Your SlideShare is downloading. ×
0
Apresentacao final monografia_lucia_vaz
Apresentacao final monografia_lucia_vaz
Apresentacao final monografia_lucia_vaz
Apresentacao final monografia_lucia_vaz
Apresentacao final monografia_lucia_vaz
Apresentacao final monografia_lucia_vaz
Apresentacao final monografia_lucia_vaz
Apresentacao final monografia_lucia_vaz
Apresentacao final monografia_lucia_vaz
Apresentacao final monografia_lucia_vaz
Apresentacao final monografia_lucia_vaz
Apresentacao final monografia_lucia_vaz
Apresentacao final monografia_lucia_vaz
Apresentacao final monografia_lucia_vaz
Apresentacao final monografia_lucia_vaz
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Apresentacao final monografia_lucia_vaz

209

Published on

Apresentação final da minha Monografia - Pós Graduação em Gestão Estratégica de Pessoas - FIA - 2010

Apresentação final da minha Monografia - Pós Graduação em Gestão Estratégica de Pessoas - FIA - 2010

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
209
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Fundação Instituto de AdministraçãoO Papel do Profissional de RecursosHumanos no processo de e-learning Lucia da Costa Vaz Orientadora: Profª Drª Liliana Vasconcellos Maio/2010
  • 2. O Papel do profissional de RH no processo de e-learning Sumário Metodologia da Pesquisa Introdução Pesquisa Resultados Bibliográfica  Questionário Contexto  Matriz de Objetivos da atividadespesquisa Lucia da Costa Vaz
  • 3. O Papel do profissional de RH no processo de e-learning ContextoProcessos de e- Profissionaisaprendiza T&D EAD de RH learning gem Explorados pelo ambiente empresarial CompetênciasOperações Gestão Gestão Atendimento Suporte a de cadeia de e-commerce relacionamento ao cliente Vendas negócios Suprimentos com cliente Internet Final dos anos 90 - Início ano 2000 Ambiente de alta competitividade Lucia da Costa Vaz
  • 4. O Papel do profissional de RH no Processo de e-learning Objetivos da PesquisaObjetivo GeralAnalisar o papel e as competências necessárias ao profissional de RH nos projetos dee-learning.Objetivos Específicos  Descrever o programa de e-learning das empresas pesquisadas.  Analisar papéis e responsabilidades da área/profissional de RH responsável pelo e-learning.  Estudar as competências necessárias ao profissional de RH para que desempenhe suas funções de gestor de e-learning. Lucia da Costa Vaz
  • 5. O Papel do profissional de RH no Processo de e-learning Pesquisa Bibliográfica e-learning CompetênciasPapel doProfissional de  Atividades e ProcessosRH  Fatores críticos de sucesso  Competências do profissional de RH Treinamento  Papel do gestor de  As competências do Educação e-learning gestor de e-learningCorporativa - ROSENBERG - FLEURY- ULRICH - EBOLI - FISCHER- FISCHER e ALBUQUERQUE - CARDOSO - DUTRA- EBOLI - MOORE-KEARSLEY - FISCHER e ALBUQUERQUE - ABED - ASSOC. BRAS. ENSINO a DISTÂNCIA - CARDOSO - MAXIMINIANO, KUNIYOSHI e VASCONCELLOS - JACOBSOHN - PORTAL E-LEARNING BRASIL - CAVALHEIRO Lucia da Costa Vaz
  • 6. O Papel do profissional de RH no Processo de e-learning Metodologia de PesquisaFontes e técnicas Profissionais de Recursos Humanos Amostraresponsáveis pelo programa de e-learning nasorganizações.  6 profissionais. Entrevistas e matrizes de atividades coletadas Diversos cargos na hierarquia organizacional :Gerentes, Diretores, Analistas, Consultores. Análise dos dados Perfis dos entrevistados escolhidos pela sua  Análise qualitativa (conteúdo)relevância ao tema pesquisado Entrevistas com temas e questões abertas INSTRUMENTOS E MÉTODOS DE COLETA DE DADOS Questionários e Entrevistas: Matriz de atividades: 16 questões 7 etapas do processo de e-learning RESULTADOS Lucia da Costa Vaz
  • 7. O Papel do profissional de RH no Processo de e-learningMetodologia de Pesquisa – Roteiro/Questionário Lucia da Costa Vaz
  • 8. O Papel do profissional de RH no Processo de e-learning Metodologia de Pesquisa – Matriz de Atividades Atividades Áreas ou papéis Consultor Gestor de Gestor do Diretoria/ Governança TI Funcionários Fornecedor Interno RH e-learning negócio Alta Administração CorporativaFase de Pré-ProjetoCaptar apoio da alta gestão ao projetoDefinir objetivos do projeto de e-learningMapear a expertise em e-learning da equipe de projetoMapear familiaridade do público-alvo comtecnologia de aprendizagem on linePlanejamentoGestão do ProjetoEnvolvimento dos gestores de negócioLevantamento das necessidades de treinamentoSeleção de fornecedoresIdentificar e definir recursosIdentificar e definir metodologia de aprendizadoDefinir indicadores e métricas paraacompanhamento de resultadosAnalisar os recursos de TecnologiaDefinir InvestimentoAprovaçãoContruçãoInserir conteúdos onlineImplantaçãoDefinir turma pilotoMedir impacto do novo conhecimento/habilidade nosresultadosPlano de contingência para contornar possíveisproblemas na implantaçãoAvaliaçãoMedir impacto nos resultados do negócio daorganizaçãoAcompanhamento e verificação dos serviços prestadospelo fornecedorAcompanhamento dos treinandosComunicaçãoComunicar início do projetoComunicar o andamento do projetoPlano de Comunicaão para incentivar participação dosfuncionáriosDia a dia do processo de e-learningGerenciar atividades do dia a diaMonitorar e controlar atividades do dia a dia
  • 9. O Papel do profissional de RH no Processo de e-learning Resultados: Descrição dos Programas de e-learning Características citadas:  Enfoque para a abrangência: Público atendido pelo programa  No de colaboradores atendidos e no de cursos oferecidos: tendência a relação direta com o porte da organização.  Área de atuação dos colaboradores: administrativas, operacionais, gerenciais, estratégicas e de parceiros (terceiros participantes do negócio).  Categorias mais citadas foram agrupadas em: Gestão, Finanças, Operações, RH, Informática, Atendimento, motivação, Liderança, Cursos de prateleira (prontos) e cursos para desenvolvimento de competências detectadas na avaliação de desempenho.  Tecnologias e Metodologias utilizadas, foram citadas: método assíncrono e síncrono, plataformas próprias complementadas por apostilas desenvolvidas internamente e LMS (Sistema de Gestão de Aprendizagem) comprado de fornecedor especializado  Definição dos objetivos do programa: foram citados o alinhamento à estratégia de negócios da organização, a disseminação da cultura de EAD, atualização/reciclagem, auto- desenvolvimento e PDI (plano desenv. individual).
  • 10. O Papel do profissional de RH no Processo de e-learning Resultados: Descrição dos Programas de e-learning Definição do público-alvo: itens diversificados nas respostas. Foram citados que a definiçãoé feita em função da maturidade profissional, onde há uma relação entre colaboradores eminício de carreira onde a organização investe em cursos mais básicos e para os maisexperientes aumenta-se a complexidade do curso. Recursos disponíveis: distribui-se a verba com objetivo de atingir o maior número possívelde colaboradores já que os recursos são finitos. Necessidade de treinamento: tendência que um determinado assunto que o colaboradornecessite de aperfeiçoamento ser detectado pelo gestor direto. Apenas um dos entrevistadoscitou que a definição das necessidades e cursos são feitas pela avaliação de desempenho. Uma das organizações pesquisadas citou que o e-learning é focado nos colaboradores debase, não são contemplados os executivos embora a plataforma seja de livre acesso.
  • 11. O Papel do profissional de RH no Processo de e-learningResultados: Os papéis e responsabilidades da área e do Profissional de RH no processo de e-learning Características citadas  O profissional de RH aciona diretamente as áreas estratégicas e o alto escalão da organização. Baseia-se na defesa de efetividade do e-learning, seus custos e velocidade de implantação.  Envolvimento das áreas estratégicas e do alto escalão acontece desde o planejamento, elaboração e segue até a implantação. Há uma tendência que esse envolvimento acabe após a implantação do projeto de e-learning.  Definição de Recursos (equipe, tecnologia e investimento)= responsabilidade do profissional de RH, porém com ressalvas. Parte dos gestores tem responsabilidade total sobre os itens e outros parcialmente (ex: compartilha responsabilidade com área Financeira).  Gestores com responsabilidade parcial: compor a equipe que ficará responsável pelo projeto não é de sua responsabilidade porém o item Tecnologia (plataforma), definição de investimentos , desenho do projeto e aprovações sim.  Apenas um (1) dos entrevistados respondeu “não” ao questionamento sobre a responsabilidade de definição de recursos. Não recebeu autonomia da organização para estas definições.
  • 12. O Papel do profissional de RH no Processo de e-learningResultados: Os papéis e responsabilidades da área e do Profissional de RH no processo de e-learning  Responsabilidade sobre resultados: se é responsabilidade do gestor entrevistado. Apenas dois (2) gestores são os responsáveis diretos sobre os resultados, os demais não são e complementam suas respostas colocando que o programa de e-learning segue as metas da organização portanto segue este indicador e é distribuída no processo geral de avaliação da organização.  Foi citado por um dos entrevistados que em sua organização não haviam metas definidas no início do programa, os indicadores eram horas de treinamento e índice de conclusão dos cursos.  Um dos entrevistados citou que em sua organização as definições sobre resultados estão sobre a responsabilidade da Diretoria de RH e da Gestão da Universidade Corporativa.  Sobre o conhecimento da estrutura Tecnológica do programa de e-learning e se há busca por novas Tecnologias . Apenas um (1) dos entrevistados respondeu que não se envolve com a estrutura Tecnológica porém quando houve a compra do LMS de sua organização, foi totalmente envolvido e sua opinião levada em consideração como fator de decisão. Os demais disseram conhecer a estrutura Tecnológica e buscar novas Tecnologias no setor.
  • 13. O Papel do profissional de RH no Processo de e-learning Resultados: As competências necessárias ao profissional de RH no desempenho de funções de gestor de e-learning Características citadas  Principais Competências citadas pelos entrevistados:  Conhecimento do negócio da organização  Conhecimentos básicos de educação corporativa e andragogia (adultos)  Metodologias de ensino e design instrucional  Criatividade  Interesse por tecnologia  Conhecimento de gerenciamento de projetos  Capacidade de captação de grande volume de informações  Flexibilidade  Organização  Relacionamento interpessoal  Foco em resultados e negociação  Conhecimento de gestão de pessoas, planejamento, organização e administração  Determinação  Ter capacidade de adaptação à Tecnologias de aprendizagem  Poder de comunicação e convencimento (pode ser ainda um mito estudar via e- learning)  Estar atualizado em relação ao ambiente digital
  • 14. O Papel do profissional de RH no Processo de e-learning Resultados: As competências necessárias ao profissional de RH no desempenho de funções de gestor de e-learning Com relação ao que os entrevistados acreditam ser barreiras para implantação de umprograma de e-learning, temos respostas diversificadas:  Valor do investimento  Insegurança quanto à sua efetividade  Infra-estrutura tecnológica disponível  Comprometimento dos colaboradores/resistência  Cultura de auto-aprendizagem  Mostrar o resultado obtido de forma clara  Falta de apoio da alta direção
  • 15. O Papel do profissional de RH no Processo de e-learningObrigada!

×