A alfabetização científica da teoria a prática no ensino de ciências naturais

10,347 views
9,999 views

Published on

Na apresentação busca-se analisar a questão do ensino de Ciências Naturais nas Séries Iniciais da educação fundamental para o processo de alfabetização científica. Enfatiza-se que a alfabetização científica é uma atividade docente que pode e deve ser desenvolvida propiciando a organização do cotidiano escolar que precisam se adequar, particularmente os das escolas de ensino fundamental das redes públicas.

Published in: Education
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
10,347
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3
Actions
Shares
0
Downloads
244
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

A alfabetização científica da teoria a prática no ensino de ciências naturais

  1. 1. Luciana Barbosa Corrêa Pós-graduanda em Química - PPGquim/UFMA Marcia Rosana Brito Profª Esp. em Gestão, Supervisão e Orientação Escolar – SEEDUC-MA/CAPEM A ALFABETIZAÇÃO CIENTÍFICA DA TEORIA A PRÁTICA NO ENSINO DE CIÊNCIAS NATURAIS NAS SÉRIES INICIAIS: ALGUNS ELEMENTOS DE ANÁLISE DO COTIDIANO ESCOLAR
  2. 3. CONCEITO DA ALFABETIZAÇÃO CIENTÍFICA Segundo Chassot (2002), o significado ampliado da expressão ser alfabetizado cientificamente é saber ler a linguagem em que está escrita a natureza.
  3. 4. <ul><li>A alfabetização científica, constitui-se como uma das grandes linhas de investigação no ensino de ciências, na definição de Krasilchik (1992): </li></ul>Este movimento relaciona-se à mudança dos objetivos do ensino de ciências, em direção à formação geral da cidadania, tendo hoje papel importante no panorama internacional, estando estreitamente relacionado à própria crise educacional e a incapacidade da escola em dar aos alunos os elementares conhecimentos necessários a um indivíduo cientificamente alfabetizado.
  4. 5. ALGUNS ELEMENTOS DE ANÁLISE DO COTIDIANO ESCOLAR 1 IMPORTÂNCIA INICIATIVAS DIDÁTICAS – METODOLOGICAS 2 CONSIDERAÇÕES FINAIS 4 ATUAÇÃO DOCENTE 3
  5. 6. O QUE A EDUCAÇÃO TEM HAVER COM A ALFABETIZAÇÃO CIENTÍFICA?
  6. 7. IMPORTÂNCIA DA ALFABETIZAÇÃO CIENTÍFICA <ul><li>AMPLIAÇÃO DO CONHECIMENTO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA </li></ul><ul><li>DESENVOLVIMENTO DO INDIVÍDUO COMO SER SOCIAL E CULTURAL </li></ul>
  7. 8. INICIATIVAS DIDÁTICAS – METODOLOGICAS De acordo com Lorenzetti & Delizoicov(2001) “ ...o pressuposto é que a escola não dá conta de proporcionar todas as informações científicas que os cidadãos necessitam ao longo da escolarização e, que permeando-a existe uma série de espaços e meios que podem auxiliar na complexa tarefa de possibilitar a compreensão do mundo”
  8. 9. INICIATIVAS DIDÁTICAS – METODOLOGICAS <ul><li>Dentre as atividades consideradas em alguns trabalhos e possíveis de serem desenvolvidos tanto na etapa onde o código escrito ainda não é completamente dominado pelos alunos, como naquela em que estes começam a dominá-lo, destacam-se: </li></ul><ul><li>o uso sistemático da literatura infantil, do teatro e de vídeos educativos; </li></ul><ul><li>explorar didaticamente artigos de revistas; </li></ul><ul><li>visitas a museus, zoológicos, indústrias; </li></ul><ul><li>organização e participação em feiras de ciências; </li></ul><ul><li>o uso de computadores com internet. </li></ul>
  9. 10. ATUAÇÃO DOCENTE Reflete-se sobre a atuação docente e o papel de um agente transformador que está se exigindo do professor que precisa desenvolver tanto o espírito crítico e a criatividade, como envolver-se com a sua comunidade sendo um formador de opiniões .
  10. 11. CONSIDERAÇÕES FINAIS <ul><li>De acordo com a nossa realidade, que alguns desafios precisam ser enfrentados, particularmente as formas de organização do cotidiano escolar das escolas de ensino fundamental das redes públicas que precisam se adequar; </li></ul>
  11. 12. CONSIDERAÇÕES FINAIS <ul><li>A atuação docente que necessita passar por um processo de formação continuada em serviço que articule organicamente ao trabalho docente, de modo a poder fornecer condições materiais, profissionais e intelectuais capazes de assegurar aos professores uma atuação educativa na perspectiva proposta. </li></ul>
  12. 13. Obrigada.

×