• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Sistemas Operacionais para Servidores
 

Sistemas Operacionais para Servidores

on

  • 13,699 views

Durante um dos ciclos de seminários no Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS), fomos encarregados de apresentar sobre os sistemas operacionais para servidores. Para tanto, criamos um texto ...

Durante um dos ciclos de seminários no Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS), fomos encarregados de apresentar sobre os sistemas operacionais para servidores. Para tanto, criamos um texto que condensaria algumas ideias sobre o assunto com o intuito de compor uma base que não abrangesse somente alguns sistemas, mas mostra-se de forma clara e sucinta o objetivo principal de um sistema operacional, ou seja, abastração e gerência. Para a pesquisa, utilizamos alguns renomados pesquisados de sistemas operacionais como Maziero e Tanembaum, para dar maior credibilidade e sustento às ideias que queríamos expor.
Para ter acesso ao material completo, por favor, acesse meu site. www.luizpicolo.com.br

Statistics

Views

Total Views
13,699
Views on SlideShare
13,699
Embed Views
0

Actions

Likes
3
Downloads
179
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

CC Attribution License

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Sistemas Operacionais para Servidores Sistemas Operacionais para Servidores Presentation Transcript

    • CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS – TADS Laboratório de Sistemas Operacionais Luiz Picolo luizpicolo@luizpicolo.com.br
    • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do SulSistemas Operacionais para Servidores
    • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul Conceitos Iniciais●Definições sobre o que é um sistema operacional ecomo ele atua no gerenciamento de todas ascomplexidades do hardware.● Servidores (Aspectos físicos, Tipos).●Sistemas Operacionais para Servidores(Tipos e Peculiaridades).
    • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul Conceitos IniciaisMaziero expõe que “existe uma grande distânciaentre os circuitos eletrônicos e dispositivos dehardware e os programas aplicativos emsoftware” (MAZIERO, 2006, p.03).
    • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul Conceitos IniciaisNeste sentido, para que seja feito o acessodiretamente ao hardware, como armazenar umacerta informação no disco rígido, o programadordeveria trabalhar em um baixo nível deprogramação levando em consideração adiversidade do hardware o qual ele quer interagir.
    • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul Conceitos IniciaisNeste sentido, para que seja feito o acessodiretamente ao hardware, como armazenar umacerta informação no disco rígido, o programadordeveria trabalhar em um baixo nível deprogramação levando em consideração adiversidade do hardware o qual ele quer interagir.
    • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul Conceitos IniciaisPara satisfazer esta necessidade foi criado entãoos sistemas operacionais, que nada mais são doque “um conjunto de recursos abstratos claros emvez de recursos confusos de hardware”(TANENBUM, 2009, p. 02).
    • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul
    • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul Conclusão ParcialPartido destes conceitos, pode-se afirmar que ossistemas operacionais são camadas de softwaresnecessárias e indispensáveis para a harmoniaentre os processos e o hardware.
    • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul ServidoresSão maquinas mais potentes do que um desktopscomuns.“Os servidores lidam com cargas de trabalhomais pesadas e com mais aplicativos,aproveitando a vantagem de um hardwareespecífico para aumentar a produtividade ereduzir o tempo de inatividade”.
    • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul Servidores● Servidores de arquivos;● Servidores de bancos de dados;● Servidores de impressão;● Servidores de comunicação;● Servidores Web.
    • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul ServidoresAssim, para que haja um gerenciamento desta carga detrabalho entre estas diferentes funcionalidades deservidor, houve a necessidade de um sistemaoperacional que permitir-se “a gestão eficiente degrandes quantidades de recursos (disco, memória,processadores), impondo prioridades e limites sobre ouso dos recursos pelos usuários e seus aplicativos”(MAZIERO, 2006, p.06).
    • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul ServidoresUm servidor normalmente possui mais poder deprocessamento devido à quantidade de processadoresou núcleos presentes em sua arquitetura física. Logo, osmesmos conseguem executar mais tarefas e com maiorvelocidade. Um exemplo de processador para servidoresé o “Coprocessador Intel® Xeon Phi™ 5110P com 60núcleos/1,053 GHz/240 threads”.
    • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul Ligação com apresentações AnterioresA política de escalonamento padrão de servidores Webé a FIFO (First In First Out), ou seja, uma abordagemnão preemptiva, na qual as requisições são admitidas naordem de chegada e processadas pela política deescalonamento.
    • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul Foco da ApresentaçãoExiste uma diversidade de sistemas operacionais,levando em consideração as várias distribuiçõesbaseadas no Kernel Linux. Contudo, o foco seráapenas em sistemas Windows e baseados nonúcleo Linux.
    • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul Sistemas Operacionais para Servidores Windows● Windows 2000Server;● Windows Server 2003;● Windows Server 2008 R2;● Windows Server 2012.
    • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul Sistemas Operacionais para Servidores Windows.Alguma Características● Infraestrutura para nuvens;● Dynamic Access Control;● Plataforma de servidor Web;● Active Directory
    • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul Sistemas Operacionais para Servidores Linux● Mandriva Enterprise Server 5;● Ubuntu Server;● Debian;● Red Hat Enterprise 6 Linux;CentOS Server, entre outros.●
    • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do SulSistemas Operacionais para Servidores Linux
    • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do SulSistemas Operacionais para Servidores Linux
    • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul Sistemas Operacionais para Servidores LinuxO CentOS apresenta várias similitudes para com o seuopositor, o Windows Server, como a governança dedados, a criação de identidades e grupos de acesso,escalabilidade, adaptação para nuvens, entre outros.Uma característica interessante dos sistemas baseadosno Kernel Linux é a possibilidade da utilização ou não dainterface gráfica, gerando assim, melhor desempenho esegurança para o servidor.
    • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul Sistemas Operacionais para ServidoresAmbas plataformas, Windows e Linux, além de satisfazertodos os requisitos necessários para um bomfuncionamento na área de servidores, apresentamsoftwares que auxiliam na administração ouredirecionamento especifico Mail Servers, Domain NameSystem Servers, File Transfer Protocol Servers,configurações para servidores Dynamic HostConfiguration Protocol, virtualização, entre outros.
    • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul ConclusãoPortanto, os sistemas operacionais referidos neste textopossuem características que fazem dos mesmossistemas robustos que satisfazem as necessidades paraas quais eles são designados, ou seja, gerenciar deforma adequada grande carga de trabalho, afim de quetodo esse processamento possa ser utilizado da melhorforma possível garantindo assim a integridade, asegurança, escalabilidade e o melhor escalonamento.
    • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul ReferênciasCORLASSOLI, Tarcísio P. Uma Política de Escalonamento para Servidores Web Baseada na Velocidade deConexão [online] Disponível na Internet via URL: http://dspace.c3sl.ufpr.br/dspace/handle/1884/25067consultado em 23 de Novembro de 2012.MAZIERO, Carlos A. Sistemas Operacionais [online] Disponível na Internet via URL:http://dainf.ct.utfpr.edu.br/~maziero/doku.php/so:livro_de_sistemas_operacionais. Arquivoconsultado em 18 de Novembro de 2012.TANENBAUM, A. Sistemas Operacionais Modernos; tradução Ronaldo A. L. Gonçalvez,Luís A. Consularo, Luciana do Amaral Texeira; revisão técnica Raphael Y. De Camargo. 3,ed. São Paulo: Person Prentice Hall, 2009.http://technet.microsoft.com/pt-BR/windowsserver/bb512925.aspx?ocid=otc-c-br-jtc--wikiAcessando em: 17/11/2012http://technet.microsoft.com/pt-br/library/cc740116%28v=ws.10%29.aspxAcessado em:18/11/2012http://w3techs.com/technologies/history_details/os-linuxAcessado em: 17/11/2012.http://content.dell.com/br/pt/empresa/d/sb360/what-is-a-server. Acessando em: 15/11/2012http://www.intel.com.br/content/www/br/pt/processors/xeon/xeon-phi-detail.html