DESIGN DE INTERIORES - UNID III CORES E TEXTURAS

  • 3,055 views
Uploaded on

Material de aula da disciplina optativa Design de Interiores do curso de Design da Universidade do Estado do Pará - UEPa

Material de aula da disciplina optativa Design de Interiores do curso de Design da Universidade do Estado do Pará - UEPa

More in: Design
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
No Downloads

Views

Total Views
3,055
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
247
Comments
0
Likes
5

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ CENTRO DE CIÊNCIAS NATURAIS E TECNOLOGIA CURSO DE BACHARELADO EM DESIGN DESIGN DE INTERIORES Aplicação de Cores em Ambientes Profª Luciana Guimarães NOVEMBRO-2013
  • 2. Uso das cores no Design de Interiores       O uso correto das cores é umas das maiores armas do design de interiores, levando-se em consideração não apenas paredes, pisos e forros, mas também o mobiliário As cores criam uma atmosfera e podem mudar o humor de uma pessoa. A escolha das cores é uma questão subjetiva de bomsenso. O estudo das cores é realizado por diversas ciências (exatas, humanas e biológicas). Costuma-se dizer que as mulheres têm a percepção das cores mais aguçadas que o homem. Algumas cores são classificadas em femininas e masculinas
  • 3. Uso das cores no Design de Interiores      Combinação monocromática – variação de um mesmo tom Combinação primária Combinação policromática – uma das mais difíceis de se realizar Cores quentes – vermelho, laranja e amarelo Cores frias – azul, verde e índigo
  • 4. Uso das cores no Design de Interiores      O Preto é associado à morte, menos no Japão. Escolas, enfermarias e escritórios – cores alegres e brilhantes Fábricas – cores que passem sensação de segurança Restaurantes – cores que criem um ambiente aconchegante Lojas – cores amigas ou soberbas, dependendo do produto que está sendo vendido
  • 5. O significado das cores  VERMELHO - cor quente, ativa e estimulante. Fortalece o corpo e dá mais energia física, impulso sexual (é a cor do chakra sexual), força de vontade, conquista, liderança e senso de auto-estima. Interessante se usado em detalhes, pois é estimulante. Sensação de sucesso, força, aproxima as pessoas.
  • 6. O significado das cores  AMARELO – cor do sol, da luz. Sensação de riqueza, alegria, aconchego. Estimula apetite, intelecto, otimismo e criatividade e diminui a ansiedade e as preocupações.Reflete o hemisfério esquerdo do cérebro. É a cor ligada a inteligência. Atrai dinheiro e poder. Traz luz para a solução de problemas.O Dourado simboliza: vibração elevada, vigor, inteligência superior e nobreza.
  • 7. O significado das cores  LARANJA - movimento e pressa. É a mistura do vermelho com o amarelo, portanto traz as qualidades dessas duas cores. Traz sucesso, agilidade mental, atrai boa sorte e prosperidade; desencoraja a preguiça. Simboliza: encorajamento, estimulação, robustez, atração, gentileza, cordialidade, tolerância. Estimula a alegria e apetite. É a cor associada à adolescência.
  • 8. O significado das cores  ROSA – cor do romance e do amor espiritual (sem conotação sexual) É o vermelho, temperado com as qualidades do branco. Afasta energias negativas e promove fraternidade.
  • 9. O significado das cores  VERDE - cor da cura e da esperança É a cor mais harmoniosa e calmante de todas. Representa as energias da natureza, esperança, perseverança, segurança, satisfação e fertilidade. Usada em excesso, determina orgulho, superioridade e arrogância.
  • 10. O significado das cores  AZUL – cor da tranqüilidade e paz de espírito Reduz o stress e a ansiedade, traz saúde emocional, paz e calma. Promove o entendimento entre as pessoas. Favorece as atividades intelectuais e a meditação. Simboliza: devoção, fé, aspiração, sinceridade, lealdade, confiança e tranqüilidade. Essa cor deve ser evitada por pessoas com tendência à depressão.
  • 11. O significado das cores  VIOLETA - cor metafísica e da magia Ela é vista como a cor da energia cósmica e da inspiração espiritual. Ajuda a encontrar novos caminhos para a espiritualidade e a elevar nossa intuição espiritual. Traz poderes mentais. Simboliza: dignidade, devoção, piedade, sinceridade, espiritualidade, purificação e transformação. Quando usada em excesso acaba provocando manias e fanatismo.
  • 12. O significado das cores  MARROM – cor da disciplina, regras e uniformidade. Atrai dinheiro ganho através do trabalho. Usado em excesso traz autocrítica exagerada, dependência afetiva e isolamento.
  • 13. O significado das cores  CINZA ou PRATEADO – cor do equilíbrio e da estabilidade, por ser o equilíbrio do preto e do branco. Associado ao medo e à depressão. Evite usar em paredes.
  • 14. O significado das cores  PRETO – cor da introspecção e da autoanálise. O uso em excesso traz melancolia, depressão, tristeza, confusão, perdas e medo. Evitar esta cor em paredes. O uso em detalhes é sofisticado, demonstra classe, tem peso grande numa ambientação.
  • 15. O significado das cores  BRANCO – cor da pureza, sinceridade, verdade e limpeza. Pode ser usado como coringa, para todos os propósitos, substituto para qualquer cor. Em um ambiente todo branco perde-se a noção de espaço.
  • 16. Cromoterapia  Cromoterapia é um tratamento terapêutico baseado em cores que podem ajudar a curar moléstias que se apresentam em nosso corpo físico. É baseada nas sete cores do espectro solar e cada cor tem uma vibração específica, atuando desde o nível físico até os mais sutis.
  • 17. Cromoterapia     Propriedades terapêuticas das cores: Vermelho: Dá energia e vitalidade. Estimula o sangue e libera adrenalina. Combate resfriados sem febre. Dispensa o cansaço e ameniza dores reumáticas. Rosa forte: Age como desobstruidor e cauterizador das veias, vasos e artérias e eliminador de impurezas no sangue Rosa: Ativador, acelerador e eleminador de impurezas do sangue
  • 18. Cromoterapia     Propriedades terapêuticas das cores: Alaranjado: Tonifica, combate a fadiga, estimula o sistema respiratório e fixa o cálcio no organismo. Aumenta o otimismo. Energizador e eliminador de gorduras em áreas localizadas. Amarelo: Estimula o sistema nervoso central, contribui para a regeneração de problemas ósseos, bom para prisão de ventre, potencializa o fósforo e o sódio. Estimula o intelecto. Verde: Favorece o equilíbrio hormonal, estimula órgãos digestivos, tem ação refrescantes e anti-infecciosa. Alivia a insônia.
  • 19. Cromoterapia     Propriedades terapêuticas das cores: Azul: Calmante, analgésico, indicado nas infecções com febre. Atua no sistema nervoso, vasos, artérias e todo o sistema muscular. Combate o egoísmo e traz a harmonia. Índigo: Ação coagulante. Atua diretamente na corrente sangüínea. Usado em casos de ferimentos e sangramentos em geral. Estimula os cincos sentidos e a intuição. Violeta: Ação calmante e purificadora do sangue. Elimina toxinas e estimula a produção de leucócitos. Bom nos casos de pneumonia, tosse seca, asma, irritação da pele e dor ciática. Reduz medos e angústias, diminui a irritação.
  • 20. Os Signos do Zodiaco e as cores  Cada um dos doze signos do zodíaco está associado a determinadas cores. Ao usá-las em casa, você harmoniza o espaço em que vive com sua essência.
  • 21. Os Signos do Zodiaco e as cores SIGNOS CORES E TONS Áries Tons de vermelho Leão O dourado e todas as cores associadas à estrela solar, do amarelo ao vermelho, passando pelo laranja. Sagitário Azul, a cor do céu Câncer Bege-perolado ao cinza-clarinho, além do branco e das tonalidades pastel Peixes Verdes-piscina, azuis-esverdeados e todas as demais variações do azul Escorpião tons púrpura Gêmeos cores vistosas e brilhantes Aquário lilás e violeta Libra cores pastel, especialmente rosa, verde e azul Virgem Os tons da terra como: Ocres, amarelos-queimados e marrom Touro tonalidades suaves de verde e de rosa Capricórnio As cores mais escuras e sóbrias.
  • 22. AS CORES E O FENG SHUI Cor Vermelha Interpretação Feng Shui Rosa Casamento Branco Crianças Preto Carreira Azul Conhecimento Verde Família Amarelo Saúde Fama
  • 23. AS CORES E O FENG SHUI AZUL/ VERDE HALL MARRON SIM NÃO COZINHA VERMEL HO ROSA BRANCO CINZA/ PRETO SIM SIM NÃO SIM NÃO NÃO DORMITÓRIO PRINCIPAL SIM DORMITÓRIO CRIANÇAS SIM SIM BIBLIOT/ S. ESTUDO SIM SIM S. JANTAR SIM MULTIC OR SIM SIM SIM S. ESTAR BEGE/ AMARE LO BANHEIRO SIM SIM SIM SIM NÃO NÃO SIM SIM SIM
  • 24. AS CORES E O FENG SHUI AZUL VERDE ROSA VERM. ESCRT. CONTAB BRANCO CINZA/ PRETO SIM AGÊNCIA SIM ATELIE ARQT SIM SIM SIM PÚRURA OUTRAS OPÇÕES SIM SIM SIM EMP. COMPUT SIM BEGE/ AMARELO SIM INCORPO SIM CONS. MÉDICO SIM SIM ESCRT. ADVOG SIM SIM CONS. PSICOLO Cores dos 5 elem. SIM SIM SIM SIM SIM SIM SIM SIM SIM Cores dos 5 elem, multicolor
  • 25. AS CORES E O FENG SHUI   A melhor cor para a cozinha é a branca. Ela realça a cor dos alimentos O rosa é o mais adequado para o dormitório principal.
  • 26. As cores e os efeitos que elas produzem nos ambientes  O corredor parece mais curto Uma forma de fazer com que corredores muito longos pareçam mais curtos é pintar a parede no fim do corredor com uma cor quente ou escura.
  • 27. As cores e os efeitos que elas produzem nos ambientes  O teto parece mais baixo e o ambiente mais aconchegante Pintar o teto com uma cor quente ou escura, produz a sensação que o mesmo está rebaixado.
  • 28. As cores e os efeitos que elas produzem nos ambientes  A sala parece mais arejada e refrescante Pintar a sala com uma cor fria e o teto com uma cor fria de tonalidade mais clara, faz com que o teto pareça mais alto do que é.
  • 29. As cores e os efeitos que elas produzem nos ambientes  O ambiente parece maior Cores frias de tonalidades claras são muito indicadas para ampliar espaços, tornando-os mais leves e com maior luminosidade.
  • 30. As cores e os efeitos que elas produzem nos ambientes   Quando queremos fazer desaparecer um elemento arquitetônico, como uma viga ou um pilar, podemos transformá-lo em um elemento de fundo na composição ao pintálo da mesma cor do teto ou da parede. Já quando queremos tornar visível uma porta ou um trajeto a ser seguido, basta destacarmos essa porta ou o caminho usando cores fortes ou constrastantes.
  • 31. As cores e os efeitos que elas produzem nos ambientes    Cores frias afastam as superfícies, devendo ser utilizadas para ampliar ambientes pequenos. Tonalidades claras ajudam a reflexão da luz, aumentando a claridade do ambiente Com cores frias os ambientes ficam mais repousantes
  • 32. As cores e os efeitos que elas produzem nos ambientes  Cores quentes aproximam as superfícies. São ideais para “encurtar” visualmente corredores longos ou transformar ambientes grandes em espaços mais acolhedores
  • 33. As cores e os efeitos que elas produzem nos ambientes   A mesma cor no piso de diferentes ambientes integra e cria a sensação de continuidade espacial Diferentes ambientes em diferentes cores “retalham” o espaço, diminuindo-o visualmente. Use cor diferente somente em uma parede de cada ambiente para dar movimento sem retalhar.
  • 34. Esquemas de cores ACROMÁTICO  Utilização somente de preto, branco e tons de cinza, ou seja, nenhuma cor.  Opção sofisticada e impessoal  Transmite autoritarismo e frieza  Pode-se quebrar os pontos negativos com a utilização de texturas  Os hospitais e clínicas não utilizam mais esse esquema  Projetos Minimalistas freqüentemente usam esse esquema Quando optar por esse tipo de esquema, utilize o contraste entre os tons fortes e fracos para deixar o ambiente mais dinâmico
  • 35. Esquemas de cores NEUTRO  Considerado por alguns profissionais como esquema acromático  Tons como areia, algodão, cogumelo, terra, tons de marrom e bege  Não é considerada nem quente e nem frio  Deixam os ambientes com uma atmosfera refinada e elegante  Excelente opção para ambientes onde são expostas obras de arte ou mercadorias de cores vibrantes, já que acentua as peças  Nesse esquema pode-se abusar de texturas para enfatizar a proposta
  • 36. Esquemas de cores MONOCROMÁTICO  Opção pelo uso de apenas uma cor, em diferentes tonalidades, juntamente ou não com preto, branco, cinza ou ainda cores neutras.  Ideal para ambientes pequenos  Esquema bastante utilizado em home offices, lojas e consultórios  Ideal quando se deseja ressaltar uma propriedade específica de uma cor, como por exemplo, a tranqüilidade do azul-claro, ou a força de um vermelho na parede de uma loja com pé-direito duplo. Para não tornar o ambiente óbvio e monótono, explore ao máximo as características da cor, compondo-a com tons contrastantes para dar movimento. Use o branco para realçar a maioria das cores
  • 37. Esquemas de cores COMPLEMENTAR  Esquema muito harmônico  Para alguns profissionais, é o mais difícil de equilibrar  Cria combinações vibrantes, cheias de energia, ideais para shoping centers e lojas.  A combinação verde/vermelho é muito utilizada em restaurantes como fator de identificação da cultura italiana.
  • 38. Esquemas de cores TRIÁDICO  Aquele que emprega as 3 cores primárias  Ou aquele que utilize 3 cores eqüidistantes no círculo cromático.  Indicado para ambientes comerciais amplos que necessitem de uma atmosfera dinâmica, como escolas, academias de ginásticas, creches  É um dos esquemas mais difíceis, pois pode deixar o ambiente confuso e extremamente vibrante.
  • 39. Esquemas de cores MONOCROMÁTICO  Opção pelo uso de apenas uma cor, em diferentes tonalidades, juntamente ou não com preto, branco, cinza ou ainda cores neutras.  Ideal para ambientes pequenos  Esquema bastante utilizado em home offices, lojas e consultórios  Ideal quando se deseja ressaltar uma propriedade específica de uma cor, como por exemplo, a tranqüilidade do azul-claro, ou a força de um vermelho na parede de uma loja com pé-direito duplo.
  • 40. Criação de Atmosferas LUMINOSAS  Cores off white, neutras e o branco, criam uma sensação de luminosidade, de espaço aberto, limpo, amplo e arejado  Nessa atmosfera de poucos contrastes de tons, e predominância dos bem claros, pode-se utilizar diferentes texturas nas paredes e no piso para enriquecer o projeto  Qualquer cor adicionada à composição se destaca e pode ser usada tranqüilamente em ambientes de pouca luz
  • 41. Criação de Atmosferas ESPAÇOSA  Tons frios e claros são os indicados para ampliação visual dos espaços  Caso deseje um look mais calmo e elegante, opte por tonalidades entre o verde e o azul
  • 42. Criação de Atmosferas ACONCHEGANTE  Uso de cores quentes  Fica mais interessante uma composição com diferentes tonalidades de uma cor quente em contraste com uma cor fria viva
  • 43. Criação de Atmosferas DINÂMICA E ESTIMULANTE  A atmosfera torna-se bem dinâmica com o uso de cores primárias  Tome cuidado para não estimular demais o ambiente.  Um efeito menos dramático e bem dinâmico pode ser alcançado com uma composição que utilizae cores complementares  A mistura entre uma cor fria e uma quente é sempre muito harmoniosa e interessante.
  • 44. Criação de Atmosferas RELAXANTE E CALMA  Uso de cores neutras num esquema acromático com diferentes texturas e contrastes de tons podem ser relaxantes.  É sempre aconselhável colocar tons off white, que induzam a mente a um estado de espírito relaxado  A mesma família de cores, num esquema análogo, também favorece o relaxamento.
  • 45. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS        GURGEL, Miriam. Projetando Espaços: Design de Interiores. São Paulo: Editora Senac São Paulo, 2007. _____. Projetando Espaços: Guia de arquitetura de interiores para áreas residenciais. São Paulo: Editora Senac São Paulo, 2002. _____. Projetando Espaços: Guia de arquitetura de interiores para áreas comerciais. São Paulo:Editora Senac, 2005. LESLIE, Vera Fraga. Lugar-Comum: “Auto-ajuda” de decoração e estilo. São Paulo: Editora Senac São Paulo, 2001. MARTIN, Macarena San. Cooll Design Hotels. Barcelona: Loft Publication, 2007. _____. El Color en la Decoración. Barcelona: Loft Publication, 2008. ROSSBACH, Sarah. Feng Shui e a arte da cor: como as cores podem estimular a prosperidade, a energia e a felicidade em sua casa. Rio de Janeiro: Campus, 1998.