Acidente no LRF - Análise de um caso de Acidente Verídico

10,172 views
9,650 views

Published on

Análise de um caso de acidente verídico ocorrido em uma grande empresa.

6 Comments
4 Likes
Statistics
Notes
  • gostei muito parabens
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
  • Muito boa a apresentação Luiz.
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
  • Otimo! Gostei muito mesmo.
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
  • Valeu Luizão. Vou usar a minha apresentação. Muito obrigado.
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
  • Muito boa apresentação Luiz. Com certeza vou usar nas minhas.
    Abraços.
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
No Downloads
Views
Total views
10,172
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
4
Actions
Shares
0
Downloads
401
Comments
6
Likes
4
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Acidente no LRF - Análise de um caso de Acidente Verídico

  1. 1. Acidente <br />no<br />LRF<br />
  2. 2. Local: Bobinadeira n.º 2 LRF <br />
  3. 3. Descrição do Acidente<br />Eu funcionário da empresa X, estava realizando manutenção no mandril da Bobinadeira n.º 2 do LRF (Laminador Reversível à Frio) e ...<br />
  4. 4. Descrição do Acidente<br />... ao mesmo tempo um outro funcionário realizava testes com outro equipamento, quando...<br />
  5. 5. Descrição do Acidente<br />... este funcionário acionou a mesa de enfiamento da bobinadeira n.º 2 sem a mesa estar devidamente travada e bloqueada. Em conseqüência ... <br />
  6. 6. Descrição do Acidente<br /> ... a mesa avançou em minha direção e ... <br />
  7. 7. Descrição do Acidente<br />... prensou-me contra o mandril da bobinadeira. <br />
  8. 8. Conseqüência do acidente<br />Houve esmagamento do joelho da perna esquerda; <br />Várias fraturas expostas e gravíssimas na mesma perna; <br />Queimaduras de 1º e 2.º grau nas mãos, nos braços e tórax.<br />
  9. 9. Detalhes; <br />Conseqüência do acidente<br />O acidente só não teve conseqüências maiores por que :<br /><ul><li> Ao perceber que a mesa vinha em minha direção, saltei sobre o mandril ainda quente devido haver sido processado bobina a alguns instantes (motivo das queimaduras). </li></ul>Se não tivesse feito isto, a mesa teria me esmagado o tórax;<br /><ul><li> Outro funcionário agiu rapidamente colocando um tubo de metal entre a mesa e o mandril, impedindo assim que a minha perna fosse guilhotinada pela mesa de enfiamento;</li></li></ul><li>Causas do acidente<br />Falta de uma análise de risco mais eficiente para a execução da tarefa de uma maneira tecnicamente segura; <br />Falta de comunicação entre as partes executantes dos diversos, complexos e diferentes serviços executados na mesma área de trabalho; <br />Falta de Bloqueio Elétricode todos os equipamentos móveis que poderiam<br />por em risco a segurança de todos no local se acionados indevidamente; <br />Falta de Bloqueio Mecânicode todos equipamentos móveis que poderiam<br />por em risco a segurança de todos no local se acionados indevidamente; <br />Falta de atenção e cuidado em todo o processo de execução das tarefas para este setor em específico; <br />Não seguir padrões e normas adotados e exigidos pela empresa para <br /> a execução desta tarefa; <br />Excesso de confiança na tarefa executada sob alto grau de condições inseguras; <br />
  10. 10. Causas do acidente<br />Falta de uma análise de risco;<br />Falta de comunicação;<br />Falta de Bloqueio Elétrico;<br />Ato Inseguro<br />(Negligência e Imprudência)<br />Conclusão !<br />Falta de Bloqueio Mecânico;<br />Falta de atenção e cuidado;<br />Não seguir padrões e normas;<br />Excesso de confiança.<br />+<br />Local de Trabalho com muitos equipamentos móveis;<br />Muitas pessoas executando tarefas variadas no mesmo local de trabalho;<br />Condição Insegura<br />Equipamento trabalhando sem bloqueio elétrico e mecânico;<br />
  11. 11. Causas do acidente<br />Ato Inseguro<br />(Negligência e Imprudência)<br />Conclusão !<br />+<br />Condição de Insegura<br />ACIDENTE<br />
  12. 12. Recomendações de Segurança<br />:<br />- Use Epi’s obrigatórios, + os indicados para a tarefa a ser executada. - Ter atenção e cuidado em todo o processo de execução. - Evite cometer ato inseguro (Imperícia, Negligência e/ou Imprudência); - Procure sempre eliminar ou controlar a situação de Condição Insegura; - Faça análise de risco (Procure adquirir este habito). - Não improvise. - Desligue e bloqueie os equipamentos que interferem na ação. - Faça 5s após a conclusão do serviço. - Mantenha uma comunicação eficiente (Confirme sempre qualquer ordem ou diretriz para não haver engano quando executar a tarefa). - Siga sempre os padrões e procedimentos adotados na empresa referente à tarefa. - Não confie em ninguém, muito menos no equipamento bloqueado, sem antes testar o desligamento do mesmo e o bloqueio mecânico e elétrico. - Qualquer dúvida, não faça nada... procure informação e orientação.<br />
  13. 13. SEGURANÇA DO TRABALHO<br />
  14. 14. FIM<br />Desenvolvido por:Luiz Carlos de Almeida<br />E-mail:luizp3@ibest.com.br<br />

×