Uploaded on

 

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
362
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
2
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1.  
  • 2. Jornadas GABUP
      • Miguel Silva - ms@lusodoc.pt
      • Júlio Anjos - ja@lusodoc.pt
  • 3. Fundação da Empresa
    • Fundada em 1991 fruto da sinergia entre a formação e experiência em:
      • Marketing de sistemas de informação
      • Especialista de informação técnico-científica
      • Miguel Silva
      • Integração de Sistemas Informáticos
      • Administração de Sistemas de Informação
    • Júlio Anjos
  • 4. Missão
    • “ Ser uma empresa que apoia as Bibliotecas e Centros de Documentação e Informação portugueses na gestão dos recursos bibliográficos , formando, implementando e promovendo a integração de sistemas bibliográficos electrónicos e introduzindo as soluções tecnológicas mais recentes.”
  • 5. Na Rota da Informação
    • Desde a sua fundação em 1991
    • A empresa tem sido pioneira nas novas tecnologias , introduzir os últimos instrumentos tecnológicos desde a implementação dos primeiros CD-ROM’s às múltiplas potencialidades da Web
    • A empresa apoia o desenvolvimento científico português, através da implementação dos mais destacados recursos bibliográficos electrónicos internacionais
    • O crescimento da Lusodoc, reflecte o desenvolvimento das tecnologias de informação bibliográfica em Portugal
  • 6. Estratégias
    • Catalisar o uso das novas tecnologias através da motivação , personalização , simplificação e formação
    • Fomentar a interacção dos diversos recursos bibliográficos : referência/texto, suportes papel/electrónicos, acervos locais/nacionais/ internacionais
    • Apoiar o Marketing dos Serviços, colaborando na promoção dos serviços oferecidos
  • 7. Estratégias
    • Fomentar os Serviços de Difusão Selectiva da Informação , desenhados pelos profissionais de informação ou pelos próprios utilizadores
    • Formar nas Tecnologias de Informação e gestão de Bibliotecas e Centros de Informação e Documentação
    • Procurar o equilíbrio entre a qualidade e valor das múltiplas ofertas e as necessidades e capacidades das instituições portuguesas.
  • 8. Estratégias
    • Promover a gestão de recursos financeiros através da partilha de custos , constituindo consórcios nacionais entre as universidades públicas e privadas, institutos politécnicos e outras instituições de I&D.
  • 9. Valorizamos
    • Os nossos Clientes - Apoiando as Bibliotecas e Centros de Informação portugueses na gestão dos recursos bibliográficos electrónicos
    • O nosso Trabalho - Queremos que a nossa actuação seja sempre reconhecida por todos , pela qualidade, inovação, honestidade e dinamismo
    • Os nossos Parceiros - Partilhando o sucesso com os nossos Clientes, Fornecedores, Parceiros de Negócios e Comunidade Científica
    • Nós próprios - Através da nossa integridade , perseguindo novos desafios , responsabilizando-nos pelos resultados da empresa, pelo desenvolvimento do nosso trabalho, pela satisfação e motivação dos nossos colaboradores
  • 10. Na Rota da Informação
    • A Lusodoc
    • Empresa regida por padrões de especialização em informação e documentação
    • Com experiência consolidada dentro do específico mercado a que se destina
    • Divulga, promove, comercializa e implementa a utilização das maiores bases de dados bibliográficas internacionais
  • 11. Factos e datas mais importantes
    • 1991
      • Principais editores de informação mundial
      • Bases de dados bibliográficas em CD-ROM
      • Sistemas de imagem de texto integral em CD-ROM
      • A ssinatura de revistas e de texto integral
      • Assistência técnica
      • Formação
      • Hardware (computadores e drives de CD-ROM)
      • Primeiras redes de CD-ROM
  • 12. Factos e datas mais importantes
    • 1993
      • Sistemas de texto integral em todas as escolas de gestão nacionais.
      • Todas as Universidades portuguesas são já clientes
      • Internacionalização da empresa – mercado espanhol e território de Macau
        • Universidade de Navarra
        • CICA – Dir.General Invest.Cientifica y Desarrollo Tecnico
        • Universidade de Sevilla
        • Addlink Software Cientifico
        • Serviço de Administração da Função Pública de Macau
  • 13. Factos e datas mais importantes
    • 1995
      • Fim das assinaturas em papel.
      • Especialização em sistemas bibliográficos electrónicos
    • 1996
      • Domínio Internet (um dos primeiros 150 domínios do país)
      • Site Internet ( www.lusodoc.pt )
      • Acesso às bases de dados via Internet
      • Implementação de servidores locais
      • Servidor nacional com ligação ao CatBib e acervos locais.
    • 1997
      • Representação da Who – World Health Organization
      • Distribuição exclusiva da publicação “A Saúde dos Portugueses”
      • Concepção e implementação de bibliotecas digitais
  • 14. Factos e datas mais importantes
    • 1998
      • Desenvolvimento de competências dos técnicos de informação no contexto das bibliotecas digitais.
      • Abandono do mercado externo
      • Promoção da edição da Bibliografia Nacional em CD-ROM através da Chadwyck-Healey
    • 1999
      • Constituição dos primeiros consórcios nacionais
    • 2001
      • Introdução no mercado dos E-books
  • 15. 2010 ... e mais além
    • Suporte permanente ao desenvolvimento das competências conjuntas dos 3 vectores de implantação da literacia da informação :
    • Bibliotecas e Serviços de Informação
    • Professores e Investigadores
    • Técnicos de TIC
  • 16. 2010 ... e mais além
    • Partilhando o nosso know how de todas as vertentes do mercado e indústria da informação ...
    • Antecipando o surgimento e implantação das tendências emergentes na criação, mediação e assimilação de informação técnico-científica ...
    • Continuaremos a fomentar sinergias com todos os agentes de inovação do sistema científico português, consórcios e associações profissionais.
  • 17. Na Rota da Informação Sempre...