Your SlideShare is downloading. ×
0
Explore o que os outros não exploram do LibreOffice na sua escola/ universidade
Explore o que os outros não exploram do LibreOffice na sua escola/ universidade
Explore o que os outros não exploram do LibreOffice na sua escola/ universidade
Explore o que os outros não exploram do LibreOffice na sua escola/ universidade
Explore o que os outros não exploram do LibreOffice na sua escola/ universidade
Explore o que os outros não exploram do LibreOffice na sua escola/ universidade
Explore o que os outros não exploram do LibreOffice na sua escola/ universidade
Explore o que os outros não exploram do LibreOffice na sua escola/ universidade
Explore o que os outros não exploram do LibreOffice na sua escola/ universidade
Explore o que os outros não exploram do LibreOffice na sua escola/ universidade
Explore o que os outros não exploram do LibreOffice na sua escola/ universidade
Explore o que os outros não exploram do LibreOffice na sua escola/ universidade
Explore o que os outros não exploram do LibreOffice na sua escola/ universidade
Explore o que os outros não exploram do LibreOffice na sua escola/ universidade
Explore o que os outros não exploram do LibreOffice na sua escola/ universidade
Explore o que os outros não exploram do LibreOffice na sua escola/ universidade
Explore o que os outros não exploram do LibreOffice na sua escola/ universidade
Explore o que os outros não exploram do LibreOffice na sua escola/ universidade
Explore o que os outros não exploram do LibreOffice na sua escola/ universidade
Explore o que os outros não exploram do LibreOffice na sua escola/ universidade
Explore o que os outros não exploram do LibreOffice na sua escola/ universidade
Explore o que os outros não exploram do LibreOffice na sua escola/ universidade
Explore o que os outros não exploram do LibreOffice na sua escola/ universidade
Explore o que os outros não exploram do LibreOffice na sua escola/ universidade
Explore o que os outros não exploram do LibreOffice na sua escola/ universidade
Explore o que os outros não exploram do LibreOffice na sua escola/ universidade
Explore o que os outros não exploram do LibreOffice na sua escola/ universidade
Explore o que os outros não exploram do LibreOffice na sua escola/ universidade
Explore o que os outros não exploram do LibreOffice na sua escola/ universidade
Explore o que os outros não exploram do LibreOffice na sua escola/ universidade
Explore o que os outros não exploram do LibreOffice na sua escola/ universidade
Explore o que os outros não exploram do LibreOffice na sua escola/ universidade
Explore o que os outros não exploram do LibreOffice na sua escola/ universidade
Explore o que os outros não exploram do LibreOffice na sua escola/ universidade
Explore o que os outros não exploram do LibreOffice na sua escola/ universidade
Explore o que os outros não exploram do LibreOffice na sua escola/ universidade
Explore o que os outros não exploram do LibreOffice na sua escola/ universidade
Explore o que os outros não exploram do LibreOffice na sua escola/ universidade
Explore o que os outros não exploram do LibreOffice na sua escola/ universidade
Explore o que os outros não exploram do LibreOffice na sua escola/ universidade
Explore o que os outros não exploram do LibreOffice na sua escola/ universidade
Explore o que os outros não exploram do LibreOffice na sua escola/ universidade
Explore o que os outros não exploram do LibreOffice na sua escola/ universidade
Explore o que os outros não exploram do LibreOffice na sua escola/ universidade
Explore o que os outros não exploram do LibreOffice na sua escola/ universidade
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Explore o que os outros não exploram do LibreOffice na sua escola/ universidade

439

Published on

O LibreOffice é uma das principais suites de escritório no mundo, utilizado desde a leigos à grande programadores que trabalham no seu desenvolvimento, mas e como explorar ainda mais, na escola e na …

O LibreOffice é uma das principais suites de escritório no mundo, utilizado desde a leigos à grande programadores que trabalham no seu desenvolvimento, mas e como explorar ainda mais, na escola e na universidade, e não sendo ao uso da suite? É inegável e de conhecimento de muitos o potencial e uso do LibreOffice como suite para escritório, onde pessoas leigas e sem interesse em aprender a fundo algo sobre tecnologia o usam muito bem, como exemplo editando textos e afins e muitas vezes sem nem notar que estão a usar algo construído colaborativamente, como um software livre. Os softwares que compõem o pacote melhoraram e melhoram muito a cada dia graças ao trabalho de muitos que entendem a fundo tecnologia, como os programadores, muitos que aprenderam de forma autodidata ou formados em instituições de ensino técnicas ou superiores. Dentro do potencial do LibreOffice, em um bate-papo no último fisl (Fórum Internacional de Software Livre) com o intuito para fossem revistas e voltasse com palestras antigas sobre a suite de escritório, sendo eu (Luiz Rauber) um usuário e entusiasta antigo, do tempo do Open/BrOffice, surgiu a ideia, potencialmente inédita, que apresento nesta palestra, sobre a resposta a pergunta “como explorar ainda mais, na escola e na universidade, e não sendo ao uso da suite?”. Como docente tenho dificuldade à estimular os alunos no aprendizado de algoritmos, linguagens de programação, práticas e processos de desenvolvimento, e neste papo surgiu um “eureka” de criar um time de bugfix para o LibreOffice na instituição de ensino superior onde leciono, alinhando à projetos que estão sendo planejados de incentivo a programação à escolares. Sendo hoje o desenvolvimento do LibreOffice centrado principalmente na linguagem C e Python, se reutilizará conhecimetos já adquiridos (aqui os alunos já vêem C) e poderei inserir uma nova linguagem (Python), mas o potencial maior não é o aprendizado delas, mas sim os alunos se sentirem e fazerem parte de algo maior, mundial, que é um grande projeto de software livre chamado LibreOffice.org. Nesta palestra demostrarei o planejamento e resultados até o momento colhidos, textualmente liberados em Creative Commons.

Published in: Technology
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
439
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
9
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. por Luiz Henrique Rauber Rodrigues 8° SOLISC – 21/09/2013 Explore o que os outros não exploram do LibreOffice na sua escola/ universidade
  • 2. Luiz? LibreOffice Aplicação Convencional Aplicação Hacker luiz.rauber@urisantiago.br –- 2/46
  • 3. Luiz? Professor na URI Campus Santiago/ RS - Ciência da Computação e Administração - Algoritmos e Estrutura de Dados - Lógica/ Teoria/ Fundamentos para/ da Computação - Empreendedorismo em Informática - Sistemas informações Gerenciais - Gerenciamento de Projetos Mestrando em Nanociências no Centro Universitário Franciscano em Santa Maria/ RS - Dissertação em Bioinformática – Análise de expressão de vias proteínas/ genes na evolução do câncer com o OpenSource Cytoscape Palestras fisl, Latinoware, Tchêlinux, Flisol, SFD... luiz.rauber@urisantiago.br –- 3/46
  • 4. … Pq LibreOffice? ~ 2009-2010 palestras quando BrOffice ~ 2011-2012 debates negócios em Software Livre ~ 2013-2014 docência e a motivação/ aplicação? Fisl14 e o pedido pra voltar a atenção ao LibreOffice Eureka! LibreOffice na acadêmia! luiz.rauber@urisantiago.br –- 4/46
  • 5. luiz.rauber@urisantiago.br –- 5/46
  • 6. luiz.rauber@urisantiago.br –- 6/46
  • 7. luiz.rauber@urisantiago.br –- 7/46
  • 8. luiz.rauber@urisantiago.br –- 8/46
  • 9. luiz.rauber@urisantiago.br –- 9/46
  • 10. luiz.rauber@urisantiago.br –- 10/46
  • 11. luiz.rauber@urisantiago.br –- 11/46
  • 12. luiz.rauber@urisantiago.br –- 12/46
  • 13. Lei ODF e + com o Klaibson Ribeiro Vitorio Furusho luiz.rauber@urisantiago.br –- 13/46
  • 14. luiz.rauber@urisantiago.br –- 14/46
  • 15. luiz.rauber@urisantiago.br –- 15/46
  • 16. luiz.rauber@urisantiago.br –- 16/46
  • 17. Luiz? LibreOffice Aplicação Convencional Aplicação Hacker luiz.rauber@urisantiago.br –- 17/46
  • 18. luiz.rauber@urisantiago.br –- 18/46
  • 19. luiz.rauber@urisantiago.br –- 19/46
  • 20. luiz.rauber@urisantiago.br –- 20/46
  • 21. luiz.rauber@urisantiago.br –- 21/46
  • 22. luiz.rauber@urisantiago.br –- 22/46
  • 23. Aplicação Convencional - O USO DO LIBREOFFICE COMO SUITE - O USO DO LIBREOFFICE COMO CONTRIBUIÇÃO luiz.rauber@urisantiago.br –- 23/46
  • 24. luiz.rauber@urisantiago.br –- 24/46
  • 25. luiz.rauber@urisantiago.br –- 25/46
  • 26. luiz.rauber@urisantiago.br –- 26/46
  • 27. luiz.rauber@urisantiago.br –- 27/46
  • 28. Luiz? LibreOffice Aplicação Convencional Aplicação Hacker luiz.rauber@urisantiago.br –- 28/46
  • 29. luiz.rauber@urisantiago.br –- 29/46
  • 30. luiz.rauber@urisantiago.br –- 30/46
  • 31. luiz.rauber@urisantiago.br –- 31/46
  • 32. luiz.rauber@urisantiago.br –- 32/46
  • 33. luiz.rauber@urisantiago.br –- 33/46
  • 34. luiz.rauber@urisantiago.br –- 34/46
  • 35. luiz.rauber@urisantiago.br –- 35/46
  • 36. luiz.rauber@urisantiago.br –- 36/46
  • 37. luiz.rauber@urisantiago.br –- 37/46
  • 38. luiz.rauber@urisantiago.br –- 38/46
  • 39. luiz.rauber@urisantiago.br –- 39/46
  • 40. luiz.rauber@urisantiago.br –- 40/46
  • 41. DIVIRTA-SE luiz.rauber@urisantiago.br –- 41/46
  • 42. O que faremos em Santiago, em Baby Steps: - HackerSpace - Revisão C/ Java/ Python - Tutorial LibreOffice - Dojos - Time Bug-Fix por Dojos luiz.rauber@urisantiago.br –- 42/46
  • 43. Luiz? LibreOffice Aplicação Convencional Aplicação Hacker luiz.rauber@urisantiago.br –- 43/46
  • 44. Em resumo!!! Não implementei ainda!! Seja o primeiro ;) luiz.rauber@urisantiago.br –- 44/46
  • 45. Grato pela atenção! luiz.rauber@gmail.com facebook.com/luiz.rauber

×