Manual farm11

7,851 views
7,507 views

Published on

0 Comments
4 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
7,851
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
292
Comments
0
Likes
4
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Manual farm11

  1. 1. 2011/2012 MANUAL FARMACÊUTICO
  2. 2. Dr. Claudio Schvartsman Dr. David Salomão Lewi Dr. Roberto Naum Franco Morgulis Farm. Silvana Maria de Almeida 14ª Edição - São Paulo - 2011/2012 Manual Farmacêutico 2011/2012 Comissão de Farmácia e Terapêutica
  3. 3. Schvartsman, C. Manual Farmacêutico 2011/2012. Claudio Schvartsman, David Salomão Lewi, Roberto Naum Franco Morgulis, Silvana Maria de Almeida (editores). - São Paulo, Hospital Albert Einstein, 2010 480p 1.Título.2.Medicamento.3.Posologia.4.Terapêutica. Projeto gráfico: Dinamika Comunicação e Design
  4. 4. Manual Farmacêutico 2011/2012 Manual Farmacêutico 2011/2012 Editores Dr. Claudio Schvartsman Dr. David Salomão Lewi Dr. Roberto Naum Franco Morgulis Farm. Silvana Maria de Almeida Conselho Editorial Membros CFT Diretor da Prática Médica Dr. Oscar Fernando Pavão dos Santos Comissão de Farmácia e Terapêutica Presidente Dr. Claudio Schvartsman Secretário Dr. Roberto Naum Franco Morgulis
  5. 5. Manual Farmacêutico 2011/2012 Membros Dr. Antonio da Silva Bastos Neto Dra. Camila Sardenberg Dr. Cláudio Schvartsman Dr. Constantino José Fernandes Junior Dr. Eduardo Werebe Dr. Eric Roger Wroclawski Dr. Flávio Steinwurz Dr. Flávio Takaoka Dr. Flávio Tarasoutchi Dra. Lucia Mendes O. Pinto Dr. Marco Aurélio Scarpinela Bueno Dr. Marcos Knobel Dra. Maysa Seabra Cendoroglo Dr. Milton Glezer Dr. Nilson Abrão Szylit Dra. Renata Dejtiar Waksman Dr. Ricardo Botticini Peres Dr. Roberto Naun Franco Morgulis Dr. Sulim Abramovici Dr. Victor Nudelman Dr. Virgílio Gonçalves Pereira Jr. Enfermeira Claudia Laselva Farmacêutico Fabio Teixeira Ferracini Farmacêutica Juliana Locatelli Farmacêutica Silvana Maria de Almeida Farmacêutico Wladimir Mendes Borges Filho
  6. 6. Manual Farmacêutico 2011/2012 Colaboradores Dr. Alberto Goldenberg Dr. Alfredo Elias Gilio Dr. Álvaro Pacheco e Silva Filho Dr. Amâncio Ramalho Júnior Dra. Ana Claudia Arantes Dr. Cláudio Luiz Lottenberg Dr. Daniel Feldman Pollak Dr. Eliova Zukerman Dr. Jairo Wagner Dr. Joaquim Carlos Rodrigues Dr. José Goldenberg Dr. José Luiz Brant de Carvalho Britto Dra. Luci Black Tabacow Hidal Dr. Luiz Henrique Hercowitz Dr. Mauro Rabinovitch Dr. Nelson Hamerschlak Dr. Nelson Wolosker Dr. Oren Smaletz Dr. Rogério Pereira da Fonseca Dr. Saul Cypel Dr. Sidney Glina Dr. Simão Cohen Equipe Multiprofissional de Terapia Nutricional - EMTN Serviço de Controle de Infecção Hospitalar - SCIH Serviço de Nutrição Clínica Assistencial Centro de Informações sobre Medicamentos – CIM
  7. 7. Manual Farmacêutico 2011/2012
  8. 8. Manual Farmacêutico 2011/2012 Atenção Este é um guia interno de padronização de medicamentos que contém orientações posológicas e terapêuticas básicas, visando fornecer uma ferramenta de consulta rápida ao médico. No entanto, apesar das informações nele contidas terem sido extraídas de fontes fidedignas e revisadas por especialistas de cada área, a Comissão de Farmácia e Terapêutica adverte que tanto as doses como os alertas são apenas para referência. O ajuste posológico deve ser individualizado para cada paciente, de acordo com seu quadro clínico. Os alertas incluídos não pretendem esgotar o assunto, e a utilização de cada um dos medicamentos deve ser feita à luz de um conhecimento amplo, embasada na necessidade de cada paciente e nas fontes bibliográficas médicas e farmacológicas habituais.
  9. 9. Manual Farmacêutico 2011/2012 apresentação Desde quando o Hospital Israelita Albert Einstein foi criado – e já lá se vão quase 60 anos – seus pioneiros fundadores se orientavam pelo conceito de que seria um hospital para o Brasil e os brasileiros, construído pela comunidade judaica. Esta é uma ideia ampla e que vai além do fundamental que é a figura do paciente. Pois é em torno dele que nossas atividades gravitam, é a seu favor que um exército de dedicados colaboradores se mobiliza, é para ele que buscamos o que há de qualidade e mais inovador em tecnologia para diagnóstico e tratamento e é a serviço dele que colocamos nossa imaginação criadora para proporcionar o melhor atendimento em saúde com tudo o que isso significa. Para tanto, o Manual Farmacêutico do Einstein é um dos nossos aliados. Ele foi criado em 1997 como mais uma iniciativa pioneira que gerou frutos pelo País, e é por esta razão que é um hospital para o Brasil e para os brasileiros. Esta é a 14º edição do Manual, que se firma como um importante instrumento de padronização e racionalização no uso dos medicamentos de modo a orientar qual o melhor para os pacientes indicando princípios ativos, nomes comerciais, posologia recomendada e outros dados que apoiam a prescrição médica. Da elaboração de cada edição, sempre revista, melhorada e ampliada, participam uma equipe multidisciplinar constituída de médicos de diversas especialidades, enfermeiros e farmacêuticos, que atualizam o rol de medicamentos, padronizados de acordo com os avanços da pesquisa e do desenvolvimento do setor, e agregando novos conteúdos. Desta edição do Manual fazem parte 710 princípios ativos e 1.159 apresentações comerciais. Além disso, incluímos quais as reações adversas sérias e comuns, orientações, contraindicações, interações medicamentosas e precauções, além de informações a respeito de corantes em suas formulações e os riscos durante a amamentação. Outra inovação é um ícone indicando o risco de flebite associado ao medicamento e o guia de diluições de medicamentos injetáveis para o uso do hospital. A representação referente ao látex na composição das embalagens foi excluída porque esta é uma informação dinâmica, que pode se alterar em curto espaço de tempo. Quando a padronização se junta às informações técnico-científicas acerca dos medicamentos, este Manual dá mais um – e importante – passo na nossa incansável e desafiadora tarefa em busca da excelência. Para nós, os médicos, o Manual é a garantia de se ter à mão uma referência absolutamente confiável e segura na prescrição de medicamentos. E para os nossos pacientes é a expressão renovada de nosso compromisso com a qualidade e da responsabilidade como encaramos o ofício de preservar a vida. Claudio Luiz Lottenberg Presidente da Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Hospital Albert Einstein
  10. 10. Manual Farmacêutico 2011/2012 prefácio O Manual Farmacêutico, ao entrar em sua 14ª edição, continua sendo exemplo de racionalização e padronização de fármacos, servindo não somente à nossa instituição como também representando modelo para diversos hospitais em nosso país. É fruto de um esforço contínuo de uma ampla equipe multiprofissional e interdisciplinar, incluindo farmacêuticos, administradores, enfermeiras e médicos de várias especialidades e atende aos anseios de uniformidade, visando maior segurança, eficiência e agilidade no controle de fármacos em nosso hospital. Nesse tempo de desenvolvimento pela indústria farmacêutica de agentes com perfil de segurança e eficácia, com as novas tecnologias disponíveis, há uma necessidade por parte desta equipe multiprofissional de vigilância constante quanto a efeitos adversos destes novos agentes terapêuticos. Diante disto, neste ano, tivemos 34 exclusões e 38 inclusões de medicamentos. Atualmente, estão padronizados 710 princípios ativos e 1159 apresentações comerciais. Destaca-se que estas modificações são fruto de solicitações de todo corpo clínico, análise do perfil fármaco-econômico dos agentes envolvidos e pareceres de nosso grupo de consultores que representam as principais especialidades médicas. Esta edição apresenta, além das informações farmacológicas, reações adversas, orientações, contraindicações, interações medicamentosas, precauções, corantes nas formulações e risco do uso de medicamentos na amamentação e gravidez, informações sobre o risco de desenvolvimento de flebite e um guia para diluição de medicamentos injetáveis. O ícone referente à presença de látex na composição das embalagens dos medicamentos foi excluído por ser uma informação considerada dinâmica e passível de alterações em curto espaço de tempo. Estamos oferecendo uma obra editorial mais robusta e ferramentas úteis na prática diária da assistência. As modificações deste período de 2 anos estarão sempre disponíveis para consulta pela intranet através da prática médica no medical suíte. Claudio Schvartsman Presidente da Comissão de Farmácia e Terapêutica
  11. 11. Manual Farmacêutico 2011/2012 Índice Declaração de conflito de interesses.......................................................... 12 Como usar este Manual............................................................................... 13 Farmácia Hospitalar..................................................................................... 14 Apresentação.............................................................................................. 14 Farmácia Central - Setores......................................................................... 14 Unidades de Dispensação......................................................................... 15 Unidades de Produção.............................................................................. 17 CIM (Centro de Informações sobre Medicamentos)...................................... 18 Serviços...................................................................................................... 21 Atenção Farmacêutica............................................................................... 21 Cadastramento de Fornecedores............................................................... 22 Garantia de Qualidade............................................................................... 22 Medicamentos sob Investigação Clínica...................................................... 22 Farmácia Clínica........................................................................................ 22 Participação em Programas de Imunização................................................. 23 Padronização de Medicamentos................................................................. 23 1. Objetivos................................................................................................... 24 2. Prescrição de Medicamentos Não-Padronizados ........................................ 24 2.1. Normas ............................................................................................. 24 3. Inclusão na Padronização de Medicamentos............................................... 24 3.1. Normas ............................................................................................. 24 3.2. Critérios............................................................................................. 25 4. Exclusão da Padronização de Medicamentos.............................................. 26 4.1. Critérios............................................................................................. 26 5. Medicamentos de Uso Eventual ................................................................ 26 6. Medicamentos Importados......................................................................... 26 7. Uso de Medicamentos Não-Dispensados pelo Hospital............................... 27 8. Classificação dos Princípios Ativos Padronizados no HIAE com Base no Anatomical Therapeutic Chemical (ATC) Index................................ 30 9. Relação de Medicamentos Classificados por ação Farmacológica ............... 40 10. Classificação dos Medicamentos em função dos Riscos Potenciais de Teratogenicidade............................................. 80 11. Classificação dos Medicamentos em função da Amamentação.................................................................. 81 12. Indicação de Medicamentos que contêm Látex ou não............................ 81 13. Indicação de Medicamentos com Risco de Flebite................................... 82 14. Relação de Medicamentos Padronizados................................................ 83 15. Desinfetantes/Antissépticos Padronizados............................................. 356
  12. 12. Manual Farmacêutico 2011/2012 16. Diagnóstico.......................................................................................... 360 17. Padronização de Dietas Nutricionais...................................................... 363 Programa de Imunização do HIAE............................................................. 373 Profilaxia Antimicrobiana........................................................................... 383 Anexos......................................................................................................... 390 1. Medicamentos de Uso Restrito................................................................. 390 2. Infusão de Eletrólitos................................................................................ 391 2.1. Infusão de Eletrólitos Adultos - CTI..................................................... 391 2.2. Infusão de Eletrólitos Adultos - Unidade de Internação........................ 392 2.3. Eletrólitos Injetáveis padronizados...................................................... 392 3. Normas para Prescrição de Medicamentos Controlados (Portaria 344)....... 392 3.1. Resumo da Portaria 344/98.............................................................. 393 4. Normas para Prescrição de Medicamentos Controlados Não-Padronizados................................................................ 394 5. Orientações para o Preenchimento da Prescrição Médica Hospitalar.................................................................................... 394 6. Abreviações mais Comuns Utilizadas na Prescrição Médica....................... 395 7. Fórmulas Padronizadas de NPT................................................................ 395 8. Tabela de Compatibilidade Medicamento x Recipiente de Soros ............... 402 9. Tabela de Conteúdo de Sódio em Antibióticos Intravenosos...................... 402 10. Tabela de Potências e Doses Equivalentes de Corticosteroides Sistêmicos.................................................................. 403 11. Tabela de Correspondência Iônica........................................................ 403 12. Tabela de Correspondência para mEq................................................... 404 13. Algoritmo de Tratamento e Avaliação da Dor no Adulto........................... 404 14. Tabela de Diluição de Medicamentos Intravenosos Gerais...................... 408 15. Tabela de Diluição de Medicamentos Intravenosos - UTI Neonatal........... 433 16. Tabela de Diluição de Medicamentos Intravenosos para Pacientes Pediátricos........................................................................... 441 Índice Remissivo......................................................................................... 462
  13. 13. Manual Farmacêutico 2011/201212 Declaração de conflito de interesses Pode existir conflito de interesses em relação a uma determinada monografia quando um participante no processo de revisão e publicação (autor, revisor ou editor) tem ligação com atividades que poderiam influenciar inapropriadamente o seu julgamento, quer este seja ou não de fato afetado. A confiança pública no processo de revisão por pares e a credibilidade dos trabalhos publicados dependem em parte da correção do modo como os conflitos de interesses são geridos durante a redação, revisão e decisão editorial. Para preservar a credibilidade de seus procedimentos de avaliação, a Comissão de Farmácia e Terapêutica (CFT) decidiu tornar obrigatória a declaração de ausência ou presença de potencial conflito de interesse para todos os integrantes do corpo editorial do Manual Farmacêutico e da CFT. Estas declarações preenchidas e assinadas estão à disposição do público para consulta, na Secretaria da Farmácia.
  14. 14. Manual Farmacêutico 2011/2012 13 como usar este manual? Nesta décima quarta edição do Manual Farmacêutico, a Relação de Medicamentos Padronizados encontra-se organizada por ordem alfabética de princípios ativos, seguidos das respectivas apresentações comerciais padronizadas, com suas posologias usuais e alertas relacionados aos medicamentos, de forma objetivamente resumida. Encontra-se também a relação de medicamentos classificados de acordo com a classificação ATC (Anatomical Therapeutic Chemical) da Organização Mundial da Saúde – OMS. Há descrito ainda a estrutura funcional da Farmácia Hospitalar, acompanhada de breve resumo das atividades de cada setor. Além disso, foram abordados aspectos técnicos que estão relacionados com a prática da rotina diária: informações para prescrição de Nutrição Parenteral, Guia de diluição de medicamentos injetáveis, orientação para prescrição de medicamentos controlados, entre outros. Para maior facilidade de consulta, no início deste Manual há um índice geral e no final encontra-se o índice remissivo que abrange diversas formas de busca.
  15. 15. Manual Farmacêutico 2011/201214 Farmácia hospitalar – Apresentação Na busca da melhoria da qualidade dos serviços prestados, a Farmácia Hospitalar vem se transformando para beneficiar cada vez mais o paciente, na agilidade do atendimento e segurança na utilização do medicamento. Nas diversas áreas da Farmácia, contamos com profissionais farmacêuticos que prestam suporte técnico às equipes de enfermagem, médica e a outros profissionais, através da manipulação e dispensação de medicamentos, informações sobre medicamentos, análise de reações adversas e interações medicamentosas. A dispensação de medicamentos na forma unitária, conforme dose prescrita e manipulados sob condições adequadas para o horário correto de administração, é feita a cada 6 horas, período que permite identificar grande parte das alterações que são feitas na prescrição médica, evitando, desta forma, a perda de medicamentos manipulados. A “Central de Atenção à Prescrição”, foi estruturada e implantada para viabilizar uma atenção farmacêutica “on line” à prescrição médica em relação à dose prescrita, tempo de administração, diluentes, transcrição, etc. A disponibilização dos equipamentos automatizados de dispensação de me- dicamentos e materiais médico-hospitalares nas diversas unidades de interna- ção, vem contribuindo para a agilidade, eficácia e segurança no atendimento aos pacientes internados e atendidos pela dispensação por Dose Unitária. Todo o Serviço de Farmácia está disponível por 24 horas através do farmacêutico de plantão. farmácia central – Setores UnidadecentraldaFarmácia,quetemcomoprincipalfunçãooarmazenamento do estoque de medicamentos e materiais médico hospitalares e o abastecimento dos Centros de Custos, Unidades de Dispensação e de Produção. Abaixo seguem as descrições dos seus setores. Recebimento Setor responsável pelo recebimento de todos os produtos ­utilizados no Hos- pital, como materiais diversos, materiais médico-cirúrgicos e medicamentos. Codificação em Barras Setor responsável pela identificação com etiqueta de código de barras interno. Esta rotina está implantada para todos os medicamentos padronizados e estará migrando também para a identificação dos materiais médico-cirúrgicos igualmente padronizados. Este processo permite que os itens identificados possuam rastreabilidade dentro do Hospital, possibilitando a identificação e a correlação entre algum lote ou produto com o problema que eventualmente ele possa ter causado.
  16. 16. Manual Farmacêutico 2011/2012 15 Distribuição: Setor responsável pela estocagem, distribuição e controle de medicamentos e materiais médico-cirúrgicos. Efetua o atendimento às farmácias satélites e demais setores (centros de custos) através de requisições efetuadas pelos solicitantes, em sistema informatizado. O setor também é responsável pela compra de medicamentos que não são padronizados no Hospital, mediante solicitação de um farmacêutico, naqueles horários em que os setores de Planejamento e Compras não funcionam. Unidades de dispensação Sistema de Dispensação Todo o processo de dispensação de medicamentos é acompanhado pelo profissional farmacêutico, garantindo a qualidade dos produtos dispensados, com os controles adequados. O farmacêutico revisa todas as prescrições médicas, mantém um controle rigoroso do armazenamento e validade de todos os itens, acompanha, orienta e monitora a correta separação e manipulação dos medicamentos, supervisiona a dispensação de itens que necessitam de um controle especial (medicamentos termolábeis, medicamentos psicotrópicos e entorpecentes, medicamentos injetáveis multidose), confere e valida todo o processo antes da dispensação ao paciente. Unidades Centralizadas O Sistema de Dispensação de Medicamentos adotado é o de Dose Unitária. Esse sistema consiste na dispensação de medicamentos prontos para uso (sólidos unitários e injetáveis diluídos) em embalagens identificadas para cada paciente, com os horários de administração, para um período de 6 horas durante 24 horas. A Dose Unitária tem como principais objetivos: w Aumentar a segurança para o paciente w Disponibilizar maior tempo da enfermagem no cuidado ao paciente w Diminuir erros de dispensação/administração w Racionalizar a distribuição e administração de medicamentos w Possibilitar o exercício da farmacovigilância w Diminuir custos com medicamentos w Manter um controle de estoque mais eficaz Unidades Descentralizadas Há unidades que oferecem atendimento a pacientes críticos, e para estas unidades temos um atendimento descentralizado realizado pela Farmácia, através das Farmácias Satélites. Atualmente temos as Farmácias Satélites: w Farmácia Pediatria - 12º andar bloco A (atendimento CTI Pediátrico) w Farmácia Semi-intensiva - 7º andar bloco A (atendimento Semi- intensiva Adulto) w Farmácia UTI - 5º andar bloco A (atendimento UTI Adulto)
  17. 17. Manual Farmacêutico 2011/201216 w Farmácia 4º andar - 4º andar bloco C (atendimento de materiais para MDP) w Farmácia PA - 1º andar bloco C (atendimento UPA) w Farmácia Maternidade - 8º andar bloco D (atendimento Maternidade, Hemodiálise e CTI Neonatal) w Farmácia Centro Cirúrgico - 5º andar bloco D (atendimento bloco cirúrgico) w Farmácia I4 - I4 bloco A1 (atendimento bloco cirúrgico). w Farmácias Pediatria, Semi e UTI: realizam o atendimento aos pacientes críticos das referidas unidades, através da dispensação por Dose Individualizada. Neste processo a dispensação é realizada por paciente, sendo identificado o medicamento por horário. Seguem em embalagens plásticas seladas e identificadas com a etiqueta de identificação do paciente. A dispensação ocorre para 24h, sendo dividida por turnos de trabalho da enfermagem (manhã, tarde e noite). Este processo minimiza riscos de trocas de medicamentos e permite um melhor acompanhamento das devoluções dos medicamentos não utilizados pelo paciente. w Farmácia PA: visa atendimento dos pacientes que estão em situações de urgência/emergência. Nesta Farmácia há um balcão de atendimento exclusivo aos pacientes de emergência, para que estes tenham um atendimento diferenciado. w Farmácia 4º andar: realiza atendimentos de materiais específicos para as unidades de Hemodinâmica e Endoscopia. Para todos os setores do MDP faz a dispensação de medicamentos controlados através de Kits. Estes são utilizados na sedação para realização do procedimento. Esta Farmácia funciona no período das 7 às 19 horas, de 2ª a 6ª feira e das 7 às 11 horas, aos sábados. Permanece fechada no noturno, finais de semana e feriado. Caso haja necessidade da retirada de algum produto os setores acionam o bip 5210. w Farmácia Maternidade: realiza o atendimento por Dose Individualizada aos pacientes das unidades CTI Neonatal e Maternidade. Neste processo a dispensação é realizada por paciente, sendo identificado o medicamento por horário. Segue em embalagens plásticas, identificadas com a etiqueta de identificação do paciente. A dispensação ocorre para 24h, sendo entregue para a equipe de enfermagem no período da tarde. w Farmácias I4 e Centro Cirúrgico: realizam atendimento por Kits Cirúrgicos. Estes são montados antecipadamente, conforme programação do mapa cirúrgico, por paciente, médico e cirurgia. A dispensação ocorre somente no momento do procedimento. A Farmácia I4 realiza o atendimento no período das 6 às 22 horas, de 2ª a sábado. Estes serviços estão disponíveis 24h (exceto as unidades citadas acima) e contam com controles internos para assegurar a correta dispensação do medicamento ao paciente. Além disto, há também medicamentos de urgência/emergência disponíveis nos carros de emergência localizados em cada unidade de atendimento ao paciente.
  18. 18. Manual Farmacêutico 2011/2012 17 Unidades de produção Laboratório de Manipulação de Quimioterápicos Está localizado no 2º subsolo, junto ao setor de atendimento ambulatorial de pacientes oncológicos. É a área destinada à preparação de drogas antineoplásicas utilizadas tanto pelos pacientes internados como pelos atendidos ambulatorialmente. A infraestrutura para este tipo de procedimento atende às recomendações técnicas para a manipulação de drogas citotóxicas. A equipe da Farmácia da Oncologia é composta por farmacêuticos, auxiliares de manipulação, auxiliares de farmácia, estagiário e mensageiro. A principal atividade é garantir a qualidade e a segurança da terapia medicamentosa do nosso paciente. O farmacêutico avalia todas as prescrições médicas da Oncologia quanto aos seguintes aspectos: w se a prescrição foi realizada em formulário correto w se o Termo de Consentimento está preenchido e assinado pelo pa- ciente/médico w se o médico é cadastrado/habilitado para prescrever drogas antineo- plásicas w superfície corpórea w pertinência da droga (protocolo x diagnóstico) w se a pré-medicação está prescrita/correta w dose prescrita w via de administração w diluente prescrito x indicado w período de infusão w interação medicamentosa w alergias Toda ocorrência é comunicada ao médico, e a equipe multiprofissional é orientada quanto às condutas necessárias. Farmácia Produção Setor responsável pela manipulação de medicamentos injetáveis, unitarização de sólidos orais padronizados na instituição e recebimento das solicitações de Nutrição Parenteral Total. Na Central de Preparo de Medicamentos Estéreis é realizado o preparo de medicamentos estéreis destinados aos pacientes internados de acordo com a prescrição médica e de outras soluções estéreis solicitadas por outros setores do Hospital, segundo as Boas Práticas de Manipulação. Na Unitarização faz-se o fracionamento de medicamentos na forma sólida para uso interno e externo para abastecimento das unidades de estoque, disponibilizando esses medicamentos para atendimento conforme prescrição médica. No caso das apresentações não existentes no mercado, esse setor realiza o fracionamento do medicamento, adequando-o às necessidades do paciente.
  19. 19. Manual Farmacêutico 2011/201218 A Farmácia Produção também é responsável pelo recebimento das solicitações de Nutrição Parenteral Total, encaminhamento dessas solicitações para manipulação externa e acompanhamento do recebimento das bolsas de Nutrição Parenteral Total. Em todos esses processos: o farmacêutico é responsável pelo monitoramento da produção diária dos medicamentos prescritos e pelo controle dos processos, visando garantir a qualidade do produto final. A Nutrição Parenteral Total (NPT) consiste na administração de nutrientes necessários para a sobrevida, por via endovenosa. A Nutrição Parenteral Central tem indicação quando a alimentação pelo trato gastrintestinal não é possível, quando a absorção não é completa ou quando a alimentação oral é indesejável e, principalmente, quando a estas situações está associada a desnutrição. Já a Nutrição Parenteral Periférica é indicada para manutenção nutricional por um período curto (3 a 5 dias) e apresenta os lípides como principal fonte calórica. Para reduzir intercorrências, como instabilidades físico-químicas, foram elaboradas cinco fórmulas padrão de Nutrição Parenteral. A descrição detalhada de cada fórmula padrão, suas vantagens e outros aspectos relacionados estão descritos nas páginas 395 a 401 cim (Centro de Informação sobre Medicamentos) O CIM está estruturado como setor do Hospital desde 1996, e possui como principais atividades: Informação Atendimento às diversas solicitações, dúvidas técnicas ligadas ao uso, prescrição, dispensação e administração de medicamentos, contando para isto com banco de dados e fontes bibliográficas fidedignas e atualizadas sobre medicamentos. O perfil de atendimento do CIM indica que a maioria dos atendimentos são realizados por telefone ou mensagem eletrônica e os solicitantes são principalmente farmacêuticos, médicos e enfermeiros. Cerca de 85% das solicitações realizadas são de origem interna e dentre os questionamentos mais frequentes estão: apresentação do medicamento, administração, composição, reações adversas, estabilidade, compatibilidade, posologia e fornecedor. Treinamento e Desenvolvimento Suporte Técnico, capacitação, treinamento na implantação de ativida- des e na utilização de ferramentas de trabalho bem como elaboração, acompanhamento e análise de resultados de Estudos de Utilização de ­Medicamentos (EUM).
  20. 20. Manual Farmacêutico 2011/2012 19 Padronização de medicamentos Auxílio à Comissão de Farmácia e Terapêutica através do trabalho de: w Análise do uso/consumo/custo dos medicamentos w Coleta, arquivo, análise, emissão de relatórios sobre a prescrição de medicamentos não padronizados w Encaminhamento das solicitações de inclusão e exclusão de medica- mentos na padronização w Participação nas discussões que envolvem a padronização w Cadastro de medicamentos w Busca de alternativas no mercado Farmacovigilância O Hospital faz parte da rede de Hospitais Sentinelas que ­integram o Programa Nacional de Farmacovigilância. O CIM é responsável pelo desenvolvimento, compilação e repasse das infor- mações sobre o trabalho de farmacovigilância no Hospital, que consiste em: w Atuação sobre os alertas recebidos através do Sistema Nacional de Far- macovigilância (fluxo1) w Notificação Espontânea de Suspeita de Reação Adversa: através da atuação na coleta, análise de dados, elaboração de laudos, repasse e compilação de informações. w Busca Ativa a reações adversas relacionadas à prescrição de medica- mentos w Notificação de Desvio Técnico de Qualidade de Medicamentos: através da atuação do setor de garantia da qualidade, com o trabalho de levan- tamento das informações sobre a suspeita, verificação junto ao fabrican- te, recolhimento e guarda do item sob suspeita e quando necessário, encaminhamento de material para análise. w Prevenção de Eventos Adversos: através do trabalho e intervenção di- reta sobre a prescrição médica, prevenindo a ocorrência de eventos relacionados à utilização do medicamento.
  21. 21. Manual Farmacêutico 2011/201220 Fluxo 1Alerta ANVISACVC-SP RAM DesvioTécnico deQualidade Fabricante/ fornecedor DOU/DOE Farmácia NÃO Usarmos noHospital Usarmos noHospital SIMSIM • interdiçãocautelar(guardaouretiradadomedicamento,lote específicodoestoque,oudetodososlotesoutodosmedica- mentosdomesmofabricante) • Averiguaçãojuntoaofabricante • Suspensãooutrocademedicamento • Compradesimilares(evitardesabastecimento) • Análise(físico-químicae/oumicrobiológica) • Levantamentodospacientesemusoouqueutilizaram • Contatocomoplantãomédicoadministrativo • Interdiçãocautelar(guardaouretiradado medicamentodoestoque) • Levantamentodospacientesemusoouque utilizaram • Contatocomosmédicos • BuscaativaaoscasosdesuspeitadeRAM Duranteasemana-CIM Plantões:Finaldesemanaenoturno Farmacêuticos Anvisa:AgênciaNacionaldeVigilânciaSanitária • CVS:CentrodeVigilânciaSanitária • DOU/DOE:DiárioOficialdaUnião/Estado Ciência VigilanciadeRisco/ Coordenaçãomédica/ CFT Grupo Vigilância doRisco Imprensa FontesNão Oficiais
  22. 22. Manual Farmacêutico 2011/2012 21 seRVIÇOS Atenção Farmacêutica A Atenção Farmacêutica é um conjunto de práticas do profissional farmacêutico, no qual o paciente é o principal beneficiário. Compreende as atitudes, os comportamentos, os compromissos, as inquietudes, os valores éticos, as funções, os conhecimentos, as responsabilidades e as habilidades do farmacêutico na prestação da farmacoterapia, com o objetivo de alcançar resultados terapêuticos definidos na saúde e na qualidade de vida do paciente. Tem por objetivo auxiliar a prescrição médica, tornando o conhecimento sobre o medicamento mais disponível à equipe de saúde. Visa a adequação do trabalho da Farmácia Hospitalar aos padrões estabelecidos pela Joint Commission on Internacional Accreditation (JCIA) e também segue as recomendações da American Society of Health - System Pharmacists - (ASHP). O Farmacêutico inserido no Modelo Assistencial Interdisciplinar, participa de discussões clínicas dos casos selecionados prestando informações sobre medicamentos aos demais profissionais de saúde, colaborando para a prescrição de drogas eficazes e seguras e para sua adequada administração. As prescrições médicas são avaliadas pelo farmacêutico quanto a identificação correta do medicamento, dose a ser utilizada, via e horário de administração, considerando-se dados como peso, diagnóstico, antecedentes e alergias, compatibilidade entre medicamentos parenterias, diluição, tempo de infusão, reconciliação medicamentosa, interações medicamentosas, farmacovigilância, aprazamento e medicamentos via sonda, sua absorção por esta via e também para se evitar a obstrução da sonda, visando garantir a continuidade do tratamento, gerar história médica precisa, monitorar eventos adversos e auxiliar na administração segura dos medicamentos. Toda ocorrência encontrada é avaliada e comunicada ao médico e, quando necessário, à equipe interdisciplinar, para que se possam tomar as providências cabíveis. Este modelo de atuação do farmacêutico é uma diretriz da melhoria da qualidade do HIAE e tem como objetivo reunir as ações multidisciplinares em uma atuação sincronizada a partir das necessidades requeridas pelo paciente e família, traduzindo um atendimento integral de excelência assistencial. Todas as ações têm como foco principal o paciente e a família e como estratégia a integração das disciplinas com a finalidade de racionalizar os recursos terapêuticos, por meio da hierarquização das necessidades do paciente, propiciando a otimização de custos, garantir a segurança aos processos, possibilitar que as informações sejam ágeis, eficientes e que possibilitem o processo assistencial e a sua continuidade.
  23. 23. Manual Farmacêutico 2011/201222 Esse campo de atuação permite ao farmacêutico o acompanhamento e a intervenção em vários aspectos da terapia do paciente. Outros objetivos deste plano de atuação são aumentar o conhecimento da equipe interdisciplinar acerca do assunto e mensurar o impacto econômico que pode ser gerado, principalmente com relação a prevenção. Cadastramento de Fornecedores A seleção de fornecedores é um dos fatores preponderantes para assegurar a procedência e a qualidade dos medicamentos e outros produtos para a saúde adquiridos. Desta forma, o Hospital faz parte de um programa de avaliação e qualificação de fornecedores, que consiste basicamente em visitas técnicas realizadas às instalações do fornecedor e aplicação de um roteiro de inspeção padrão baseado na legislação sanitária vigente, incluindo aspectos dos programas de acreditação hospitalar nacional e internacional. Garantia de Qualidade É o setor responsável por: recebimento das reclamações, realizadas através de formulário específico existente nas unidades de internação e farmácias satélites; encaminhamento dos problemas relacionados aos produtos em estoque no Hospital junto aos fornecedores; recolhimento e guarda dos produtos sob suspeita e, quando necessário, encaminhamento do item (material ou medicamento) para análises físicas, químicas ou microbiológicas. Medicamentos sob investigação Clínica A Farmácia Hospitalar controla o armazenamento e dispensação de medicamentos que estão sob investigação clínica e ainda não possuem autorização para sua comercialização. Para isto, deve conhecer o protocolo de investigação, devidamente aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa, para que possa realizar a guarda, controle e registro de saída, além da participação no acompanhamento dos efeitos nos pacientes selecionados para participação no protocolo. Farmácia Clínica A partir de 2000, o Hospital passou a contar com mais um auxílio na terapêutica medicamentosa: o farmacêutico clínico. Como plano de implantação da Farmácia Clínica/Atenção Farmacêutica, a atuação deste profissional estava centrada no Centro de Terapia Intensiva Adulta (CTI-A) e serviu como modelo para expansão dos projetos de atuação em Assistência Farmacêutica. Em 2004, como parte da expansão do projeto, teve início a atuação do farmacêutico clínico nas Unidades de Oncologia e Geriatria e em setembro
  24. 24. Manual Farmacêutico 2011/2012 23 de 2005 uma nova expansão permitiu a alocação de 1 farmacêutico por andar, viabilizando a assistência farmacêutica para as demais unidades de internação. O farmacêutico clínico atua no apoio à terapêutica como integrante efetivo da equipe multiprofissional e interdisciplinar, que tem como principal objetivo restabelecer a saúde do paciente com a visão dos diversos profissionais envolvidos em seus cuidados. As atividades compreendem discussão de casos clínicos e da terapia medicamentosa em todos os seus aspectos (via, frequência, dose, ajuste de dose para função renal alterada, compatibilidade, diluição, legibilidade, alergia a medicamentos, tempo de infusão, medicamentos via sonda, reconciliação medicamentosa, análise do aprazamento, indicação, interações medicamentosas, reações adversas e custos), apoio à equipe através do fornecimento de informações referentes a medicamentos e educação continuada dos diversos profissionais. Também são atividades do farmacêutico clínico as rotinas gerenciadas pela farmácia: Adesão à política da prescrição médica, adequação do tempo de antibiótico profilaxia e antibiótico terapêutico, aprazamento, adequação da prescrição de albumina segundo a RDC 115, monitoramento de drogas de baixo índice terapêutico e a dispensação de misoprostol. O perfil de atuação é mais voltado para a relação do medicamento com o paciente, desde seu preparo e adequação às necessidades específicas do paciente até o acompanhamento do resultado final da terapia. Este profissional também tem como funções a realização de pesquisas sobre utilização de medicamentos e novas tendências farmacoterapêuticas; acompanhamento do consumo de medicamentos; estudos de farmacoeconomia e farmacovigilância. A participação desse profissional na assistência ao paciente, vem somando ótimos resultados, contribuindo diretamente para uma terapia medicamentosa racional. Deste modo, torna-se evidente o avanço da qualidade na área assistencial e do Serviço da Farmácia Hospitalar a que esta atuação está ligada. Participação em Programas de Imunização A Farmácia Hospitalar participa do desenvolvimento de políticas e procedi- mentos referentes a programas de imunização ­preventiva e pós-exposição, tanto para paciente quanto para funcionários. A partir disto, a Farmácia tem como objetivo ­contribuir com os programas, principalmente no que diz ­respeito à correta e adequada dispensação dos itens a serem utilizados. Padronização de Medicamentos Apenas os produtos inclusos na relação de medicamentos padronizados são
  25. 25. Manual Farmacêutico 2011/201224 adquiridos de forma programada pelo Hospital, estando consequentemente disponíveis para uso, ao contrário dos medicamentos não-padronizados que passam por um processo de compra específico. 1. Objetivos w Racionalizar do uso de medicamentos w Adquirir somente de produtos com valor terapêutico comprovado w Diminuir o número de medicamentos em estoque w Aumentar seu controle e agilizar a dispensação w Racionalizar espaços de armazenamento w Viabilizar a distribuição pelo sistema de Dose Unitária 2. Prescrição de Medicamentos Não-Padronizados 2.1. Normas w Conhecimento da Padronização. O médico deve estar ciente de que o medicamento que ele está prescrevendo não é padronizado no Hospital. Para isso, todos os postos de enfermagem terão disponível o Manual Farmacêutico, que também será distribuído a todos os ­médicos cadastrados e será disponibilizado na intranet. w O Hospital terá um prazo de 12 horas para a entrega do medicamento. w Para providência do medicamento não-padrão: 3. Inclusão na Padronização de Medicamentos 3.1. Normas w Preechimento do Formulário de Inclusão As solicitações de inclusão deverão ser feitas através do preenchimento do formulário de Inclusão de Medicamento na Padronização (Figura 1), onde o solicitante deverá expor os motivos pelos quais está encaminhando esta solicitação. Além disso, devem estar anexadas ao formulário referências bibliográficas de origem reconhecida e Farmacêutico aborda Médico informando normas/critérios da padronização de medicamento e sugere alternativa terapêutica padronizada Farmacêutico indaga sobre necessi- dade de padronização. Caso o médico julgue necessária a sua padronização, deve seguir as normas de Inclusão na Padronização de Medicamentos. Médico acata ­su­­­gestão e substitui o medicamento Médico não aceita sugestão e solicita compra do item ou
  26. 26. Manual Farmacêutico 2011/2012 25 independente, confirmando sua justificativa e mostrando: w eficácia/segurança do medicamento em questão (para os casos em que não há similar ou equivalente padronizado) w vantagens terapêuticas (para casos em que já exista similar ou equivalente padronizado, destinado ao mesmo fim) w Fluxo da solicitação 1ª Farmácia Estes dados devem ser encaminhados ao Centro de Informações sobre Medicamentos (CIM) / Farmácia Hospitalar, que verificará se todos os critérios e normas de inclusão definidos pela Comissão de Farmácia e Terapêutica (CFT) estão sendo respeitados e fará a revisão bibliográfica, bem como a análise econômica da solicitação, indicando o possível incremento de gastos com a inclusão do medicamento na padronização. 2ª Avaliação Médica Após análise do CIM, este envia a solicitação - omitindo a identidade do médico solicitante - ao médico consultor da classe a que o medicamento pertence, para que ele emita seu parecer a respeito. 3ª Oficialização pela CFT O último passo é a apresentação do processo para a CFT, que oficializará a decisão final sobre o assunto. Caso seja aprovada a inclusão, esta constará nas próximas edições do Manual Farmacêutico. NOTA - antes do produto ser efetivamente colocado em estoque, para dispensação, ainda será necessário que sejam obedecidos os seguintes requisitos: a) Cadastramento do Fornecedor Se o fornecedor do produto em questão (fabricante/distribuidor/etc.) não for cadastrado no Hospital, deverá ter suas instalações inspecionadas (através da Farmácia Hospitalar), a fim de que se verifique se as mesmas estão dentro dos padrões estabelecidos pelo programa oficial pertinente. b) Testes Após a fase de inspeção do fornecedor, o próximo passo é a fase de testes, quando o produto poderá ser submetido a testes analíticos e será verificado se está dentro das especificações necessárias. Estes testes serão feitos em laboratório sem vínculos com o fabricante e por meio de amostras escolhidas pelo Hospital. c) Aprovação comercial interna do fornecedor Todos os medicamentos incluídos serão acompanhados por um período de 6 meses e após este período, sua permanência como medicamento padronizado será reavaliada em função do consumo apresentado. 3.2. Critérios w Evitar multiplicidade de princípios ativos destinados ao mesmo fim (a inclusão de um medicamento deverá estar sempre atrelada à possibilidade de exclusão de um representante da classe, anteriormente padronizado). w Padronizar medicamentos de fornecedores que já tenham passado pela avaliação técnica.
  27. 27. Manual Farmacêutico 2011/201226 w Evitar, sempre que possível, as associações medicamentosas, priorizando medicamentos com um único princípio ativo, em que o médico possa associar os medicamentos considerados necessários nas doses convenientes para cada caso. A padronização de associações de fármacos só se justifica quando: 1. A documentação clínica justifica o uso concomitante de mais de um fármaco; 2. O efeito terapêutico da combinação é maior que a soma dos efeitos de cada um isoladamente; 3. O custo da combinação é menor que a soma dos ­custos dos diversos produtos em separado; 4. Facilita a posologia para o paciente. w Evitar a padronização de forma farmacêutica de ­liberação prolongada, com exceção dos casos em que haja vantagens terapêuticas compro- vadas. w Resguardando-se a qualidade, padronizar os medicamentos, levando- se em consideração o menor custo de aquisição, armazenamento, dis- pensação e controle. w Padronizar formas farmacêuticas, apresentações e ­­dosa­gens conside- rando: comodidade de administração aos pacientes; faixa etária; facili- dade para cálculo de dose a ser administrada; facilidade para fraciona- mento ou multiplicação das doses. 4. Exclusão da Padronização de Medicamentos 4.1 Critérios w Medicamentos que tiveram sua comercialização proibida ou desconti- nuada por órgão competente. w Medicamentos que poderão ser substituídos com vantagens, quando da inclusão de outro fármaco. w Consumo, em período considerado, que não justifique a padronização. 5. Medicamentos de Uso Eventual São aqueles que, por possuírem um consumo muito pequeno e irregular, e/ou por serem utilizados em situações excepcionais, não deverão ser mantidos em estoque, porém serão providenciados quando solicitados sem a necessidade do preenchimento da ficha. 6. Medicamentos Importados O Hospital possui alguns medicamentos importados padronizados que são adquiridos por importação direta e que, em virtude de alterações na legislação regulamentadora deste tipo de comercialização por parte da Secretaria Nacional de Vigilância Sanitária do Ministério da Saúde do Brasil, não podem ter a garantia total e a constante manutenção de seu estoque. Por este motivo, poderão eventualmente sofrer desabastecimento ou mesmo serem retirados da lista de padronizados. As eventuais prescrições de medicamentos importados não padronizados que, não têm registro nem autorização do Ministério da Saúde para comercialização no país, serão avaliados pelo farmacêutico que orientará o paciente quanto aos trâmites para viabilizar sua importação.
  28. 28. Manual Farmacêutico 2011/2012 27 7. Uso de Medicamentos Não-Dispensados pelo Hospital O Hospital, através da Comissão de Farmácia e Terapêutica, mantém em seu estoque, dentro dos padrões técnicos necessários e sob responsabilidade da Farmácia, os produtos constantes da Relação de Medicamentos Padronizados no HIAE. Se, por qualquer motivo, um paciente trouxer consigo um medicamento para ser administrado aqui, este procedimento poderá ser realizado mediante cumprimento da seguinte rotina: 1ª) O farmacêutico é acionado através do bip e faz a ­verificação das condições do medicamento, anotando: w Prazo de validade e lote; w Condições de armazenamento e transporte (temperatura e exposição à luz); w Inviolabilidade da embalagem final do produto; w Nome comercial e genérico; w Quantidade. 2ª) O paciente ou responsável assina o termo de ­responsabilidade de me- dicamento próprio (Figura 2), que será anexado ao prontuário do pa- ciente. 3ª) A enfermagem faz a administração conforme a rotina normal.
  29. 29. Manual Farmacêutico 2011/201228 Inclusão de Medicamentos na Padronização Nome genérico:__________________________________________ Nome comercial:_____________ Laboratório fabricante:__________ Concentração:___ Forma farmacêutica:___Via de administração:___ Justificativa de inclusão (se já houver equivalente ou similar da mesma classe terapêutica padronizado, indicar quais e justificar sua superiori- dade terapêutica): ____________________________________________________________ ____________________________________________________________ ____________________________________________________________ ____________________________________________________________ ____________________________________________________________ ____________________________________________________________ ____________________________________________________________ ____________________________________________________________ ____________________________________________________________ ____________________________________________________________ ____________________________________________________________ ____________________________________________________________ _____________________________________________________________ Referências bibliográficas: ____________________________________________________________ ____________________________________________________________ ____________________________________________________________ ____________________________________________________________ ____________________________________________________________ ____________________________________________________________ ____________________________________________________________ ____________________________________________________________ _____________________________________________________________ Médico:______________ CRM:____________ Tel.:_____________ Assinatura:__________________________ Data:____/____/______ Declaração de conflito de interesse:__________________________ Figura 1
  30. 30. Manual Farmacêutico 2011/2012 29 Figura 2 Nome: Prontuário: Leito: Sepossívelcolaraetiqueta: TERMOderesponsabilidadeDEMEDICAMENTOPRÓPRIO Eu,________________________________________________estoucientedequeoprodutofarmacêuticoqueestoufornecendoaoHIAEparaotratamento do(a)pacienteacimaidentificado(a),nãoédeprocedênciaconhecidadoHospitalemeresponsabilizopelascondiçõesdearmazenamentoetransporte anterioraestadata.Tambémestoucientequeomedicamentosópoderáser­utilizadoseascondiçõesdearmazenamentoevalidadeestiveremem conformidadecomosrequisitosdafarmáciadohospital. Concordaemdeixarestesmedicamentosaoscuidadosdaenfermagem? psim pnão Descreva_____________________________________________________ ______________________________________________________________ Foipossívelidentificartodososmedicamentos? psim pnão Descreva_____________________________________________________ ______________________________________________________________ Observações__________________________________________________ ______________________________________________________________________________________ Assinaturadoresponsável pelopaciente ________________________ Farmacêutico datadaverificação MEDICAMENTOS ApresentaçãoComercialNomeGenéricoQuantidadeLoteValidade 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 FarmáciaHospitalar
  31. 31. Manual Farmacêutico 2011/201230 8. Classificação dos Princípios Ativos Padronizados no HIAE com Base no Anatomical Therapeutic Chemical (ATC) Index Metabolismo e Trato Alimentar Drogas para tratamentos de Úlcera Péptica, Antiácidos e Flatulência Antiácidos Compostos de Alumínio Hidróxido de Alumínio Compostos de Magnésio Hidróxido de Magnésio Combinações e Complexos de Alumínio, Cálcio e Magnésio Hidróxido de Alumínio e Magnésio + Dimeticona Antiácidos com Antiflatulentos Hidróxido de Alumínio e Magnésio + Dimeticona Drogas para Tratamento de Úlcera Péptica Antagonistas de Receptor H2 Ranitidina Inibidores da bomba de prótons Omeprazol Pantoprazol Esomeprazol Outras Sucralfato Antiflatulentos Dimeticona Agentes Antiespasmódicos, Anticolinérgicos e Propulsivos Agentes Anticolinérgicos e Antiespasmódicos Sintéticos Papaverina e derivados Papaverina Beladona e Derivados Alcaloides semissintéticos da Beladona, Compostos Quaternários de Amônia Escopolamina Propulsivo Metoclopramida Bromoprida Domperidona Mebeverina Antieméticos e Antinauseantes Antagonistas de Neuroquinina Ondansetrona Granisetrona Aprepitante Dimenidrinato + Piridoxina + Glicose Dimenidrinato + Piridoxina Drogas para Terapia Hepática Ornitina Laxantes Laxantes de contato Bisacodil Picossulfato sódico Docusato sódico + bisacodil Alcaçuz + cássia fístula + coriandrum sativum + folhas de sena + tamarindo Laxantes de ação osmótica Lactulose Laurilsulfato de sódio + Sorbitol Macrogol + Eletrólitos Enemas Fosfato enema Glicerol Outros Glicerol Muciloide + Hidrófilo Psillium Manitol Antidiarreico, Anti-inflamatórios e Antibacterianos Eletrólitos com Carbohidratos Sais para Reidratação Bicarbonato de sódio Citrato de Potássio + Citrato de sódio + Cloreto de sódio + Glicose Cloreto de Cálcio + Cloreto de Potássio + Cloreto de sódio + Glicose + Acetato de sódio + Magnésio Cloreto de cálcio + Cloreto de potássio + Cloreto de sódio Cloreto de cálcio + Cloreto de potássio + Cloreto de sódio + Lactato de sódio Antipropulsivos Loperamida Anti-inflamatórios Intestinais Corticoide de uso local Budesonida Ácido aminosalicílico e similares Sulfasalazina Microorganismos antidiarreicos Saccharomyces boulardii Lactobacillus Outros Racecadotril Digestivos Incluindo Enzimas Enzimas Digestivas Preparações de Enzimas Pancrelipase Drogas Usadas em Diabetes Insulinas Insulinas de ação Rápida Insulina Humana mc Regular
  32. 32. Manual Farmacêutico 2011/2012 31 Insulinas de ação Intermediária Insulina Humana mc NPH Outros Insulina Lispro Redutores da Glicose Sanguínea Biguanidas Metformina Sulfonamidas e derivados de Ureia Glibenclamida Clorpropamida Glimepirida Repaglinida Outros Sitagliptina Pioglitasona Vitaminas Multivitamínicos Combinações Multivitamínicos com minerais Polivitamínico com minerais Multivitamínicos sem minerais Multivitamínico Vitamina A e D combinações Retinol Retinol + calciferol Calcitriol Vitamina B1 e combinações Tiamina Complexo B Polivitamínico com minerais Polivitamínico sem minerais Vitamina C e combinações Ácido ascórbico Ácido ascórbico + ácido fólico Outras Vitaminas Tocoferol Piridoxina Suplemento Mineral Cálcio Cálcio Carbonato de cálcio Cloreto de cálcio Gluconato de cálcio Potássio Cloreto de potássio Fosfato de potássio Combinações Citrato de potássio + Citrato de sódio + Cloreto de sódio + Glicose Cloreto de cálcio + Cloreto de potássio + Cloreto de sódio Cloreto de cálcio + Cloreto de potássio + Cloreto de sódio + Lactato de sódio Sódio Cloreto de sódio Magnésio Sulfato de magnésio Pidolato de magnésio Anabolizante de Uso Sistêmico Esteroides Anabolizantes Nandrolona Sangue e Elementos Formadores do Sangue Agentes Antitrombóticos Antagonistas da vitamina K Varfarina Grupo das Heparinas Heparina Enoxaparina Inibidores da Agregação Plaquetária Abciximabe Acido Acetilsalicílico Clopidogrel Dipiridamol Ticlopidina Tirofiban Enzimas Drotrecogina alta Estreptoquinase Alteplase Anti-hemorrágicos Antifibrinolíticos Aminoácidos Acido Aminocaproico Acido Tranexâmico Vitamina K e outros hemostáticos Fitomenadiona Fatores de coagulação do Sangue Fator VIII Fator II + Fator VI + Fator IX + Fator X Outros Octreotida Somatostatina Antianêmicos Ferro Hidróxido ferroso Ferro quelato Vitamina B12 e Ácido Fólico Vitamina B12 e combinações Hidroxocobalamina Ácido Fólico Ácido Fólico e combinações Folinato cálcico Ácido Fólico + ácido ascórbico Ácido Fólico + ácido ascórbico + ferro Outros Antianêmicos Eritropoetina Humana Hipolipidêmico Redutores de Colesterol e Triglicérides Inibidores da HMG-COA Atorvastatina Sinvastatina Rosuvastatina
  33. 33. Manual Farmacêutico 2011/201232 Fibratos Genfibrozila Quelantes de sais biliares Colestiramina Outros Ezetimiba Ezetimiba + Sinvastatina Soluções para Infusão e Substitutos do Plasma Sangue Produtos Relacionados Substitutos do Plasma e Frações de Proteína Albumina Humana Gelatina Hetastarch Soluções injetáveis Soluções para Nutrição Parenteral Aminoácidos Aminoácido com Glutamina Aminoácidos pediátricos Emulsão lipídica Soluções que afetam o balanço eletrolítico Bicarbonato de sódio Cloreto de sódio Cloreto de potássio Fosfato de potássio Sulfato de magnésio Manitol Solução para Irrigação Soluções com sais Cloreto de sódio Outras soluções para Irrigação Solução salina balanceada Manitol Diálise Peritoneal Solução para diálise Solução com baixo cálcio Solução de diálise com potássio Diálise Hemodiálise Solução bicabornato sem potássio Solução de citrato trissódico Solução de cloreto de sódio 0,45% Sistema Cardiovascular Terapia Cardíaca Glicosídeos Cardíacos Digitálicos Deslanosídeo Digoxina Antiarrítmicos Classe I e III Antiarrítmicos classe I A Quinidina Procainamida Antiarrítmicos classe I B Lidocaína Antiarrítmicos classe I C Propafenona Antiarrítmicos classe III Amiodarona Adenosina Estimulantes Cardíacos excluindo Glicosídeos Adrenérgicos e Dopaminérgicos Isoprenalina Epinefrina Norepinefrina Dopamina Fenilefrina Dobutamina Metaraminol Vasodilatadores Nitratos Orgânicos Propatilnitrato Dinitrato de Isossorbida Mononitrato de Isossorbida Nitroglicerina Prostaglandinas Alprostadil Outros Indometacina Anti-hipertensivos Antiadrenérgicos de ação central Metildopa Metildopa Clonidina e Análogos Clonidina Agentes de ação na musculatura arteriolar lisa Derivados de Hidrazinoftalazina Hidralazina Nitroprussiato de sódio Verapamil Nifedipino Nimodipino Diltiazem Agentes de ação no Sistema Renina-Angiotensina Inibidores de Enzima Captopril Enalapril Lisinopril Ramipril Outros Candersartana Losartan Trimetazadina Doxazosina Diuréticos Diuréticos de Alça Tiazidas Hidroclorotiazida Clortalidona Furosemida
  34. 34. Manual Farmacêutico 2011/2012 33 Diuréticos poupadores de potássio Antagonistas da Aldosterona Espironolactona Diuréticos de alça e poupadores de potássio em combinação Amilorida + Hidroclorotiazida Vasodilatador periférico Derivados da 2-amino1-fenil etanol Isoxsuprina Derivados Imidazólicos Fentolamina Tolazolina Derivados da Purina Pentoxifilina Outros Buflomedil Naftidrofurila Papaverina Vasoprotetores Tratamento de Hemorroidas - uso tópico Produtos contendo corticoides Cinchocaina + Clemizol + Fluocortolona Cinchocaína + Policresuleno Bioflavonoides Diosmina + Hesperidina Beta Bloqueadores Beta Bloqueadores não seletivos Esmolol Pindolol Propranolol Timolol Sotalol Nadolol Carvedilol Metoprolol Beta Bloqueadores seletivos Atenolol Outros Amlodipina Produtos Dermatológicos Produtos Dermatológicos Antifúngicos de uso dermatológico Antibióticos Nistatina + óxido de zinco Triancilona + gramicidina + neomicina + nistatina Nistatina Amorolfina Derivados Imidazólicos Cetoconazol Tioconazol Miconazol Emolientes e Protetores Nutraderm Pasta d’Água Óleo de amêndoas Vaselina Antipruriginoso, anti-histamínicos e anestésicos Anestésicos de Uso Tópico Ácido fusídico Bupivacaina + Glicose Bupivacaina Bupivacaina + Epinefrina Lidocaína + Epinefrina Lidocaina Lidocaína + Prilocaína Felipressina + Prilocaína Ropivacaína Hialuronidase + Lidocaína + Neomicina Antibióticos e Quimioterápicos para uso Dermatológico Antibióticos para uso tópico Cloranfenicol + Colagenase Cloranfenicol + desoxirribonuclease fibrinolisina Bacitracina + Neomicina Triancinolona + gramicidina + neomicina + nistatina Clostebol + Neomicina Gentamicina Betametasona (Dipropionato) + Gentamicina Hialuronidase + Lidocaína + Neomicina Sulfadiazina de Prata Mupirocina Quimioterápicos para uso tópico Antiviral Aciclovir Corticoides de Uso Dermatológico Hidrocortisona Prednisolona Triancinolona Betametasona Betametasona + Gentamicina Clobetasol Fludroxicortida Antissépticos e Desinfetantes de Uso Dermatológico Biguanidas e Amidinas Clorexidina Hexamidina + Tetracaina Derivados do Furano Nitrofurazona Compostos de Prata Sulfadiazina de Prata Prata + Cério Outros Lugol Dexpantenol + alfa bisabolol Ácido mucopolissacarido-polissulfúrico Ureia Papaína
  35. 35. Manual Farmacêutico 2011/201234 Sistema Genito Urinário e Hormônio Sexual Antibióticos e Antissépticos de Uso Ginecológico Antibióticos e antissépticos excluindo corticoides Antibióticos Nistatina Isoconazol Outros Produtos Ginecológicos Ocitócicos Ocitocina Prostaglandinas Dinoprostona Inibidores da prolactina Bromocriptina Cabergolina Anti-inflamatórios ginecológicos Benzidamina Outros Atosibana Hormônios Sexuais e Moduladores de uso sistêmico Progestágenos Megestrol Medicamentos para Urologia Antissépticos e Antibacteriano Urinário Derivados do Nitrofurano Nitrofurantoína Tamsulosina Outros Fenazopiridina Outros incluindo Antiespasmódicos Darifenacina Oxibutinina Outros Finasterida Dutasterida Hormônios Sistêmicos excluindo Hormônios Sexuais Hormônios Pituitários e Hipotalâmico Hormônio do Lobo Anterior ACTH Somatropina Hormônio do Lobo Posterior Vasopressina e derivados Desmopressina Terlipressina Ocitocina e derivados Ocitocina Hormônios Hipotalâmicos Somatostatina Octreotida Corticoides de Uso Sistêmico Mineralocorticoide Fludrocortisona Glicocorticoides Betametasona Dexametasona Metilprednisolona acetato Metilprednisolona (succinato sódico) Prednisolona Prednisona Hidrocortisona Deflazacorte Terapia da Tireoide Preparações para tireoide Hormônios da tireoide Levotiroxina Preparações antitireoide Metimazol Hormônio Pancreático Hormônio Glicogenolítico Hormônio Glicogenolítico Glucagon Homeostase do Cálcio Hormônio Antiparatireoide Antimicrobianos Gerais de Uso Sistêmico Antibacterianos para uso sistêmico Tetraciclinas Tetraciclinas Doxiciclina Anfenicois Cloranfenicol Betalactâmicos Penicilinas de amplo espectro Ampicilina Amoxicilina Ácido Clavulânico + Amoxicilina Penicilinas sensíveis a Betalactamase Benzilpenicilina Penicilina G Fenoximetilpenicilina Penicilinas resistentes a Betalactamase Oxacilina Inibidor de Betalactamase + Penicilina Piperacilina + Tazobactam Ácido Clavulânico + Ticarcilina Sulbactan + ampicilina Outros Betalactâmicos Cefalosporinas e substâncias relacionadas Cefalexina Cefalotina Cefazolina Cefoxitina Cefuroxima Cefaclor Cefadroxila Ceftazidima
  36. 36. Manual Farmacêutico 2011/2012 35 Ceftriaxona Cefotaxima Cefepima Monobactâmico Aztreonam Carbapenens Ertapenem Meropenem Imipenem + Cilastatina Sulfonamidas e Trimetoprima Trimetoprima Cotrimoxazol Sulfonamidas Sulfadiazina Macrolídeos e Lincosamidas Macrolídeos Azitromicina Claritromicina Eritromicina Lincosamida Clindamicina Aminoglicosídeos Amicacina Gentamicina Neomicina Tobramicina Quinolonas Fluorquinolonas Ciprofloxacina Norfloxacino Levofloxacina Outros Antibacterianos Glicopeptídeo Linezolida Vancomicina Polimixina B Teicoplanina Derivados Imidazólicos Metronidazol Antimicóticos de Uso Sistêmico Antibióticos Anfotericina b Anfotericina b Lipossomal Derivados Triazólicos Fluconazol Itraconazol Antimicrobacterianos Drogas para tratamento da Tuberculose Antibióticos Rifampicina Isoniazida Antivirais de Uso Sistêmico Agentes de ação direta sobre o vírus Nucleosídeos Aciclovir Cidofuvir Efavirenz Foscarnet Ganciclovir Imunoglobulina Anti Rho Imunoglobulina Antitimócito Imunoglobulina Humana Antitetânica Imunoglobulina Humana Anti-Hepatite B Antiparasitários Antiprotozoários Agentes contra Amebíase e outras causadas por protozoários Derivados nitroimidazólicos Metronidazol Antimaláricos Aminoquinolinas Pirimetamina Anti-helmínticos Antitrematodal Derivados benzimidazólicos Tiabendazol Albendazol Outros antinematoides Pamoato de Pirvinio Ivermectina Ectoparasiticidas, Escabicidas Deltametrina Antineoplásicos e Imunomoduladores Citostáticos Agentes Alquilantes Mostardas Nitrogenadas Ciclofosfamida Clorambucil Melfalana Ifosfamida Busulfano Tiotepa Carmustina Temozolamida Antimetabólitos Azacitidina Azatioprina Capecitabina Citarabina Cladribina Fludarabina Fluoro-uracil Gemcitabina Mercaptopurina Metotrexato Pemetrexede Raltitrexede Alcaloides e outros produtos naturais Docetaxel Etoposido Paclitaxel
  37. 37. Manual Farmacêutico 2011/201236 Vimblastina Vincristina Vinorelbina Antibióticos Citotóxicos Antraciclinas Daunorrubicina Doxorrubicina Epirubicina Idarrubicina Outros antibióticos citotóxicos Bleomicina Mitomicina Outros Citostáticos Compostos de Platina Cisplatina Carboplatina Metil-hidrazinas Dacarbazina Outros Asparaginase Bevacizumabe Bortezomibe Cetuximabe Fludarabina Hidroxiureia Irinotecano Mitoxantrona Oxaliplatina Rituximabe Topotecano Terapia Endócrina Hormônios e Produtos Relacionados Estrógenos Buserelina Goserelina Leuprorrelina Megestrol Hormônios Antagonistas e Agentes Relacionados Antiestrógenos Tamoxifeno Imunomodulares Imunossupressores Citocinas Filgrastim Interferona Agentes imunossupressores seletivos Ciclosporina Daclizumabe Mofetila Tacrolimus Outros Azatioprina Mesna Sirolimus Sistema Músculo Esquelético Anti-inflamatórios e Antirreumáticos Anti-inflamatórios e Antirreumáticos não-esteroidais Derivados do ácido acético e acetamida Diclofenaco sódico Diclofenaco potássico Oxicans Tenoxicam Derivados do ácido propiônico Naproxeno Cetoprofeno Ibuprofeno Antirreumáticos Específicos Penicilaminas e similares Penicilamina Produtos Tópicos para Dores das Juntas e Músculo Anti-inflamatórios não-hormonais Tópicos Diclofenaco Potassico Relaxante Muscular Relaxante Muscular de Acão Periférica Alcaloides do Curare Pancurônio Vecurônio Cisatracúrio Mivacúrio Rocurônio Relaxantes Musculares de Ação Central Outros Baclofeno Tizanidina Ciclobenzaprina Relaxantes Musculares de Ação Direta Dantroleno e derivados Dantroleno Antigotosos Inibidores da produção de ácido úrico Alopurinol Preparações sem efeito para o metabolismo do ácido úrico Colchicina Drogas para tratamento das doenças dos ossos Drogas que afetam a mineralização Ácido zoledrônico Alendronato dissódico Calcitonina Pamidronato dissódico
  38. 38. Manual Farmacêutico 2011/2012 37 Sistema Nervoso Anestésicos Gerais Halogenados Isoflurano Sevoflurano Tiopental Fentanila Sufentanila Alfentanila Cetamina Etomidato Propofol Remifentanil Anestésico Local Amidas Lidocaina Ropivacaína Hialuronidase + Lidocaína + Neomicina Bupivacaína Bupivacaína + Epinefrina Lidocaína + Epinefrina Lidocaína + Prilocaina Analgésicos Opioides Alcaloides naturais do Ópio Morfina Oxicodona Derivados de fenilpiperidina Meperidina Derivados morfinâmicos Nalbufina Outros Tramadol Outros Analgésicos e Antipiréticos Ácido salicílico e derivados Ácido Acetilsalicílico Mesalazina Dipirona Paracetamol Codeina + paracetamol Sumatriptana Dipirona + adifenina + prometazina Dipirona + isomepteno + cafeína Antiepilético Barbituratos e derivados Fenobarbital Derivados da Hidantoína Fenitoina Clonazepam Carboxamida Carbamazepina Oxcarbazepina Valproato sódico Vigabatrina Outros Lamotrigina Gabapentina Antiparkinsonianos Anticolinérgicos Aminas terciárias Biperideno Agentes Dopaminérgicos Dopa e derivados da dopa Benserazida + Levodopa Carbidopa + Levodopa Selegilina Agonistas Dopamina Bromocriptina Pramipexol Derivados adamantano Amantadina Outros Entacapone Psicolépticos Antipsicóticos Grupo da fenotiazina com dimetilaminopropil Clorpromazina Propericiazina Levomepromazina Fenotiazina com Estrutura de Piperidina Tioridazina Derivados da Butirofenona Droperidol Haloperidol Lítio Carbonato de Lítio Outros Galantamina Olanzapina Quetiapina Ansiolítico Derivados benzodiazepínicos Diazepam Flurazepam Lorazepam Bromazepam Clobazam Alprazolam Flunitrazepam Midazolam Derivado difenilmetano Hidroxizina Derivados azaspirodecanediona Buspirona Hipnóticos e Sedativos Aldeídos e Derivados Hidrato de Cloral
  39. 39. Manual Farmacêutico 2011/201238 Ciclopirrolonas Zopiclona Imidazopiridinas Zolpidem Outros Dexmedetomidina Psicoanalépticos Antidepressivos Derivados Tricíclicos Imipramina Clomipramina Amitriptilina Derivados Bicíclicos Fluoxetina Citalopram Paroxetina Sertralina Escitalopram Outros Bupropiona Duloxetina Mirtazapina Drogas Antidemência Anticolinesterásico Donepezil Galantamina Psicoestimulantes Derivados de Xantina Metadona Outras Drogas do Sistema Nervoso Parassimpatomiméticos Neostigmina Piridostigmina Carbacol Betanecol Simpatomiméticos de Ação Central Metilfenidato Antivertiginoso Flunarizina Sistema Respiratório Preparações Nasais Descongestionantes Nasais Tópicos Simpatomiméticos Oximetazolina Pseudoefedrina Xilometazolina Corticosteroides Budesonida Fluticasona Outros Cloreto de sódio Preparações para o Esôfago Antissépticos Cloreto de Cetilpiridinio Benzocaina + Cetilpiridínio Clorexidina Antiasmáticos Adrenérgicos Inalatórios Agonista adrenoceptor seletivo beta2 Salbutamol Salmeterol Fenoterol Formoterol Terbutalina Outros Antiasmáticos Inalatórios Anticolinérgicos Brometo de Ipratropio Adrenérgicos de Uso Sistêmico Agonista adrenoceptor Alfa e Beta Epinefrina Efedrina Agonista Não Seletivo Isoprenalina Agonista Seletivo Beta2 Salbutamol Fenoterol Outros Antiasmáticos para Uso Sistêmico Teofilina Aminofilina Bamifilina Formoterol + budesonida Preparações para Tosse e Resfriados Espectorantes Mucolíticos Acetilcisteína Antitussígenos Codeína + Fenetilamina + Homatropina + Pentetrazol Anti-histamínicos para Uso Sistêmico Anti-histamínicos para Uso Sistêmico Difenidramina Fexofenadina Maleato de Dexclorfeniramina Prometazina Outros Desloratadina Loratadina Outros Produtos para o Sistema Respiratório Surfactantes Fosfolípide de Pulmão Porcino Outros Montelucaste Orgãos Sensoriais Oftalmologia Anti-infecciosos Antibióticos Cloranfenicol Gatifloxacino Gentamicina Ciprofloxacina
  40. 40. Manual Farmacêutico 2011/2012 39 Vários Todos os outros Produtos Antídotos Antídotos Acetilcisteína Ácido Folínico Atropina Azul de Metileno Carvão Ativado Deferasirox Digoxina Imune Fab Dimercaprol Edetato Dissódico de Cálcio Flumazenil Naloxona Nitrito de sódio Sulfato de Atropina Tobramicina Moxifloxacino Antivirais Aciclovir Outros Ácido bórico Nitrato de Prata Anti-inflamatório Flurbiprofeno Corticoides Dexametasona Betametasona Triancinolina Antiglaucoma Parassimpatomimético Pilocarpina Inibidores da anidrase carbônica Acetazolamida Beta bloqueadores Timolol + Dorzolamida Midriático e Cicloplégico Anticolinérgicos Ciclopentolato Tropicamida Fenilefrina Descongestionantes e Antialérgicos Nafazolina + Feniramina Anestésico Local Proximetacaína Agentes Diagnósticos Fluoresceína Curativo Cirúrgico Hialuronato de sódio Hilauronato de sódio + sulfato de condroitina Dextrano + Hipromelose Outros Ácido poliacrílico Azul de Trypan Metilcelulose Perfluoroctano Polividona Otológicos Polimixina B + Fluocinolona + Lidocaína + Neomicina Outros Hidroxiquinoleína/Trietanolamina Oxitetraciclina + Hidrocortisona
  41. 41. Manual Farmacêutico 2011/201240 9. Relação dos Medicamentos Classificados por Ação Farmacológica ALZHEIMER DONEPEZIL Eranz 5mg comprimido MEMANTINA Ebix 10mg comprimido RIVASTIGMINA Exelon 1,5mg comprimido GALANTAMINA Reminyl ER 8mg comprimido AMINA VASOATIVA DOBUTAMINA Dobutrex 250mg injetável (ampola 20mL) DOPAMINA Revivan 50mg injetável (ampola 10mL) EFEDRINA Efedrin 5% injetável (ampola 1 mL) EPINEFRINA Adrenalina 1mg injetável (ampola 1mL) ISOPRENALINA Isoprenalina 0,2mg/mL injetável (ampola 1mL) METARAMINOL Aramin 10mg injetável (ampola 1mL) NOREPINEFRINA Hyponor/Levophed/Norepine 1mg/mL injetável (ampola 4mL) AMINOÁCIDOS AMINOÁCIDOS ketosteril tablete SOLUÇÃO DE AMINOÁCIDO COM GLUTAMINA Dipeptiven 20% (frasco 100mL) SOLUÇÃO DE AMINOÁCIDOS Hepamino 8% (frasco 500mL) SOLUÇÃO DE AMINOÁCIDOS A 10% Aminoplasmal L 10% (frasco 1000mL) SOLUÇÃO DE AMINOÁCIDOS PEDIÁTRICOS Trophamine 10% solução AMINOGLICOSÍDEO AMICACINA Amicilon 500mg (ampola) Novamin 100mg injetável (ampola 2mL) Novamin 500mg injetável (ampola 2mL) GENTAMICINA Garamicina 40mg injetável (ampola 1mL) Garamicina 80mg injetável (ampola 2 mL) NEOMICINA Sulfato de Neomicina 500mg cápsula TOBRAMICINA Tobramina 75mg injetável (ampola 1,5mL)
  42. 42. Manual Farmacêutico 2011/2012 41 ANALGÉSICO DE VIAS URINÁRIAS FENAZOPIRIDINA Pyridium 100mg drágea ANALGÉSICO NARCÓTICO ALFENTANILA Rapifen 0,5 mg/mL injetável (ampola 5mL) CODEÍNA Codein 3mg/mL solução oral CODEÍNA + PARACETAMOL Tylex 30mg comprimido Tylex 7,5mg comprimido FENTANILA Durogesic D-trans 12,5mcg sistema transdérmico Durogesic D-trans 25mcg sistema transdérmico Fentanil s/conservante 50mcg/mL injetável (ampola 5mL) METADONA Mytedon10 mg comprimido Mytedon10 mg injetável (ampola 1mL) MORFINA Dimorf 0,2mg/mL injetável (ampola 1mL) Dimorf 10mg comprimido Dimorf 10mg injetável (ampola 1mL) Dimorf 1mg/mL injetável (ampola 2mL) NALBUFINA Nubain 10mg/mL injetável (ampola 1mL) OXICODONA Oxycontin 10 mg comprimido PETIDINA / MEPERIDINA Dolantina 50mg/mL injetável (ampola 2mL) SUFENTANILA Sufenta 50mcg/mL injetável (ampola 1mL) Sufenta 5mcg/mL injetável (ampola 2mL) TRAMADOL Tramal 100mg/mL gotas Tramal 50mg cápsula Tramal 50mg/mL injetável (ampola 2mL) TRAMADOL + paracetamol Ultracet 325 mg comprimido ANALGÉSICO, ANTIPIRÉTICO, ANTI-INFLAMATÓRIO NÃO-HORMONAL ÁCIDO ACETILSALICÍLICO Aspirina infantil 100mg comprimido ÁCIDO ACETILSALICÍLICO TAMPONADO Aspirina Prevent 100mg comprimido Somalgin 325mg comprimido CETOPROFENO Artrinid 50mg cápsula Profenid 50mg cápsula Profenid IV 100mg injetável
  43. 43. Manual Farmacêutico 2011/201242 CETOROLACO TROMETAMINA Toragesic 30mg injetável (ampola 1mL) Toragesic 10mg comprimido sublingual DICLOFENACO POTÁSSICO Cataflam 15mg/mL gotas (frasco 20mL) DICLOFENACO SÓDICO Voltaren 50mg supositório Voltaren 50mg comprimido Voltaren 75mg injetável (ampola 3mL) DIPIRONA Novalgina 500mg comprimido Novalgina 500mg/mL gotas Novalgina 500mg/mL injetável (ampola 2mL) Novalgina 50mg/mL solução oral Novalgina infantil 300mg supositório DIPIRONA + ADIFENINA + PROMETAZINA Lisador gotas Lisador injetável (ampola 2mL) Lisador comprimido Flurbiprofeno Ocufen 0,3mg/mL colírio GLUCOSAMINA + CONDROITINA Artrolive 500 + 400mg cápsula INDOMETACINA Indocid 50mg cápsula Indocid PDA 1mg injetável IBUPROFENO Alivium / Maxifen gotas 50mg/mL (frasco 30mL) MESALAZINA Asalit 400mg comprimido Asalit 250mg supositório NAPROXENO Naprosyn 500mg comprimido PARACETAMOL Paracetamol 200mg supositório Tylenol 200mg/mL gotas Tylenol 750mg comprimido Tylenol criança 160mg/5mL solução oral TENOXICAM Tilatil 20mg comprimido Tilatil 20mg injetável (frasco-ampola) ANESTÉSICO INALATÓRIO ISOFLURANO Forane solução (frasco 100mL) SEVOFLURANO Sevorane (frasco 100mL) ANÉSTESICO LOCAL BUPIVACAÍNA Neocaína 0,5% s/ vasoconstritor injetável (frasco-ampola 20mL) Neocaína 0,5% c/ vasoconstritor injetável (frasco-ampola 30mL) Neocaína Pesada 0,5% injetável (ampola 4mL) Neocaína Isobárica 0,5% (ampola 4mL)
  44. 44. Manual Farmacêutico 2011/2012 43 CINCHOCAÍNA Nupercainal pomada LIDOCAÍNA Xylestesin 2% c/ vasoconstritor injetável (frasco/ampola 20mL) Xylestesin 2% s/ vasoconstritor injetável (frasco/ampola 20mL) Xylestesin 2% isobárico injetável (ampola 5mL) Xylestesin 2% gel Xylestesin carpule 2% c/ vasoconstritor tubete injetável Xylestesin carpule 2% s/ vasoconstritor tubete injetável Xylestesin 10% SY LIDOCAÍNA + PRILOCAÍNA Emla creme (2,5% Lidocaína 2,5% Prilocaína) ROPIVACAÍNA Naropin 7,5mg/mL injetável (ampola 20mL) ANESTÉSICO OFTÁLMICO PROXIMETACAÍNA Anestalcon 0,5% colírio Visonest colírio ANESTÉSICO VENOSO NÃO-OPIOIDE CETAMINA Ketamin S 50mg/mL injetável (frasco 10mL) DIAZEPAM Valium 10mg (ampola 2mL) ETOMIDATO Hypnomidate 20mg injetável (ampola 10mL) FLUMAZENIL Lanexat 0,5mg injetável (ampola 5mL) MIDAZOLAM Dormonid 15mg injetável (ampola 3mL) PROPOFOL Fresofol/Diprivan 10mg/mL (ampola 20mL) Diprivan PFS (seringa 50mL) Fresofol injetável (frasco 100mL) TIOPENTAL Thiopentax 0,5g injetável (frasco-ampola) ANESTÉSICO VENOSO OPIOIDE ALFENTANILA Rapifen 0,5mg/mL injetável (ampola 5mL) FENTANILA Fentanil s/ conservante 50mcg/mL injetável (ampola 5mL) MEPERIDINA / PETIDINA Dolantina 50mg/mL injetável (ampola 2mL) REMIFENTANIL Ultiva 1mg injetável (frasco ampola) SUFENTANILA Sufenta 50mcg/mL injetável (ampola 1mL) Sufenta 5mcg/mL injetável (ampola 2mL)
  45. 45. Manual Farmacêutico 2011/201244 ANSIOLÍTICO/HIPNÓTICO ALPRAZOLAM Frontal 0,25mg comprimido Frontal 0,5mg comprimido BROMAZEPAM Lexotan 3mg comprimido BUSPIRONA Ansitec 5mg comprimido CLOBAZAM Frisium 10mg comprimido DIAZEPAM Valium 5mg comprimido Compaz 10mg (ampola 2mL) FLUNITRAZEPAM Rohypnol 1mg comprimido FLURAZEPAM Dalmadorm 30mg comprimido HIDRATO DE CLORAL Cloral hidratado 100mg/mL solução (frasco 100mL) LORAZEPAM Lorax 1mg comprimido MIDAZOLAM Dormonid 15mg injetável (ampola 3mL) Dormonid 15mg comprimido Dormire 2mg/mL solução (frasco 10mL) OLANZAPINA Zyprexa 5mg comprimido ZOLPIDEM Stilnox 10mg comprimido ZOPICLONA Imovane 7,5mg comprimido ANTIAGREGANTE PLAQUETÁRIO ABCIXIMABE Reopro 10mg injetável (frasco-ampola 5mL) ÁCIDO ACETILSALICÍLICO Aspirina Infantil 100mg comprimido ÁCIDO ACETILSALICÍLICO TAMPONADO Aspirina Prevent 100mg comprimido Somalgin 325mg comprimido CLOPIDOGREL Plavix 75mg comprimido DIPIRIDAMOL Persantin 75mg comprimido Persantin 10mg injetável (ampola 2 mL) TICLOPIDINA Ticlid 250mg comprimido TIROFIBAN Agrastat 12,5mg injetável (frasco 50 mL)
  46. 46. Manual Farmacêutico 2011/2012 45 ANTIALÉRGICO DESLORATADINA Desalex xarope 0,5mg/mL (frasco 60mL) DIFENIDRAMINA Difenidrin 50mg/mL AP 1mL FEXOFENADINA Allegra 60mg cápsula FEXOFENADINA + PSEUDOEFEDRINA Allegra D comprimido HIDROXIZINA Hixizine SO 2mg/mL (frasco 120mL) Hixizine 25mg comprimido LORATADINA Claritin 10mg comprimido MALEATO DE DEXCLORFENIRAMINA Polaramine 2mg comprimido Polaramine 0,4mg/mL solução oral PROMETAZINA Fenergan 25mg comprimido Fenergan 50mg injetável (ampola 2mL) ANTIANGINOSO ATENOLOL Atenol 25mg comprimido DILTIAZEM Cardizem 30mg comprimido Cardizem 60mg comprimido Balcor EV 25mg injetável (frasco-ampola) ISOSSORBIDA - Dinitrato Isocord 20mg comprimido Isordil 2,5mg comprimido sublingual Isordil 5mg comprimido sublingual ISOSSORBIDA - Mononitrato Monocordil 20mg comprimido Monocordil 40mg comprimido Monocordil 10mg injetável (ampola 1mL) NITROGLICERINA Nitroderm TTS 10mg disco Nitroderm TTS 5mg disco Nitronal spray Tridil 5mg/mL injetável (frasco ampola 10mL) PROPATILNITRATO Sustrate 10mg comprimido sublingual TRIMETAZIDINA Vastarel 35mg MR ANTIARRÍTMICO AMIODARONA Atlansil 150mg injetável (ampola 3mL) Atlansil 100mg comprimido Atlansil 200mg comprimido
  47. 47. Manual Farmacêutico 2011/201246 ADENOSINA Adenocard 3mg/mL injetável (ampola 2mL) CARVEDILOL Coreg 3,125mg comprimido Coreg 12,5mg comprimido ESMOLOL Brevibloc 100mg injetável (frasco ampola 10mL) LIDOCAÍNA Xylestesin 2% s/ vasoconstritor (frasco-ampola 20mL) Xylestesin 2% isobárica s/ vasoconstritor (ampola 5mL) NADOLOL Corgard 40mg comprimido PROPAFENONA Ritmonorm 300mg comprimido PROPRANOLOL Inderal 10mg comprimido Inderal 40mg comprimido QUINIDINA Quinicardine 200mg comprimido SOTALOL Sotacor 120mg comprimido Sotacor 160mg comprimido VERAPAMIL Vasoton 5mg (ampola 2mL) Vasoton 80mg comprimido ANTIBACTERIANO TÓPICO BACITRACINA + NEOMICINA Nebacetin pomada CLORANFENICOL + COLAGENASE Iruxol pomada CLORANFENICOL + DESOXIRRIBONUCLEASE + FIBRINOLISINA Fibrase cloranfenicol pomada CLOSTEBOL + NEOMICINA Trofodermin creme vaginal Trofodermin creme GENTAMICINA Garamicina creme HIALURONIDASE + LIDOCAÍNA + NEOMICINA Xilodase pomada MUPIROCINA Bactroban 2% creme NITROFURAZONA Furacin solução (frasco 30 mL) SULFADIAZINA DE PRATA Dermazine 1% creme pote 400g SULFADIAZINA DE PRATA + CÉRIO Dermacerium pomada ANTICOAGULANTE ENOXAPARINA SÓDICA Clexane 20mg injetável (seringa 0,2 mL) Clexane 40mg injetável (seringa 0,4 mL)
  48. 48. Manual Farmacêutico 2011/2012 47 Clexane 60mg injetável (seringa 0,6 mL) Clexane 80mg injetável (seringa 0,8 mL) HEPARINA Actparin 5000UI/mL (frasco ampola 5mL) Heparina 5000UI/mL injetável (frasco-ampola 5mL) Heparina 100UI/mL injetável Hemofol 5000UI/0,25mL (ampola) VARFARINA Marevan 2,5mg comprimido Marevan 5mg comprimido Coumadin 1mg comprimido Coumadin 2,5mg comprimido Coumadin 5mg comprimido ANTICONVULSIVANTE ÁCIDO VALPROICO Depakene xarope frasco Depakene 250mg cápsula CARBAMAZEPINA Tegretol CR 200mg comprimido Tegretol 200mg comprimido Tegretol 100mg/5mL suspensão CLONAZEPAM Rivotril 0,25mg comprimido Rivotril 0,5mg comprimido Rivotril 2mg comprimido Rivotril 2,5mg gotas FENITOÍNA Epelin 100mg/5mL suspensão oral Hidantal 100mg comprimido Hidantal 50mg/mL injetável (ampola 5mL) FENOBARBITAL Fenobarbital IV 10mg/mL injetável (ampola 5mL) Gardenal 100mg comprimido Gardenal Infantil 40mg/mL gotas GABAPENTINA Neurontin 300mg comprimido LAMOTRIGINA Lamictal 50mg comprimido OXCARBAZEPINA Trileptal 300mg comprimido Trileptal SS 6% suspensão oral (frasco 100mL) SULFATO DE MAGNÉSIO Sulfato de Magnésio 50% injetável (ampola 10mL) TOPIRAMATO Topamax 25 mg comprimido VALPROATO SÓDICO Valpakine 200mg/mL gotas Depakote 250mg comprimido Depakote 500mg ER comprimido VIGABATRINA Sabril 500mg comprimido
  49. 49. Manual Farmacêutico 2011/201248 ANTIDEPRESSIVO AMITRIPTILINA Tryptanol 25mg comprimido CITALOPRAM Cipramil 20mg comprimido CLOMIPRAMINA Anafranil 25mg drágea DULOXETINA Cymbalta 30mg cápsula ESCITALOPRAM Lexapro 10mg comprimido Lexapro 10mg/mL (frasco 15mL) gotas FLUOXETINA Prozac 20mg cápsula Daforin gotas IMIPRAMINA Tofranil 25mg drágea CARBONATO DE LÍTIO Carbolitium 300mg comprimido MIRTAZAPINA Remeron Soltab 15mg comprimido Remeron Soltab 30mg comprimido NORTRIPTILINA Pamelor 10mg cápsula Pamelor 25mg cápsula PAROXETINA Aropax 20mg comprimido SERTRALINA Zoloft 50mg comprimido TRAZODONA Donaren 50mg comprimido VENLAFAXINA Efexor XR 37,5mg cápsula Efexor XR 75mg cápsula ANTIDIARREICO LACTOBACILLUS Lactofos envelope LOPERAMIDA Imosec 2mg comprimido RACECADOTRIL Tiorfan 100mg cápsula SACCHAROMYCES BOULARDII Floratil 100mg cápsula ANTÍDOTO ACETILCISTEÍNA Fluicistein / Fluimucil 10% injetável (ampola 3mL) DEFERASIROX Exjade 125mg comprimido
  50. 50. Manual Farmacêutico 2011/2012 49 FOLINATO CÁLCICO Prevax 50mg injetável Prevax 15mg comprimido SULFATO DE ATROPINA Atropion 0,25mg injetável (ampola 1mL) AZUL DE METILENO Azul de metileno 10% injetável (ampola 10mL) CARVÃO ATIVADO Carvão ativado DIGOXINA IMUNE FAB Digibind 38mg injetável (frasco-ampola) DIMENIDRINATO - Associação Dramin B6 injetável (ampola 1mL com 50mg de dimenidrinato) Dramin B6 DL injetável (ampola 10mL com 30mg de dimenidrinato) DIMERCAPROL Dimercaprol injetável (ampola 5mL) EDETATO DISSÓDICO DE CÁLCIO Edetato dissódico de cálcio 1g injetável (ampola 5mL) FITOMENADIONA Kanakion MM/Vita K 10mg/mL injetável (ampola 1mL) Kanakion MM 2mg/0,2mL injetável (ampola 0,2mL) FOLINATO CÁLCICO Fauldleuco/Legifol 50mg injetável Fauldleuco 300mg injetável FLUMAZENIL Lanexat 0,5mg injetável (ampola 5mL) MESILATO DE DEFEROXAMINA Desferal 500mg injetável (frasco ampola) NALOXONA Narcan 0,4mg injetável (ampola 1mL) NITRITO DE SÓDIO Nitrito de sódio 3% injetável (ampola 10mL) PRALIDOXIMA MESILATO (frasco ampola) Contrathion 200mg injetável PROTAMINA CLORIDRATO Protamina cloridrato injetável (ampola 5mL) HIDROXOCOBALAMINA Rubranova 5000mcg injetável (ampola 2mL) PIRIDOXINA Adermina 150mg/mL injetável (ampola 2mL) Vitamina B6 150mg/mL injetável (ampola 2mL) SUGAMADEX Bridion 100mg/mL frasco ampola 2mL TIOSSULFATO DE SÓDIO Tiossulfato de sódio 10% ampola 10 mL ANTIEMÉTICO/PROCINÉTICO APREPITANTE Emend 80/125mg comprimido BROMOPRIDA Digesan 10mg cápsula Digesan 4mg/mL gotas (frasco 20mL) Digesan injetável (ampola 2mL)
  51. 51. Manual Farmacêutico 2011/201250 DOMPERIDONA Motilium 1mg/mL suspensão (frasco 100mL) Motilium 10mg comprimido GRANISETRONA Kytril 1mg/mL injetável (ampola 1mL) MEBEVERINA Duspatalin 200mg cápsula METOCLOPRAMIDA Plasil 10mg injetável (ampola 2mL) Plasil 10mg comprimido Plasil infantil 4mg/mL gotas Metoclopromida 5 mg supositório ONDANSETRONA Zofran 4mg comprimido Zofran 8mg comprimido Ansentron/Zofran 2mg/mL injetável (ampola 2mL) Vonau Flash 4mg comprimido de desintegração oral PALONOSETRONA Onicit 0,25mg/5mL injetável (ampola) ANTIENXAQUECOSO ERGOTAMINA + PARACETAMOL + ATROPINA + CAFEÍNA + HIOSCIAMINA Ormigrein comprimido AMITRIPTILINA Tryptanol 25mg comprimido ISOMETEPTENO + CAFEÍNA + DIPIRONA Neosaldina drágea PROPRANOLOL Inderal 40mg comprimido Inderal 10mg comprimido NAPROXENO Naprosyn 500mg comprimido RIZATRIPTANO Maxalt RPD 10mg comprimido SUMATRIPTANA Sumax 6mg injetável (seringa 0,5 mL) Imigran 100 mg comprimido ANTIESPASMÓDICO ESCOPOLAMINA Buscopan 10mg drágea Buscopan 20mg/mL injetável (ampola 1mL) Buscopan 10mg/mL gotas (frasco 20mL) PINAVERIO Dicetel 100mg comprimido revestido ANTIESPASMÓDICO urinário DARIFENACINA BROMIDRATO Enablex 7,5mg comprimido de liberação prolongada
  52. 52. Manual Farmacêutico 2011/2012 51 ANTIFISÉTICO DIMETICONA Luftal 75mg/mL gotas (frasco 15mL) Luftal 40mg comprimido Luftal Max 125mg cápsulas ANTIFÚNGICO TÓPICO AMOROLFINA Loceryl esmalte CETOCONAZOL Arcolan 20mg/g Xampu Candicort creme (tubo 15g) MICONAZOL Daktarin gel oral ISOCONAZOL Gyno-icaden creme vaginal NISTATINA Micostatin 100.000UI suspensão Micostatin 100.000UI creme vaginal TIOCONAZOL Tralen 1% creme Tralen 1% pó ANTIFÚNGICO ANFOTERICINA B Anforicin B 50mg injetável (frasco ampola) ANFOTERICINA B LIPOSSOMAL Ambisome 50mg injetável ANIDULAFUNGINA Ecalta 100mg (frasco ampola) CASPOFUNGINA Cancidas 50 mg injetável Cancidas 70 mg injetável FLUCONAZOL Zoltec 50mg cápsula Zoltec 200mg injetável ITRACONAZOL Sporanox 100mg cápsula VORICONAZOL Vfend 200mg injetável (frasco ampola) Vfend 200mg comprimido ANTIGLAUCOMA ACETAZOLAMIDA Diamox 250mg comprimido DORZOLAMIDA + TIMOLOL Cosopt colírio (frasco 5ml) LATANOPROST Xalatan colírio (frasco 2,5mL) PILOCARPINA Pilocarpina 2% colírio
  53. 53. Manual Farmacêutico 2011/201252 ANTIGOTOSO ALOPURINOL Zyloric 100mg comprimido COLCHICINA Colchis 0,5mg comprimido ANTI-HIPERTENSIVO AMLODIPINA Cordarex 2,5mg comprimido Norvasc 5mg comprimido ATENOLOL Atenol 25mg comprimido CANDESARTANa Atacand 8mg comprimido CAPTOPRIL Capoten 12,5mg comprimido Capoten 25mg comprimido CLONIDINA Atensina 100mcg comprimido Clonidin 150mcg (ampola 1mL) CARVEDILOL Coreg 12,5mg comprimido Coreg 3,125mg comprimido DOXAZOSINA Carduran XL 4mg comprimido ENALAPRIL Eupressin 2,5mg comprimido Renitec 5mg comprimido Renitec 10mg comprimido Renitec 20mg comprimido FENTOLAMINA Regitine 10mg injetável (frasco-ampola 1mL) HIDRALAZINA Apresolina 25mg drágea Nepresol injetável (ampola 1mL) LISINOPRIL Prinivil/Zestril10mg comprimido LOSARTAN Cozaar 50mg comprimido METILDOPA Aldomet 250mg comprimido METOPROLOL Seloken 100mg comprimido Seloken 5mg injetável (ampola 5mL) Selozok 25mg comprimido NIFEDIPINO Adalat 10mg cápsula sublingual Adalat retard 10mg comprimido Adalat retard 20mg comprimido Adalat Oros 30mg comprimido NITROPRUSSIATO DE SÓDIO Nipride 50mg (ampola 2mL)
  54. 54. Manual Farmacêutico 2011/2012 53 OLMESARTANA Benicar 20mg comprimido PINDOLOL Visken 5mg comprimido PROPRANOLOL Inderal 10mg comprimido Inderal 40mg comprimido RAMIPRIL Triatec 2,5mg comprimido Triatec 5mg comprimido TELMISARTANA Micardis 40mg comprimido TOLAZOLINA Priscoline 25mg/mL (ampola 4mL) VALSARTAN Diovan 80mg comprimido Diovan 40mg comprimido ANTIMICROBIANO + CORTICOSTEROIDE TÓPICO BETAMETASONA (Dipropionato) + GENTAMICINA Diprogenta creme CETOCONAZOL + BETAMETASONA Candicort Creme OXITETRACICLINA + HIDROCORTISONA Terracortril otológico tubo 15g TRIANCINOLONA + GRAMICIDINA + NEOMICINA + NISTATINa Omcilon AM creme ANTIMICROBIANO OFTÁLMICO CIPROFLOXACINA Ciloxan 3mg/mL colírio CIPROFLOXACINA + DEXAMETASONA Cilodex pomada oftalmica CLORANFENICOL (ASSOCIAÇÃO) Epitezan pomada oftálmica GATIFLOXACINO Zymar colírio TOBRAMICINA Tobrex 3mg/mL colírio MOXIFLOXACINO Vigamox colírio TOBRAMICINA + DEXAMETASONA Tobradex colírio Tobradex pomada ANTIMICROBIANO - MISCELÂNEA ÁCIDO FUSÍDICO Verutex 2% Creme CLORANFENICOL Vixmicina 1g injetável (frasco mpola) Quemicetina 250mg drágea
  55. 55. Manual Farmacêutico 2011/201254 LINEZOLIDA Zyvox 600mg injetável Zyvox 600mg comprimido NITROFURANTOÍNA Macrodantina 100mg cápsula Hantina 5mg/mL suspensão (frasco 120mL) POLIMIXINA B Sulfato de Polimixina B (frasco ampola) TEICOPLANINA Targocid 200mg injetável (frasco ampola) TIGECICLINA Tygacil 50mg injetável (frasco ampola) VANCOMICINA Vancocina 500mg injetável (frasco ampola) ANTI-INFLAMATÓRIO HORMONAL BETAMETASONA (Acetato/Fosfato) Celestone Soluspan injetável (ampola 1mL) BUDESONIDA Budecort aqua 32mcg/dose SY NA Budecort aqua 64mcg/dose SY NA Pulmicort 0,25mg/mL suspensão para nebulização Entocort 3mg cápsula Entocort 0,02mg/mL enema (frasco 100mL) DEFLAZACORTE Calcort 30mg comprimido Calcort 6mg comprimido DEXAMETASONA Decadron 2mg/mL injetável (ampola 1mL) Decadron 4mg/mL injetável (frasco-ampola 2,5mL) Decadron 0,1mg/mL elixir Decadron 0,5mg comprimido Decadron 4mg comprimido FLUDROCORTISONA Florinefe 0,1mg comprimido FLUTICASONA Flixotide 250mcg/dose spray Flixotide 50mcg/dose spray FORMOTEROL + BUDESONIDA Foraseq 12/400mcg cápsula HIDROCORTISONA Cortisonal/Hidrocortisona 100mg injetável (frasco ampola) Cortisonal/Hidrocortisona 500mg injetável (frasco ampola) METILPREDNISOLONA (ACETATO) Depo-medrol 40mg injetável (frasco-ampola 2mL) METILPREDNISOLONA (succinato sódico) Solu-medrol 125mg injetável (frasco ampola) Solu-medrol 500mg injetável (frasco ampola) PREDNISOLONA Predsim solução oral (3mg/mL) Pred fort 10mg/mL Colírio PREDNISONA Meticorten 5mg comprimido Meticorten 20mg comprimido
  56. 56. Manual Farmacêutico 2011/2012 55 ANTI-INFLAMATÓRIO OFTÁLMICO FlurbiprofenO Ocufen Fr 5mL colírio CORTICOIDES CETOROLACO DE TROMETAMINA Acular sem conservante flaconete DEXAMETASONA Maxidex 0,1% colírio TRIANCINOLONA Triancinolona 40mg/mL (ampola 1mL) ANTI-INFLAMATÓRIO TÓPICO DICLOFENACO POTÁSSICO Cataflam emulgel 1% gel BENZIDAMINA Flogo Rosa pó ANTIPARASITÁRIO ALBENDAZOL Zentel 200mg comprimido IVERMECTINA Revectina 6mg comprimido METRONIDAZOL Flagyl 250mg comprimido Flagyl 400mg comprimido Flagyl pediátrico suspensão oral (frasco 120mL) Flagyl/Metroniflex 500mg (bolsa 100mL) PAMOATO DE PIRVÍNIO Pyr-Pam suspensão 10mg/mL PIPERAZINA Piperazina 100mg/mL solução PIRIMETAMINA Daraprin 25mg comprimido TIABENDAZOL Thiaben 500mg comprimido ANTIPARKINSONIANO AMANTADINA Mantidan 100mg comprimidos BENSERAZIDA + LEVODOPA Prolopa 250mg comprimido Prolopa 125mg cápsulas BIPERIDENO Akineton 2mg comprimido Akineton 5mg injetável (ampola 1mL) BROMOCRIPTINA Parlodel 2,5mg comprimido CARBIDOPA + LEVODOPA Cronomet comprimido Sinemet comprimido
  57. 57. Manual Farmacêutico 2011/201256 ENTACAPONE Comtan 200mg comprimidos revestidos PRAMIPEXOL Sifrol 0,125mg comprimido SELEGILINA Niar 5mg comprimido ANTIPRURIGINOSO MENTOL Andolba spray ANTISSÉPTICO Ácido Acético Ácido acético 3% (frasco 5mL) ÁCIDO BÓRICO Água boricada 3% (frasco 100mL) BENZOCAÍNA + CETILPIRIDÍNIO Cepacaína pastilhas BENJOIM Tintura de Benjoim CLORETO DE CETILPIRIDÍNIO Cepacol pastilha Cepacol 0,5mg/mL solução (frasco 240mL) CLOREXIDINA Clorohexidine aquoso 0,2% FR 100ml Periogard solução oral HEXAMIDINA + TETRACAÍNA Hexomedine spray NITRATO DE PRATA Nitrato de prata 1% colírio IODETO DE POTÁSSIO + IODO ATIVO Lugol 5% gotas LISOZIMA + LACTOFERRINA + PEROXIDASE SALIVAR Biotene solução Oral balance - gel umidificador (tubo 42g) PERMANGANATO DE POTÁSSIO Permanganato de potássio 100mg comprimido POLIVIDONA PVP Iodo 5% colírio ANTITIREOIDEANO METIMAZOL Tapazol 5mg comprimido ANTITUSSÍGENO CLOPERASTINA Seki 120 ml xarope CODEÍNA + FENETILAMINA + HOMATROPINA + PENTETRAZOL Belacodid gotas (frasco 10mL)
  58. 58. Manual Farmacêutico 2011/2012 57 ANTIVIRAL TÓPICO ACICLOVIR Zovirax creme ANTIVIRAL ACICLOVIR Zovirax 250mg injetável (frasco ampola) Zovirax 200mg comprimido CIDOFUVIR Vistide 75mg/mL injetável (frasco ampola 5mL) EFAVIRENZ Stocrin 600mg cápsula FOSCARNET Foscavir 24mg/mL FR 500mL injetável GANCICLOVIR Cymevene 500mg injetável (frasco ampola) INDINAVIR Crixivan 400mg comprimido INTERFERONA Interferon 3 milhões UI injetável (frasco ampola) Roferon-A 3 milhões UI injetável (frasco ampola) Interferon 10 milhões UI injetável (frasco ampola) Roferon-A 9 milhões UI injetável (frasco ampola) LAMIVUDINA Epivir 150mg comprimido Epivir solução oral LAMIVUDINA + ZIDOVUDINA Biovir comprimido OSELTAMIVIR Tamiflu 75mg cápsula Tamiflu 12mg/mL pó SS (frasco 30g) RIBAVIRINA Virazole 250mg cápsula VALACICLOVIR Valtrex 500mg comprimido VALGANCICLOVIR CLORIDRATO Valcyte 450mg comprimido revestido BLOQUEADOR NEUROMUSCULAR CISATRACÚRIO Nimbium 2mg/mL injetável (ampola 5 e 10 mL) MIVACÚRIO Mivacron 20mg injetável (ampola 10mL) PANCURÔNIO Pancuron 2mg/mL injetável (ampola 2mL) ROCURÔNIO Esmeron 50mg injetável (frasco-ampola 5mL) SUCCINILCOLINA Succinil Colin 100mg injetável (frasco ampola) VECURÔNIO BROMETO Vecuron 10mg injetável (frasco ampola)
  59. 59. Manual Farmacêutico 2011/201258 BRONCODILATADOR AMINOFILINA Aminofilina 100mg comprimido Aminofilina 24mg/mL injetável (ampola 10mL) BAMIFILINA Bamifix 300mg drágea BROMETO DE IPRATRÓPIO Atrovent 0,025% solução Atrovent N aerosol 20mcg/ds (frasco 10mL) CAFEÍNA Cafeína citrato 20mg/mL solução oral Cafeína citrato 20mg/mL ampola FENOTEROL Berotec 5mg/mL gotas FORMOTEROL Foradil cápsula inalatória 12mcg FORMOTEROL + BUDESONIDA Foraseq 12/400mcg cápsula inalatória Vannair 6/200mcg tubo 120 doses SALBUTAMOL Aerolin 100mcg/dose spray Aerolin solução nebulização (frasco 10mL) SALMETEROL + FLUTICASONA Seretide Diskus 50/500mcg Seretide 25/125mcg spray Seretide 25/50mcg spray Seretide diskus 50/250mcg TEOFILINA Talofilina 100mg cápsula Talofilina 200mg cápsula TERBUTALINA Terbutil 0,5mg injetável (ampola 1mL) TIOTRÓPIO Spiriva Respimat (frasco 4mL) CARBAPENEM Ertapenem sódico Invanz IV/IM 1g injetável (frasco ampola) MEROPENEM Meronem IV 1g injetável (frasco ampola) IMIPENEM + CILASTATINA Tienam Monovial 500mg injetável (frasco ampola) CEFALOSPORINA 1ª GERAÇÃO CEFADROXILA Cefamox 250mg suspensão (frasco 100mL) Cefamox 500mg cápsula CEFALEXINA Keflex 250mg suspensão (frasco 100mL) Keflex 500mg comprimido revestido CEFALOTINA Keflin 1g injetável (frasco ampola)
  60. 60. Manual Farmacêutico 2011/2012 59 CEFAZOLINA Kefazol 1g injetável (frasco ampola) CEFALOSPORINA 2ª GERAÇÃO CEFOXITINA Kefox 1g (frasco ampola) CEFUROXIMA Zinnat suspensão 250mg (frasco 50mL) Zinnat 250mg comprimido Zinacef 750mg injetável (frasco ampola) CEFALOSPORINA 3ª GERAÇÃO CEFOTAXIMA Claforan 1g injetável (frasco ampola) CEFTAZIDIMA Fortaz 1g injetável (frasco ampola) CEFTRIAXONA Rocefin 500mg IM injetável (frasco ampola) Rocefin 500mg IV injetável (frasco ampola) Rocefin 1g IM injetável (frasco ampola) Rocefin 1g IV injetável (frasco ampola) CEFALOSPORINA 4ª GERAÇÃO CEFEPIMA Maxcef 1g injetável (frasco ampola) CICATRIZANTE DEXPANTENOL + ALFA BISABOLOL Creme Regenerador Celular PAPAÍNA Papaína pó CONSERVANTE DE ÓRGÃOS Solução para conservação de órgãos Custodiol bolsa 1000mL Custodiol bolsa 2000mL Solução de Belzer Viaspan Solução Euro Collins (frasco 100mL) Soltan solução (bolsa 100mL) CORTICOSTEROIDE TÓPICO BETAMETASONA (Valerato) Betnovate pomada BETAMETASONA + NEOMICINA Novacort creme CLOBETASOL Psorex creme FLUDROXICORTIDA Drenison 0,125% creme
  61. 61. Manual Farmacêutico 2011/201260 HIDROCORTISONA Berlison 1% pomada TRIANCINOLONA Omcilon A orabase pomada TRIANCINOLONA + GRAMICIDINA + NEOMICINA + NISTATINA Omcilon AM creme DESCONGESTIONANTE NASAL CLORETO DE SÓDIO Salsep solução nasal (frasco 50mL) OXIMETAZOLINA Afrin Nasal Adulto 0,5mg/mL gotas (frasco 10mL) Afrin Nasal Infantil gotas (frasco 20mL) XILOMETAZOLINA Otrivina 0,1% gotas DISFUNÇÃO ERÉTIL FENILEFRINA Fenilefrina 1% injetável (ampola 1mL) PAPAVERINA Papaverina 0,1g injetável (ampola 2mL) DISFUNÇÃO VESICOESFINCTERIANA BETANECOL CLORETO Liberan 25mg comprimido OXIBUTININA Retemic 5mg comprimido TOLTERODINA Detrusitol 2mg comprimido DIURÉTICOS ACETaZOLAMIDA Diamox 250mg comprimido AMILORIDA + HIDROCLOROTIAZIDA Moduretic 25mg comprimido CLORTALIDONA Higroton 25mg comprimido ESPIRONOLACTONA Aldactone 100mg comprimido Aldactone 25mg comprimido FUROSEMIDA Lasix 20mg injetável (ampola 2mL) Lasix 40mg comprimido Furosemida 2mg/mL solução oral HIDROCLOROTIAZIDA Clorana 25mg comprimido MANITOL Manitol 20% solução injetável (frasco 250mL)

×