• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Dossie Obama
 

Dossie Obama

on

  • 2,753 views

A study about the presidential campain for Obama in 2008. I made this report with Ronaldo Pegoraro while I was working at the Advertising Agency DCS.

A study about the presidential campain for Obama in 2008. I made this report with Ronaldo Pegoraro while I was working at the Advertising Agency DCS.

Statistics

Views

Total Views
2,753
Views on SlideShare
2,748
Embed Views
5

Actions

Likes
12
Downloads
0
Comments
1

2 Embeds 5

http://www.slideshare.net 4
http://www.linkedin.com 1

Accessibility

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel

11 of 1 previous next

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Dossie Obama Dossie Obama Presentation Transcript

    • DOSSIÊ OBAMA O MAIOR CASE DE MARKETING POLÍTICO DA HISTÓRIA
    • Barack Hussein Obama nasceu no Havaí, no dia 4 de agosto de 1961. Seu pai era um queniano negro com uma bolsa de estudos nos EUA. Sua mãe, uma estudante branca.
    • Formou-se em direito em 1991 pela universidade de Harvard. EM 1996 INICIOU SUA CARREIRA POLÍTICA como legislador estadual pelo estado de Chicago. Tornou-se senador em 2004.
    • Dono de uma reputação conciliadora e forte carisma, Obama ganhou popularidade no Senado.
    • Seus dois livros autobiográficos, "THE AUDACITY OF HOPE" E "DREAMS FROM MY FATHER“ transformaram-se em best-sellers nos EUA e em vários países do mundo, inclusive no Brasil.
    • Em julho deste ano, Barack Obama venceu as prévias do Partido Democrata, tornando-se O PRIMEIRO NEGRO A DISPUTAR A PRESIDÊNCIA DOS ESTADOS UNIDOS.
    • Enquanto Hillary focou sua campanha na TRADIÇÃO E EXPERIÊNCIA
    • Obama utilizou-se da palavra CHANGE (MUDANÇA) e levou-a muito além dos limites do discurso
    • MUDANÇA foi a palavra chave da campanha de Obama. O candidato fez uma pequena revolução na maneira de fazer campanha política, fazendo uso de uma mídia que, até então, não estava tão presente na política: A INTERNET.
    • Em 2000 e 2004, a internet já despontava como organismo essencial de uma disputa eleitoral, mas nada comparado com o que aconteceu agora.
    • A campanha do candidato Barack Obama foi capaz de fazer do ambiente online e das novas mídias um IMPORTANTE AMBIENTE DE DISPUTA.
    • A CAMPANHA REESCREVEU AS REGRAS de como atingir os eleitores, arrecadar dinheiro, organizar voluntários, monitorar a opinião pública, além de lidar com ataques políticos, muitos deles feitos por blogs que nem existiam há quatro anos. ISSO TUDO ALIADO ÀS MÍDIAS TRADICIONAIS.
    • Além do uso da internet, a campanha de Obama esteve centrada em 3 fatores primordiais: SIMPLICIDADE CONSISTÊNCIA RELEVÂNCIA
    • SIMPLICIDADE 70% da população norte-americana está insatisfeita com o atual governo. O conceito MUDANÇA É UMA IDÉIA SIMPLES DE VENDER, é o que essa população quer ouvir.
    • CONSISTÊNCIA Ao invés de apenas comunicar, como fizeram McCain e Hillary, OBAMA POSICIONOU-SE. A REPETIÇÃO CONSTANTE de mudança, associada à imagem do candidato, fez com que ele se tornasse proprietário do conceito.
    • RELEVÂNCIA Obama forçou seus oponentes a DISCUTIREM SUAS MUDANÇAS e eles deixaram de falar sobre os seus prós. O discurso de todos estava sempre focado no conceito principal da campanha do concorrente.
    • MÍDIAS SOCIAIS o online que potencializa o offline Microtarget + Tecnologia + Conteúdo colaborativo = PROLIFERAÇÃO DA INFORMAÇÃO
    • Por incrível que pareça, Obama trabalhou com um target extremamente amplo, mas com uma campanha de pessoa para pessoa e com participação do usuário, o que GEROU MOBILIZAÇÃO POLÍTICA
    • • Mais de 120 mil seguidores só no perfil oficial • PERFIL MAIS SEGUIDO EM TODO O TWITTER • Atualizações constantes sobre a campanha e DIRECIONAMENTO PARA O SITE OFICIAL • TWITTVOTE: aplicativo que permitia um “voto simbólico” pelo mundo inteiro [Obama recebeu mais de 20 mil votos; Mc Cain, apenas 3 mil].
    • • Vídeos do canal do Obama no YouTube atingiram a marca de 2 BILHÕES DE VIEWS • 78 MILHÕES DE PESSOAS assistiram ao discurso da vitória • MILHARES DE VÍDEOS DE BAIXO CUSTO para atingir o maior número de públicos possíveis. • Na última semana, o comitê do Obama chegou a carregar 20 novos vídeos por dia
    • MYSPACE • Myspace é a rede social mais popular nos EUA • O perfil de Obama tinha 921 MIL CONTATOS
    • • Segunda maior rede social nos EUA • O perfil de Obama tinha 3 MILHÕES DE CONTATOS • Desenvolvimento de aplicativos que permitem compartilhar novos itens carregados no perfil, posts e vídeos sobre Obama
    • BLOGS • Blogs do mundo inteiro noticiando e repassando as ações da campanha • Pelo caráter pessoal do blog, opinativo, formou-se uma REDE MUNDIAL A FAVOR DE CANDIDATO partindo de seus apoiadores
    • • Galeria de fotos com momentos “off records” do candidato • APROXIMAÇÃO E IDENTIFICAÇÃO COM O TARGET
    • REDE SOCIAL • Até o final da campanha a rede teve um total de 1.5 MILHÕES DE USUÁRIOS • Seu criador: Chris Highes, co-fundador do Facebook • Widgets que informavam as pessoas da atualização de novos conteúdos
    • • Barack Obama foi o PRIMEIRO POLÍTICO A ANUNCIAR EM GAMES • A estréia aconteceu com o jogo online da XBox Live, o Burnout Paradise.
    • • A internet também foi utilizada como um dos principais meios de ARRECADAÇÃO DE DINHEIRO para a campanha • Ao final da campanha o saldo foi de $600 MILHÕES E MAIS DE 300 MILHÕES DE DOADORES • Só 0,5% dos fundos arrecadados via web foram utilizados em internet, mostrando que essas mídias são, além de participativas, mais baratas
    • • Para anunciar seu vice na corrida pela presidência dos EUA, Barack Obama enviou 2.9 MILHÕES DE SMS PARA ASSINANTES • Desenvolvimento de aplicativo para iPhone com conteúdo multimídia integrado ao site oficial • Notícias, agenda e notificações diretamente para o eleitor
    • Esses números parecem baixos se comparados ao alcance de uma mídia de massa, como a televisão. Seu diferencial está na formação DE COMUNIDADES ALTAMENTE MULTIPLICADORAS E INFLUENCIADORAS
    • É óbvio que a TELEVISÃO E OS JORNAIS continuam desempenhando papel importante na escolha de um presidente, mas não como antes. Transformaram-se em uma via ALTAMENTE INFLUENCIADA PELA INTERNET, ao invés do contrário.
    • E quando Obama veiculou um comercial de 30 minutos nas três maiores emissoras de TV americanas, o fez com DINHEIRO ARRECADADO NA WEB.
    • A INTEGRAÇÃO DAS MÍDIAS foi a grande vencedora da campanha e a tendência é que esse tipo de plataforma seja utilizada com maior amplitude no futuro.
    • Um dos principais questionamentos dos profissionais da comunicação e dos eleitores de Obama é: O USO DESSAS FERRAMENTAS TERÁ CONTINUIDADE APÓS AS ELEIÇÕES?
    • Ao que tudo indica... SIM. Antes mesmo de fazer o discurso da vitória, Obama já havia mandado por E-MAIL UMA CARTA DE AGRADECIMENTO aos militantes da campanha vitoriosa.
    • Menos de 48 horas após a vitória, o presidente eleito lançou um SITE DE TRANSIÇÃO.
    • CHANGE.GOV ENTROU NO AR PEDINDO SUGESTÕES AOS CIDADÃOS e oferecendo um guia sobre os procedimentos do período de transição do poder executivo. Ali também estão as biografias da equipe, seu histórico e as prioridades do presidente eleito neste momento.
    • Em conjunto também foi lançado um blog que promete informar o PASSO A PASSO DA MUDANÇA.
    • ALÉM DE SER ELEITO PRESIDENTE DA MAIOR POTÊNCIA MUNDIAL, O QUE OBAMA CONSEGUIU?
    • O maior case de marketing político da história e o título de ANUNCIANTE DO ANO pela revista Advertising Age.
    • RECORDE DE COMPARECIMENTO às urnas, inclusive o público jovem-adulto e pessoas que nunca haviam votado antes. 1/3 DOS JOVENS AMERICANOS compareceram. É o maior índice de toda a história das eleições norte-americanas.
    • PRIMEIRO NEGRO E PRIMEIRO DEMOCRATA DO NORTE DO PAÍS A TORNAR-SE PRESIDENTE, o que rendeu seu rosto estampado nos principais jornais do mundo.
    • A TELEVISÃO E OS JORNAIS APRENDERAM GRANDES LIÇÕES com as possibilidades da internet, produzindo conteúdo exclusivo, aproveitando o que é gerado pelas pessoas e desenvolvendo ferramentas, mapas interativos, widgets eleitorais, entre outros.
    • Obama conquistou atenção e tornou-se um dos maiores ÍCONES DO MUNDO POP
    • DESIGN FOR OBAMA posters criados por artistas com inspiração nas frases clássicas de Obama “Hope” e “Yes, we can”.
    • TOY ART
    • Capa das principais REVISTAS DO MUNDO
    • Nas roupas, nos tênis, nas bebidas, nos games, na música, nos principais eventos, com as principais celebridades E NA CABEÇA DO MUNDO TODO
    • Desfile de moda de Jean-Charles de Castelbajac
    • Nike Air customizado
    • Obama Blend: Mistura especial de chás eco-friendly
    • Super Obama World: uma paródia do famoso jogo da Nintendo, Super Mario World
    • Celebridades por Obama
    • Kanye West, Madonna, Drew Barrimore
    • Thom Yorke, Bruce Springsteen, Scarlett Johansson
    • Robert de Niro, Will Smith, Stevie Wonder
    • O vídeo “Yes, we can”, feito pelo rapper Will.i.am, já tem mais de 11 milhões de views no YouTube
    • EMA Na premiação da MTV européia, 2 dias após as eleições, só deu Obama. Nas roupas, nos telões e nos discursos de agradecimento
    • A cantora Katy Perry, que também era apresentadora da premiação, vestiu Obama ao receber o prêmio de artista revelação
    • A banda 30 seconds to mars fez um agradecimento emocionado ao subir ao palco para apresentar o evento. Como se não bastasse, eles permaneceram com a camiseta de homenagem durante toda a premiação.
    • O QUE FICA DISSO TUDO?
    • BARACK OBAMA É UMA MARCA QUE FOI CRIADA PRATICAMENTE DO ZERO. E tornou-se a marca mais lembrada e mais influente de todo o mundo em apenas 2 anos. Arriscando ser diferente de tudo que havia sido feito até então. Conhecida através das mídias de massa. FIXADA PELAS INÚMERAS AÇÕES E APLICATIVOS ESPALHADOS PELA WEB.
    • ENTENDER AS MÍDIAS INTEGRÁ-LAS USÁ-LAS DE FORMA DIFERENTE
    • DOSSIÊ OBAMA