Your SlideShare is downloading. ×
Utilizacao sistema quantum_2009
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Utilizacao sistema quantum_2009

285
views

Published on

Published in: Education

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
285
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
2
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1.   Volume 3 - No 2 – Maio/Agosto de 2009 Utilização do Sistema Quantum de Educação Online no Ensino de Geometria Descritiva 1 Alvaro José Rodrigues de Lima 2 Luciana Guimarães Rodrigues de Lima 2 Cristina Jasbinschek Haguenauer 1 Escola de Belas Artes – EBA/UFRJ, Grupo de Estudos de Representação Gráfica em Ambientes Virtuais – GERGAV, Escola de Belas Artes da UFRJ e Laboratório de Pesquisas em Tecnologias da Informação e da Comunicação – LATEC/UFRJ - alvarogd@globo.com 2  Laboratório de Pesquisa em Tecnologias da Informação e da Comunicação – LATEC/UFRJ Escola de Comunicação - Universidade Federal do Rio de Janeiro www.latec.ufrj.br – e-mail: contato@latec.ufrj.br ResumoNeste artigo são apresentados os resultados de uma pesquisa envolvendo o uso dasferramentas do Sistema Quantum de Ensino Online, no suporte ao ensino presencialde Geometria Descritiva, na Escola de Belas Artes da Universidade Federal do Riode Janeiro. Este trabalho foi desenvolvido em parceria entre dois grupos depesquisa da UFRJ: o Grupo de Estudos de Representação Gráfica em AmbientesVirtuais - GERGAV, da Escola de Belas Artes e o Laboratório de Pesquisa emTecnologias da Informação e da Comunicação – LATEC, ambos da UniversidadeFederal do Rio de Janeiro.Palavras-Chave: Ambientes Virtuais de Aprendizagem, Tecnologia na EducaçãoEnsino Semipresencial. 33Universidade Federal do Rio de Janeiro – Escola de Comunicação - Laboratório de Pesquisaem Tecnologias da Informação e da Comunicação – LATEC/UFRJ
  • 2.   Volume 3 - No 2 – Maio/Agosto de 2009 Using the Quantum System of Online Education to Teach Descriptive Geometry AbstractThis article presents the results of a study involving the use of Online QuantumTeaching System tools, to support presencial classes of Descriptive Geometry at ArtsSchool at Federal University of Rio de Janeiro (UFRJ). This work was developed inpartnership between two research groups in UFRJ: Group for the Study of GraphicalRepresentation in Virtual Environments - GERGAV, Arts School and Information andCommunication Technologies Research Laboratory - LATEC, both from theUniversity of Rio de Janeiro (UFRJ).Keywords: Virtual Learning Environments, Technology in semi-presential EducationTeaching.IntroduçãoA utilização de Ambientes Virtuais de Aprendizagem no Ensino de GeometriaDescritiva, na Escola de Belas Artes da UFRJ, foi possível a partir doestabelecimento de parcerias entre o Grupo de Estudos de Representação Gráficaem Ambientes Virtuais - GERGAV, da Escola de Belas Artes, o Laboratório dePesquisa em Tecnologias da Informação e da Comunicação – LATEC/UFRJ e aempresa SEMEAR, desenvolvedora do Sistema Quantum de Educação Online.Essa parceria surge a partir da utilização do Sistema Quantum como base paradesenvolvimento do sistema utilizado pelo Centro de Educação Superior a Distânciado Estado do Rio de Janeiro – CEDERJ, formado pelo consórcio das universidadespúblicas do Estado do Rio de Janeiro, congregando seis universidades: UENF,UERJ, UniRio, UFF, UFRJ e UFRRJ (HAGUENAUER et all. 2002).A partir desse momento, estabeleceu-se uma parceria com vistas ao aprimoramentoda plataforma e ao desenvolvimento de pesquisas sobre o desempenho do sistema 34Universidade Federal do Rio de Janeiro – Escola de Comunicação - Laboratório de Pesquisaem Tecnologias da Informação e da Comunicação – LATEC/UFRJ
  • 3.   Volume 3 - No 2 – Maio/Agosto de 2009em experiências de Ensino a Distância, ensino semi-presencial e da criação deAmbientes Virtuais de Aprendizagem (AVA) (Haguenauer ET AL 2001, 2002, 2003,2004, 2005, 2006, 2007, 2008 e 2009) (figura 1). Figura 1: Página inicial da Plataforma Quantum utilizada pelo LATEC/UFRJ  http://www.latec.locaweb.com.br/quantum/latec2/default2.asp.A pesquisa relatada neste artigo tem como objetivo a análise do desempenho dasferramentas do Sistema Quantum no apoio ao ensino presencial e sua influência naeficiência do Processo Ensino – Aprendizagem, tanto do ponto de vista do profesor,quanto do aluno.Moran (2004) estabelece algumas estratégias básicas para início de um cursosemipresencial. Ele sugere que o professor, ao realizar atividade no laboratório deinformática, deve orientar seus alunos a pesquisar na internet materiais significativosrelacionados ao conteúdo a ser trabalhado e a distinguir informações pertinentes deinformações sem referência. Além disso, é necessário ter familiaridade com aplataforma virtual, as ferramentas e suas funções. 35Universidade Federal do Rio de Janeiro – Escola de Comunicação - Laboratório de Pesquisaem Tecnologias da Informação e da Comunicação – LATEC/UFRJ
  • 4.   Volume 3 - No 2 – Maio/Agosto de 2009 (...) é necessário melhorar o acesso às redes digitais, precisamos tornar a escola um espaço vivo, agradável, estimulante, com professores bem remunerados e preparados; com currículos mais ligados à vida dos alunos; com metodologias mais participativas, que tornem os alunos mais pesquisadores, ativos; com aulas mais centradas em projetos do que em conteúdos prontos; com atividades em outros espaços que não a sala de aula, mais semipresenciais e on-line, principalmente no ensino superior. (MORAN, 2007 p.10)Sobre as ferramentas típicas dos ambientes virtuais de aprendizagem, Ulbricht eVanzin (2006, pp. 92-99) alertam para as “metáforas de escola, sala de aula, deprofessor” reproduzirem o desgastado ensino tradicional, daí seu uso deverá sempreestar amparado numa sólida metodologia pedagógica. É importante ressaltar que o projeto pedagógico, ou desenho instrucional, ocupa um papel central no desenvolvimento de programas de ensino on-line. Alguns dos elementos analisados no projeto pedagógico, formam a base para a escolha da melhor estratégia de ensino, como por exemplo, as características do público alvo, as circunstâncias de aprendizagem, os recursos tecnológicos disponíveis etc. Caso algumas destas premissas não se confirmem, o resultado final será automaticamente comprometido. (HAGUENAUER et al, 2003).A importância de um planejamento criterioso é ressaltada por Haguenauer et AL(2003); A escolha das ferramentas e atribuição de suas funções deve ser realizada com todo cuidado, pois, em função do elevado número de combinações de ferramentas e funcionalidades existe uma grande tendência de ocorrer duplicidade de funções, ou seja, as ferramentas passam a competir entre si como canais de comunicação. Assim, é fundamental que o desenho instrucional envolva uma análise criteriosa das ferramentas e suas funções. (HAGUENAUER et all, 2003).Tavares (2007) destaca que, embora a abordagem de reflexão crítica não estejaapenas direcionada para o ensino online, ela contribui sobremaneira para confrontara teoria e a prática na formação de professores nesse meio. Ela aponta que, maisque um treinamento tecnológico ou de interação online, através das ferramentaschats, e-mails e listas de discussão, é necessário um estudo aprofundado doconteúdo a ser abordado, retirando, assim, a visão simplista do “aprender fazendo”. 36Universidade Federal do Rio de Janeiro – Escola de Comunicação - Laboratório de Pesquisaem Tecnologias da Informação e da Comunicação – LATEC/UFRJ
  • 5.   Volume 3 - No 2 – Maio/Agosto de 2009O Sistema QuantumQuantum é um Sistema de Gerenciamento da Aprendizagem (SGA) (LearningManagement System - LMS). Esse tipo de sistema também é conhecido comoPlataforma de Ensino Online ou Plataforma de Ensino a Distância.O Sistema Quantum disponibiliza uma ampla variedade de ferramentas efuncionalidades para apoio tanto às atividades administrativas quanto às atividadesde ensino propriamente ditas. Dentre as funcionalidades disponibilizadas, pode-sedestacar a criação de avaliações, a disponibilização de apresentações deconteúdos, a realização de cadastros e controles acadêmicos, criação de turmas,matrícula de alunos, seleção de ferramentas, atribuição de nomes para asferramentas etc.Merece destaque o alto grau de flexibilização que a plataforma oferece, paraconfiguração das ferramentas e aplicação de diferentes projetos gráficos para astelas, além da criação de diferentes perfis de usuários e na atribuição de permissõespara esses usuários.Ferramentas UtilizadasA seguir, são apresentadas e analisadas as ferramentas selecionadas e asestratégias de aprendizagem definidas para cada ferramenta, utilizadas na disciplinaGeometria Descritiva.Dentre todas as ferramentas disponibilizadas pela Plataforma Quantum, foramescolhidas as seguintes: Agenda, Bibliografia, Bloco de Notas, Chat, Colaboração,E-mail, Fórum, Downloads (renomeada para Gabaritos e Resultados), Mural,Perguntas Freqüentes e Tira-dúvidas (figura 2). 37Universidade Federal do Rio de Janeiro – Escola de Comunicação - Laboratório de Pesquisaem Tecnologias da Informação e da Comunicação – LATEC/UFRJ
  • 6.   Volume 3 - No 2 – Maio/Agosto de 2009 Figura 2: Ferramentas do curso.AgendaA Agenda (figura 3) foi uma ferramenta de grande utilidade no curso, pois serviupara mostrar aos alunos todo o planejamento da disciplina ao longo do período. Elaé prática e de fácil manuseio para indicar as datas das aulas, entrega dos trabalhos,revisões e provas. Com a cor vermelha é destacado o dia em que há atividades.Pode-se, também, verificar as datas dos meses posteriores e anteriores.Bloco de NotasO Bloco de Notas é um recurso disponível para alunos e professores fazeremregistros e anotações. Funciona como um “rascunho”, ou um “diário de bordo”, ondeo aluno ou o professor registram suas idéias para, posteriormente, acrescentar emoutras ferramentas da própria plataforma, como Fórum, E-mail, ou para seuspróprios registros de avaliação. Somente o usuário tem acesso (figura 4). 38Universidade Federal do Rio de Janeiro – Escola de Comunicação - Laboratório de Pesquisaem Tecnologias da Informação e da Comunicação – LATEC/UFRJ
  • 7.   Volume 3 - No 2 – Maio/Agosto de 2009 Figura 3: Ferramenta Agenda. Figura 4: Bloco de notas.ChatConhecido também como bate-papo, o Chat é um recurso de comunicação síncrona,isto é, simultânea. É necessário determinar horários e o número de participantes,além de um mediador para organizar as perguntas, respostas e os comentários. Hátambém a opção do histórico, onde é possível verificar os registros nos últimos trêsmeses (figura 5). Figura 5: Interface da Ferramenta Chat. 39Universidade Federal do Rio de Janeiro – Escola de Comunicação - Laboratório de Pesquisaem Tecnologias da Informação e da Comunicação – LATEC/UFRJ
  • 8.   Volume 3 - No 2 – Maio/Agosto de 2009ColaboraçãoColaboração é um espaço destinado à participação dos alunos, através deilustrações, modelos e textos. Os responsáveis do curso criam as categorias deacordo com as necessidades da disciplina Além disso, os modelos digitaisconstruídos pelos alunos, utilizando o programa de modelagem 3D Studio Max,foram expostos nessa ferramenta (figura 6). Figura 6: Ferramenta Colaboração. 40Universidade Federal do Rio de Janeiro – Escola de Comunicação - Laboratório de Pesquisaem Tecnologias da Informação e da Comunicação – LATEC/UFRJ
  • 9.   Volume 3 - No 2 – Maio/Agosto de 2009E-mailA ferramenta E-mail foi imprescindível para a comunicação entre professor, tutor ealunos. Em alguns momentos, ela foi utilizada como lista de distribuição, onde erapossível enviar o mesmo e-mail para todos os alunos da turma, facilitando, assim, otrabalho do professor.Os alunos, no entanto, buscaram outras alternativas para se comunicar, utilizandoas ferramentas mural, tira dúvidas e sua ferramenta de e-mail pessoal (figura 7). Figura 7: Ferramenta E-mail. 41Universidade Federal do Rio de Janeiro – Escola de Comunicação - Laboratório de Pesquisaem Tecnologias da Informação e da Comunicação – LATEC/UFRJ
  • 10.   Volume 3 - No 2 – Maio/Agosto de 2009FórumPermite que tanto professores como alunos exponham suas idéias e opiniões sobreassuntos referentes à disciplina. Ocorre de maneira assíncrona, isto é, cadaparticipante pode participar no horário que lhe convier (figura 8).Gabaritos e ResultadosInicialmente, a intenção do professor era disponibilizar apenas os gabaritos dosexercícios, mas verificou-se que, para melhor atendimento às necessidades dosalunos, essa ferramenta funcionaria melhor disponibilizando também os resultadosdos trabalhos desenvolvidos pelos alunos, permitindo assim consulta pelos colegas.Essa ferramenta facilitou bastante o trabalho do professor, principalmente porque foipossível disponibilizar arquivos de modelos em 3D e os alunos puderam fazersimulações das questões de provas (figura 9). Figura 8: Fórum. Figura 9: Gabaritos e Resultados. 42Universidade Federal do Rio de Janeiro – Escola de Comunicação - Laboratório de Pesquisaem Tecnologias da Informação e da Comunicação – LATEC/UFRJ
  • 11.   Volume 3 - No 2 – Maio/Agosto de 2009MuralFoi estabelecido e explicado pelo professor que essa ferramenta serviria para osalunos e visitantes postarem uma breve apresentação pessoal (figura 10).Perguntas FrequentesA ferramenta Perguntas Freqüentes (FAQ - Frequently Asked Questions)disponibiliza perguntas e respostas previamente selecionadas e organizadas peloprofessor, formando assim uma espécie de “biblioteca” de perguntas e respostas.Essa ferramenta facilita bastante o trabalho do professor, à medida que este nãoprecisa responder repetidamente às mesmas perguntas e os alunos podemconsultar a ferramenta Perguntas Freqüentes durante seu estudo e antes deformular sua própria pergunta, para verificar se uma pergunta semelhante já foirealizada antes (figura 11). Figura 10: Mural. Figura 11: Perguntas Frequentes. 43Universidade Federal do Rio de Janeiro – Escola de Comunicação - Laboratório de Pesquisaem Tecnologias da Informação e da Comunicação – LATEC/UFRJ
  • 12.   Volume 3 - No 2 – Maio/Agosto de 2009Tira dúvidasFerramenta para esclarecer as dúvidas dos alunos. Funciona de forma assíncrona,isto é, a pergunta é feita para o professor e, posteriormente, quando ele entrar nosistema, ele a responderá (figura 10). Da mesma forma que a ferramenta PerguntasFreqüentes, essa ferramenta também facilita o trabalho do professor, e ajuda oaluno em seu estudo e antes de formular sua própria pergunta. A principal diferençaentre as duas ferramentas está no fato de que a primeira consiste em uma lista deperguntas e respostas previamente organizadas pelo professor, enquanto que asegunda reflete as dúvidas dos alunos da disciplina em curso (figura 12). Figura 12. Ferramenta Tira-Dúvidas 44Universidade Federal do Rio de Janeiro – Escola de Comunicação - Laboratório de Pesquisaem Tecnologias da Informação e da Comunicação – LATEC/UFRJ
  • 13.   Volume 3 - No 2 – Maio/Agosto de 2009Considerações FinaisCom a utilização dos recursos da Plataforma Quantum tornaram-se possíveis váriasformas de interação entre o professor e os alunos. O professor pôde disponibilizartanto animações vetoriais em flash, quanto arquivos de objetos em 3D, facilitandoespecialmente o exercício de visualização espacial. Os alunos também puderam,usando as diferentes ferramentas da plataforma, tirar dúvidas, contribuir com figuras,textos e modelos tridimensionais.Os alunos que passam maior tempo na internet e que estão mais familiarizados comas Novas Tecnologias da Informação e da Comunicação (NTICs) são os que maisparticipam do Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA).Com relação à motivação, destaca-se que os alunos apreciaram especialmente apossibilidade de melhorar sua capacidade de visualização tridimensional, aprendermais facilmente, acessar animações explicativas, conferir gabaritos dos exercícios econsultar a agenda.ReferênciasHAGUENAUER, Cristina Jasbinschek et all. A Influência da Plataforma deGerenciamento de EAD no Desenvolvimento de Programas de Ensino via WEB:uma Experiência do LATEC/UFRJ. In: IX Congresso Internacional de Educação aDistância, 2002, São Paulo. Anais do IX Congresso Internacional de Educação aDistância, 2002.HAGUENAUER, Cristina Jasbinschek et all. Análise das Ferramentas deComunicação da Plataforma CEDERJ / Sistema Quantum in X CongressoInternacional de Educação a Distância – ABED, Porto Alegre, Brasil,2003.KENSKI, Vani Moreira. Educação e tecnologias: O novo ritmo da informação.Campinas, SP: Papirus, 2007. 45Universidade Federal do Rio de Janeiro – Escola de Comunicação - Laboratório de Pesquisaem Tecnologias da Informação e da Comunicação – LATEC/UFRJ
  • 14.   Volume 3 - No 2 – Maio/Agosto de 2009LIMA, Alvaro José Rodrigues et all. Espaço GD – Uma experiência Semipresencialde Ensino de Geometria Descritiva in GRAPHICA 2007 – XVIII Simpósio Nacional deGeometria Descritiva e VII International Conference on Graphics Engineering for Artsand Design, Curitiba, 2007.LIMA, A. J. R; HAGUENAUER, C.J.; CUNHA, G.G.; EAD e o Ensino Presencial deGeometria Descritiva; Décimo Terceiro Congresso Internacional de Educação aDistância: Em Busca de Novos Domínios e Novos Públicos Através da Educação aDistância.; Curitiba; BRASIL,2007; Volume:1; Número da página inicial:1; Número dapágina final:11 URL:http://www.abed.org.br/congresso2007/tc/54200743252PM.pdfacesso em setembro de 2008.MORAN, José Manuel. Propostas de mudança nos cursos presenciais com aeducação on-line. In: CONGRESSO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO ADISTÂNCIA, 11., 2006, Salvador. Anais eletrônicos... Salvador, BA: ABED, 2004.Disponível em: <http://www.eca.usp.br/prof/moran/propostas.htm> Acesso em:06 deabril de 2008.MORAN, José Manuel. A educação que desejamos: novos desafios e como chegarlá. Campinas: Papirus, 2007.MORAN, José. Manuel. O que aprendi sobre avaliação em cursos semipresenciaisIn SILVA, Marco & SANTOS, Edméa. Avaliação da aprendizagem em educaçãoonline . São Paulo , Loyola, 2006.TAVARES, K. A formação do professor online: de listas de recomendação à reflexãocrítica. Palestra ministrada no II Seminário de Estudos em Linguagem, Educação eTecnologia (Seminário LingNet), Faculdade de Letras, UFRJ, maio de 2007. 46Universidade Federal do Rio de Janeiro – Escola de Comunicação - Laboratório de Pesquisaem Tecnologias da Informação e da Comunicação – LATEC/UFRJ
  • 15.   Volume 3 - No 2 – Maio/Agosto de 2009Sobre os Autores Álvaro José Rodrigues de Lima Álvaro José Rodrigues de Lima é Professor Assistente da disciplina Geometria Descritiva da Escola de Belas Artes da Universidade Federal do Rio de Janeiro. É Mestre em Ciências em Arquitetura pela FAU da UFRJ e atualmente é doutorando do Programa de Engenharia Civil da COPPE da UFRJ, área de concentração em Sistemas Computacionais na linha de pesquisa Visualização Científica e Realidade Virtual no Laboratório de Métodos Computacionais em Engenharia - LAMCE. Coordenador do Projeto de Pesquisa O Uso da Internet no Ensino da Geometria Descritiva, criador e coordenador do GERGAV- Grupo de Estudos de Representação Gráfica em Ambientes Virtuais, tendo como áreas de interesse Realidade Virtual e Realidade Aumentada e suas aplicações. Luciana Guimarães Rodrigues de Lima Mestre em Linguística Aplicada pelo Programa Interdisciplinar de Linguística Aplicada da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Participa do projeto Portal Espaço GD como pesquisadora Associada do GERGAV - Grupo de Estudos de Representação Gráfica em Ambientes Virtuais - da Escola de Belas Artes da UFRJ. Editora Executiva das Revistas EducaOnline e Realidade Virtual. Professora de Artes Visuais da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro. Professora de Artes Visuais da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro e da UniverCidade, onde leciona a disciplina Novas Tecnologias para Comunicação para o curso de Publicidade e Propaganda. Cristina Jasbinschek Haguenauer Graduada em Engenharia Civil pela UERJ (1985), Mestre em Engenharia pela PUC-RJ (1988) e Doutora em Ciências de Engenharia UFRJ (1997). Atualmente é professora Associada da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Atua em ensino, pesquisa e consultoria na área de Tecnologias da Informação e da Comunicação, com foco em Educação a Distância, Capacitação Profissional, Formação Continuada, Produção de Hipermídia, Jogos Educativos, Ambientes Virtuais de Aprendizagem, Portais de Informação e Realidade Virtual. 47Universidade Federal do Rio de Janeiro – Escola de Comunicação - Laboratório de Pesquisaem Tecnologias da Informação e da Comunicação – LATEC/UFRJ

×