Your SlideShare is downloading. ×
Laços de afeto
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Laços de afeto

217

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
217
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
4
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Eu nunca tinha reparado como é curioso um laço… Uma fita… Dando voltas. Enrosca-se, mas não se embola. Vira, revira, circula e pronto: está dado o laço. 31-10-2013 Luzia
  • 2. Eu nunca tinha reparado como é curioso um laço… Uma fita… Dando voltas. Enrosca-se, mas não se embola. Vira, revira, circula e pronto: está dado o laço.
  • 3. É assim que é o abraço: coração com coração, tudo isso cercado de braço. É assim que é o laço: um abraço no presente, no cabelo, no vestido, em qualquer coisa onde o faço.
  • 4. E quando puxo uma ponta, o que é que acontece? Vai escorregando… Devagarzinho, desmancha, desfaz o abraço. Solta o presente, o cabelo, fica solto no vestido. , na fita, que curioso, não faltou nem um pedaço.
  • 5. Ah, então, é assim o amor, a amizade. Tudo que é sentimento. Como um pedaço de fita. Enrosca, segura um pouquinho, mas pode se desfazer a qualquer hora,
  • 6. E quando alguém briga, então se diz: romperam-se os laços. E saem as duas partes, igual meus pedaços de fita, sem perder nenhum pedaço.
  • 7. Então o amor e a amizade são isso… Não prendem, não escravizam, não apertam, não sufocam. Porque quando vira nó, já deixou de ser um laço!
  • 8. FORMATAÇÃO: LUZIA GABRIELE POESIA: MÁRIO QUINTANA EMAIL: luziagabriele@hotmail.com IMAGENS: INTERNET MÚSICA: LUZES DA RIBALTA DATA: 31 DE OUTUBRO DE 2013 Aqueles a quem oferecemos o coração, poderão se distanciar, buscar outros caminhos, atravessar outras fronteiras. Eles têm o direito de assim proceder, se o desejarem. De nossa parte, lembremos da leveza do laço e cuidemos para que não se transforme em nó, que prende e retém.

×