Your SlideShare is downloading. ×
FAAL – FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO E ARTES DE LIMEIRA        CURSO DE GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA EM                DESIGN DE INT...
FAAL – FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO E ARTES DE LIMEIRA        CURSO DE GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA EM                DESIGN DE INT...
DEDICATÓRIA    Dedico este trabalho a todos aqueles que    de alguma forma acreditaram que seria    possível e contribuíra...
AGRADECIMENTOSAgradeço a minha família pelo apoio e suporte durante todo esse processo, aos meusamigos que estiveram acomp...
RESUMONeste presente trabalho foi projetado um espaço para uma adega, pensando em cadadetalhe de mobiliário e iluminação, ...
SUMÁRIO     1. INTRODUÇÃO ...................................................................................................
VALLONTANO MERLOT    Vallontano elabora com uvas colhidas no    Vale dos Vinhedos este expressivo Mer-    lot. Procurando ...
1. INTRODUÇÃOEste projeto é referente a uma adega subterrânea situada no interior de uma residêncialocalizada em Sumaré, S...
5 YEARS OLD MALMSEY    RICH (BLANDY’S)    Vencedor da medalha de ouro na Interna-    tional Wine Challange, este rico Made...
2. OBJETIVOS2.1. Objetivo GeralO objetivo do presente Trabalho Final de Graduação é desenvolver uma adega subter-rânea par...
Aruma Malbec 2010     Aruma Malbec é o novo vinho das Bode-     gas Caro, a parceria entre o Château Lafite     Rothschild...
3. ESTUDOS DE CASO3.1. Adega High-Tech Casa Cor ParanáEste é um projeto desenvolvido para Casa Cor Paraná na edição de 201...
3.2. Thurston Wine House – Jones StudioDispensando qualquer tipo de climatização artificial a Wine House se beneficial da ...
Figura 4: Escada que permite o acesso a onde o vinho está armazenado.                                                     ...
Figura 6: Espaço para degustação de vinho no interior da adega. Fonte: http://www.archdaily.com/103110/thurston-wine-house...
3.3. Tokyo – Ryo MatsuiEste projeto foi desenvolvido para uma loja situada no interior de um aeroporto noJapão, o Arquitet...
3.4. Josefine / Roxy Club – Fred MafraO Arquiteto Fred Mafra projetou uma das mais badalas casas noturnas de Belo Horizon-...
3.5. Estudo de Caso 5: Luiz Argenta – Vanja HertcertFlores de Cunha cidade do Estado do Rio Grande do Sul que detém o titu...
Cuvée Alexandre Cabernet     Sauvignon 2009 (Lapostolle)     Altamente premiados, os Cuvée Alexandre     já são verdadeiro...
4. O CLIENTE                                                                José Alves Amorim é casado e pai de dois filho...
4.2. BRIEFINGJOSÉ ALVES AMORIM- Qual o tipo de música preferido?  Rhythm and blues (ex. The Platters)- Onde passa a maior ...
Rio de los Pájaros Merlot /     Tannat 2008 (Pisano)     Tinto saboroso, frutado e macio, elabo-     rado com as castas Me...
5. CONCEITOUma geometria que estuda a natureza denominada essa por Fractal. Os Fractais sãoformas geométricas complexas qu...
Uma das definições mais simples para se falar de Fractal é“Fractais são objetos gerados pela repetição de um mesmo process...
Albariño 2010     (Pazo de Señorans)     Um dos grandes brancos espanhóis, de     muita personalidade. Fino e aromático, d...
6. PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DO PROJETOAdotando o Fractal como conceito a ideia era desenvolver uma adega, não somenteum...
Figura 18: Frente da residência onde será construída a adega.Figura 19: Parte posterior da residência.                    ...
6.2. Estudos PreliminaresA idéia de se trabalhar o Fractal como conceito é desenvolver uma adega solta, livre,que de certa...
6.3. AnteprojetoPrateleiras ondular com iluminação em LED, trazendo movimento eleveza ao ambiente.Figura 22: Perspectiva e...
Prateleira superior com uma abertura na parte dos rótulos e uma leveinclinação para baixo facilitando a visualização do vi...
Adegas climatizadas com capacidade de 21 garrafas de vinhos e entreelas um espaço para guardar as rolhas das garrafas de v...
6.4. Projetos executivos6.4.1. Localização da área de intervençãoVide Prancha 1/196.4.2. Layout, cortes, vistas e fachada ...
6.4.9. Estudos CromáticosEstudo Cromático 1.   Roxo        Branco   Marrom   Composição n° 3   Composição n° 1            ...
Estudo Cromático 1. Vermelho      Branco       Marrom           Composição n° 3   Composição n° 1                         ...
6.4.10. Especificação de Materiais                                     35
6.4.11. Planilha de Planejamento de Execuçãoe Orçamento da Obra                                 36
6.4.12. Perspectiva eletrônica finalFigura 28: Perspectiva eletrônica final.Figura 29: Perspectiva eletrônica final.Figura...
Figura 31: Perspectiva eletrônica final.Figura 32: Perspectiva eletrônica final.Figura 33: Perspectiva eletrônica final.  ...
Figura 34: Perspectiva eletrônica final.Figura 35: Perspectiva eletrônica final.Figura 36: Perspectiva eletrônica final.  ...
Figura 37: Perspectiva eletrônica final./Figura 38: Perspectiva eletrônica final.Figura 39: Perspectiva eletrônica final. ...
Figura 40: Perspectiva eletrônica final.Figura 41: Perspectiva eletrônica final.Figura 42: Perspectiva eletrônica final   ...
Figura 43: Perspectiva eletrônica finalFigura 44: Perspectiva eletrônica finalFigura 45: Perspectiva eletrônica final     ...
Figura 46: Perspectiva eletrônica finalFigura 47: Perspectiva eletrônica finalFigura 48: Perspectiva eletrônica final     ...
Figura 49: Perspectiva eletrônica finalFigura 50: Perspectiva eletrônica finalFigura 51: Perspectiva eletrônica final     ...
6.4.13. Fotos da maquete físicaFigura 52: Fotos maquete física.        Figura 53: Fotos maquete física.Figura 54: Fotos ma...
Aglianico Irpinia IGT 2009     (Mastroberardino)     Delicioso tinto da uva Aglianico, elabora-     do por Mastroberardino...
7. REFERÊNCIASARCOWEB. Fred Mafra Roxy/ Josefine. Disponível em:<http://www.arcoweb.com.br/interiores/fred-mafra-clube-rox...
Altera Merlot 2010     (Schröder & Schÿler)     Um saboroso Merlot francês, macio, cheio     de notas de frutas madura e c...
8. LISTA DE FIGURASFigura 1. Na esquerda MDP com iluminação em LED, espelho na parede central e adegas climatizadas na dir...
Graham’s Six Grapes     Um belíssimo achado e um grande cole-     cionador de prêmios, o Graham’s Six Gra-     pes é um Ta...
9. A AUTORALudymilla Ribeiro / ludymilla_feh@hotmail.comEstudante de design de interiores; tem explorado os caminhos do qu...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Ludymilla Ribeiro Soares tfg final web

555

Published on

TFG - Projeto de uma Adega

Published in: Design
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
555
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
4
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "Ludymilla Ribeiro Soares tfg final web"

  1. 1. FAAL – FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO E ARTES DE LIMEIRA CURSO DE GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA EM DESIGN DE INTERIORES Fractal Adega ALUNO: Ludymilla Fernanda Ribeiro Soares ORIENTADOR: Prof. MSc. João Paulo Soares LIMEIRA | Junho de 2012 1
  2. 2. FAAL – FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO E ARTES DE LIMEIRA CURSO DE GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA EM DESIGN DE INTERIORES Fractal Adega ALUNO: Ludymilla Fernanda Ribeiro Soares ORIENTADOR: Prof. MSc. João Paulo Soares Trabalho apresentado para a Avaliação In- tegrada, como exigência para aprovação nas disciplinas do 4º semestre do Curso de Graduação Tecnológica em Design de Interiores, da Faculdade de Administração e Artes de Limeira, sob a orientação do Prof. MSc. João Paulo Soares LIMEIRA | Junho de 2012 2
  3. 3. DEDICATÓRIA Dedico este trabalho a todos aqueles que de alguma forma acreditaram que seria possível e contribuíram para sua realiza- ção.3
  4. 4. AGRADECIMENTOSAgradeço a minha família pelo apoio e suporte durante todo esse processo, aos meusamigos que estiveram acompanhando tudo e ajudando, nos momentos de risadas edesespero, pela paciência e companheirismo em todo esse tempo principalmente nasmadrugadas em claro. 4
  5. 5. RESUMONeste presente trabalho foi projetado um espaço para uma adega, pensando em cadadetalhe de mobiliário e iluminação, a ideia era criar um espaço para o armazenamentode vinhos e para a degustação do mesmo, de forma que esse não seria um espaço delonga permanência. 5
  6. 6. SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO ................................................................................................................................................. 8 2. OBJETIVOS ..................................................................................................................................................... 10 2.1. OBJETIVO GERAL ..................................................................................................................... 10 2.2 - OBJETIVOS ESPECÍFICOS ................................................................................................. 10 3. ESTUDOS DE CASO ................................................................................................................................... 12 3.1. Estudo de Caso: Adega High-Tech Casa Cor Paraná .......................................... 12 3.2. Estudo de Caso: Thurston Wine House – Jones Studio ................................... 13 3.3. Estudo de Caso: Tokyo – Ryo Matsui ............................................................................ 16 3.4. Estudo de Caso: Josefine / Roxy Club – Fred Mafra ........................................... 17 3.5. Estudo de Caso 5: Luiz Argenta – Vanja Hertcert ................................................. 18 4. O CLIENTE ...................................................................................................................................................... 20 4.1. Painel Semântico do Cliente .............................................................................................. 20 4.2. Briefing ............................................................................................................................................. 21 5. CONCEITO ...................................................................................................................................................... 23 5.1. Painel Semântico do Conceito ......................................................................................... 24 6. PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DO PROJETO .......................................................... 26 6.1. Levantamento ............................................................................................................................. 26 6.2. Estudos Preliminares .............................................................................................................. 28 6.3. Anteprojeto ................................................................................................................................... 29 6.4. Projetos executivos .................................................................................................................. 32 6.4.1. Localização da área de intervenção .......................................................................... 32 6.4.2. Layout, cortes, vistas e fachada .................................................................................... 32 6.4.3. Projeto Luminotécnco ...................................................................................................... 32 6.4.4. Projeto Instalações Prediais Elétricas e Hidráulicas ........................................ 32 6.4.5. Paginação de Teto ................................................................................................................ 32 6.4.6. Paginaço de Piso ................................................................................................................... 32 6.4.7. Detalhes ....................................................................................................................................... 32 6.4.8. Projeto de Mobiliário ........................................................................................................... 32 6.4.9. Estudos Cromáticos ............................................................................................................ 33 6.4.10. Especificação de Materiais ............................................................................................ 35 6.4.11. Planilha de Planejamento de Execução e Orçamento da Obra ............. 36 6.4.12. Maquete eletrônica ............................................................................................................ 37 6.4.13. Maquete física ....................................................................................................................... 45 7. REFERÊNCIAS ................................................................................................................................................. 47 8. LISTA DE FIGURAS ..................................................................................................................................... 49 9. A AUTORA ....................................................................................................................................................... 51 6
  7. 7. VALLONTANO MERLOT Vallontano elabora com uvas colhidas no Vale dos Vinhedos este expressivo Mer- lot. Procurando traduzir o terroir da Serra Gaúcha, o competente enólogo Luís Hen- rique Zanini elabora este belo tinto de for- ma pouco intervencionista, respeitando a qualidade da uva. O resultado é um vinho bem proporcionado e equilibrado, com boa estrutura e complexidade. CARACTERÍSTICAS TECNICAS Produtor: Vallontano País: Brasil Região: Vale dos Vinhedos Safra: 2007 Tipo: Tinto Volume: 750 ml Uva: Merlot Sugestão de Guarda: de 5 até 10 anos Combinações: Carnes, massas.7
  8. 8. 1. INTRODUÇÃOEste projeto é referente a uma adega subterrânea situada no interior de uma residêncialocalizada em Sumaré, São Paulo.No desenvolvimento deste projeto devem-se levar muitas coisas importantes em con-sideração referente ao armazenamento correto do vinho uma vez que se os cuidadosnecessários não forem tomados podem interferir no sabor do mesmo.Pensando em projetar um espaço onde não seja feito somente o armazenamento dovinho levando em consideração o posicionamento da garrafa, temperatura e umidadedo ar assim como a iluminação mais um espaço onde se possa fazer a degustação domesmo.A ideia é elaborar um espaço para o Cliente José Alves Amorim onde ele possa desfru-tar de um bom vinho e fazer o armazenamento do mesmo. O maior desafio encontra-do é a temperatura do ambiente que não permite oscilações devido a fragilidade dosvinhos principalmente os brancos. 8
  9. 9. 5 YEARS OLD MALMSEY RICH (BLANDY’S) Vencedor da medalha de ouro na Interna- tional Wine Challange, este rico Madeira doce é um ótimo vinho de meditação. En- velhecido 5 anos em cascos de carvalho, mostra boa complexidade e grande per- sonalidade, sendo perfeito para terminar uma refeição. CARACTERÍSTICAS TECNICAS Produtor: Blandy’s País: Portugal Região: Madeira Safra: 2007 Tipo: Tinto Volume: 750 ml Uva: Malmsey (Malvasia) 100% Sugestão de Guarda: Pronto para consumo Combinações: Frutas secas, tortas, chocolate.9
  10. 10. 2. OBJETIVOS2.1. Objetivo GeralO objetivo do presente Trabalho Final de Graduação é desenvolver uma adega subter-rânea para José Alves Amorim, na cidade de Sumaré no interior do Estado de São Paulo.2.2. Objetivos Específicos- Desenvolver projeto de mobiliário para o espaço- Desenvolver projeto de iluminação- Estudo cromático 10
  11. 11. Aruma Malbec 2010 Aruma Malbec é o novo vinho das Bode- gas Caro, a parceria entre o Château Lafite Rothschild e Catena Zapata. Ao contrário dos outros vinhos da bodega- o grandioso Caro e o aclamado Amancaya- Arruma é elaborado apenas com a casta Malbec, em um estilo bem francês, com a elegância que é a assinatura dos vinhos dos Domai- nes Barons Rothschild. CARACTERÍSTICAS TECNICAS Produtor: Bodegas Caro (Catena & Ch. Lafite-Rothschild) País: Argentina Região: Mendoz Safra: 2010 Tipo: Tinto Volume: 750 ml Uva: Malbec 100% Sugestão de Guarda: até 5 anos Combinações: Carnes grelhadas. Aves.11
  12. 12. 3. ESTUDOS DE CASO3.1. Adega High-Tech Casa Cor ParanáEste é um projeto desenvolvido para Casa Cor Paraná na edição de 2011, pela Designerde Interiores Mônica Sanches e pela Arquiteta Pauline Kubiak.Este projeto traz um conceito inovador no que se diz respeito a uma adega graças àtecnologia. Com o uso de LED foi possível obter uma adega mais clara com a ilumina-ção por trás dos revestimentos em MDP, o piso em PVC torna o ambiente mais clean eo espelho transmite uma idéia de amplitude no espaço. E os armazenamentos dos vi-nhos são feitos em pequenas adegas climatizadas que permite que o vinho seja servidoe degustado nas condições necessárias.Figura 1: Na esquerda MDP com iluminação em LED, espelho na parede central e adegas climatizadas na direita.Fonte: http://alicevarajao.blogspot.com.br/2011/06/adega-high-tech-na-casa-cor-parana.html 12
  13. 13. 3.2. Thurston Wine House – Jones StudioDispensando qualquer tipo de climatização artificial a Wine House se beneficial da tem-peratura natural que o local nada convencional proporciona, além de uma bela vistado vale e das montanhas ao nordeste de McDowell, a Wine House está localizada noArizona – EUA.Com uma iluminação diferenciada que permite uma degustação de vinho tanto noambiente onde ele é armazenado quanto na superfície.Figura 2: Vista exterior. Fonte: http://www.archdaily.com/103110/thurston-wine-house-addition-jones-studio/Figura 3: Espaço para degustação ao ar livre. Fonte: http://www.archdaily.com/103110/thurston-wine-house-addition-jones-studio/ 13
  14. 14. Figura 4: Escada que permite o acesso a onde o vinho está armazenado. Fonte: http://www.archdaily.com/103110/thurston-wine-house-addition-jones-studio/Figura 5: Interior da adega. Fonte: http://www.archdaily.com/103110/thurston-wine-house-addition-jones-studio/ 14
  15. 15. Figura 6: Espaço para degustação de vinho no interior da adega. Fonte: http://www.archdaily.com/103110/thurston-wine-house-addition-jones-studio/ 15
  16. 16. 3.3. Tokyo – Ryo MatsuiEste projeto foi desenvolvido para uma loja situada no interior de um aeroporto noJapão, o Arquiteto Ryo Matsui trabalhou de uma forma inusitada fazendo com que osexpositores das revistas de manga lembrasse os quadrinhos e até os balões de diálogosfizeram parte dessa composição.Figura 7: Expositores. Fonte: http://www.dezeen.com/2012/07/26/tokyos-tokyo/Figura 8: Perspectiva da loja. Fonte: http://www.dezeen.com/2012/07/26/tokyos-tokyo/ 16
  17. 17. 3.4. Josefine / Roxy Club – Fred MafraO Arquiteto Fred Mafra projetou uma das mais badalas casas noturnas de Belo Horizon-te localizado no bairro Savassi, com uma área de 955m² Mafra pode abusar das formasgeométricas com o uso de hexágonos e formas triangulares e uma iluminação LED.Entrar nesse ambiente é como entrar em outro universo, com formas e luzes que teenvolve por completo. A linguagem transmitida que vem do teto ao chão criam umambiente lúdico e único.Figura 9: Formas geométricas com iluminação LED. Fonte: http://www.thecoolhunter.net/article/detail/1972/josefineroxy-club--savassi-belo-horizonte--brazilFigura 10: Iluminação LED e revestimento no fundo de amarelo em captone.Fonte: http://www.thecoolhunter.net/article/detail/1972/josefineroxy-club--savassi-belo-horizonte--brazil 17
  18. 18. 3.5. Estudo de Caso 5: Luiz Argenta – Vanja HertcertFlores de Cunha cidade do Estado do Rio Grande do Sul que detém o titulo de maiorprodutora de vinho do Brasil nela se encontrar a vinícola Luiz Argenta, projetada pelaArquiteta Vanja Hertcert.A sala onde é feita a degustação de vinho se encontra a 12 metros de profundidade narocha Basáltica, o acesso se da por vários lances de escada ou por um elevador três an-dares abaixo. Com uma temperatura natural e constante de 16ºC. O ambiente tem umaacústica incrível devido às cúpulas no teto, um design rústico com um toque modernoperfeito para a degustação de vinhos e espumantes.Figura 11: Cave Cênica - Luiz Argenta. Fonte: http://www.pautasdeguarda.com/2012_06_01_archive.html 18
  19. 19. Cuvée Alexandre Cabernet Sauvignon 2009 (Lapostolle) Altamente premiados, os Cuvée Alexandre já são verdadeiros clássicos da América do Sul. Produzido a partir de vinhas com mais de 60 anos de idade, este Cabernet Sauvignon é concentrado e potente, com muita elegância e o inconfundível toque francês dos vinhos da prestigiosa Casa Lapostolle, produtora do melhor vinho do mundo pela Wine Spectator em 2008. CARACTERÍSTICAS TECNICAS Produtor: Casa Lapostolle País: Chile Região: Chile Safra: 2009 Tipo: Tinto Volume: 750 ml Uva: Cabernet Sauvignon 100% Sugestão de Guarda: Mais de 10 anos Combinações: Mais de 10 anos.19
  20. 20. 4. O CLIENTE José Alves Amorim é casado e pai de dois filhos, formado em direito trabalha atualmente na Câmara Municipal de Americana. Já viajou por bastantes lugares pelo Brasil e fora, passou boa parte do seu tempo na Europa pela Es- panha e durante essas viagens ele adquiriu o seu hobby por degustação de vinhos pretendendo se especializar e revender o mesmo. 4.1. Painel Semântico do Cliente Esse painel é uma composição que trás consigo o essen- cial do cliente José Alves Amorim.Figura 12: Cliente José Alves Amorim Figura 13: Painel Semântico referente ao Clientez 20
  21. 21. 4.2. BRIEFINGJOSÉ ALVES AMORIM- Qual o tipo de música preferido? Rhythm and blues (ex. The Platters)- Onde passa a maior parte do tempo? Escritório Jurídico- Por que uma adega? Pela cultura universal, prazer e estilo de vida.- O que te levou a escolher este modo de vida? 10 anos viajando pela Europa, Mundo Árabe e Países Andinos.- Tipo preferido de leitura: Biografias e Teses Filosóficas.- Cores que te agradam para uma adega? Madeira/tabaco.- Gosta de arte? Pintura, fotografia, etc.? Qual tipo? Cubista,contemporânea, etc.? Quais pintores/artistas. Fotos de videira, campo de vinha, natureza vinícola.- Quanto tempo passa com a família? Curto período MANHÃ, Médio Período NOITE.- Gosta de festas? Em casa? Sim, para pouquíssimas pessoas.- Qual o tipo de comida preferido ? A inventada no momento – desenhada com amigos.- Viaja muito? Sim- O que faz em horas vagas: Leitura, amigos, filosofia.- Tem hobbies? Desenvolver uma idéia, tornar o abstrato em concreto.- Você se considera uma pessoa organizada com relação aoespaço doméstico? Sim- Você recebe pessoas (visitas) com muita freqüência? Não- Você tem alguma preferência com relação a cores, estilo demobiliário e iluminação? Cores formais, mobília ergonômica e iluminação equilibrada.- Que estilo você prefere – clássico ou moderno entre outros? Combinação entre os dois.- Você tem alguma exigência ou restrição para o projeto? Não, use a criatividade voltada para a origem da planta, isto é o campo (Terroir)- Você trabalha em casa? Sim- Você gosta de ficar sozinho? Sim- Quantas garrafas de vinhos pretendem colocar na adega? Entre 200 a 500 21
  22. 22. Rio de los Pájaros Merlot / Tannat 2008 (Pisano) Tinto saboroso, frutado e macio, elabo- rado com as castas Merlot e Tannat, pro- duzido por Pisano, a grande estrela do Uruguai. A Merlot, macia e redonda, ajuda a amaciar a tanicidade da Tannat. O bou- quet é intenso e concentrado, com bas- tante fruta. Na boca, é macio, acessível e frutado, bem saboroso. CARACTERÍSTICAS TECNICAS Produtor: Pisano País: Uruguai Região: Uruguai Safra: 2008 Tipo: Tinto Volume: 750 ml Uva: Merlot (60%) e Tannat (40%) Sugestão de Guarda: até 5 anos Combinações: Massas, carnes e pizza.22
  23. 23. 5. CONCEITOUma geometria que estuda a natureza denominada essa por Fractal. Os Fractais sãoformas geométricas complexas que estuda formas irregulares facilmente encontradasna natureza. Benoit Mandelbrot é considerado como o “pai dos fractais” em seu livrointitulado “The Fractal Geometry of Nature” - 1983 ele cita:“Nuvens não são esferas, montanhas não são cones, continentes não são círculos,o som do latido não é contínuo e nem o raio viaja em linha reta.”Os Fractais são formas que se dão em um processo de criação repetidamente inúme-ras vezes só que em escalas menores, ou seja, um objeto Fractal pode ser dividido emescalas menores e mesmo assim serão semelhantes ao original com uma infinidade dedetalhes.Ex: A Curva de Koch.A imagem ao lado (“A Curva de Koch”) é um exemplo geomé-trico da construção de um fractal. Um mesmo procedimentoé aplicado diversas vezes sobre um objeto simples, gerandouma imagem complexa. Cada pedaço da linha foi dividido em4 pedaços menores idênticos ao pedaço original, cada umsendo 3 vezes menor que o tamanho original. Assim, usandoum novo conceito de dimensão, os matemáticos calcularama dimensão fractal deste objeto como sendo:D = log(n.cópias)/log(escala) = log(4)/log(3) = 1,26185.” Fonte: http://www.fractarte.com.br/artigos.php 23
  24. 24. Uma das definições mais simples para se falar de Fractal é“Fractais são objetos gerados pela repetição de um mesmo processorecursivo, apresentando auto-semelhança e complexidade infinita.”A beleza que os Fractais apresentam em meio sua complexidade, onível de detalhamento e a intensidade das cores, a harmonia que asformas se proporcionam gera uma ligação direta com a natureza, avida e o universo. O mais interessante é que sempre existirão reentrân-cias e saliências cada vez menores.Figura 14: Imagem obtida a partir de um zoom profundo no Conjunto de Mandelbrot. Fonte: http://fractarte.postbit.com/5.1 Painel Semântico do ConceitoEsse painel reflete um pouco da forma complexa que é o Fractal comtoda sua beleza em infinitos detalhes, sua mistura de cores que gerauma sensação de movimento. 24
  25. 25. Albariño 2010 (Pazo de Señorans) Um dos grandes brancos espanhóis, de muita personalidade. Fino e aromático, de viva acidez, ele foi eleito o melhor branco da Espanha por Parker na última grande prova de vinhos espanhois realizada pelo jornalista, merecendo 92 pontos, nota concedida ao vinho nas últimas 4 safras consecutivas. Já foi chamado pelo jor- nalista de “altamente complexo, sedutor, refrescante e puro, a resposta espanhola para Condrieu”. CARACTERÍSTICAS TECNICAS Produtor: Pazo de SeñoransPaís: Uruguai Região: Espanha Safra: 2010 Tipo: Branco Seco Volume: 750 ml Uva: Albariño (100%) Sugestão de Guarda: Pronto para consu- mo Combinações: Peixes e frutos do mar.25
  26. 26. 6. PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DO PROJETOAdotando o Fractal como conceito a ideia era desenvolver uma adega, não somenteum ambiente para armazenamento de vinhos mais um espaço onde o vinho poderiaser degustado. Um ambiente calmo e relaxante mais não de longa permanência.Esta adega foi projetada com a capacidade de armazenar cerca de 448 garrafas devinhos, pensando na singularidade de cada vinho foi tomado o devido cuidado com avisibilidade de cada rótulo.O uso de espelhos permitiu trazer para o projeto a ideia do infinito que trás o fractal,e através da iluminação em LED com o uso das cores é possível transmitir a ideia demovimentação.6.1. LevantamentoA residência onde será construída a adega está em fase de construção sendo assimo espaço subterrâneo para adega ainda não foi executado o que dificulta a obtençãode alguns dados técnicos como a temperatura ambiente e a umidade do ar fatores demuita importância para o armazenamento correto do vinho. Figura 16: Planta baixa da residência onde mostra o local da adega. Figura 17: Planta baixa da área de intervenção. 26
  27. 27. Figura 18: Frente da residência onde será construída a adega.Figura 19: Parte posterior da residência. 27
  28. 28. 6.2. Estudos PreliminaresA idéia de se trabalhar o Fractal como conceito é desenvolver uma adega solta, livre,que de certa forma lembre a natureza com suas formas irregulares, neste primeiro estu-do é utilizado “linhas curvas” como se houvesse um movimento vindo através do ventopara a criação do mobiliário onde seriam dispostas as garrafas de vinhoFigura 20: Croqui com primeiras idéias de layoutCom o avanço da tecnologia a iluminação em LED possibilita trabalhar com cores deforma que o sabor do vinho não seja comprometido por ser está uma lâmpada fria,neste caso a idéia era elaborar um mobiliário que disponha dessa tecnologia podendocompor um ambiente mais interativo. 28
  29. 29. 6.3. AnteprojetoPrateleiras ondular com iluminação em LED, trazendo movimento eleveza ao ambiente.Figura 22: Perspectiva eletrônica das prateleiras.Uma bancada para a degustação do vinho que parece sair da parededando continuidade com um mobiliário onde a parte superior com-porta garrafas de vinho e a inferior recebe quatro adegas climatizadaspara vinhos brancos que necessitam de uma temperatura mais baixae estável.Figura 23: Perspectiva eletrônica vista da bancada seguida do mobiliario. 29
  30. 30. Prateleira superior com uma abertura na parte dos rótulos e uma leveinclinação para baixo facilitando a visualização do vinho por baixo e oalcance do mesmo.Figura 24: Perspectiva eletrônica do expositor de vinho.Uma alusão do infinito, cheio de movimentação e cor, tudo isso atra-vés do uso de espelhos nas duas paredes laterais e o uso de ilumina-ção em LED tanto nas prateleiras como nas paredes e no tetoFigura 25: Vista ampla. 30
  31. 31. Adegas climatizadas com capacidade de 21 garrafas de vinhos e entreelas um espaço para guardar as rolhas das garrafas de vinhos.Figura 26: Adegas climatizadas e entre elas recipiente para guardar as rolhas das garrafas de vinhos.Bancada para degustação de vinho com suporte em baixo para guar-dar as taças.Figura 27: Espaço para degustação do vinho. 31
  32. 32. 6.4. Projetos executivos6.4.1. Localização da área de intervençãoVide Prancha 1/196.4.2. Layout, cortes, vistas e fachada (se houver);Vide Prancha 2/19 – 3/19 – 4/19 – 5/19 – 6/19 – 7/196.4.3. Projeto LuminotécnicoVide Prancha 10/196.4.4. Projeto Instalações Prediais Elétricas e HidráulicasVide Prancha 10/196.4.5. Paginação de TetoVide Prancha 9/196.4.6. Paginação de PisoVide Prancha 8/196.4.7. Detalhes19/196.4.8. Projeto de Mobiliário11/19 – 12/19 – 13/19 – 14/19 – 15/19 – 16/19 – 17/19 – 18/19 32
  33. 33. 6.4.9. Estudos CromáticosEstudo Cromático 1. Roxo Branco Marrom Composição n° 3 Composição n° 1 Composição n° 2Estudo Cromático 2. Verde Branco Marrom Composição n° 3 Composição n° 1 Composição n° 2 33
  34. 34. Estudo Cromático 1. Vermelho Branco Marrom Composição n° 3 Composição n° 1 Composição n° 2A composição n° do segundo estudo cromático foi à escolhida, pensando no uso dobranco com espelhos e uma iluminação diferenciada que trás toda uma harmonia eaconchego para o ambiente onde serão armazenados e degustados vinhos de diversostipos. O vermelho nas paredes remete aos vinhos tintos que juntamente com o mar-rom criam uma harmonia perfeita no ambiente. 34
  35. 35. 6.4.10. Especificação de Materiais 35
  36. 36. 6.4.11. Planilha de Planejamento de Execuçãoe Orçamento da Obra 36
  37. 37. 6.4.12. Perspectiva eletrônica finalFigura 28: Perspectiva eletrônica final.Figura 29: Perspectiva eletrônica final.Figura 30: Perspectiva eletrônica final. 37
  38. 38. Figura 31: Perspectiva eletrônica final.Figura 32: Perspectiva eletrônica final.Figura 33: Perspectiva eletrônica final. 38
  39. 39. Figura 34: Perspectiva eletrônica final.Figura 35: Perspectiva eletrônica final.Figura 36: Perspectiva eletrônica final. 39
  40. 40. Figura 37: Perspectiva eletrônica final./Figura 38: Perspectiva eletrônica final.Figura 39: Perspectiva eletrônica final. 40
  41. 41. Figura 40: Perspectiva eletrônica final.Figura 41: Perspectiva eletrônica final.Figura 42: Perspectiva eletrônica final 41
  42. 42. Figura 43: Perspectiva eletrônica finalFigura 44: Perspectiva eletrônica finalFigura 45: Perspectiva eletrônica final 42
  43. 43. Figura 46: Perspectiva eletrônica finalFigura 47: Perspectiva eletrônica finalFigura 48: Perspectiva eletrônica final 43
  44. 44. Figura 49: Perspectiva eletrônica finalFigura 50: Perspectiva eletrônica finalFigura 51: Perspectiva eletrônica final 44
  45. 45. 6.4.13. Fotos da maquete físicaFigura 52: Fotos maquete física. Figura 53: Fotos maquete física.Figura 54: Fotos maquete física. Figura 55: Fotos maquete física. 45
  46. 46. Aglianico Irpinia IGT 2009 (Mastroberardino) Delicioso tinto da uva Aglianico, elabora- do por Mastroberardino, o melhor e mais tradicional nome da Campânia. Potente e encorpado, é um vinho cheio de perso- nalidade, que melhora ainda mais quan- do acompanhado por comida. Uma boa introdução a esta que é, talvez, a melhor uva do Sul da Itália (e, para muitos, uma das três melhores, ao lado da Nebbiolo e Sangiovese) CARACTERÍSTICAS TECNICAS Produtor: Mastroberardin País: Itália Região: Campania Safra: 2009 Tipo: Tinto Volume: 750 ml Uva: Aglianico 100% Sugestão de Guarda: de 5 até 10 anos Combinações: MaCarnes e caça.46
  47. 47. 7. REFERÊNCIASARCOWEB. Fred Mafra Roxy/ Josefine. Disponível em:<http://www.arcoweb.com.br/interiores/fred-mafra-clube-roxy-josefine-05-10-2011.html. Acesso em: 29 ago. 2012.JONES STUDIO. Thurston Wine House. Disponível em:<http://www.jonesstudioinc.com/33/index.htm. Acesso em: 29 ago. 2012.FRACTART. Introdução aos Fractais. Disponível em:<http://www.fractarte.com.br/artigos.php. Acesso em: 29 ago. 2012.ARTHUR CASAS. Mistral. Disponível em:<http://www.arthurcasas.com/#/projects/comerciais/mistral. Acesso em: 29 ago. 2012.SUPER INTERESSANTE. Benoit Mandelbrot. Disponível em:<http://super.abril.com.br/cotidiano/benoit-mandelbrot-445222.shtml. Acesso em: 29 ago. 2012.DEZEEN. Tokyo Tokyo. Disponível em:<http://www.dezeen.com/2012/07/26/tokyos-tokyo/>. Acesso em: 29 ago. 2012.CLUBE DO VINHO. Armazenamento. Disponível em:http://clubedevinhos.com/artigos/como-armazenar-garrafas-vinho. Acesso: 29 ago. 2012 47
  48. 48. Altera Merlot 2010 (Schröder & Schÿler) Um saboroso Merlot francês, macio, cheio de notas de frutas madura e com um to- que sedoso no palato, o Altera é elabora- do com vinhedos de baixos rendimentos plantados aos pés de Pic Saint Loup. Uma ótima pedida para massas e carnes mais leves, com boa relação qualidade/preço. CARACTERÍSTICAS TECNICAS Produtor: Schröder & Schÿler País: França Região: Languedoc-Roussillon Safra: 2010 Tipo: Tinto Volume: 750 ml Uva: Merlot (100%) Sugestão de Guarda: Pronto para consumo Combinações: Carnes vermelhas leves, massas e risotos.48
  49. 49. 8. LISTA DE FIGURASFigura 1. Na esquerda MDP com iluminação em LED, espelho na parede central e adegas climatizadas na direita.Fonte: http://alicevarajao.blogspot.com.br/2011/06/adega-high-tech-na-casa-cor-parana.htmlFigura 2. Vista exterior.Fonte: http://www.archdaily.com/103110/thurston-wine-house-addition-jones-studio/Figura 3. Espaço para degustação ao ar livre.Fonte: http://www.archdaily.com/103110/thurston-wine-house-addition-jones-studio/Figura 4. Escada que permite o acesso a onde o vinho está armazenado.Fonte: http://www.archdaily.com/103110/thurston-wine-house-addition-jones-studiFigura 5. Interior da adega.Fonte: http://www.archdaily.com/103110/thurston-winehouse-addition-jones-studio/Figura 6. Espaço para degustação de vinho no interior da adega. Fonte: http://www.archdaily.com/103110/thurston-wine-house-addition--jones-studio/Figura 7. Expositores.Fonte: http://www.dezeen.com/2012/07/26/tokyos-tokyo/Figura 8. Perspectiva da loja. Fonte: http://www.dezeen.com/2012/07/26/tokyos-tokyo/Figura 9. Formas geométricas com iluminação LED.Fonte: http://www.thecoolhunter.net/article/detail/1972/josefineroxy-club--savassi-belo-horizonte--brazilFigura 10. Iluminação LED e revestimento no fundo de amarelo em captone. http://www.thecoolhunter.net/article/detail/1972/josefineroxy--club--savassi-belo-horizonte--brazilFigura 11. Cave Cênica - Luiz Argenta. Fonte: http://www.pautasdeguarda.com/2012_06_01_archive.htmlFigura 12. Cliente José Alves Amorim. Fotografia da autora.Figura 13. Painel Semântico referente ao Cliente. Fotografia da autora.Figura 14. Imagem obtida a partir de um zoom profundo no Conjunto de Mandelbrot.Fonte: http://fractarte.postbit.com/Figura 15. Painel Semântico do Conceito. Fotografia da autora.Figura 16. Planta baixa da residência onde mostra o local da adega. Fotografia da autora.Figura 17. Planta baixa da área de intervenção. Fotografia da autora.Figura 18. Frente da residência onde será construída a adega. Fotografia da autora.Figura 19. Parte posterior da residência. Fotografia da autora.Figura 20. Croqui com primeiras idéias de layout. Fotografia da autora.Figura 21. Croqui e o modelo em 3D. Fotografia da autora.Figura 22. Perspectiva eletrônica das prateleiras. Fotografia da autora.Figura 23. Perspectiva eletrônica vista da bancada seguida do mobiliário. Fotografia da autora.Figura 24. Perspectiva eletrônica do expositor de vinho. Fotografia da autora.Figura 25. Vista ampla. Fotografia da autora.Figura 26. Adegas climatizadas e entre elas recipiente para guardar as rolhas das garrafas de vinhos. Fotografia da autora.Figura 27. Espaço para degustação do vinho. Fotografia da autora.Figura 28. Perspectiva eletrônica final. Fotografia da autora.Figura 29. Perspectiva eletrônica final. Fotografia da autora.Figura 30. Perspectiva eletrônica final. Fotografia da autora.Figura 31. Perspectiva eletrônica final. Fotografia da autora.Figura 32. Perspectiva eletrônica final. Fotografia da autora.Figura 33. Perspectiva eletrônica final. Fotografia da autora.Figura 34. Perspectiva eletrônica final. Fotografia da autora.Figura 35. Perspectiva eletrônica final. Fotografia da autora.Figura 36. Perspectiva eletrônica final. Fotografia da autora.Figura 37. Perspectiva eletrônica final. Fotografia da autora.Figura 38. Perspectiva eletrônica final. Fotografia da autora.Figura 39. Perspectiva eletrônica final. Fotografia da autora.Figura 40. Perspectiva eletrônica final. Fotografia da autora.Figura 41. Perspectiva eletrônica final. Fotografia da autora.Figura 42. Perspectiva eletrônica final. Fotografia da autora.Figura 43. Perspectiva eletrônica final. Fotografia da autora.Figura 44. Perspectiva eletrônica final. Fotografia da autora.Figura 45. Perspectiva eletrônica final. Fotografia da autora.Figura 46. Perspectiva eletrônica final. Fotografia da autora.Figura 47. Perspectiva eletrônica final. Fotografia da autora.Figura 48. Perspectiva eletrônica final. Fotografia da autora.Figura 49. Perspectiva eletrônica final. Fotografia da autora.Figura 50. Perspectiva eletrônica final. Fotografia da autora.Figura 51 Perspectiva eletrônica final. Fotografia da autora.Figura 52. Fotos maquete física.Figura 53. Fotos maquete física.Figura 54. Fotos maquete física.Figura 55. Fotos maquete física. 49
  50. 50. Graham’s Six Grapes Um belíssimo achado e um grande cole- cionador de prêmios, o Graham’s Six Gra- pes é um Tawny elaborado a partir uvas provenientes dos mesmos vinhedos que dão origem aos Porto Vintage. Lembra muito um Vintage, mas a maturação em cascos de carvalho em vez de garrafa lhe confere maior maciez, sendo acessível mais cedo. CARACTERÍSTICAS TECNICAS Produtor: Graham’s País: Portugal Região: Porto Safra: NT Tipo: Touriga Nacional, Touriga Francesa, Tinta Roriz, Tinta Barroca, Tinta Amarela e Tinto Cão Volume: 750 ml Uva: Merlot (100%) Sugestão de Guarda: Pronto para consumo Combinações: Queijos, chocolate, ao fi- nal da refeição50
  51. 51. 9. A AUTORALudymilla Ribeiro / ludymilla_feh@hotmail.comEstudante de design de interiores; tem explorado os caminhos do qualsua vida a tem levado, com uma inclinação para o novo e o desco-nhecido tem procurado de formas diferentes entender as coisas queacontecem ao seu redor e a captar cada momento, detalhe, que con-tenha um tipo de beleza simples ou extraordinário. 51

×