Your SlideShare is downloading. ×
0
24-07-2014 Luzia
Somos caminhantes. Não paramos porque a vida
não pára.
Estamos simplesmente passando, no tempo e no
espaço.
Nada podemos deter ou segurar
em nossas mãos, porque nada é
totalmente nosso. Tudo é
emprestado.
Na passagem, cruzamos com pessoas e
cousas, e, vezes, queremos
Reter umas e outras. Motivo só de
sofrimento. Não são nosso...
A vida nos regalou com a presença dos
“mais queridos”, adoravelmente queridos ,
Que se tornam imprescindíveis. Mas, não
so...
O desejo de posse plena do homem é tão intenso que,
sem se dá conta,
Ele, obsessivamente, se torna escravo do seu
sentimen...
Com receio de perdê-las, guarda-as. Esconde-
as. Quase enterra-as.
E por amá-las tanto, não usufrui aquilo que
oferecem, c...
Vai seguindo o caminho e o seu bem vai ficando
para trás, trancado,
Seguro! O medo de perder é grande demais
para o prazer...
Em datas ou momentos especiais, se usa
aquela jóia ou aquela prataria.
Mais que isso, corre-se o risco de perder
ou gastar...
O homem se desgasta a cada instante.
Envelhece a cada segundo.
Se com o passar do tempo, o olhar vai se
embaciando, diminu...
São emprestados os objetos para o
prazer de usá-los.
São emprestadas as pessoas para que
possamos amá-las e nos doar.
E po...
Que cada qual siga o caminho, contente que
“possui”
Mas sem se escravizar. Feliz por se dar, mas sem
se prender.
Que seja ...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Somos caminhantes

90

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
90
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
4
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "Somos caminhantes"

  1. 1. 24-07-2014 Luzia
  2. 2. Somos caminhantes. Não paramos porque a vida não pára. Estamos simplesmente passando, no tempo e no espaço.
  3. 3. Nada podemos deter ou segurar em nossas mãos, porque nada é totalmente nosso. Tudo é emprestado.
  4. 4. Na passagem, cruzamos com pessoas e cousas, e, vezes, queremos Reter umas e outras. Motivo só de sofrimento. Não são nossos. Jamais poderão sê-lo.
  5. 5. A vida nos regalou com a presença dos “mais queridos”, adoravelmente queridos , Que se tornam imprescindíveis. Mas, não somos seus donos.
  6. 6. O desejo de posse plena do homem é tão intenso que, sem se dá conta, Ele, obsessivamente, se torna escravo do seu sentimento. E escravo das Coisas que gosta.
  7. 7. Com receio de perdê-las, guarda-as. Esconde- as. Quase enterra-as. E por amá-las tanto, não usufrui aquilo que oferecem, com receio de gastá-las.
  8. 8. Vai seguindo o caminho e o seu bem vai ficando para trás, trancado, Seguro! O medo de perder é grande demais para o prazer de usufruir!
  9. 9. Em datas ou momentos especiais, se usa aquela jóia ou aquela prataria. Mais que isso, corre-se o risco de perder ou gastar. Insensatez! Enquanto o tesouro está guardado, o momento de gozá-lo está se indo!
  10. 10. O homem se desgasta a cada instante. Envelhece a cada segundo. Se com o passar do tempo, o olhar vai se embaciando, diminuindo a Capacidade de ver e ouvir; enrugando-se a pele; perdendo-se o viço E enfraquecendo-se o organismo; porque a preocupação de que a madeira, o vidro, a jóia não percam o brilho e permaneçam novos, se nem ele mesmo consegue vencer o desgaste do tempo e reter a mocidade?
  11. 11. São emprestados os objetos para o prazer de usá-los. São emprestadas as pessoas para que possamos amá-las e nos doar. E por intermédio delas, crescer e abrir o coração à vida .
  12. 12. Que cada qual siga o caminho, contente que “possui” Mas sem se escravizar. Feliz por se dar, mas sem se prender. Que seja “grande” o coração par poder amá-los, sem contudo retê-los. FORMATAÇÃO: LUZIA GABRIELE EMAIL: luziagabriele@hotmail.com FOTOS: INTERNET AUTOR: REGINA STELLA – O RETO E O OBLÍQUO MÚSICA: RAY CONNIFF NO RANCHO FUNDO DATA : 24 DE JULHO DE 2014
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×