Giuliana e júlia   direitos e deveres
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Like this? Share it with your network

Share

Giuliana e júlia direitos e deveres

on

  • 1,821 views

 

Statistics

Views

Total Views
1,821
Views on SlideShare
1,821
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
7
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Giuliana e júlia direitos e deveres Presentation Transcript

  • 1. Ensino Religioso Direitos e Deveres Júlia & Giuliana Ensino fundamental Turma: 72
  • 2. Introdução
    • Realidade: que mesmo com todas essas instituições há ainda muito desrespeito e falta de caráter, para perceber que estamos em um mundo onde precisamos cumprir as regras para não piorar a situação dos adultos, crianças, adolescentes nesses tempos de hoje de muita maldade.
    • Objetivo: tentar ao máximo promover a paz, o respeito, a igualdade, a proteção das crianças desprotegidas, tentar organizar o espaço onde vivemos, querer dar exemplos de boas ações apara quem ainda não tem consciência dos tempos em que estamos, e nos tempos que virão.
    • Partes: origem, história, objetivo, importância da: ONU, DUDH, UNESCO, Carta da Terra, UNICEF, Declaração universal dos Direitos da
    Criança, Conselho Tutelar, ECA. - Expectativa: com este trabalho poderemos mostrar e explicar como funciona todas essas instituições, toda a história, como surgiu e o que elas tem a promover para melhoras o mundo em que vivemos.
  • 3. ONU Origem: Criada durante a Primeira Guerra Mundial (1919) com o mesmo objetivo de sua sucessora, a ONU. A Liga das Nações foi incapaz de evitar a Segunda Guerra Mundial e se dissolveu, dando origem a um novo órgão. História: A Organização das Nações Unidas (ONU) nasceu oficialmente em 24 de outubro de 1945, data de promulgação da Carta das Nações Unidas, que é uma espécie de Constituição da entidade, assinada na época por 51 países, entre eles o Brasil. Criada logo após a 2ª Guerra Mundial, o foco da atuação da ONU é a manutenção da paz e do desenvolvimento em todos os países do mundo. Objetivo: Promover a paz mundial, a segurança e a colaboração internacional. Importância: o estabelecimento da dignidade do ser humano como valor fundamental e a concepção de proteção integral desse mesmo ser humano. Organização das Nações Unidas
  • 4. DUDH Declaração Universal dos Direitos do Homem. Origem: Declaração Universal dos Direitos Humanos foi adotada pela ONU em 10 de dezembro de 1948 História: O primeiro registro de uma declaração dos direitos humanos foi o Cilindro de Ciro, escrito por Ciro, o grande, rei da Pérsia (atual Irã) por volta de 539 a.C.. Filósofos europeus da época do iluminismo desenvolveram teorias da lei natural que influenciaram a adoção de documentos como a Declaração de Direitos de 1689 da Inglaterra, a Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão de 1789 da França e a Carta de Direitos de 1791 dos Estados Unidos. Objetivo: Direitos Humanos, igualdade Social. Importância: Os direitos humanos são os direitos e liberdades básicos de todos os seres humanos. Normalmente o conceito de direitos humanos tem a ideia também de liberdade de pensamento e de expressão, e a igualdade perante a lei.
  • 5. UNESCO Origem: Fundou-se a 16 de Novembro de 1945 com o objetivo de contribuir para a paz e segurança no mundo mediante a educação, a ciência, a cultura e as comunicações. História: Na segunda Guerra Mundial os representantes dos países aliados, percebendo a importância e o alcance da cooperação intelectual entre os povos, decidiram criar uma Organização para ser um sistema de vigilância e alerta, em defesa da paz, da solidariedade e da justiça. Objetivo: Promove a paz e os direitos humanos com base na "solidariedade intelectual e moral da humanidade". Importância: É uma das agências das Nações Unidas para incentivar a cooperação técnica entre os Estados membros. A Organização das Nações Unidas para a Educação
  • 6. Carta da Terra Origem: O documento A carta da Terra, nasceu em um contexto histórico de profundas crises. História: O documento é resultado de uma década de diálogo intercultural, em torno de objetivos comuns e valores compartilhados. O projeto começou como uma iniciativa das Nações Unidas, mas se desenvolveu e finalizou como uma iniciativa global da sociedade civil. Objetivo: A Carta da Terra é uma declaração de princípios éticos fundamentais para a construção, no século XXI, de uma sociedade global justa, sustentável e pacífica. Importância: Busca inspirar todos os povos a um novo sentido de interdependência global e responsabilidade compartilhada, voltado para o bem-estar de toda a família humana, da grande comunidade da vida e das futuras gerações. É uma visão de esperança e um chamado à ação.
  • 7. UNICEF Origem: Depois da segunda Guerra mundial ela foi criada para ajudar crianças que haviam perdido os familiares. História: Depois da Segunda Guerra Mundial, que terminou em 1945, muitas crianças na Europa, no Oriente Médio e na China não tinham quem cuidasse delas. Ficaram sem casa, sem família, sem saúde, sem comida, às vezes sem tudo isso de uma vez. Dizem que a união faz a força. Objetivo: Promover a defesa dos direitos das crianças, ajudar a dar resposta às suas necessidades básicas e contribuir para o seu pleno desenvolvimento. Importância: No começo, o UNICEF era um fundo de emergência para ajudar as crianças que sofreram com a guerra. O Fundo das Nações Unidas para a Infância
  • 8. Origem: Aprovada por unanimidade em 20 de Novembro de 1959 pela Assembléia Geral da ONU. É integralmente fiscalizada pela UNICEF. Organismo unicelular da ONU História: No Brasil, os Conselhos Tutelares são órgãos municipais destinados a zelar pelos direitos das crianças e adolescentes. Sua competência e organização estão previstas no Estatuto da Criança e do Adolescente Objetivo: Tem como base e fundamento os direitos a liberdade, estudos, brincar e convívio social das crianças que devem ser respeitados e preconizadas em dez princípios. Importância: A criança desfrutará de todos os direitos enunciados nesta Declaração. Estes direitos serão outorgados a todas as crianças, sem qualquer exceção, distinção ou discriminação por motivos de raça, cor, sexo, idioma, religião, opiniões políticas ou de outra natureza, nacionalidade ou origem social, posição econômica, nascimento ou outra condição, seja inerente à própria criança ou à sua família. Declaração Universal dos Direitos da Criança
  • 9. Conselho Tutelar. Origem: Surgiu com a criação da Lei Nº. 8.069, de 13 de julho de 1990. História: O Conselho Tutelar é composto por cinco membros, eleitos pela comunidade para acompanharem as crianças e os adolescentes e decidirem em conjunto sobre qual medida de proteção para cada caso. Devido ao seu trabalho de fiscalização a todos os entes de proteção (Estado, comunidade e família), o Conselho goza de autonomia funcional, não tendo nenhuma relação de subordinação com qualquer outro órgão do Estado. Objetivo: F iscalizar, os direitos das crianças e adolescentes. Importância: Acompanhar as crianças e os adolescentes e decidirem em conjunto sobre qual medida de proteção para cada caso.
  • 10. Origem: O ECA foi instituído pela Lei 8.069 no dia 13 de julho de 1990 História: A Constituição brasileira promulgada em 1988 é anterior à Convenção sobre os Direitos da Criança adotada pela Assembléia Geral das Nações unidas em 20 de novembro de 1989, ratificada pelo Brasil em 24 de setembro de 1990, e com vigência internacional em outubro de 1990, o que demonstra a sintonia dos constituintes brasileiros com toda a discussão de âmbito internacional existida naquele momento, sobre a normativa para a criança e a adoção do novo paradigma, o que levou o Brasil a se tornar o primeiro país a adequar a legislação interna aos princípios consagrados pela Convenção das Nações Unidas, até mesmo antes da vigência obrigatória daquela, uma vez que o Estatuto da Criança e do Adolescente é de 13 de julho de 1990. Objetivo: A proteção integral da criança e do adolescente, aplicando medidas, e expedindo encaminhamentos. Importância: Regulamenta os direitos das crianças e dos adolesce n tes inspirado pelas diretrizes fornecidas pela Constituição Federal de 19 08 , internalizando uma série de normativas internacionais ECA Estatuto da Criança e do Adolescente.
  • 11. Conclusão -Importância: mostrar que mesmo na darmos muito valor essas instituições afetam muito na no sociedade, onde, em casos de dia a dia são apresentadas todas. -Dificuldades: de entender que precisamos seguir as regras para estabelecer a ordem na sociedade. -Penso que... Essas instituições deviam atuar mais no nosso dia a dia, não só aparecer quando precisamos. -Conselho: Com esse trabalho aprendemos que todos temos direitos e deveres que devemos cumprir.