• Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
  • Mo eu copio esses textos ?
    Are you sure you want to
    Your message goes here
No Downloads

Views

Total Views
146,705
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3

Actions

Shares
Downloads
1,445
Comments
1
Likes
11

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Puberdade e Adolescência Abrindo as cortinas! Lucinéa Gomes 2007
  • 2. O que é adolescência?
    • Segundo a Organização Mundial da Saúde, a adolescência é um período da vida, que começa aos 10 e vai até os 19 anos, e segundo o Estatuto da Criança e do Adolescente começa aos 12 e vai até os 18 anos, onde acontecem diversas mudanças físicas, psicológicas e comportamentais.
    • Adolescência, uma etapa maravilhosa da vida, que muitos insistem em chamar de “aborrescência”.
  • 3. O que é puberdade?
    • A puberdade é um período que ocorre mudanças biológicas e fisiológicas, é neste período que o corpo torna-se maduro e os “adolescentes” ficam capacitados para gerar filhos. Ela não deve ser confundida como sinônimo da adolescência, visto que a puberdade faz parte da adolescência.  Nesta fase, são observadas mudanças tais como: crescimento de pêlos pubianos, crescimento dos testículos e aparecimento das mamas.  O início da fase da puberdade é variável de pessoa para pessoa, frequentemente para o sexo feminino é entre os nove e treze anos de idade e para o sexo masculino entre 10 e 14 anos de idade. Este processo pode ser observado nos diferentes setores dos organismos, alguns mais evidentes do que em outros, como o aumento do peso e da altura e à maturação sexual.  No período da puberdade, o hormônio hipotálamo ordena ao outro hormônio, a hipófise, o aumento de gonadotropinas que são liberados durante o sono, que ao se desencadearem, realizam a produção dos hormônios sexuais. Os hormônios sexuais se diferem para os homens e as mulheres, mas não são totalmente exclusivos de cada sexo, nos homens, os testículos secretam entre outros hormônios, a testosterona e nas mulheres, o ovário fabrica o estrógeno
  • 4. Quando começa a puberdade nas meninas?
    •     O primeiro sinal de puberdade na menina é muito discreto. Às vezes, nem mesmo a mãe nota. Aparecem inicialmente os brotos mamários, de um ou dos dois lados e a região torna-se mais sensível. A idade de aparecimento deste broto mamário é muito variável: entre 8 e 13 anos de idade. Quase simultaneamente, a menina entra no seu “estirão” de crescimento e pêlos púbicos aparecem, seguidos uns meses depois dos pêlos axilares. Junto com os pêlos, glândulas de suor começam a produzir uma secreção de cheiro acentuado. Deve ter a adolescente um cuidado maior com a sua higiene pessoal.                 
  • 5. Quando começa a puberdade nos meninos?
    •                 O primeiro sinal da puberdade nos meninos é o crescimento dos testículos. Como eles estão escondidos na bolsa escrotal, não se percebe com facilidade este início que varia entre os 9 e 14 anos de idade. Apenas uns meses depois haverá crescimento do pênis e aparecimento dos pêlos pubianos, axilares e na face. Durante a puberdade, é possível que a mama dos meninos também cresça, sendo chamado de ginecomastia puberal.
    •                 Isto é normal e ocorre em mais da metade dos meninos, sendo que à medida em que se desenrola a puberdade, haverá regressão deste crescimento da mama. Também haverá mudança da voz nos meninos, que se tornará mais grave. Isto advém do crescimento da laringe e das cordas vocais.
  • 6. Por que essas mudanças acontecem?
    • Essas mudanças acontecem por causa dos hormônios, substâncias que temos em nosso corpo, que são "mensageiros químicos" que determinam onde e como nosso corpo vai se modificar e/ou crescer. Assim, os hormônios de crescimento, são tão importantes quando os hormônios sexuais, o estrógeno e a progesterona produzidos pelo ovário da mulher, e a testosterona, produzido no testículo, do homem.
    • Além disso, outras partes do nosso corpo também produzem outros hormônios que estão também envolvidos com essa transformação. Por exemplo, a hipófise, que é uma pequena glândula localizada no nosso cérebro, que produz alguns hormônios que, por sua vez, enviam mensagens para os ovários na mulher e para os testículos no homem para que eles comecem a produzir os hormônios sexuais e assim amadurecer os óvulos na mulher e a produzir espermatozóides no homem. Ainda existem outros hormônios, como a prolactina e os andrógenos, que também ajudam na transformação do nosso corpo de criança para adolescente. Há também outras substâncias que participam dessas transformações e que não são hormônios - são os neurotransmissores, que são substâncias que têm a função transmitir os impulsos nervosos de um hormônio a outro . Todos esses hormônios e substâncias químicas vão fazer com que o nosso corpo comece a mudar e ganhar novas forma
  • 7. E como acontece a reprodução na mulher ? Os órgãos genitais internos da mulher servem basicamente para a função reprodutiva, não exercendo qualquer papel importante no prazer sexual. A vagina só tem alguma sensibilidade nos primeiros 2 a 3 centímetros, na região em que está envolvida pelos músculos perivaginais. ÚTERO - O útero é o órgão oco por dentro, responsável por receber o óvulo fecundado e gerar a gravidez; ele fica posicionado próximo à bacia da mulher e tem seu formato parecido e do tamanho de uma pêra. Sua parte mais estreita está ligada com o colo do útero e a sua parte mais longa está ligada às trompas de falópio ou tubas uterinas.
  • 8. TROMPAS DE FALÓPIO - As trompas de Falópio, também conhecidas como tuba uterina, são dois tubos, um de cada lado do útero, que fazem a ligação do ovário com o útero. As suas pontas são como franjas que têm a função de agarrar o óvulo quando este é liberado pelo ovário, colocando-o dentro do tubo para que esse seja encaminhado até o útero. É nas trompas também que ocorre a fecundação, (encontro do óvulo com o espermatozóide). COLO DO ÚTERO - O colo do útero mantém a comunicação do útero com o canal da vagina, é através de uma abertura (buraquinho) que a menstruação sai e os espermatozóides entram. O colo do útero também serve como divisão do útero com a vagina.
  • 9. Os ovários são responsáveis pela produção dos hormônios femininos (estrogênio e a progesterona), assim como a produção, armazenamento e amadurecimento dos óvulos. Os ovários começam a trabalhar a partir da primeira menstruação da mulher e se mantêm ativos até a ultima menstruação, quando a mulher entra na menopausa (ausência da menstruação). ÓVULO - O óvulo é a célula reprodutora da mulher, responsável pela fecundação. Após o óvulo ser liberado pelo ovário ele permanece com capacidade de ser fecundado por até 24 horas, perdendo sua ação após esse tempo e sendo absorvido normalmente pelo corpo, quando não fecundado. A cada ciclo menstrual, um óvulo é amadurecido e liberado pelo ovário, sendo que os ovários de alternam de forma que em cada ciclo um ovário libere o óvulo. OVÁRIOS - Os ovários, são duas glândulas, do tamanho de uma azeitona, localizadas uma de cada lado do útero.
  • 10. / MENSTRUAÇÃO - A menstruação ocorre devido à preparação do endométrio para receber o óvulo fecundado (ovo). Quando isso não ocorre, essa parede começa a se descamar (soltar), saindo em forma de sangramento. É importante sabermos ainda que a menstruação pode adiantar ou atrasar, em relação à data prevista, assim como mudar o fluxo, a cor... entre uma menstruação e outra. ENDOMETRIO - O endométrio é uma mucosa que recobre a parte interna da cavidade do útero que durante o ciclo menstrual se prepara para receber o óvulo fecundado (ovo). Quando não ocorre a gravidez, essa camada se desprende da parede do útero, dando origem assim a menstruação.
  • 11. PERÍODO FÉRTIL - O período fértil, é o período em que a mulher tem uma maior chance de engravidar, esse período tem a duração de até 06 dias, sendo que a ovulação ocorre 14 dias antes do primeiro dia da menstruação seguinte. Porém não tem como prever exatamente quando essa data irá ocorrer, pois o ciclo menstrual pode variar entre um mês e outro. CICLO MENSTRUAL - O Ciclo menstrual, é o período entre uma menstruação e outra, ou seja, começa no primeiro dia da menstruação e termina um dia antes da próxima menstruação ocorrer. Assim se contarmos os dias entre uma menstruação e outra, teremos qual foi o período do ciclo menstrual.
  • 12. Os órgãos genitais do homem O órgão genital masculino está praticamente todo voltado para fora, assim podemos ver o pênis e a bolsa escrotal, onde estão os testículos. É importante sabermos que existe grande variação na forma e no tamanho dos órgãos genitais externos masculinos, assim como na cor, quantidade e distribuição dos pelos pubianos. Nenhuma destas variações tem qualquer relação com a virilidade; também não tem qualquer efeito sobre o desempenho sexual do homem, e nem sobre o prazer que ele pode proporcionar à mulher.
  • 13. PÊLOS PUBIANOS - Os pêlos pubianos, tem a função de proteger o órgão genital, por isso a grande concentração ao seu redor. PÊNIS - O pênis é um órgão genital que tem tripla função: serve para a função sexual propriamente dita (é o órgão do prazer), serve para a reprodução, e serve para a função urinária. Essa é uma das diferenças importantes entre o homem e a mulher, pois a mulher tem órgãos diferentes para cada uma dessas funções. O pênis é coberto por uma pele fina, formando uma prega na ponta, cobrindo assim o corpo e a glande do pênis. GLANDE - A glande, também conhecida como cabeça do pênis, é a parte mais sensível do pênis, ela tem na sua ponta uma abertura por onde sai à urina ou mesmo o sêmen. BOLSA ESCROTAL- A bolsa escrotal, também conhecida como saco escrotal, tem a função de guardar dentro de si os testículos, de forma a proteger e manter os testículos em uma temperatura ideal. A bolsa escrotal, também é recoberta por pelos pelo lado de fora.
  • 14. Quais são os órgãos internos que fazem parte do sistema reprodutor masculino? TESTÍCULOS - Os testículos se concentram dentro do saco escrotal, um de cada lado, eles são responsáveis pela produção do hormônio masculino (testosterona) e pela produção dos espermatozóides. CANAIS DEFERENTES - Os canais deferentes, que estão ligados diretamente aos testículos, através do epidídimo e ao canal da uretra, são responsáveis por levar os espermatozóides até a próstata, quando depois junto com o sêmen serão ejaculados, durante a estimulação do pênis. EPIDÍDIMO - O epidídimo, tem a função de receber e guardar os espermatozóides produzidos pelos testículos, até que sejam, liberado espaços nos canais deferentes para que eles possam sair.
  • 15. VESÍCULA SEMINAL - A vesícula seminal, são duas bolsas parecidas com duas amoras, responsáveis pela produção do líquido seminal. Esse líquido é depositado junto aos canais deferentes, onde junto com os espermatozóides darão origem ao sêmen. PRÓSTATA - A próstata, é uma glândula parecida com uma noz, e junto com a vesícula seminal tem a função de produção do liquido seminal (Sêmen). É importante lembrarmos que é nesta região que ocorre o câncer de próstata, por isso a importância de fazermos a prevenção procurando um serviço de saúde, principalmente os homens entre 50 e 70 anos de idade.