• Like
  • Save
Metabolitos secundários
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Metabolitos secundários

on

  • 9,548 views

 

Statistics

Views

Total Views
9,548
Views on SlideShare
9,548
Embed Views
0

Actions

Likes
2
Downloads
138
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Metabolitos secundários Metabolitos secundários Presentation Transcript

    • Metabolitos SecundáriosApresentado por: Adailson Freire ³ Adresson ³ Eike° Luigi Dieb ¹ Silvia Bindá ¹ Wallon ²¹ Acadêmicos do 2º período de Engenharia de pesca² Acadêmico do 4º período de Engenharia de pesca³ Acadêmicos do 6º período de Engenharia de pesca° Acadêmico do 12º período de Engenharia de pescaUniversidade Federal do Amazonas – UFAM AM - Brasil
    • Metabolitos secundáriosSão compostos orgânicos que nãoestão diretamente envolvidos nosprocessos de crescimento,desenvolvimento e reprodução dosorganismos.A ausência dos metabolitossecundários não resulta na morteimediata da célula, ao contrário doque acontece nos metabótitosprimários.
    • .São substâncias distintas dos blocosbioquímicos comuns a todos os seres vivos:açúcares, nucleosídeos, aminoácidos e seusrespectivos polímeros.Apresentam distribuição restrita a um grupo,ou grupos, genetica e taxonomicamenterelacionados.Exercem, em geral, atividades extra-celularesalheias às células que as produzem.
    • .Apresentam, via de regra, funçõesfisiológicas e adaptativas.São formadas através de rotas bioquímicascaraterísticas.No caso de microorganismos, exercemfunções outras que relacionadas aocrescimento e desenvolvimento domicroorganismo, sendo em geralproduzidas após o crescimento.
    • .Os metabolitos secundários sãofrequentemente restritos a um gruporeduzido de espécies dum grupofilogenético.Os metabolitos secundários têmfrequentemente um papelimportante nas defesas vegetais eoutras defesas inter-espécies.
    • .Os metabolitos secundários são de naturezarelativamente complexa e distribuiçãorestrita, ao contrário das substâncias dometabolismo primário que apresentam umadistribuição universal.São os produtos do metabolismo que sãoquase sempre produzidos após a fase decrescimento, não apresentando funçãodurante o crescimento, embora possamapresentar função essencial para asobrevivência da linhagem (ex., antibióticos).
    • .São produzidos porgrupos específicos demicroorganismos,apresentam estruturasquímicas pouco usuais, equase sempre ocorremna forma de misturas decompostos muitosemelhantes.
    • .Podem estar presentes ou não nosseres vivos dependendo das variáveisecológicas.Os Metabólitos secundários tem suaorigem como derivados de diferentesintermediários no metabolismoprimário.
    • .Os produtos do metabolismo secundário sãosubstâncias pertencentes a um únicoorganismo, ou a um pequeno grupo deorganismos geneticamente relacionados.São substâncias que não são absolutamenteessenciais para a manutenção da vida dosorganismos que as contém, em contraste aosoutros compostos de origem natural
    • DistribuiçãoApresentam distribuição restrita, sendolimitadas a plantas e microorganismos;São restritas a grupos pertencentes a ummesmo gênero, espécie ou linhagem;São formadas a partir das substâncias dometabolismo primário;Não são essenciais para a manutenção da vida,sendo, porém, importantes para os organismosque as produzem.
    • .São formadas a partir de um número limitado desubstâncias do metabolismo primário:aminoácidos, acetil-coenzima A, ácido mevalônico,e intermediários do metabolismo do ácidoshiquímico.
    • .Os produtos naturais são substâncias que não sãoessenciais para a existência dos indivíduos como tais, mas que exercem uma função fundamentalpara a sobrevivência da espécie. A real razão para a sua produção é desconhecida.
    • . uma funçãoOs Produtos naturais apresentamfundamental na co-existência e na co-evolução dasespécies biológicas, podem atuar como:• mediadores de atração sexual;• Estimulantes de consumo, ou inibidores de consumo;• Repelentes ou toxinas;• Mecanismos de defesa e de alarme (em animais);• Mediadores químicos nos processos dedesenvolvimento, metamorfose, estimuladores ousupressores de crescimento;• Mediadores em processos de interação social, agindocomo agentes estimulantes de construção (cupins);marcadores territoriais (abelhas); indicadores de trilhas(formigas), etc.
    • Caractrísticas das SubstânciasAs principais características dessas substâncias são:A sua distribuição taxonômica restrita;Sua formação (biossíntese), envolvendo enzimasespecíficas;A compartimentalização (em vesículas e organelasespecializadas) das enzimas, dos precursores,intermediários e produtos envolvidos na suabiossíntese;Controle da biossíntese, através da disponibilizaçãodas enzimas responsáveis por sua realização;
    • .Apresentam uma grande variedade estrutural ede atividades biológicas; São formados através derotas biossintéticas particulares, a partir deprodutos do metabolismo primário eintermediários.
    • ClassificaçãoOs metabolitos secundários sãoclassificados em:• Terpenoides;• Alcalóides;• Flavonóides.
    • TerpenóidesSão alcenos naturais.Possuem a maior classe de produtosnaturais dos metabolitossecundários.Pequenas moléculas orgânicas comgrande diversidade de estruturas.Muitos terpenos são conhecidos.
    • .Terpenóides são moléculas decadeias abertas e alguns contémanéis. Geraniol Mirceno (óleo de louro) Carvona (óleo de hortelã)
    • .Os terpenos são classificados de acordocom o número de unidades de isopreno.5C10C15C20C25C30C40C
    • .São compostos encontrados emsementes, flores, folhas, raízes emadeira de plantas superiores assimcomo em musgo, algas e líquens.
    • AlcalóidesSão metabólitos secundáriosrepresentada por um número muitogrande de substânciasestruturalmente muito diversas.Podem estar presentes em todos osorganismos vegetais, porém em umaplanta, estão presentes em umorganismo específico.
    • FlavanóidesGrupo de pigmentos vegetais deampla distribuição na natureza;Sua presença nos vegetais estárelacionada com a função de defesa(proteção contra raiosultravioleta, ação anti-fúngica e anti-bacteriana, atração de polinizadores
    • .Os flavanóides são grupo de compostos polifenólicosencontrados em frutas e vegetais.Ajudam na proteção contra a radiação UV, evitandodanos à pele eritema e peroxidação lipídica.Essa classe tem destaque devido às atividadesfarmacológicas entre elas:• A modulação de determinadas enzimas;• Influência nos mecanismos anti-inflamatórios nadivisão celular;• Possui ação antioxidante.
    • Metabolismo primário x Metabolismo secundário• Solução geral para problema • Solução específica para problema biológico biológico• Importante para crescimento • Desnecessário para o crescimento• Papel fisiológico conhecido • Papel fisiol.- difícil conhecimento• Presente durante todo ciclo de vida • Presente apenas em parte do ciclo da vida• Presente sob várias condições • Aparecimento depende muito das de crescimento condições de crescimento• Ocorre com todos organismos • Não ocorre com todos organismos• Formação de produto definido • Forma famílias de produtos relacionados• Diversos produtos de constituição • Produtos de constituição complexa química simples
    • ReferênciasBENNETT & BENTLEY. 1989. Advances in Applied Microbiology, 34, 1.DAVIES. 1985. Microbiology.GEISSMAN & CROUT. 1969. Organic Chemistry of Secondary Plant Metabolism.HERBERT. 1981. The Biosynthesis of Secondary Metabolites.HUNTER. 1992. Trends in Biotechnology, 10, 144.LUCKNER. 1972. Secondary Metabolism in Plants and Animals.LUCKNER. 1990. Secondary Metabolism in Microorganisms, Plants and Animals.MANITTO. 1981. Biosynthesis of Natural Products.MANN. 1980. Secondary Metabolism.MARTIN & DEMAIN. 1978. The Filamentous Fungi, vol. III.TORSELL. 1983. Natural Products Chemistry.VINNING. 1992. Secondary Metabolites: their function and evolution.