Afinal, o que são redes sociais?

4,819 views
4,647 views

Published on

Esta é a apresentação que fiz no Comunicavale, em São José dos Campos no dia 08/07/2010.

0 Comments
6 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
4,819
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
75
Comments
0
Likes
6
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Afinal, o que são redes sociais?

  1. 1. AFINAL, O QUE SÃO REDES SOCIAIS? Luis Fernando Guggenberger 08 de julho de 2010
  2. 2. Ouvimos falar tanto sobre as redes sociais... ...mas afinal, o que são redes sociais?
  3. 3. Exemplos de Rede: Neural
  4. 4. Exemplos de Rede: Urbana
  5. 5. Exemplos de Rede: Social
  6. 6. Rede Social Redes sociais são pessoas interagindo segundo um padrão de organização de rede distribuída.
  7. 7. Topologias de Rede Diagramas de Paul Baran (1964)
  8. 8. Rede ≠ Hierarquias Redes sociais são padrões de organização em que há abundância de caminhos. Hierarquias são o oposto: um campo onde se gerou (artificialmente) escassez de caminhos. ≠
  9. 9. Múltiplos Caminhos
  10. 10. Redes = Interação
  11. 11. Características do Modo-de-Interagir - Frequência - Reverberações - Loopings - Configurações de fluxos que se constelam a cada instante - Espalhamentos e aglomeramentos (clustering)
  12. 12. Características do Modo-de-Interagir - Enxameamentos (swarming) - Curvas de distribuição das variações aleatórias introduzidas pela imitação (cloning) que produzem ordem emergente (a partir da interação) - Contrações na extensão características de caminho (crunch) dentro de cada cluster
  13. 13. Interação Broadcasting não é interação Padrão Um => Muitos
  14. 14. Interação ≠ Participação Redes sociais são ambientes de interação, não de participação. ≠
  15. 15. Redes sociais ≠ Midias sociais Social ≠ Digital ou Virtual
  16. 16. Redes sociais ≠ Ferramentas Blogs nada têm a ver com redes. Já a blogosfera, sim, pode ser um bom exemplo de rede distribuída. Mas também não é uma rede social. Redes sociais são pessoas interagindo, não ferramentas de publicação ou de participação.
  17. 17. Redes ≠ Plataformas interativas Mas plataformas interativas podem ser boas ferramentas de articulação e animação de redes.
  18. 18. Fenomenologia das Redes Os fenômenos que ocorrem nas redes independem do conteúdo do que flui. Esses fenômenos – como o clustering, o swarming e o crunching – dependem dos graus de distribuição e conectividade da rede em questão.
  19. 19. Clustering A tendência que têm dois conhecidos comuns a um terceiro de conhecer-se entre si
  20. 20. Swarming civil ou societário Distintos grupos e tendências, não coordenados explicitamente entre si, vão aumentando o alcance e a virulências de suas ações... Exemplo: 11 a 13 de março de 2004 na Espanha (papel do SMS = celular)
  21. 21. Swarming civil ou societário 11-M España en la calle
  22. 22. Crunching A redução do tamanho social do mundo é função da distributividade e da conectividade da rede social
  23. 23. Experimento de Stanley Milgram Milgram-Travers (1967): 5,5 graus de separação 160 pessoas que moravam em Omaha tentaram enviar cartas para um corretor de valores que trabalhava em Boston utilizando apenas intermediários que se conhecessem pelo nome de batismo.
  24. 24. Experimento de Duncan Watts Duncan Watts et all. (2002): 6 graus de separação 60 mil usuários de e-mail tentaram se comunicar com uma de dezoito pessoas-alvo em 13 países, encaminhando mensagens a alguém conhecido.
  25. 25. Experimento de Jure Leskovec Jure Leskovec (2006): 7 graus de separação Conseguiu identificar mais de 30 bilhões de conversações entre 240 milhões de pessoas, usuárias do Microsoft Instant Messenger em todo o mundo.
  26. 26. Mundo Pequeno Small is powerful Quanto menor o tamanho do mundo mais empoderante é o campo social
  27. 27. Mundo Pequeno Já parou pra pensar que o Zé de Alagoas está a 6 Graus de Barack Obama?
  28. 28. Mundo Pequeno “Eu guardo o meu conhecimento nos meus amigos”
  29. 29. Os Novos Papéis Sociais Na sociedade em rede os indicadores de sucesso não serão mais a acumulação de riqueza, de poder e de conhecimento atestado por títulos. Estão emergindo novos papéis sociais: Hubs Inovadores Netweavers
  30. 30. Créditos Fotos extraídas da internet via Google Images Textos e imagens dos slides 15 até 36, 38 e 41 extraídos de Augusto de Franco na Escola-de-Redes – (http://escoladeredes.ning.com) Apresentação entregue ao Domínio Público

×