Your SlideShare is downloading. ×
0
Mulheres portuguesas de sempre
Mulheres portuguesas de sempre
Mulheres portuguesas de sempre
Mulheres portuguesas de sempre
Mulheres portuguesas de sempre
Mulheres portuguesas de sempre
Mulheres portuguesas de sempre
Mulheres portuguesas de sempre
Mulheres portuguesas de sempre
Mulheres portuguesas de sempre
Mulheres portuguesas de sempre
Mulheres portuguesas de sempre
Mulheres portuguesas de sempre
Mulheres portuguesas de sempre
Mulheres portuguesas de sempre
Mulheres portuguesas de sempre
Mulheres portuguesas de sempre
Mulheres portuguesas de sempre
Mulheres portuguesas de sempre
Mulheres portuguesas de sempre
Mulheres portuguesas de sempre
Mulheres portuguesas de sempre
Mulheres portuguesas de sempre
Mulheres portuguesas de sempre
Mulheres portuguesas de sempre
Mulheres portuguesas de sempre
Mulheres portuguesas de sempre
Mulheres portuguesas de sempre
Mulheres portuguesas de sempre
Mulheres portuguesas de sempre
Mulheres portuguesas de sempre
Mulheres portuguesas de sempre
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Mulheres portuguesas de sempre

15,063

Published on

apresentação de mulheres portuguesas famosas, de várias gerações e várias áreas dosaber/ da cultura

apresentação de mulheres portuguesas famosas, de várias gerações e várias áreas dosaber/ da cultura

Published in: Education, Business
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
15,063
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
104
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Mulheres portuguesas de sempre 8 de Março Pela equipa da BE AEGE
  • 2. ANA DE CASTRO OSÓRIO Mangualde 1872-1935 Intelectual, jornalista, ensaísta, conferencista, feminista e republicana , considerada uma das mais notáveis teóricas dos problemas da emancipação das mulheres foi uma dedicada e incansável lutadora pela igualdade de direitos. Uma das primeiras escritoras d e literatura infantil em Portugal .
  • 3. NATÁLIA CORREIA São Miguel, Ponta Delgada 1923-1993 Escritora versátil, dedicou-se a vários géneros, além de marcar a sua presença na política e na imprensa. Sua produção abrange a poesia, o romance, o teatro, o ensaio, memórias, relatos de viagem, organização de antologias e colaboração em vários jornais e revistas.
  • 4. FLORBELA ESPANCA Vila Viçosa 1894 – 1930 Poetisa portuguesa, natural de Vila Viçosa (Alentejo). Nasceu filha ilegítima de João Maria Espanca e de Antónia da Conceição Lobo, criada de servir (como se dizia na época). É tida como a grande figura feminina das primeiras décadas da literatura portuguesa do século XX.
  • 5. MARIA AGUSTINA BESSA-LUIS Vila Meã, Amarante 1922 Escritora portuguesa, descendente de uma família de raízes rurais de Entre Douro e Minho e de uma família espanhola de Zamora, por parte da mãe. A sua vastíssima obra inclui, para além dos romances, biografias romanceadas, contos, crónicas de viagem e literatura infantil. .
  • 6. LÍDIA JORGE Boliqueime, Algarve 1946 Escritora portuguesa. Estudou Filologia Românica na Universidade de Lisboa, dedicando-se, depois, ao ensino liceal. Como professora, trabalhou em Angola e Moçambique, radicando-se posteriormente em Lisboa, onde é professora universitária e colaboradora de vários jornais e revistas.
  • 7. SOPHIA DE MELLO BREYNER ANDERSEN Porto 1919- 2004 É uma das mais importantes poetisa s do séc. XX e autora de textos em prosa, nomeadamente Histórias da Terra e do Mar , A menina do Mar e O Cavalheiro da Dinamarca . Nascida no Porto, de origem dinamarquesa pelo lado paterno e educada num meio aristocrático, esteve muito cedo ligada à luta antifascista e, a seguir ao 25 de Abril, foi deputada à Assembleia Constituinte.
  • 8. Maria Helena Vieira da Silva Lisboa 1908-1992 Pintora de origem portuguesa, nasceu no seio de uma família que cedo estimulou o seu interesse pela pintura, pela leitura e pela música. Em 1930 casa-se com o pintor de origem húngara, Arpad Szenes (1897-1985), que conhecera na Academia da Grande Chaumière, perdendo a nacionalidade portuguesa. Vieira da Silva morre a 6 de Março de 1992, em Paris.
  • 9. PAULA REGO Lisboa, 1935 Pintora portuguesa. Estudou na Slade School of Art em Londres de 1952 a 1956. É em Londres que passa a maior parte do seu tempo, desde 1963, mantendo sempre uma ligação forte com Portugal. Em 1990, Paula Rego foi nomeada a primeira Artista Associada da National Gallery, de Londres.
  • 10. SARAH AFONSO Lisboa 1899-1987 Pintora portuguesa, considerada a última discípula de Columbano, Sarah Afonso ficou-se pela disciplina e técnica do Mestre Pintor do pós-romantismo, para livremente impor outra expressão plástica, mais adequada ao tempo da reforma do Modernismo, que viveu intensamente, pese embora o facto de grande parte da sua vida de pintora, ter sido interrompida por dedicação ao seu companheiro Almada-Negreiros, com quem casou em Março de 1934.
  • 11. JOANA VASCONCELOS Paris, 1971 Vive e trabalha em Lisboa. É a mais conceituada artista plástica portuguesa da actualidade. Nas suas peças, apropria-se de objectos do quotidiano e descontextualiza-os, reinventando-os. Em 30 de junho de 2009, uma das suas obras intitulada "Coração Independente Dourado" foi leiloada na Christie's por 192 mil euros.
  • 12. MARIA JOÃO PIRES Lisboa, 1944 A mais importante pianista portuguesa. Aos cinco anos deu o seu primeiro recital e aos sete tocou publicamente concertos de Mozart . Em 2006 a pianista mudou-se para o Brasil , onde ainda reside. Ganhou o Prémio Pessoa em 1989.
  • 13. ROSA LOBATO DE FARIA Lisboa 1932-2010 Escritora, poetisa, actriz e letrista . Do percurso de Rosa Lobato Faria destacam-se ainda as letras escritas para canções como "Amor de Água Fresca", "Chamar a Música", "Baunilha e Chocolate" e "Antes do Adeus", todas premiadas com o primeiro lugar em nas respectivas edições do Festival da Canção. São também relevantes os vários romances, como O prenúncio das águas ou Pássaros de seda.
  • 14. JOANA CARNEIRO Lisboa, 1977 A mais famosa maestrina portuguesa. Joana Carneiro começou a estudar viola de arco antes de receber o seu diploma de Direcção de Orquestra da Academia Nacional Superior de Orquestra, em Lisboa. Concluiu o seu Master em Direcção de Orquestra na Northwestern University e prosseguiu estudos de doutoramento na Universidade do Michigan.
  • 15. MARIA DE LURDES PINTASSILGO Abrantes, 1930-2004 Foi, até agora, a única mulher que desempenhou o cargo de primeiro-ministro em Portugal. Em 1953, com 23 anos, licenciou-se em Engenharia Químico-Industrial, pelo Instituto Superior Técnico de Lisboa, numa época em que eram poucas as mulheres que enveredavam pela área da engenharia. Entre os 250 alunos do seu curso, apenas 3 eram mulheres.
  • 16. D. MARIA II Rio de Janeiro, 1819-1853 Maria da Glória Joana Carlota Leopoldina da Cruz Francisca Xavier de Paula Isidora Micaela Gabriela Rafaela Gonzaga de Bragança e Habsburgo, foi a 31ª Rainha de Portugal e dos Algarves aquando da abdicação do pai de 1826 a 1828 e de 1834 a 1853. Foi cognominada de A Educadora ou A Boa Mãe , em virtude da aprimorada educação que dispensou aos seus onze filhos.
  • 17. BRITES DE ALMEIDA, PADEIRA DE ALJUBARROTA Faro, 1350-???? Durante a batalha de Aljubarrota, em 1385, esteve ao lado de Mestre de Avis contra os castelhanos. Conta a lenda que sete castelhanos fugiram e se refugiaram na padaria de Brites de Almeida. Brites disse para os castelhanos se refugiarem no seu forno. Quando eles entraram, a padeira acendeu o lume e matou- - os.
  • 18. AMÁLIA RODRIGUES Lisboa, 1920-1999 Filha de um músico sapateiro que, para sustentar os quatro filhos e a mulher, tentou a sua sorte em Lisboa . Tornou-se conhecida mundialmente como a Rainha do Fado e, por consequência, devido ao simbolismo que este género musical tem na cultura portuguesa , foi considerada por muitos como uma das suas melhores embaixadoras no mundo.
  • 19. ROSA MOTA Porto, 1958 É uma atleta portuguesa já fora de actividade. Tornou-se conhecida principalmente pelas suas prestações na Maratona , sendo considerada por muitos como uma das melhores corredoras do século XX nessa especialidade.
  • 20. BEATRIZ COSTA Mafra, 1907-1996 Pseudónimo de Beatriz da Conceição foi uma importante actriz de teatro e cinema . Participou em filmes como A aldeia da roupa branca e A Canção de Lisboa . Em 1937 Beatriz ganha, ao lado de Vasco Santana , os votos de preferência dos cinéfilos portugueses e são eleitos "príncipes do cinema português".
  • 21. EUNICE MUÑOZ Amareleja, 1928 Eunice do Carmo Muñoz é uma actriz portuguesa de referência do teatro, televisão e cinema português e considerada unanimemente uma das melhores actrizes portuguesas de todos os tempos.
  • 22. MATILDE ROSA ARAÚJO Lisboa, 1921 -2010 Escritora especializada em literatura infantil, licenciou-se em Filologia Românica pela Faculdade de Letras da Universidade Clássica de Lisboa. É autora de alguns volumes sobre a importância da Literatura Infanto-Juvenil na formação da criança e vários livros para cianças e jovens.
  • 23. ELVIRA FORTUNATO Almada, 1964 Investigadora e professora da Faculdade de Ciência e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa, foi a vencedora do primeiro prémio na área de Engenharia do European Research Council (ERC), um dos galardões que se equiparam aos Nobel , pela invenção do transistor de papel. É uma das melhores cientistas de micro-electrónica do mundo.
  • 24. SIMONE DE OLIVEIRA Lisboa, 1938 Cantora, actriz de teatro e de televisão . Filha de pai belga e mãe portuguesa, cresceu em Lisboa . Em 1969 , Simone vence o Festival RTP da Canção , com o maior êxito da sua carreira - "Desfolhada Portuguesa". Perde a voz, um incidente que se prolongará por cerca de dois anos. Em 2003, lança o livro "Nunca Ninguém Sabe" onde relata a sua luta contra o cancro da mama. .
  • 25. AMÉLIA REY COLAÇO Lisboa, 1898-1990 Encenadora e actriz . Considerada a mais proeminente figura do teatro português do século XX , nasceu no seio de uma família de artistas. Casa-se, em Dezembro de 1920 , com o actor Robles Monteiro . No ano seguinte, os dois fundam uma companhia de teatro própria. Será a mais duradoura de toda a Europa, com cinquenta e três anos de existência — a Companhia Rey Colaço-Robles Monteiro, sediada no Teatro Nacional D. Maria II e oficialmente extinta em 1988.
  • 26. RUTH GARCÊS Lourenço Marques, 1934-2006 Nascida em Moçambique e licenciada em Direito pela Universidade de Coimbra, Ruth Garcez foi uma das principais figuras femininas do século XX, ao tornar-se na primeira mulher Juiz do país. Foi também a primeira a ascender ao cargo de Juíza Desembargadora do Tribunal da Relação em Lisboa.
  • 27. CAROLINA BEATRIZ ÂNGELO Guarda, 1877- 1911 Médica, lutadora sufragista e fundadora da Associação de Propaganda Feminista, foi a primeira mulher a votar em Portugal. Republicana convicta , lutou pela eclosão da República em 1910 e foi a primeira médica operadora portuguesa.
  • 28. CRISTINA DELIUS Lisboa – 1956 Bailarina portuguesa. Cristina Delius dirige em Berlim, onde reside, a Tapa Toe Steptanzstudio, considerada a melhor escola de sapateado na Europa. Estudou em Lisboa e trabalhou em Paris e Nova Iorque.
  • 29. OLGA RORIZ Viana do Castelo – 1955 Desenvolveu a sua actividade profissional como bailarina , coreógrafa e fotógrafa . Veio para Lisboa durante a infância onde iniciou os seus estudos académicos e artísticos . Recebeu formação na área de ballet clássico e dança moderna. Hoje, possu i a sua própria companhia - " Olga Roriz Companhia de Dança ".
  • 30. ANTÓNIA FERREIRA, A FERREIRINHA Régua, 1811-1896 Empresária - Ficou conhecida por se dedicar ao cultivo do Vinho do Porto e pelas notáveis inovações que introduziu. A sua família era muito abastada, possuía muito dinheiro e vinhas. Quando faleceu, em 1896 , deixou uma fortuna considerável e perto de trinta quintas. Do Douro para o mundo passou a lenda da sua tenacidade e bondade.
  • 31. Daniela Ruah Boston , 1983 A sua carreira teve início aos 16 anos numa telenovela portuguesa, Jardins Proibidos. Estudoo posteriormente na Universidade Metropolitana de Londres. Em 2007 foi para Nova Iorque para estudar e continuar a sua carreira na representação. É hoje uma das mais internacionais actrizes portuguesas, particiando numa conhecida série norte-americana.
  • 32. E tantas, tantas outras... Conhecidas e anónimas, que todos os dias lutam para se libertarem dos estigmas e dos grilhões que lhe são impostos pela condição de ser mulher.

×