Rede de saúde mental de Matias Cardoso - MG
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Like this? Share it with your network

Share

Rede de saúde mental de Matias Cardoso - MG

on

  • 419 views

O município de Matias Cardoso - MG, está localizado no norte do estado, distante cerca de 463 km da capital mineira e conta com uma população de 10.250 habitantes. A atenção em saúde mental é ...

O município de Matias Cardoso - MG, está localizado no norte do estado, distante cerca de 463 km da capital mineira e conta com uma população de 10.250 habitantes. A atenção em saúde mental é realizada através do NASF em articulação com a rede. Nesta apresentação é possível visualizar como está constituída este serviço e suas articulações com os demais serviços do território.

Statistics

Views

Total Views
419
Views on SlideShare
419
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
7
Comments
1

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
  • Nos municípios menos populosos (inferiores a 20.000 hab) os Núcleos de Apoio à saúde da Família em articulação com os PSF são a única referência de cuidado em saúde mental.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Rede de saúde mental de Matias Cardoso - MG Presentation Transcript

  • 1. ESTUDO EM SAÚDE MENTAL dosESTUDO EM SAÚDE MENTAL dos Profissionais de Referência daProfissionais de Referência da Microrregião emMicrorregião em Saúde Mental e Atenção em RedeSaúde Mental e Atenção em Rede JanaúbaJanaúba Março de 2010Março de 2010
  • 2. ATENÇÃO EM REDEATENÇÃO EM REDE Matias CardosoMatias Cardoso
  • 3. Matias CardosoMatias Cardoso  Matias Cardoso, emancipado do município deMatias Cardoso, emancipado do município de Manga em 1992, depois de um longo processo,Manga em 1992, depois de um longo processo, teve como primeiro administrador, umteve como primeiro administrador, um intendente, Orosimbo Batista dos Reis queintendente, Orosimbo Batista dos Reis que governou de setembro a dezembro de 1992. Emgovernou de setembro a dezembro de 1992. Em janeiro de 1993 toma posse Josemir Cardosojaneiro de 1993 toma posse Josemir Cardoso dos Santos nesta data marcante para Matias,dos Santos nesta data marcante para Matias, deu-se a instalação do Paço Municipal e adeu-se a instalação do Paço Municipal e a criação de diversas secretarias para atender ascriação de diversas secretarias para atender as necessidades da sociedade matiense.necessidades da sociedade matiense.
  • 4. MAPA DA CIDADE DE MATIAS CARDOSOMAPA DA CIDADE DE MATIAS CARDOSO
  • 5. ZONA RURALZONA RURAL
  • 6. Matias Cardoso está localizado no alto médio SãoMatias Cardoso está localizado no alto médio São Francisco, integra a microrregião São Franciscana deFrancisco, integra a microrregião São Franciscana de Januária. Sua principal atividade econômica é voltadaJanuária. Sua principal atividade econômica é voltada para o setor agropecuário destacando-se a fruticultura,para o setor agropecuário destacando-se a fruticultura, olericultura irrigada, agricultura de sequeiro, pecuáriaolericultura irrigada, agricultura de sequeiro, pecuária mista e piscicultura, com uma população de 10.250mista e piscicultura, com uma população de 10.250 habitantes.habitantes.
  • 7. Em Matias Cardoso esta inserido um potencial turístico notado por visitantes ilustres, que tem buscado o município em dias de férias e recessos para descansar e apreciar a beleza das águas do Rio São Francisco,pescar e curtir suas praias e conhecer a igreja tricentenária de estilo Jesuítico.
  • 8. PROGRAMAS DA SAÚDEPROGRAMAS DA SAÚDE  1ª equipe da ESF implantada em 19971ª equipe da ESF implantada em 1997  Atualmente 5 equipes da ESFAtualmente 5 equipes da ESF  3 equipes de Saúde Bucal3 equipes de Saúde Bucal  NASF II implantado em fevereiro de 2008NASF II implantado em fevereiro de 2008  Centro de Saúde que realizaCentro de Saúde que realiza atendimentos de urgência e emergênciaatendimentos de urgência e emergência diurno e noturnodiurno e noturno  Plantões médicos noturnos (sobre-aviso)Plantões médicos noturnos (sobre-aviso)
  • 9. Infraestrutura de transporteInfraestrutura de transporte  Transporte Sanitário: Um microônibus para levarTransporte Sanitário: Um microônibus para levar pacientes para consultas agendadas empacientes para consultas agendadas em Janaúba/Montes ClarosJanaúba/Montes Claros  Microônibus: para levar equipes de saúde paraMicroônibus: para levar equipes de saúde para zona ruralzona rural  Carro fiat: 2 automóveis para transporte daCarro fiat: 2 automóveis para transporte da equipe para zona ruralequipe para zona rural  Ambulâncias: 3 automóveis para urgências eAmbulâncias: 3 automóveis para urgências e emergências de pacientesemergências de pacientes  NASF: não dispõem de carro próprioNASF: não dispõem de carro próprio
  • 10. CENTRO DE SAÚDECENTRO DE SAÚDE  EQUIPE:EQUIPE:  DIURNA: Uma enfermeira diarista, técnicos deDIURNA: Uma enfermeira diarista, técnicos de enfermagem plantonistas, fonoaudióloga,enfermagem plantonistas, fonoaudióloga, farmacêutica-bioquímica, técnico defarmacêutica-bioquímica, técnico de laboratório, motorista plantonistalaboratório, motorista plantonista  NOTURNA: técnico de enfermagemNOTURNA: técnico de enfermagem plantonista, motorista plantonista e médico emplantonista, motorista plantonista e médico em sobre-avisosobre-aviso
  • 11. OUTRASOUTRAS ESPECIALIDADES/CONVÊNIOSESPECIALIDADES/CONVÊNIOS  Consórcio Intermunicipal de Saúde em Manga:Consórcio Intermunicipal de Saúde em Manga: NeurologiaNeurologia  Outros Convênios: ginecologia, cardiologia, ortopedia,Outros Convênios: ginecologia, cardiologia, ortopedia, Raio XRaio X  Referência em psiquiatria: (custeado pelo usuário)Referência em psiquiatria: (custeado pelo usuário)  Dra. Mary Ângela (MOC)Dra. Mary Ângela (MOC)  Dr. Klênio Rocha (MOC)Dr. Klênio Rocha (MOC)  Hemodiálise: Hospital de Nefrologia em JanaúbaHemodiálise: Hospital de Nefrologia em Janaúba  Atenção à crise em SM: Policlínica Dr. Hélio SalesAtenção à crise em SM: Policlínica Dr. Hélio Sales (MOC)(MOC)
  • 12. EXAMESEXAMES  35 modalidades de exames laboratoriais35 modalidades de exames laboratoriais coletados e realizados em Matiascoletados e realizados em Matias Cardoso;Cardoso;  72 modalidades de exames laboratoriais72 modalidades de exames laboratoriais realizados em Montes Claros medianterealizados em Montes Claros mediante convênio.convênio.  Outros exames:Outros exames:  Realizados no município: ECGRealizados no município: ECG  Realizados pelo consórcio: EEGRealizados pelo consórcio: EEG
  • 13. ESTRATÉGIA SAÚDE DAESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIAFAMÍLIA  Cobertura de 100% da população;Cobertura de 100% da população;  2 equipes com módulo na sede e 32 equipes com módulo na sede e 3 equipes com módulos na zona rural;equipes com módulos na zona rural;  ACS contratados através de concursoACS contratados através de concurso público;público;  Dos 27 ACS apenas 7 realizaram o cursoDos 27 ACS apenas 7 realizaram o curso introdutório;introdutório;  Alta rotatividade do profissional médico.Alta rotatividade do profissional médico.
  • 14. NASF – Núcleo de Apoio à SaúdeNASF – Núcleo de Apoio à Saúde da Famíliada Família  NASF II não consorciado;NASF II não consorciado;  Equipe composta por 2 fisioterapeutas, 1Equipe composta por 2 fisioterapeutas, 1 assistente social e 1 psicóloga;assistente social e 1 psicóloga;  Não possui sede própria, equipe alocada naNão possui sede própria, equipe alocada na sede com fluxo de atendimento na zona rural;sede com fluxo de atendimento na zona rural;  Agenda de atividades compartilhada entre asAgenda de atividades compartilhada entre as ESF;ESF;  Porta de entrada: encaminhamento das ESFs,Porta de entrada: encaminhamento das ESFs, procura espontânea.procura espontânea.
  • 15. AÇÕES DO NASFAÇÕES DO NASF  Atendimento clínico pertinente à suaAtendimento clínico pertinente à sua responsabilidade profissional;responsabilidade profissional;  Ações de atividades físicas e práticas corporais:Ações de atividades físicas e práticas corporais: caminhadascaminhadas  Ações de reabilitação: grupos de idosos, VD àAções de reabilitação: grupos de idosos, VD à PNE e acamados, orientações aos cuidadores,PNE e acamados, orientações aos cuidadores, ações intersetoriais com a rede;ações intersetoriais com a rede;  Ações de saúde mental: acompanhamentoAções de saúde mental: acompanhamento psicossocial de portadores de transtorno mentalpsicossocial de portadores de transtorno mental graves e persistentesgraves e persistentes
  • 16. AÇÕES DE SAÚDE MENTALAÇÕES DE SAÚDE MENTAL  Atendimento individual (psicoterapia, acompanhamentoAtendimento individual (psicoterapia, acompanhamento psicológico);psicológico);  Avaliações psicológicas: laqueadura/vasectomia,Avaliações psicológicas: laqueadura/vasectomia, curatela/interdição, avaliação a pedido de terceiroscuratela/interdição, avaliação a pedido de terceiros (médico, escola)(médico, escola)  Interconsulta (demais categorias profissionais)Interconsulta (demais categorias profissionais)  Visitas domiciliares (individual, multiprofissional)Visitas domiciliares (individual, multiprofissional)  Atividades educativas (grupo operativos, sessões deAtividades educativas (grupo operativos, sessões de vídeo, palestras em escolas, debates com avídeo, palestras em escolas, debates com a comunidade)comunidade)  Discussão de casos entre equipe e com a ESF;Discussão de casos entre equipe e com a ESF;  Acompanhamento na internaçãoAcompanhamento na internação  Reunião de equipeReunião de equipe  Supervisão clínica – Estudo em SM no CAPSiSupervisão clínica – Estudo em SM no CAPSi
  • 17. AÇÕES DO SERVIÇO SOCIALAÇÕES DO SERVIÇO SOCIAL  Atendimento social: estudo social,Atendimento social: estudo social, liberação de exames e diárias paraliberação de exames e diárias para usuários da saúdeusuários da saúde  Visita domiciliar: individual,Visita domiciliar: individual, multiprofissionalmultiprofissional  Reunião de equipeReunião de equipe
  • 18. AÇÕES DA FISIOTERAPIAAÇÕES DA FISIOTERAPIA  Atendimento clínico individual;Atendimento clínico individual;  Grupo de caminhada;Grupo de caminhada;  Atendimento e visita domiciliar a idosos,Atendimento e visita domiciliar a idosos, acamados e PNE;acamados e PNE;  Reuniões de equipe;Reuniões de equipe;  Atividades educativas: grupos operativos.Atividades educativas: grupos operativos.
  • 19. VIGILÂNCIA SANITÁRIA EVIGILÂNCIA SANITÁRIA E EPIDEMIOLÓGICAEPIDEMIOLÓGICA  SANITÁRIA: Fiscalização, inspeção,SANITÁRIA: Fiscalização, inspeção, notificação nos estabelecimentosnotificação nos estabelecimentos comerciais, lotes, terrenos baldios, etc.comerciais, lotes, terrenos baldios, etc.  EPIDEMIOLÓGICA: Combate eEPIDEMIOLÓGICA: Combate e prevenção à dengue, chagas eprevenção à dengue, chagas e leishmaniose.leishmaniose.
  • 20. Centro de Referência daCentro de Referência da Assistência Social - CRASAssistência Social - CRAS  Equipe composta um coordenador, umEquipe composta um coordenador, um psicólogo, assistente social, um estagiáriopsicólogo, assistente social, um estagiário de serviço social, um gestor do bolsade serviço social, um gestor do bolsa família com um auxiliar, umafamília com um auxiliar, uma recepcionista, um educador social.recepcionista, um educador social.  Possui sede própria, porém ainda estáPossui sede própria, porém ainda está em sede alocada.em sede alocada.
  • 21. Serviços e ações:Serviços e ações:  Recepção e acolhida ás famíliasRecepção e acolhida ás famílias  Entrevista familiarEntrevista familiar  VD,atendimento de escuta e orientaçãoVD,atendimento de escuta e orientação psicossocial ( individual e famílias).psicossocial ( individual e famílias).  Encaminhamentos para serviçosEncaminhamentos para serviços especializado.especializado.
  • 22. Serviços e ações:Serviços e ações:  Cadastramento e recadastramento para oCadastramento e recadastramento para o programa bolsa família;programa bolsa família;  Palestras informativas;Palestras informativas;  Reuniões temáticas;Reuniões temáticas;  Grupo de convivência para idoso beneficiário doGrupo de convivência para idoso beneficiário do BPC;BPC;  Grupo de convivência com mulheres e oficinaGrupo de convivência com mulheres e oficina de artesanato;de artesanato;  Programa Pro jovem adolescente( 4 turma);Programa Pro jovem adolescente( 4 turma);  Programa de atenção integral á família.Programa de atenção integral á família.
  • 23. REDE AMPLIADAREDE AMPLIADA SERVIÇOSERVIÇO ATIVIDADESATIVIDADES PÚBLICOPÚBLICO ALVOALVO CRAS – Centro deCRAS – Centro de Referência daReferência da Assistência SocialAssistência Social Programa Bolsa Família,Programa Bolsa Família, PAIF-Programa dePAIF-Programa de Atenção Integral àsAtenção Integral às famílias, PROJOVEM,famílias, PROJOVEM, serviços diversos (BPC,serviços diversos (BPC, entre outros)entre outros) População em geralPopulação em geral Secretaria deSecretaria de Assistência SocialAssistência Social Coordenação dasCoordenação das políticas e açõespolíticas e ações municipais damunicipais da assistência socialassistência social População em geralPopulação em geral PETI - Programa dePETI - Programa de erradicação do trabalhoerradicação do trabalho infantilinfantil Atividades de educaçãoAtividades de educação socialsocial Crianças e adolescentesCrianças e adolescentes entre 7 e 14 anos deentre 7 e 14 anos de idadeidade Conselho Tutelar deConselho Tutelar de Matias CardosoMatias Cardoso Entidade responsávelEntidade responsável por zelar pelopor zelar pelo cumprimento dos direitoscumprimento dos direitos População em geralPopulação em geral
  • 24. SERVIÇOSERVIÇO ATIVIDADESATIVIDADES PÚBLICOPÚBLICO ALVOALVO Policlínica Dr. HélioPoliclínica Dr. Hélio Sales (CAPS III)Sales (CAPS III) Referência de internaçãoReferência de internação em saúde mental deem saúde mental de adultosadultos Usuários de saúdeUsuários de saúde mental da macrorregiãomental da macrorregião em situação de criseem situação de crise com idade superior a 18com idade superior a 18 anosanos CAPSAdCAPSAd Referência de internaçãoReferência de internação de adultos em abuso dede adultos em abuso de álcool e outras drogasálcool e outras drogas Usuários em situação deUsuários em situação de crise devido a abuso decrise devido a abuso de álcool e outras drogasálcool e outras drogas com idade superior a 18com idade superior a 18 anosanos CAPSi Maria AméliaCAPSi Maria Amélia Cardoso (Dona Santa)Cardoso (Dona Santa) “Raio de Sol”“Raio de Sol” Referência deReferência de atendimento paraatendimento para crianças e adolescentescrianças e adolescentes com transtornos mentaiscom transtornos mentais gravesgraves Crianças e adolescentesCrianças e adolescentes com transtornos mentaiscom transtornos mentais gravesgraves Polícia Militar de MatiasPolícia Militar de Matias CardosoCardoso Mecanismo legal deMecanismo legal de resolução de conflitosresolução de conflitos População em geralPopulação em geral
  • 25. SERVIÇOSERVIÇO ATIVIDADESATIVIDADES PÚBLICOPÚBLICO ALVOALVO Programa ReciclandoPrograma Reciclando OportunidadesOportunidades Atividades ligadas aAtividades ligadas a geração de rendageração de renda Crianças e adolescentesCrianças e adolescentes entre 7 e 14 anosentre 7 e 14 anos Projeto Arte e VidaProjeto Arte e Vida Associação de mulheresAssociação de mulheres artesãsartesãs População em geralPopulação em geral Fazendinha Irmã ErlindaFazendinha Irmã Erlinda Fazenda de recuperaçãoFazenda de recuperação para usuários empara usuários em situação de abuso desituação de abuso de álcoolálcool Homens a partir dos 18Homens a partir dos 18 anosanos Clínica Psiquiátrica e deClínica Psiquiátrica e de Repouso ProntomenteRepouso Prontomente Internação paraInternação para transtornos mentaistranstornos mentais graves e persistentesgraves e persistentes Sujeitos em situação deSujeitos em situação de crisecrise
  • 26. CRAS- Programa de Atenção integral á Família- PAIF
  • 27. Equipe do CRAS e Programa Projovem adolescente
  • 28. Grupo de convivência e artesanato
  • 29. Arraiá da Melhor Idade
  • 30. Grupo de Hipertensos
  • 31. Manhã de Lazer
  • 32. Grupo com idosos
  • 33. Sessão de Vídeo
  • 34. Cursos e Capacitações
  • 35. Grupo com adolescentes no Projeto Arte e Vida
  • 36. Quando chove...
  • 37. ...as estradas intransitáveis
  • 38. Mas é preciso ir...
  • 39. Pois alguém nos espera...
  • 40. OBRIGADA!!!