• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content

Loading…

Flash Player 9 (or above) is needed to view presentations.
We have detected that you do not have it on your computer. To install it, go here.

Like this presentation? Why not share!

Reprodução humana aula 06 de luzia

on

  • 8,252 views

 

Statistics

Views

Total Views
8,252
Views on SlideShare
8,058
Embed Views
194

Actions

Likes
2
Downloads
191
Comments
1

4 Embeds 194

http://biodocentes.blogspot.com 98
http://biodocentes.blogspot.com.br 66
http://www.biodocentes.blogspot.com 17
http://www.biodocentes.blogspot.com.br 13

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel

11 of 1 previous next

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
  • muitas das informações que do slideshare tem dado um grande beneficio na investigação de vários trabalhos de investigação sejam eles cientificos ou não.

    BY: Hélder Pedro Catimba
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Reprodução humana aula 06 de luzia Reprodução humana aula 06 de luzia Presentation Transcript

    • Sistema Reprodutor Humano Por Lúzia Milena
    • Quais os órgãos que compõem o Sistema Reprodutor Masculino?
    • Pênis • Em seu interior a uretra responsável pela eliminação da urina e também condução do sêmen que contêm os espermatozóides. • É formado por tecido cavernoso e esponjoso, que se intumesce devido à grande vascularização, de acordo com a libido do indivíduo em ocasião à reprodução, proporcionando a ereção deste órgão.
    • Saco Escrotal • cavidade que aloja e protege os testículos, sendo responsável pela manutenção da temperatura adequada à fisiologia dos mesmos
    • Testículos • São glândulas que produzem os gametas masculinos (espermatogênese) no interior dos túbulos seminíferos a partir de células germinativas primordiais, • Possuem células intersticiais (células de Leydig) que sintetizam a testosterona, hormônio sexual masculino;
    • Epidídimo • ducto formado por um canal emaranhado que coleta, armazena e conduz os espermatozóides. Neste local os gametas atingem a maturidade e mobilidade, tornando-os aptos à fecundação;
    • Canal Deferente • canal que transporta os espermatozóides do epidídimo até um complexo de glândulas anexas;
    • Glândulas Anexas • conjunto formado pela próstata, vesículas seminais e glândulas bulbo uretrais, produzindo a secreção que compõem o sêmen, fluido que nutri e proporciona meio de sobrevivência aos espermatozóides, por exemplo, neutralizando o pH levemente ácido da uretra.
    • O que é fimose? O que é criptorquidia?
    • • Fimose • Criptorquidia – Quando o prelúdio fica - Quando os testículos grudado, preso a não conseguem glande provocando migrar para o saco dor. escrotal provocando esterelidade.
    • Sistema Reprodutor Feminino
    • • Vulva ou pudendo: conjunto de estruturas que formam o aparelho reprodutor feminino externo (lábios vaginais, orifício da uretra, abertura da vagina e clitóris). • Lábios vaginais (Grandes e pequenos lábios): são dobras da pele formadas por tecido adiposo, sendo responsáveis pela proteção do aparelho reprodutor feminino. • Clitóris: órgão sensível e prazeroso do organismo feminino;
    • • Vagina: canal que recebe o pênis durante o ato sexual, servindo também como conduto para eliminação do fluxo menstrual e concepção no momento do parto normal . • Útero: órgão que recepciona o ovo / zigoto, proporcionando o seu desenvolvimento durante o período gestacional.
    • • Tubas uterinas ou tropas de falópio: são ovidutos que possuem numerosos cílios em sua superfície interna, desempenhando a função de transportar o “óvulo” (ovócito secundário) do ovário até o útero. • Ovários: são glândulas responsáveis pela ovulação periódica dos “óvulos”, de acordo com o ciclo menstrual feminino iniciado na puberdade, produzindo também os hormônios sexuais: estrógeno e progesterona.
    • Ciclo Menstrual • Ocorre uma vez por mês • O ovário lança nas tubas uterinas ovócito II – ovulação. • Havendo fecundação o embrião se implantará e crescera nu útero. • Não havendo fecundação a parte interna do útero se desmancha e eliminada pela vagina – menstruação. • Os acontecimentos são controlados pelo FSH – Hormônio folículo estimulante e pelo LH – Hormônio luteinizante
    • Métodos contraceptivos • são utilizados para evitar uma gravidez, e a escolha de um método para evitá-la necessita ser feita com auxílio médico, pois ele pode indicar a melhor opção para cada caso
    • Tabelinha • Consiste no cálculo do provável dia da ovulação e na abstinência sexual por 7 dias, nessa época. Esse método, porém, só deve ser utilizado por mulheres que tenham os ciclos menstruais regulares e que ovulem sempre no 14º dia do ciclo.
    • Muco cervical • Com este método, a mulher tenta prever o período fértil por meio da análise do muco proveniente do colo uterino. Ele fica mais elástico na época da ovulação.
    • Coito Interrompido • Consiste na retirada do pênis da vagina, antes da ejaculação. Não é um método recomendado, pois leva a um ato sexual incompleto e a ansiedade no casal
    • Camisinha • Existem modelos masculino e feminino (raramente usado). A grande vantagem é que, além de proteger contra uma gravidez indesejada, protege contra doenças sexualmente transmissíveis/AIDS.
    • Diafragma • É um dispositivo de borracha ou silicone que recobre o colo uterino. A eficácia desse método aumenta quando a mulher utiliza espermicida associado.
    • Espermicidas • São substâncias que matam os espermatozóides. Quando usados sozinhos não conferem proteção adequada. Os principais são: nonoxinol-9, octoxinol-9, menfegol.
    • Dispositivo Intra-Uterino (DIU) • O DIU é o método contraceptivo mais utilizado no mundo. É um dispositivo geralmente feito de cobre, que é colocado dentro do útero e leva a várias modificações do útero e da tuba uterina, além de provocar reações que matam os espermatozóides.
    • Contraceptivos orais • São as famosas pílulas. Elas devem ser iniciadas no primeiro dia da menstruação e continuadas por 21 dias consecutivos, sem falhar. Após o término da cartela, a mulher faz uma pausa de sete dias e reinicia o uso no oitavo dia.
    • Contraceptivos Injetáveis • Existem duas modalidades: mensal e trimestral. Apresenta excelente eficácia e é de fácil uso, pois a mulher não precisa ficar lembrando todos os dias de tomar a pílula.
    • Pílula do dia seguinte • Faz com que o útero fique desfavorável à gravidez.
    • Contracepção cirúrgica • É o único método de contracepção definitiva, sendo utilizada por muitos casais. A esterilização feminina consiste na ligadura tubária, ou laqueadura. A masculina é a vasectomia.