dando maisemoção a ele, já que você pode assistir ao seu exército levantando as armase gritando em comemoração ao final de cada batalha vencida. (Wikipédia,2012)
  • 7.  Age of Empires Ihttp://www.historiadigital.org/noticias/aprendendo-historia-com-age-of-empires/ Age of Empires IIhttp://www.comunidadesvirtuais.pro.br/seminario4/trab/bcv.pdf Age of Empires IIIhttp://www.bibliotecadigital.ufmg.br/dspace/bitstream/1843/FAEC-84YTDL/1/teseeucidio.pdf
  • 8.  Alguns alunos poderão apresentar dificuldades para operacionalização do computador e consequentemente do game. O Professor deverá ficar atento as limitações e elaborar estratégias para sanar as dificuldades. Cuidado para que a utilização do Computador não se torne meramente instrucionista. O aluno não aprende com o jogo, contudo “ele opera com raciocínios e maneiras de pensar historicamente que são fundamentais para a compreensão da historiografia, para a sua posição analítica frente ao passado” (Arruda, 2009, p.1).
  • 9.  Segundo Vieira (2012) é possível criar uma aproximação do real fazendo com que o aluno fique mais próximo daquele período histórico (Prática Ficcional Virtual) Posteriormente com a exposição teórica do professor, o aluno poderá observar mais concretamente o conteúdo (Vieira, 2012); Interação e formação de laços sociais dentro e fora do jogo (Arruda, 2009); Criação de fóruns de discussão e a ampliação dos diálogos travados entre eles para aspetos da vida cotidiana (Arruda, 2009); A utilização do Game deve contribuir para o processo de construção do conhecimento.
  • 10.  Consumo, violência, sexualismo, ideologias, condutas morais e éticas etc.
  • 11.  Estimula o rápido raciocínio, raciocínio lógico, leitura, concentração e memória. Segundo Jenkins (MIT), os games podem promover o aprendizado: Criando habilidades de criar contextos sociais entre os jogadores, acomodar variedade de modalidades de aprendizado, favorecer maior engajamento da criança por meio da imersão e encorajar os estudantes a adquirirem riscos intelectuais sem grandes medos e fracassos. Pode transformar o modelo tradicional de ensino, pois com o game “os estudantes consomem ativamente e estão imersos em simulações que literalmente permitem que eles interajam e manipulem mundos virtuais” (Ghensev, 2010, p.24). De acordo com Ghensev (2010) os games podem gerar conhecimentos em transmissão de informação, tanto quanto exercitar conhecimentos adquiridos exercendo treinamento. Para um game ser utilizado para fins educacionais, devem ser definidas metas de aprendizado bem definidas, seu conteúdo de ensino para o jogador ou para promover o desenvolvimento de estratégias e habilidades importantes, aumentando suas capacidades intelectuais e cognitivas (Ghensev, 2010, p.26).
  • 12. Os autores mostram que “os computadores já estãomudando a maneira como nós aprendemos [...] os vídeosgames [...] criam novos mundos sociais e culturais,mundos que ajudam as pessoas a aprenderem através dopensamento integrado, interação social, e tecnologia”(McLESTER, 2005).
  • 13.  O professor não perde sua função de mediador, é ele que deve estabelecer o diálogo do aluno com o real. Acredito que os games podem ser utilizados na EAD, contudo é preciso atenção por parte do tutor/professor, este deve desenvolver estratégias de ensino adequadas para sua utilização.
  • 14.  A Era do Vídeo Game - Discovery Channel Parte 1: http://www.youtube.com/watch?v=P4Iq3ZR5TH8 Parte 2: http://www.youtube.com/watch?v=pcYiovSNdCI Parte 3: http://www.youtube.com/watch?v=s2T5qy61nfs Parte 4: http://www.youtube.com/watch?v=gWvFKepsGEU Parte 5: http://www.youtube.com/watch?v=OyfzlZ8mHOA Parte 6: http://www.youtube.com/watch?v=InbXVIBr6J4
  • 15. Arruda, Eucidio Pimenta. JOGOS DIGITAIS E APRENDIZAGENS: o jogo Age of Empires III desenvolveidéias e raciocínios históricos de jovens jogadores? Faculdade de Educação – UFMG, 2009. Disponível em:http://www.bibliotecadigital.ufmg.br/dspace/bitstream/1843/FAEC-84YTDL/1/teseeucidio.pdf. Acesso em: 17 jun. 2012.Ghensev, Rogério. O USO DOS GAMES NA EDUCAÇÃO. Centro Universitário Senac, 2010. Disponível em:<http://www.ghensev.com/images/TCC-RogerioGhensev-Games_na_Educacao.pdf.>. Acesso em: 17 jun 2012.McLESTER, Susan. Game Plan. TechLearning. Disponível em:<www.techlearning.com/shared/printableArticle.jhtml?articleID=171202908> . Acesso em: Out. 2005.Vieira, Bruno Carvalho. A prática Ficcional Virtual: O game como dispositivo de aprendizagem. Disponível em:<http://www.comunidadesvirtuais.pro.br/seminario4/trab/bcv.pdf>. Acesso em: 17 jun. 2012.Wikipedia. Age of Empires. Disponível em: http://pt.wikipedia.org/wiki/Age_of_Empires. Acesso em: 17 jun 2012.Wikipedia. Age of Empires II. Disponível em: <http://pt.wikipedia.org/wiki/Age_of_Empires_II:_The_Age_of_Kings>.Acesso em: 17 jun 2012.Wikipedia. Age of Empires III. Disponível em: http://pt.wikipedia.org/wiki/Age_of_Empires_III. Acesso em: 17 jun 2012.

×