Your SlideShare is downloading. ×
UNICENTRO/DECOMP – Curso de Ciência da Computação                                  Data: 19/10/2010Disciplina: Computadore...
humana. Isso elimina a necessidade de adquirir e fornecer recursos antecipadamente.        Faturamento e Medição por Uso...
Infra-estrutura como Serviço               A Infra-estrutura como Serviço, também conhecida como IaaS (Infrastructure as a...
● Privado - Quando a nuvem é desenvolvida para apenas um usuário (por exemplo uma     empresa).   ● Público - Quando uma n...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Computadores e sociedade relatório - cloud computing

628

Published on

Published in: Technology
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
628
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
19
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "Computadores e sociedade relatório - cloud computing"

  1. 1. UNICENTRO/DECOMP – Curso de Ciência da Computação Data: 19/10/2010Disciplina: Computadores e Sociedade Profª: Sílvia Amélia BimEquipe: Lúcio Charallo Willyan Abilhoa Relatório do Seminário de Computação em NuvensIntrodução Os últimos 10 anos foram marcados por uma crescente revolução tecnológica, observada principalmente no crescimento da Internet. Através dela, qualquer pessoa tem acesso a diversos aplicativos e serviços, que podem ser acessados a partir de qualquer terminal conectado à Internet, sem depender da plataforma ou local. Este é um novo paradigma na Computação, a Computação em Nuvem ou Cloud Computing. Os primeiros a notarem este modelo foram as grandes corporações que com a redução do custo em infraestrutura e sobra de recursos computacionais em seus DataCenters, perceberam a possibilidade de se obter lucro disponibilizando estes recursos sob demanda para empresas menores. Na Ciência da Computação, a Computação em Nuvem pode ser definida como um conceito que se refere à utilização da memória, das capacidades de armazenamento e do cálculo de computadores e servidores compartilhados e interligados por meio da Internet. Desta forma também podemos dizer que a Computação em Nuvem é um termo para descrever um ambiente de computação baseado em uma imenssa rede de servidores, sejam estes virtuais ou físicos. Ou ainda, outra definição pode ser um conjunto de recursos tais como, capacidade de processamento, armazenamento, conectividade, plataforma, aplicações e serviços disponíveis na Internet [1]. Entre as empresas mais conhecidas na atualidade se tem o destaque para Google, Amazon e Yahoo, cujo os parques computacionais possuem centenas de milhares de máquinas. Estas empresas de forma independente uma das outras no início desta década criaram imensos parques computacionais, baseados no conceito de nuvem, para assim operarem seus próprios negócios. Após desenvolverem estas imensas infrarestruturas descobriram que novos negócios poderiam ser gerados, criando então ofertas de serviços de Computação em Nuvem, disponibilizados para o mercado. A figura 1 ilustra como é o funcionamento da Computação em Nuvem, onde diferentes dispositivos fazem o uso dos aplicativos e infraestrutura disponíveis na nuvem.Características da Computação em Nuvem Segundo [1], as principais características da Computação em nuvem são: Elasticidade e Escalonamento Esta característica da ilusão de que os recursos computacionais são infinitos, e também são recursos flexíveis, ou seja, acessíveis sobre demanda. Dessa forma o usuário espera que quando for necessário recursos adicionais sejam fornecidos automaticamente. Auto-Atendimento (Self-Service) O consumidor de serviços da computação na nuvem espera adquirir recursos computacionais de acordo com sua necessidade e de forma instantânea. Então para que isso seja suportado é necessário que as nuvens permitam a personalização, ou seja, pagar e usar os serviços desejados de forma que não seja necessário a intervenção
  2. 2. humana. Isso elimina a necessidade de adquirir e fornecer recursos antecipadamente. Faturamento e Medição por Uso Uma vez que o usuário tem a opção de requisitar e utilizar somente a quantidade de recursos e serviços que ele julgar necessário, os serviços devem ter seus preços definidos com base em um pequeno período de tempo de uso. Dessa forma, é possível medir o consumo destes serviços em horas de uso. Este requisito exige que sejam implementados recursos que garantam um comércio de serviços eficiente, tais como tarifação adequada, contabilidade, faturamento, monitoramento e otimização do uso, o que permite uma maior transparencia comercial. Além disso, esta medição de uso deve ser ofertada de forma automática. Amplo Acesso à Rede Os recursos devem estar sempre disponíveis na da rede, permitindo que sejam acessados através de protocolos comuns, possibilitando a utilização de plataformas heterogêneas, tais como smartphones, laptops, tablets, entre outros. Customização No atendimento a múltiplos usuários verifica-se a grande disparidade entre a necessidades destes, o que torna essencial a capacidade de personalização dos recursos da nuvem, desde serviços de infra-estrutura, a serviços de plataforma e serviços de software. Figura 1 - Visão geral da computação em nuvem1.Tipologias de Computação em Nuvem A Computação em Nuvem apresenta seis arquiteturas distintas, as quais serão descritas nos tópicos a seguir segundo [5][2]:1 http://pt.wikipedia.org/wiki/Computa%C3%A7%C3%A3o_em_nuvem
  3. 3. Infra-estrutura como Serviço A Infra-estrutura como Serviço, também conhecida como IaaS (Infrastructure as a Service), neste caso é oferecido pela nuvem uma infraestrutura de hardware virtualizado sob demanda, como processamento, armazenamento e comunicação. Este tipo de serviço prove servidores capazes de executar softwares customizados e operar em diferentes sistemas operacionais que são configurado pelo próprio cliente. Exmplos de empresas que utiliza este serviço é a Amazon, com a Amazon Elastic Compute Cloud (Amazon EC2). Plataforma como Serviço A Plataforma como Serviço, encontrado na literatura também como PaaS (Plataform as a Service). Oferece um ambiente pronto para ser utilizado por uma aplicação este ambiente geralmente oferece um banco de dados, e suporte a uma linguagem de programação estes recursos já são definidos pela plataforma oferecida pela nuvem, ou seja, quando o cliente usa esta plataforma ele desconhece de detalhes de configuração de hardware e sistema operacional, preocupando-se apenas com a execução do aplicativo implantado. Um exemplo de empresa que utiliza deste modelo é a Red Hat com a OpenShift.[4] Software como Serviço Quando a nuvem oferece um Software como Serviço ou SaaS (Software as a Service), é disponibilisado ao usuário final um aplicativo já pronto, que permite a programas serem executados na nuvem a partir de uma máquina local. Para oferecer esta transparência, o SaaS utiliza-se das duas camadas inferiores, o PaaS e o IaaS. Um exemplo de empresa que utiliza este serviço é a Google com o Google Docs. Desenvolvimento como Serviço A tipologia de Desenvolvimento como Serviço ou DaaS (Development as a Service) define que as ferramentas de desenvolvimento tomam forma no cloud computing como ferramentas compartilhadas, ferramentas de desenvolvimento web-based e serviços baseados em mashup. Comunicação como Serviço Podendo ser chamada de CaaS (Communication as a Service), usa uma solução que possui um conjunto de serviços e satisfaz a função de comunicações, como a telefonia IP [3]. Tudo como Serviço Também conhecida como EaaS (Everything as a Service), quando se utiliza todas as arquiteturas anteriores em conjunto, infraestrurura, plataformas, software, suporte, enfim, o que envolve Tecnologia da Informação e Comunicação como um Serviço.Modelo de ImplantaçãoO tipo modelo de implantação é escolhido através das restrições e abertura de acesso definido noprocesso de negócio, ou seja conforme o nível da privacidade que as informações e aplicativos queestarão na nuvem. Os tipos de implantação são segundo [2]:
  4. 4. ● Privado - Quando a nuvem é desenvolvida para apenas um usuário (por exemplo uma empresa). ● Público - Quando uma nuvem oferece a terceiros hospedar suas aplicações. ● Comunidade - Quando um grupo de empresas compartilham uma infraestrutura de nuvem e também todas as preocupações tais como segurança e política de privacidade. ● Híbrido - É a composição dos modelos de nuvens públicas e privadas.Conclusão Como pode ser visto a Computação em Nuvem está cada vez mais integrada ao mundo corporativo, isso é uma consequência das vantagens desse paradigma, como a economia nos investimentos em infraestrutura de Tecnologia da Informação. Por outro lado o paradigma está em constante evolução, ainda existem muitos debates sobre a questão de segurança e políticas internacionais da privacidade que a nuvem irá conter. Devemos considerar é que a Computação em Nuvem não é mais uma tendência de mercado, já é uma realidade relativamente recente com um potencial grande a ser explorado.Referências [1] TAURION, Cezar. Cloud Computing: Computação em Nuvem: transformando o mundo da tecnologia da informação. Rio de Janeiro: Brasport, 2009. 205 p. ISBN 978-85-7452-423-8. [2] WIKIPEDIA. Computação em Nuvem. Disponível em: <http://pt.wikipedia.org/wiki/ ComputaC3%A7%C3%A3o_em_nuvem#Modelo_de_Implanta.C3.A7.C3.A3o>. Acessado em 19 de Outubro de 2011. [3] Microsoft. Comunicação como Serviço. Disponível em: <http://www.microsoft.com/brasil/ msdn/arquitetura/20080428/Comunicacao_como_Servico.mspx#E> Acessado em 19 de Outubro de 2011. [4] Red Hat. Open Shift. Disponível em: <https://openshift.redhat.com/app/express>. Acessado em 19 de Outubro de 2011. [5] Cloud Tweaks. Demystifying SaaS, PaaS and IaaS. Disponível em: <http:// www.cloudtweaks.com/2010/05/cloud-computing-demystifying-saas-paas-and-iaas/>. Acessado em 19 de Outubro de 2011.

×