Ontem ao luar

546 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
546
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3
Actions
Shares
0
Downloads
2
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Ontem ao luar

  1. 1. Luzia18-06-2013
  2. 2. Ontem, ao luar, nós dois em plena solidão, tu me perguntaste o que era a dor de uma paixão.
  3. 3. Nada respondi! Calmo assim fiquei, Mas, fitando o azul do azul do céu, a lua azul eu te mostrei...
  4. 4. Mostrando-a ti, dos olhos meus correr senti uma nívea lágrima e, assim, te respondi.
  5. 5. Fiquei a sorrir por ter o prazer de ver a lágrima nos olhos a sofrer.
  6. 6. A dor da paixão não tem explicação, Como definir o que eu só sei sentir?
  7. 7. É mister sofrer para se saber o que no peito o coração não quer dizer
  8. 8. Pergunte ao luar, travesso e tão taful, de noite a chorar na onda toda azul.
  9. 9. Pergunte, ao luar, do mar à canção, qual o mistério que há na dor de uma paixão.
  10. 10. Se tu desejas saber o que é o amor e sentir o seu calor, o amaríssimo travor do seu dulçor,
  11. 11. sobe um monte á beira mar, ao luar, ouve a onda sobre a areia a lacrimar!
  12. 12. Ouve o silêncio a falar na solidão de um calado coração, a penar, a derramar os prantos meus.
  13. 13. Ouve o choro perenal, a dor silente, universal
  14. 14. FORMATAÇÃO: LUZIA GABRIELE EMAIL: luziagabriele@hotmail.com FOTOS: INTERNET COMPOSIÇÃO: PEDRO DE ALCÂNTARA E CATULO DA PAIXÃO CEARENSE (1918) INTERPRETAÇÃO: FAFÁ DE BELÉM ONTEM AO LUAR DATA: 18 DE JUNHO DE 2013 e a dor maior, que é a dor de Deus.

×