Quiz rep velha e primeira guerra mundial ensino médio

2,147 views

Published on

Quiz república velha e primeira guerra mundial ensino médio

Published in: Education
0 Comments
3 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
2,147
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
5
Actions
Shares
0
Downloads
78
Comments
0
Likes
3
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Quiz rep velha e primeira guerra mundial ensino médio

  1. 1. QUIZ REPÚBLICA VELHA
  2. 2. RELACIONE CORRETAMENTE AS COLUNAS 1 – ANTONIO CONSELHEIRO 2 – MONGE JOÃO MARIA 3 – LUIS CARLOS PRESTES 4 – JOÃO CÂNDIDO 5 – DEODORO DA FONSECA A – 1D, 2B, 3E, 4C, 5 A B – 1B, 2A, 3E, 4C, 5 D C – 1 D, 2B, 3C, 4A, 5E D – 1B, 2D, 3A, 4C, 5 E E – 1E, 2D, 3B, 4 C, 5A A – REPUBLICA DA ESPADA B – GUERRA DO CONTESTADO C – REVOLTA DA CHIBATA D – GUERRA DE CANUDOS E - TENENTISMO
  3. 3. RELACIONE CORRETAMENTE AS COLUNAS 1 – ANTONIO CONSELHEIRO 2 – MONGE JOÃO MARIA 3 – LUIS CARLOS PRESTES 4 – JOÃO CÂNDIDO 5 – DEODORO DA FONSECA A – 1D, 2B, 3E, 4C, 5 A B – 1B, 2A, 3E, 4C, 5 D C – 1 D, 2B, 3C, 4A, 5E D – 1B, 2D, 3A, 4C, 5 E E – 1E, 2D, 3B, 4 C, 5A A – REPUBLICA DA ESPADA B – GUERRA DO CONTESTADO C – REVOLTA DA CHIBATA D – GUERRA DE CANUDOS E - TENENTISMO
  4. 4. RELACIONE CORRETAMENTE AS COLUNAS 1 – CAMPOS SALES 2 – HERMES DA FONSECA 3 – RUI BARBOSA 4 – ARTUR BERNARDES 5 – BORGES DE MEDEIROS A – 1D, 2B, 3E, 4C, 5 A B – 1C, 2B, 3 A, 4E, 5D C – 1 D, 2B, 3C, 4A, 5E D – 1B, 2D, 3A, 4C, 5 E E – 1E, 2D, 3B, 4 C, 5A A – ENCILHAMENTO B – POLÍTICA DAS SALVAÇÕES C – POLÍTICA DOS GOVERNADORES D – REVOLTA FEDERALISTA E - TENENTISMO
  5. 5. RELACIONE CORRETAMENTE AS COLUNAS 1 – CAMPOS SALES 2 – HERMES DA FONSECA 3 – RUI BARBOSA 4 – ARTUR BERNARDES 5 – BORGES DE MEDEIROS A – 1D, 2B, 3E, 4C, 5 A B – 1C, 2B, 3 A, 4E, 5D C – 1 D, 2B, 3C, 4A, 5E D – 1B, 2D, 3A, 4C, 5 E E – 1E, 2D, 3B, 4 C, 5A A – ENCILHAMENTO B – POLÍTICA DAS SALVAÇÕES C – POLÍTICA DOS GOVERNADORES D – REVOLTA FEDERALISTA E - TENENTISMO
  6. 6. O QUE É CORONELISMO? 1. Foi um movimento baseado no messianismo 2. Foi um fenômeno político baseado no pacto federalista 3. Foi um fenômeno político baseado no poder político local 4. Foi um fenômeno político baseado na troca de favores entre governadores e o presidente da república 5. Todas estão incorretas
  7. 7. O QUE É CORONELISMO? 1. Foi um movimento baseado no messianismo 2. Foi um fenômeno político baseado no pacto federalista 3. Foi um fenômeno político baseado no poder político local 4. Foi um fenômeno político baseado na troca de favores entre governadores e o presidente da república 5. Todas estão incorretas
  8. 8. O QUE FOI O MESSIANISMO? 1. Movimento político baseado na violência religiosa contra os beatos 2. Movimento político comandado pelo padre Cícero 3. Movimento de caráter religioso aprovado pelo Vaticano 4. Movimento de caráter religioso popular do sertão brasileiro 5. Movimento de caráter religioso do Juazeiro do Norte
  9. 9. O QUE FOI O MESSIANISMO? 1. Movimento político baseado na violência religiosa contra os beatos 2. Movimento político comandado pelo padre Cícero 3. Movimento de caráter religioso aprovado pelo Vaticano 4. Movimento de caráter religioso popular do sertão brasileiro 5. Movimento de caráter religioso do Juazeiro do Norte
  10. 10. Proclamada a República, inicia-se um novo período na História política do Brasil: “A República Velha ou Primeira República. A primeira fase e o primeiro presidente da República foram respectivamente: a)República Oligárquica e Hermes da Fonseca b)República da Espada e Deodoro da Fonseca c)República da Espada e Floriano Peixoto d)República Oligárquica e Prudente de Morais e)República da Espada e Campos Sales.
  11. 11. Proclamada a República, inicia-se um novo período na História política do Brasil: “A República Velha ou Primeira República. A primeira fase e o primeiro presidente da República foram respectivamente: a)República Oligárquica e Hermes da Fonseca b)República da Espada e Deodoro da Fonseca c)República da Espada e Floriano Peixoto d)República Oligárquica e Prudente de Morais e)República da Espada e Campos Sales.
  12. 12. A “Política dos Governadores”, criada por Campos Sales, caracterizava-se por: a) permitir que a escolha do Presidente da República fosse feita a partir de um consenso entre os governadores. b) tornar os governadores um mero instrumento do poder do Presidente da República, impedindo a formação de novas lideranças contrárias ao governo federal; c) acordo político que consistia na troca de favores entre os governos federal, estadual e municipal para manter os grupos políticos no poder. d) tornar os governadores representantes de um federalismo liberal e democrático com objetivo de renovar as lideranças políticas; e) promover, através dos governadores, a desarticulação das oligarquias locais e a renovação dos grupos políticos e lideranças locais.
  13. 13. A “Política dos Governadores”, criada por Campos Salles, caracterizava-se por: a) permitir que a escolha do Presidente da República fosse feita a partir de um consenso entre os governadores. b) tornar os governadores um mero instrumento do poder do Presidente da República, impedindo a formação de novas lideranças contrárias ao governo federal; c) acordo político que consistia na troca de favores entre os governos federal, estadual e municipal para manter os grupos políticos no poder. d) tornar os governadores representantes de um federalismo liberal e democrático com objetivo de renovar as lideranças políticas; e) promover, através dos governadores, a desarticulação das oligarquias locais e a renovação dos grupos políticos e lideranças
  14. 14. O presidente da república que criou a Política dos Governadores foi: A – PRUDENTE DE MORAIS B – CAMPOS SALES C – HERMES DA FONSECA D – RUI BARBOSA E – AFONSO PENA
  15. 15. O presidente da república que criou a Política dos Governadores foi: A – PRUDENTE DE MORAIS B – CAMPOS SALES C – HERMES DA FONSECA D – RUI BARBOSA E – AFONSO PENA
  16. 16. O QUE FOI A REVOLTA DA VACINA? A – MOVIMENTO DO POVO A FAVOR DA VACINAÇÃO B – MOVIMENTO DO POVO CONTRA A VACINAÇÃO C – CAMPANHA DO ESTADO CONTRA A VACINAÇÃO D – CAMPANHA DO ESTADO A FAVOR DA VACINAÇÃO E – REVOLTA DOS MARINHEIROS CONTRA A VACINAÇÃO
  17. 17. O QUE FOI A REVOLTA DA VACINA? A – MOVIMENTO DO POVO A FAVOR DA VACINAÇÃO B – MOVIMENTO DO POVO CONTRA A VACINAÇÃO C – CAMPANHA DO ESTADO CONTRA A VACINAÇÃO D – CAMPANHA DO ESTADO A FAVOR DA VACINAÇÃO E – REVOLTA DOS MARINHEIROS CONTRA A
  18. 18. A Revolta da Vacina, o movimento de Canudos e o do Contestado foram vistos internacionalmente como MOVIMENTOS : a) provocados pelo êxodo maciço de populações saídas do campo rumo às cidades logo após a abolição. b) retrógrados, pois as agitações provocadas por estes movimentos populares dificultavam a modernização do país. c) decorrentes da política sanitarista de Oswaldo Cruz. d) indícios de que a escravidão e o império chegavam ao fim para dar lugar ao trabalho livre e à república. e) conservadores, porque ameaçavam o avanço do capital norte-americano no Brasil.
  19. 19. A Revolta da Vacina, o movimento de Canudos e o do Contestado foram vistos internacionalmente como MOVIMENTOS : a) provocados pelo êxodo maciço de populações saídas do campo rumo às cidades logo após a abolição. b) retrógrados, pois as agitações provocadas por estes movimentos populares dificultavam a modernização do país. c) decorrentes da política sanitarista de Oswaldo Cruz. d) indícios de que a escravidão e o império chegavam ao fim para dar lugar ao trabalho livre e à república. e) conservadores, porque ameaçavam o avanço do capital norte-americano no Brasil.
  20. 20. Os movimentos messiânicos no Brasil foram comuns na república velha. Como o Messianismo foi possível? a)Devido a concentração latifundiária, o estado de miséria dos camponeses, a prática do coronelismo e a forte religiosidade popular. b)Devido unicamente a religiosidade do sertanejo que encontrava nas práticas do messias um conforto para a vida miserável que estava submetido. c)Devido ao grande poder dos líderes messiânicos cujo prestígio era medido pela quantidade de eleitores que controlasse conseguindo desta forma se eleger para os cargos políticos. d)Em virtude do temor que as profecias dos beatos causavam à população mais pobre, preferindo resignar-se a vida de peregrinações e orações para salvação da alma. e)Em razão do clima de insegurança que assolava o campo causado pelo banditismo obrigando a população mais pobre abrigarem-se nos movimentos messiânicos para se proteger.
  21. 21. Os movimentos messiânicos no Brasil foram mais comuns do que imaginávamos. Além de Canudos, houve várias revoltas. Como o Messianismo foi possível? a)Devido a concentração latifundiária, o estado de miséria dos camponeses, a prática do coronelismo e a forte religiosidade popular. b)Devido unicamente a religiosidade do sertanejo que encontrava nas práticas do messias um conforto para a vida miserável que estava submetido. c)Devido ao grande poder dos líderes messiânicos cujo prestígio era medido pela quantidade de eleitores que controlasse conseguindo desta forma se eleger para os cargos políticos. d)Em virtude do temor que as profecias dos beatos causavam à população mais pobre, preferindo resignar-se a vida de peregrinações e orações para salvação da alma. e)Em razão do clima de insegurança que assolava o campo causado pelo banditismo obrigando a população mais pobre abrigarem-se nos movimentos messiânicos para se proteger.
  22. 22. Em relação ao coronelismo, podemos defini-lo como: a)Sistema de poder cujo grupo político alternava-se no poder federal como forma de garantir a manutenção dos privilégios aos seus respectivos Estados. b)Sistema de poder que consistia na troca de favores entre o poder estadual e municipal a fim de garantir seus interesses políticos utilizando práticas fraudulentas para vencer as eleições. c)Sistema de poder no qual o coronel era uma peça secundária e sua participação era ofuscada pela Comissão de Verificação, pois na prática era esta quem declarava os candidatos eleitos. d)Sistema de poder baseado no coronel, líder político local, latifundiário que usava jagunços para formar os currais eleitorais, através de práticas de intimidação ao eleitor. e)Sistema de poder político que arregimentava grande número de seguidores a partir de suas pregações religiosas que convenciam os mais pobres a se submeterem ao seu controle.
  23. 23. Em relação ao coronelismo, podemos defini-lo como: a)Sistema de poder cujo grupo político alternava-se no poder federal como forma de garantir a manutenção dos privilégios aos seus respectivos Estados. b)Sistema de poder que consistia na troca de favores entre o poder estadual e municipal a fim de garantir seus interesses políticos utilizando práticas fraudulentas para vencer as eleições. c)Sistema de poder no qual o coronel era uma peça secundária e sua participação era ofuscada pela Comissão de Verificação, pois na prática era esta quem declarava os candidatos eleitos. d)Sistema de poder baseado no coronel, líder político local, latifundiário que usava jagunços para formar os currais eleitorais, através de práticas de intimidação ao eleitor. e)Sistema de poder político que arregimentava grande número de seguidores a partir de suas pregações religiosas que convenciam os mais pobres a se submeterem ao seu controle.
  24. 24. Sobre os fatos com os quais podemos caracterizar a Primeira República estão: I- Com o “voto de cabresto” os coronéis dominavam as clientelas rurais e manipulavam as eleições; II- A política dos governadores consagrava a troca de apoio entre o governo federal e as oligarquias estaduais mantendo o mesmo grupo político no poder. III- A política do café com leite caracterizou-se pelo controle da sucessão presidencial pelos grandes fazendeiros de Minas Gerais e São Paulo. IV- O Movimento dos Tenentes - o Tenentismo, contribuiu para consolidar os governos da Primeira República. V- As fraudes eleitorais eram exceção e não regra neste período, devido ao rigoroso trabalho de fiscalização do processo eleitorado efetuado pela Comissão de Verificação. Assinale a alternativa verdadeira: a) Apenas a alternativa I, está correta. b) As alternativas I,II,III estão corretas. c) As alternativas I,II,IV e V estão corretas. d) As alternativas II,III e IV estão corretas. e) Apenas a alternativa V está incorreta.
  25. 25. Sobre os fatos com os quais podemos caracterizar a Primeira República estão: I- Com o “voto de cabresto” os coronéis dominavam as clientelas rurais e manipulavam as eleições; II- A política dos governadores consagrava a troca de apoio entre o governo federal e as oligarquias estaduais mantendo o mesmo grupo político no poder. III- A política do café com leite caracterizou-se pelo controle da sucessão presidencial pelos grandes fazendeiros de Minas Gerais e São Paulo. IV- O Tenentismo contribuiu para consolidar os governos da Primeira República. V- As fraudes eleitorais eram exceção e não regra neste período, devido ao rigoroso trabalho de fiscalização do processo eleitorado efetuado pela Comissão de Verificação. Assinale a alternativa verdadeira: a) Apenas a alternativa I, está correta. b) As alternativas I,II,III estão corretas. c) As alternativas I,II,IV e V estão corretas. d) As alternativas II,III e IV estão corretas. e) Apenas a alternativa V está incorreta.
  26. 26. Embora tivessem relação com a injustiça e questão agrária, Canudos e Cangaço tinham finalidades distintas. Em relação a esta diferença, podemos afirmar como correto que: a)O cangaceiro tinha um fim social na sua prática, pois buscava a posse da terra e a justiça social, saqueando e roubando dos ricos para doar aos pobres. Eram considerados os justiceiros pobres. b)O cangaceiro não buscava a posse da terra e a justiça social. Lutava apenas pela sobrevivência, praticando a violência. c)O cangaceiro era um tipo de bandido social que procurava aplicar a justiça contra os desmandos dos poderosos no sertão nordestino. d)Canudos não tinha fim social na sua prática, não buscava a posse da terra nem a justiça social. Lutava apenas pela sobrevivência praticando o fanatismo religioso. e)Canudos tinha um fim social, mas não buscava a posse da terra, apenas a justiça social, mesmo que fosse alcançada por métodos violentos justificados pelo fanatismo religioso.
  27. 27. Embora tivessem relação com a injustiça e questão agrária, Canudos e Cangaço tinham finalidades distintas. Em relação a esta diferença, podemos afirmar como correto que: a)O cangaceiro tinha um fim social na sua prática, pois buscava a posse da terra e a justiça social, saqueando e roubando dos ricos para doar aos pobres. Eram considerados os justiceiros pobres. b)O cangaceiro não buscava a posse da terra e a justiça social. Lutava apenas pela sobrevivência, praticando a violência. c)O cangaceiro era um tipo de bandido social que procurava aplicar a justiça contra os desmandos dos poderosos no sertão nordestino. d)Canudos não tinha fim social na sua prática, não buscava a posse da terra nem a justiça social. Lutava apenas pela sobrevivência praticando o fanatismo religioso. e)Canudos tinha um fim social, mas não buscava a posse da
  28. 28. Sobre a Revolta de Canudos, assinale a alternativa INCORRETA. A) O seu principal líder foi Antônio Conselheiro. B) Os sertanejos de Canudos lutavam contra a injustiça e a miséria persistente na região. C) Caracterizou-se como um movimento de caráter messiânico. D) A Guerra de Canudos foi tema do livro “Os Sertões”, do escritor Euclides da Cunha. E) Os revoltosos de Canudos receberam apoio incondicional dos coroneis da região.
  29. 29. Sobre a Revolta de Canudos, assinale a alternativa INCORRETA. A) O seu principal líder foi Antônio Conselheiro. B) Os sertanejos de Canudos lutavam contra a injustiça e a miséria persistente na região. C) Caracterizou-se como um movimento de caráter messiânico. D) A Guerra de Canudos foi tema do livro “Os Sertões”, do escritor Euclides da Cunha. E) Os revoltosos de Canudos receberam apoio incondicional dos coroneis da região.
  30. 30. (PUC) A base da economia brasileira durante a Primeira República foi o café e isto se deveu: a) À mudança de regime político, à liberdade de ação dada aos proprietários pela Constituição e aos assalariados italianos; b) Ao incentivo dado aos plantadores de café, á aceitação do nosso produto pela Inglaterra e à libertação dos escravos; c) À decadência da industrialização, à Guerra de Secessão dos Estados Unidos e à decadência da mineração; d) À qualidade das terras, ao clima favorável, à imigração européia e à aceitação do nosso produto no mercado externo. e) n.d.a.
  31. 31. (PUC) A base da economia brasileira durante a Primeira República foi o café e isto se deveu: a) À mudança de regime político, à liberdade de ação dada aos proprietários pela Constituição e aos assalariados italianos; b) Ao incentivo dado aos plantadores de café, á aceitação do nosso produto pela Inglaterra e à libertação dos escravos; c) À decadência da industrialização, à Guerra de Secessão dos Estados Unidos e à decadência da mineração; d) À qualidade das terras, ao clima favorável, à imigração europeia e à aceitação do nosso produto no mercado externo. e) n.d.a.
  32. 32. (PUC) O tenentismo constituiu um dos elementos básicos: a) Da revolução brasileira de 1930; b) Da guerra contra Rosas e Oribe; c) Da guerra do Paraguai; d) Da Questão Militar do II Reinado; e) n.d.a.
  33. 33. (PUC) O tenentismo constituiu um dos elementos básicos: a) Da revolução brasileira de 1930; b) Da guerra contra Rosas e Oribe; c) Da guerra do Paraguai; d) Da Questão Militar do II Reinado; e) n.d.a.
  34. 34. (PUC) A Rebelião de Canudos foi fruto: a) Do fanatismo religioso de populares sem condições econômicas de subsistência; b) Do desejo de restaurar a monarquia portuguesa no Brasil; c) Da conspiração de grupos conservadores; d) Da organização de grupos de jagunços no sertão; e) n.d.a.
  35. 35. (PUC) A Rebelião de Canudos foi fruto: a) Do fanatismo religioso de populares sem condições econômicas de subsistência; b) Do desejo de restaurar a monarquia portuguesa no Brasil; c) Da conspiração de grupos conservadores; d) Da organização de grupos de jagunços no sertão; e) n.d.a.
  36. 36. O acerto do funding loan, entre o presidente Campos Sales e o Banco Rothschild, representou para a economia brasileira: A) as condições necessárias para o primeiro investimento industrial do país. B) uma reacomodação da dívida brasileira com os EUA, que permitiu subsidiar por mais alguns anos os cafeicultores paulistas. C) um novo empréstimo e a suspensão da amortização do débito até 1911 D) o fim do ciclo de dependência em relação aos banqueiros ingleses, com o perdão da dívida e a amortização dos empréstimos até 1930. E) uma política deflacionária que estabilizou o país pelas décadas seguintes.
  37. 37. O acerto do funding loan, entre o presidente Campos Sales e o Banco Rothschild, representou para a economia brasileira: A) as condições necessárias para o primeiro investimento industrial do país. B) uma reacomodação da dívida brasileira com os EUA, que permitiu subsidiar por mais alguns anos os cafeicultores paulistas. C) um novo empréstimo e a suspensão da amortização do débito até 1911 D) o fim do ciclo de dependência em relação aos banqueiros ingleses, com o perdão da dívida e a amortização dos empréstimos até 1930. E) uma política deflacionária que estabilizou o país pelas décadas seguintes.
  38. 38. Com a república, decretou-se o fim: a) Da venda de bebidas alcoólicas b) Do trabalho informal c) Do voto censitário d) Dos impostos aos pobres e) Dos coronéis fazendeiros
  39. 39. Com a república, decretou-se o fim: a) Da venda de bebidas alcoólicas b) Do trabalho informal c) Do voto censitário d) Dos impostos aos pobres e) Dos coronéis fazendeiros
  40. 40. Cumprindo ordens do coronel, os jagunços controlavam o voto do eleitor, uma vez que o voto era aberto. O voto dado sobre pressão ficou conhecido como voto: a) censitário b) unificado c) obrigatório d) de cabresto e) coronelismo
  41. 41. Cumprindo ordens do coronel, os jagunços controlavam o voto do eleitor, uma vez que o voto era aberto. O voto dado sobre pressão ficou conhecido como voto: a) censitário b) unificado c) obrigatório d) de cabresto e) coronelismo
  42. 42. Dentre as alternativas abaixo, assinale aquela é considerada a primeira grande manifestação urbana de protesto popular, do período republicano: a) Revolta da Vacina, em 1904, no Rio de Janeiro. b) Greve Geral, de 1917, em São Paulo e outros estados. c) Greve Anarquista, de 1907, em São Paulo. d) Movimento Tenentista, de 1924, em São Paulo. e) Campanha Civilista, de 1910, em São Paulo, Minas Gerais e Bahia.
  43. 43. Dentre as alternativas abaixo, assinale aquela é considerada a primeira grande manifestação urbana de protesto popular, do período republicano: a) Revolta da Vacina, em 1904, no Rio de Janeiro. b) Greve Geral, de 1917, em São Paulo e outros estados. c) Greve Anarquista, de 1907, em São Paulo. d) Movimento Tenentista, de 1924, em São Paulo. e) Campanha Civilista, de 1910, em São Paulo, Minas Gerais e Bahia.
  44. 44. Alguns historiadores veem muitas características semelhantes entre a Guerra de Canudos (1893 -1897) e a Guerra do Contestado (1911 - 1916). Considerando essa tese, assinale a alternativa FALSA: a) Foram insurreições encabeçadas por um líder messiânico. b) Antônio Conselheiro e o "monge" João Maria eram adeptos fanáticos do Sebastianismo. c) Eclodiram em regiões pobres e abandonadas do Nordeste. d) Durante algum tempo, os revoltosos resistiram às tentativas do poder público em derrotá-los. e) Tiveram um desfecho trágico e sangrento para o lado do insurretos.
  45. 45. Alguns historiadores veem muitas características semelhantes entre a Guerra de Canudos (1893 -1897) e a Guerra do Contestado (1911 - 1916). Considerando essa tese, assinale a alternativa FALSA: a) Foram insurreições encabeçadas por um líder messiânico. b) Antônio Conselheiro e o "monge" João Maria eram adeptos fanáticos do Sebastianismo. c) Eclodiram em regiões pobres e abandonadas do Nordeste. d) Durante algum tempo, os revoltosos resistiram às tentativas do poder público em derrotá-los. e) Tiveram um desfecho trágico e sangrento para o lado do insurretos.
  46. 46. A 1ª Guerra Mundial resultou de uma alteração da ordem institucional vigente no final do século XIX. Entre os motivos desta alteração, destacam-se: a) a divisão do mundo em dois blocos ideologicamente antagônicos e a constituição de países industrializados na América. b) a desestabilização da sociedade europeia com a emergência do socialismo e a constituição de governos fascistas na Europa. c) o domínio econômico dos mercados europeus pela Inglaterra e o cerco da Rússia pelo capitalismo. d) a oposição da França à divisão de seu território após as guerras napoleônicas e a aproximação entre a Inglaterra e a Alemanha. e) a unificação da Alemanha e os conflitos entre as potências europeias por causa de áreas coloniais na Ásia e na África.
  47. 47. A 1ª Guerra Mundial resultou de uma alteração da ordem institucional vigente no final do século XIX. Entre os motivos desta alteração, destacam-se: a) a divisão do mundo em dois blocos ideologicamente antagônicos e a constituição de países industrializados na América. b) a desestabilização da sociedade europeia com a emergência do socialismo e a constituição de governos fascistas na Europa. c) o domínio econômico dos mercados europeus pela Inglaterra e o cerco da Rússia pelo capitalismo. d) a oposição da França à divisão de seu território após as guerras napoleônicas e a aproximação entre a Inglaterra e a Alemanha. e) a unificação da Alemanha e os conflitos entre as potências europeias por causa de áreas coloniais na Ásia e na África.
  48. 48. A 1ª Guerra Mundial marcou a crise da sociedade liberal, abalando o equilíbrio da ordem política internacional. Assinale a opção que apresenta corretamente uma consequência desse conflito. (A) Supremacia político-econômica da Europa. (B) Surgimento dos regimes nazifascistas. (C) Declínio econômico dos Estados Unidos e Japão. (D) Fortalecimento do capitalismo liberal. (E) Consolidação da monarquia russa
  49. 49. A 1ª Guerra Mundial marcou a crise da sociedade liberal, abalando o equilíbrio da ordem política internacional. Assinale a opção que apresenta corretamente uma consequência desse conflito. (A) Supremacia político-econômica da Europa. (B) Surgimento dos regimes nazifascistas. (C) Declínio econômico dos Estados Unidos e Japão. (D) Fortalecimento do capitalismo liberal.
  50. 50. LOCALIZE A PENÍNSULA BALCÂNICA (BÁLCÃS) 1 2 3 4 5
  51. 51. LOCALIZE A PENÍNSULA BALCÂNICA (BÁLCÃS) 5
  52. 52. A respeito do envolvimento dos EUA na 1ª Guerra é INCORRETO afirmar que: a) foi influenciado pela intenção germânica de atrair o México, prometendo-lhe ajudar a reconquistar territórios perdidos para os EUA. b) os EUA financiaram a indústria bélica franco-inglesa e enviaram um grande contingente de soldados ao front. c) uma possível derrota da França e Inglaterra colocaria em risco os investimentos americanos na Europa. d) contrariando o Congresso, o presidente dos E.U.A. rompeu a neutralidade, declarando guerra às forças do Eixo. e) a adesão dos EUA desequilibrou as forças em luta, dando um novo alento à Entente.
  53. 53. A respeito do envolvimento dos EUA na 1ª Guerra é INCORRETO afirmar que: a) foi influenciado pela intenção germânica de atrair o México, prometendo-lhe ajudar a reconquistar territórios perdidos para os EUA. b) os EUA financiaram a indústria bélica franco-inglesa e enviaram um grande contingente de soldados ao front. c) uma possível derrota da França e Inglaterra colocaria em risco os investimentos americanos na Europa. d) contrariando o Congresso, o presidente dos E.U.A. rompeu a neutralidade, declarando guerra às forças do Eixo. e) a adesão dos EUA desequilibrou as forças em luta, dando um novo alento à Entente.
  54. 54. As raízes da 1ª Guerra Mundial encontram-se no século XIX. Pode-se citar como alguns dos fatores que deram origem ao conflito desencadeado em 1914: A) a grande industrialização inglesa e o escasso crescimento econômico das nações europeias. B) a emergência dos ideais e movimentos operários que desajustaram as relações entre os países capitalistas. C) a derrota militar francesa para a Prússia e a incorporação da Alsácia-Lorena à Alemanha. D) o confronto secular entre a França e a Inglaterra e a crise da economia inglesa provocada pelo bloqueio continental. E) a política do “equilíbrio europeu”, praticada pelo Congresso de Viena, e o fortalecimento militar da Rússia na Península Balcânica.
  55. 55. As raízes da 1ª Guerra Mundial encontram-se no século XIX. Pode-se citar como alguns dos fatores que deram origem ao conflito desencadeado em 1914: A) a grande industrialização inglesa e o escasso crescimento econômico das nações europeias. B) a emergência dos ideais e movimentos operários que desajustaram as relações entre os países capitalistas. C) a derrota militar francesa para a Prússia e a incorporação da Alsácia-Lorena à Alemanha. D) o confronto secular entre a França e a Inglaterra e a crise da economia inglesa provocada pelo bloqueio continental. E) a política do “equilíbrio europeu”, praticada pelo Congresso de Viena, e o fortalecimento militar da Rússia na Península Balcânica.
  56. 56. O QUE FOI O REVANCHISMO FRANCÊS? A - movimento que preconizava a expansão da França através da anexação dos territórios ocupados por povos germânicos e eslavos. B – movimento que defendia a revanche francesa contra a Inglaterra, desde a derrota de Waterloo, no século XIX. C – ideal de revanche contra a Alemanha, desde a derrota na guerra franco-prussiana. D – movimento que defendia a expansão militarista francesa contra o expansionismo colonialista alemão e italiano.
  57. 57. O QUE FOI O REVANCHISMO FRANCÊS? A - movimento que preconizava a expansão da França através da anexação dos territórios ocupados por povos germânicos e eslavos. B – movimento que defendia a revanche francesa contra a Inglaterra, desde a derrota de Waterloo, no século XIX. C – ideal de revanche contra a Alemanha, desde a derrota na guerra franco-prussiana. D – movimento que defendia a expansão militarista francesa contra o expansionismo colonialista alemão e italiano.
  58. 58. O período entre guerras foi marcado por insatisfações que criaram ressentimentos nacionalistas e rivalidades. Nesse contexto, o Plano Dawes era: a) Um acordo entre os países vitoriosos na guerra e a Áustria, referente ao pagamento de indenizações. b) Um acordo entre os países vitoriosos na guerra e a Turquia, referente a indenizações. c) Um acordo em que 65 países se comprometiam a renunciar à guerra e a apoiarem a Liga das Nações. d) Um acordo entre os EUA e a Hungria estabelecendo a perda por parte desta de vários de seus territórios. e) Um plano negociado por um comitê aliado com os alemães, reescalonando o pagamento das reparações devidas pela Alemanha aos vitoriosos da 1ª Guerra Mundial.
  59. 59. O período entre guerras foi marcado por insatisfações que criaram ressentimentos nacionalistas e rivalidades. Nesse contexto, o Plano Dawes era: a) Um acordo entre os países vitoriosos na guerra e a Áustria, referente ao pagamento de indenizações. b) Um acordo entre os países vitoriosos na guerra e a Turquia, referente a indenizações. c) Um acordo em que 65 países se comprometiam a renunciar à guerra e a apoiarem a Liga das Nações. d) Um acordo entre os EUA e a Hungria estabelecendo a perda por parte desta de vários de seus territórios. e) Um plano negociado por um comitê aliado com os alemães, reescalonando o pagamento das reparações devidas pela Alemanha aos vitoriosos da 1ª Guerra Mundial.
  60. 60. Entre os primeiros movimentos nacionalistas que se desenvolveram na Europa no início do século XX destacam- se: a) o pan-eslavismo e o pangermanismo b) o revanchismo e a armada c) o pan-eslavismo e o revanchismo germânico d) o pangermanismo e o revanchismo britânico e) a armada e o pangermanismo
  61. 61. Entre os primeiros movimentos nacionalistas que se desenvolveram na Europa no início do século XX destacam-se: a) o pan-eslavismo e o pangermanismo b) o revanchismo e a armada c) o pan-eslavismo e o revanchismo germânico d) o pangermanismo e o revanchismo britânico e) a armada e o pangermanismo
  62. 62. O estopim da Primeira guerra mundial foi: a) o assassinato do arquiduque Francisco Ferdinando b) A criação da grande Sérvia c) A crise do Marrocos d) o assassinato do primeiro ministro Winston Churchill e) o revanchismo francês
  63. 63. O estopim da Primeira guerra mundial foi: a) o assassinato do arquiduque Francisco Ferdinando b) A criação da grande Sérvia c) A crise do Marrocos d) o assassinato do primeiro ministro Winston Churchill e) o revanchismo francês
  64. 64. Ao longo do século XX, o movimento operário brasileiro se organizou e lutou de diferentes formas. Em 1917, ocorreu em São Paulo e no Rio de Janeiro a primeira greve geral na história desse movimento. A orientação ideológica das lideranças dessa greve e uma de suas reivindicações estão indicadas, respectivamente, em: a) socialista e fim dos castigos corporais b) comunista e luta por melhores salários c) liberal e intervenção do Estado na economia d) anarco-sindicalista e diminuição da jornada de trabalho
  65. 65. Ao longo do século XX, o movimento operário brasileiro se organizou e lutou de diferentes formas. Em 1917, ocorreu em São Paulo e no Rio de Janeiro a primeira greve geral na história desse movimento. A orientação ideológica das lideranças dessa greve e uma de suas reivindicações estão indicadas, respectivamente, em: a) socialista e fim dos castigos corporais b) comunista e luta por melhores salários c) liberal e intervenção do Estado na economia d) anarco-sindicalista e diminuição da jornada de trabalho
  66. 66. O tenentismo substituía o vazio deixado pela falta de lideranças civis que pudessem conduzir o processo revolucionário brasileiro que começava a sacudir as já caducas instituições políticas da República Velha“. De acordo com o texto, é correto afirmar que a) os "tenentes" queriam moralizar a política nacional, propondo uma ampla aliança de esquerda. b) os "tenentes" queriam deixar de ser "jagunços" nas mãos das oligarquias, amparados por um programa democrático. c) os "tenentes" queriam extinguir a democracia da República Velha, promovendo um regime ditatorial, único capaz de finalizar o atraso econômico representado pelas antigas oligarquias cafeeiras. d) os "tenentes" apresentavam-se como substitutos dos frágeis movimentos de oposição às oligarquias e à desorganização da sociedade. e) o tenentismo representou um movimento que buscava romper com a tradição de intervenção militar na política, presente desde a Proclamação da República.
  67. 67. O tenentismo substituía o vazio deixado pela falta de lideranças civis que pudessem conduzir o processo revolucionário brasileiro que começava a sacudir as já caducas instituições políticas da República Velha“. De acordo com o texto, é correto afirmar que a) os "tenentes" queriam moralizar a política nacional, propondo uma ampla aliança de esquerda. b) os "tenentes" queriam deixar de ser "jagunços" nas mãos das oligarquias, amparados por um programa democrático. c) os "tenentes" queriam extinguir a democracia da República Velha, promovendo um regime ditatorial, único capaz de finalizar o atraso econômico representado pelas antigas oligarquias cafeeiras. d) os "tenentes" apresentavam-se como substitutos dos frágeis movimentos de oposição às oligarquias e à desorganização da sociedade. e) o tenentismo representou um movimento que buscava romper com a tradição de intervenção militar na política, presente desde a Proclamação da República.
  68. 68. O QUE FOI O TENENTISMO? A – REVOLTA DOS TENENTES CONTRA OS CASTIGOS CORPORAIS B - REBELIÃO DE OFICIAIS DO EXÉRCITO DESCONTENTES COM A SITUAÇÃO POLÍTICA DO BRASIL. C - REBELIÃO DE OFICIAIS DO EXÉRCITO A FAVOR DAS OLIGARQUIAS ESTADUAIS. D – REBELIÃO DE OFICIAIS DO EXÉRCITO CONTRA AS PÉSSIMAS CONDIÇÕES DE HIGIENE E ALIMENTAÇÃO DOS QUARTEIS.
  69. 69. O QUE FOI O TENENTISMO? A – REVOLTA DOS TENENTES CONTRA OS CASTIGOS CORPORAIS B - REBELIÃO DE OFICIAIS DO EXÉRCITO DESCONTENTES COM A SITUAÇÃO POLÍTICA DO BRASIL. C - REBELIÃO DE OFICIAIS DO EXÉRCITO A FAVOR DAS OLIGARQUIAS ESTADUAIS. D – REBELIÃO DE OFICIAIS DO EXÉRCITO CONTRA AS PÉSSIMAS CONDIÇÕES DE HIGIENE E ALIMENTAÇÃO DOS QUARTEIS.

×