Your SlideShare is downloading. ×
Sociologia da Complexidade
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Sociologia da Complexidade

2,768
views

Published on

Published in: Education, Business, Technology

1 Comment
10 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total Views
2,768
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
1
Likes
10
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. SOCIOLOGIA DA COMPLEXIDADE Edgar Morin PROFA. DRA. LUCILA PESCE PPG TIDD - PUC/SP
  • 2. Dialógico Recursivo Hologramático Morin – Operadores da Complexidade PROFA. DRA. LUCILA PESCE
  • 3. DESORDEM ORDEM INTERAÇÃO REORGANIZAÇÃO Morin – Tetragrama organizacional PROFA. DRA. LUCILA PESCE
  • 4.
    • Circularidade : ( feedback ) capacidade de um sistema em manter-se em equilíbrio diante das variações do meio.
    • Autoprodução / auto-organização: levando-se em conta a autonomia relativa do sujeito para com o meio.
    • Operador dialógico: contradições que não se resolvem (opostos a um só tempo antogônicos e complementares).
    • Operador hologramático: partes no todo e todo nas partes.
    • Interação sujeito-objeto: ontologia do observador (o observador faz parte do que observa).
    • Ecologia da ação: as ações escapam do controle dos seus criadores e produzem efeitos inesperados.
    Morin – Operadores cognitivos
  • 5.
    • Erro e ilusão .
    • Conhecimento pertinente (integrador).
    • A condição humana.
    • Identidade terrena (sustentabilidade).
    • Enfrentar as incertezas.
    • Ensinar a compreensão.
    • Antropoética (ética do gênero humano).
    Morin – Os sete saberes
  • 6. Repensar a reforma Reformar o pensamento Morin – A cabeça bem feita PROFA. DRA. LUCILA PESCE ENFOQUE RECURSIVO
  • 7. Educação e Complexidade - Pesce
    • Cognição – dois grupos de movimento:
    • História do sujeito cognoscente , nos eixos sincrônico e diacrônico, numa dinâmica não linear:
      • O movimento irreversível da trajetória de vida - progressiva atribuição de significado à realidade, com reconhecimento e valoração de suas raízes, com formação de sua memória, que se constrói tecendo os laços de seus vínculos afetivos.
      • O movimento reversível , recursivo - possibilita ao sujeito cognoscente rever, refletir, reorganizar o vivido, mediante processos simbólicos lingüísticos e imagéticos.
    PROFA. DRA. LUCILA PESCE
  • 8. Educação e Complexidade - Pesce
    • Cognição – dois grupos de movimento:
    • Interação dos sistemas dinâmicos : abertos porque sobrevivem, se conservarem e inovarem continuamente sua interação com o meio:
      • O movimento centrípeto - internaliza a realidade selecionada como significativa, analisando-a, interpretando-a, modificando-a e a tornando parte de si, simbolicamente.
      • O movimento centrífugo - irradia de volta ao aprendido, com base na instrução genética de que precisa interagir para sobreviver. No ser humano, esse saber desdobra-se no saber cultural (progressiva abertura do sistema ao meio, mediante ação crescente em autonomia e descentralização).
    PROFA. DRA. LUCILA PESCE
  • 9. Projeto Contos - situação de análise: Projeto colaborativo construído na troca de contos elaborados por alunos de várias escolas particulares de S.P. (Grupo). Através do correio eletrônico , cada aluno situou-se como escritor de um conto e leitor crítico de outro. Educação e Complexidade - Pesce PROFA. DRA. LUCILA PESCE
  • 10.
    • Objetivos do projeto:
    • Viabilizar a aprendizagem colaborativa entre alunos de diversas escolas, de modo a propiciar construções textuais coletivas.
    • Abordar questões relativas à elaboração de narrativas e textos críticos, utilizando o computador como instrumento de trabalho.
    • Trabalhar com a diversidade de opiniões, enfatizando a importância do outro na produção do aprendiz.
    Educação e Complexidade - Pesce PROFA. DRA. LUCILA PESCE
  • 11. Escolas parceiras da Caravelas: Colégio Augusto Laranja - contato somente na avaliação. Organização Sorocabana de Ensino. Sujeitos de pesquisa: Na escola Caravelas, 17 alunos da 7ª série. Em algumas escolas, alunos de sétima e oitava séries. Histórico: Desde 1994. No início por BBS. A partir de 1997, pela Internet. Educação e Complexidade - Pesce PROFA. DRA. LUCILA PESCE
  • 12.
    • Etapas do Projeto Contos:
    • Leitura espontânea.
    • Apresentação, por e-mail.
    • Escrita dos contos.
    • Recebimento, reescrita e inserção no website.
    Educação e Complexidade - Pesce PROFA. DRA. LUCILA PESCE
  • 13.
    • Contribuição do projeto à construção de conhecimento:
    • Interatividade: rapidez e agilidade.
    • Reflexão e a auto-organização dos sujeitos.
    • Inteligência coletiva encurtando tempo e distância.
    • Trabalho com a criatividade e fruição.
    Educação e Complexidade - Pesce PROFA. DRA. LUCILA PESCE
  • 14. Questão para discussão
    • Qual a contribuição dos operadores da Complexidade e do Tetragrama Organizacional para a educação online ?
    PROFA. DRA. LUCILA PESCE
  • 15. Referência bibliográfica
    • MORIN, Edgar. O problema da epistemologia complexidade. In: O problema Epistemológico da Complexidade . pp. 13-34.
    • PESCE, Lucila & OLIVEIRA, Vera Barros. (1999). Educação e Complexidade. In: Mobilidade, comunicação e educação: desafios à acessibilidade. Campinas: Edição do Autor. pp. 107-116.
    PROFA. DRA. LUCILA PESCE