República velha,

6,656 views
6,422 views

Published on

Published in: Education, Business, Technology
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
6,656
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
124
Actions
Shares
0
Downloads
110
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

República velha,

  1. 1. República Velha, A Primeira Constituição Republicana: de 1889 até 1969
  2. 2. D. Pedro II recebe a ordem do governo provisório da República a retirar-se do Brasil: <ul><li>O governo imperial estava tão desestruturado que foi fácil derrubá-lo. Em 9 de novembro de 1889, houve um grande baile na Baía de Guanabara. Enquanto ocorria a festa, militares se reuniam, sob o comando de Benjamin Constant. </li></ul><ul><li>O imperador recebeu 2 telegramas no dia 15 de novembro de 1889, informando sobre o movimento militar que seguia ao Rio de Janeiro. O imperador teve de ignorar a situação pela falta de força política. </li></ul><ul><li>As tropas de Marechal Deodoro da Fonseca encontram-se cercando o palácio, já pela tarde, começaram as negociações dos novos donos do poder para a retirada da família real. </li></ul>
  3. 3. República é uma forma de governo na qual as pessoas que ocupam as principais funções públicas são eleitas por um período determinado. <ul><li>A primeira constituição republicana do Brasil, ao contrário da Constituição imperial imposta por D. Pedro I, sendo elaborada por um Congresso Constituinte, isto é, por representantes escolhidos pelos eleitores. O Congresso Constituinte iniciou seus trabalhos em 15 de novembro de 1890. A primeira Constituição da República foi promulgada em 24 de fevereiro de 1891. </li></ul>
  4. 4. Primeira Constituição Republicana <ul><li>A nova Constituição organizou o governo em três poderes autônomos: </li></ul><ul><li>Poder Executivo – exercido pelo presidente da República </li></ul><ul><li>Poder Legislativo – exercido pelo Congresso Nacional (Câmara dos deputados e senado) </li></ul><ul><li>Poder Judiciário – exercido pelo Supremo Tribunal Federal. </li></ul><ul><li>Entre os direitos dos cidadãos, a Constituição estabeleceu: </li></ul><ul><li>Igualdade de todos perante a lei. </li></ul><ul><li>Liberdade religiosa e separação entre Estado e a igreja. </li></ul><ul><li>A inviolabilidade do lar e o sigilo da correspondência. </li></ul><ul><li>A manutenção da propriedade particular. </li></ul><ul><li>O livre exercício de qualquer profissão. </li></ul><ul><li>A liberdade de associação e de manifestação de pensamento. </li></ul><ul><li>O casamento civil. </li></ul><ul><li>Ensino leigo nas escolas públicas. </li></ul><ul><li>Para votar e ser votado, o cidadão já não precisaria ter renda mínima anual. Bastaria ser maior de 21 anos e do sexo masculino, desde que não fosse mendigo, analfabeto, soldado raso ou membro de ordem religiosa. </li></ul>
  5. 5. Governo Provisório (1889-1930) <ul><li>Período marcado por mudanças decorrentes da troca de regime, o presidente organizou e garantiu a transição da Monarquia para a República. No campo econômico, através de seu ministro da Fazendo, Rui Barbosa, elaborou uma reforma financeira, conhecida como encilhamento. </li></ul><ul><li>Consistia na emissão de dinheiro com o objetivo de suprir a carência de numerários. </li></ul><ul><li>Os resultados foram negativos. </li></ul>
  6. 6. República da Espada (1889-1894) <ul><li>Esse período ficou conhecido como República da Espada, pois tivemos sucessivamente, dois marechais na presidência: Deodoro da Fonseca e Floriano Peixoto. </li></ul>
  7. 7. República Oligárquica(1894-1930) <ul><li>Política do Café com Leite: </li></ul><ul><li>Nesse período, os estados com maior peso político e eleitoral eram São Paulo e Minas Gerais que tinham, portanto, mais poder e influência. Eram justamente os representantes desses estados que ocupavam sucessivamente, a presidência da República. </li></ul><ul><li>E, em alusão á produção de café de São Paulo e de leite em Minas denominou-se de Política do Café com Leite. </li></ul>
  8. 8. Presidentes da República das Oligarquias: <ul><li>Prudente de Morais (1894-1898) </li></ul><ul><li>Campos Sales (1898-1902) </li></ul><ul><li>Rodrigues Alves (1902-1906) </li></ul><ul><li>Afonso Pena (1906-1910) </li></ul><ul><li>Hermes da Fonseca (1910-1914) </li></ul><ul><li>Venceslau Brás (1914-1918) </li></ul><ul><li>Delfim Moreira (1918-1919) </li></ul><ul><li>Epitácio Pessoa (1919-1922) </li></ul><ul><li>Artur Bernardes (1922-1926) </li></ul><ul><li>Washington Luíz (1926-1930) </li></ul>
  9. 9. Conflitos da República Velha <ul><li>A Revolta da Vacina (1904) : </li></ul><ul><li>Os projetos de reurbanização da cidade do Rio de Janeiro efetivados no governo de Rodrigues Alves não levaram em conta os interesses da população mais carente. A demolição de cortiços no centro da cidade desalojou famílias, afastou os trabalhadores das proximidades dos seus locais de trabalho, destruiu tradicionais espaços populares e provocou uma grande alta nos aluguéis. Oswaldo Cruz, responsável pela Saúde pública da cidade, colocou em prática o seu plano de vacina obrigatória. </li></ul><ul><li>Outro fator que desencadeou foi a desinformação sobre os efeitos da vacina. </li></ul><ul><li>A principal razão da revolta foram as condições de miséria que as elites dominantes impunham à população. </li></ul>
  10. 10. A Guerra de Canudos: <ul><li>O Processo de modernização no final do século XIX atingiu de forma diferenciada várias regiões do Brasil. </li></ul><ul><li>A decadência Nordestina se acentuou com a crise econômica da década de 1870. </li></ul><ul><li>O conflito de Canudos mobilizou aproximadamente doze mil soldados de dezessete estados brasileiros, distribuídos em quatro expedições militares. Em 1897, na quarta incursão, os militares incendiaram o arraial, mataram grande parte da população e degolaram centenas de prisioneiros. Estima-se que morreram ao todo por volta de 25 mil pessoas. </li></ul>
  11. 11. A Guerra do Contestado: <ul><li>A Guerra do Contestado foi um conflito armado que ocorreu na região Sul do Brasil, entre outubro de 1912 e agosto de 1916. O conflito envolveu cerca de 20 mil camponeses que enfrentaram forças militares dos poderes federal e estadual. Ganhou o nome de Guerra do Contestado, pois os conflitos ocorrem numa área de disputa territorial entre os estados do Paraná e Santa Catarina. </li></ul><ul><li>A guerra terminou somente em 1916, quando as tropas oficiais conseguiram prender Adeodato, que era um dos chefes do último reduto de rebeldes da revolta. Ele foi condenado a trinta anos de prisão. </li></ul>
  12. 12. A Revolta da Chibata: <ul><li>A Revolta da Chibata foi um importante movimento social ocorrido, no início do século XX, na cidade do Rio de Janeiro. Começou no dia 22 de novembro de 1910.   </li></ul><ul><li>Neste período, os marinheiros brasileiros eram punidos com castigos físicos. As faltas graves eram punidas com 25 chibatadas. Esta situação gerou uma intensa revolta entre os marinheiros.  </li></ul><ul><li>O líder da revolta, João Cândido (conhecido como o Almirante Negro), redigiu a carta reivindicando o fim dos castigos físicos, melhorias na alimentação e anistia para todos que participaram da revolta. Caso não fossem cumpridas as reivindicações, os revoltosos ameaçavam bombardear a cidade do Rio de Janeiro (então capital do Brasil). </li></ul><ul><li>Na segunda revolta, o líder da revolta João Cândido foi expulso da Marinha e internado como louco no Hospital de Alienados. No ano de 1912, foi absolvido das acusações junto com outros marinheiros que participaram da revolta. </li></ul>
  13. 13. A Revolução de 1930: <ul><li>O mês de outubro de 1930 assinalou o começo de transformações políticas e sociais. Em poucas semanas, uma conspiração foi deflagrada e um presidente foi deposto, por junta militar. O presidente Washington Luís foi deposto pela Revolução de 30. A crise na política do 'café-com-leite' e a quebra da Bolsa de Nova York em 1929 estão entre os fatores nacionais e internacionais que desencadearam os movimentos para a Revolução de 30. O gaúcho Getúlio Vargas havia sido governador e ministro da Fazenda quando assumiu a presidência da República. Ele esteve à frente do movimento conspiratório de 1930. Vargas tomou posse como presidente de 'governo provisório' em 3/11/1930. São Paulo foi o principal foco de resistência à Revolução de 30. Já no governo provisório foram criados os ministérios da Educação e do Trabalho. República Nova foi o nome do período histórico compreendido entre 1930 e 1937. </li></ul>
  14. 14. A Era Vargas: <ul><li>Os militares assumiram o poder e entregaram Washington Luíz à Getúlio Vargas, líder civil da Revolução de 1930. Vários grupos disputaram a hegemonia pelo poder no governo Vargas, o que complicava muito a formulação de um projeto constitucional. </li></ul>
  15. 15. Getúlio Vargas: <ul><li>Getúlio Dornelles Vargas nasceu em 19/04/1882, na cidade de São Borja (RS) e faleceu em 24/08/1954, na cidade do Rio de Janeiro (RJ). Foi o presidente que mais tempo governou o Brasil, durante dois mandatos. Foi presidente do Brasil entre os anos de 1930 a 1945 e de 1951 a 1954. Entre 1937 e 1945 instalou a fase de ditadura, o chamado Estado Novo. Getúlio Vargas assumiu o poder em 1930, após comandar a Revolução de 1930, que derrubou o governo de Washington Luís. Seus quinze anos de governo seguintes, caracterizaram-se pelo nacionalismo e populismo. </li></ul><ul><li>Em agosto de 1954, Vargas suicidou-se no Palácio do Catete com um tiro no peito. Deixou uma carta testamento com uma frase que entrou para a história : &quot;Deixo a vida para entrar na História.&quot;  </li></ul>
  16. 16. O Regime Militar <ul><li>Foi o período da política brasileira em que os militares governaram o Brasil. Esta época vai de 1964 a 1985. Caracterizou-se pela falta de democracia, supressão de direitos constitucionais, censura, perseguição política e repressão aos que eram contra o regime militar. </li></ul>
  17. 17. Governo Castelo Branco e Governo Costa e Silva <ul><li>GOVERNO CASTELLO BRANCO (1964-1967) Castello Branco, general militar, foi eleito pelo Congresso Nacional presidente da República em 15 de abril de 1964. Em seu pronunciamento, declarou defender a democracia, porém ao começar seu governo, assume uma posição autoritária. </li></ul><ul><li>Estabeleceu eleições indiretas para presidente, além de dissolver os partidos políticos. Vários parlamentares federais e estaduais tiveram seus mandatos cassados, cidadãos tiveram seus direitos políticos e constitucionais cancelados e os sindicatos receberam intervenção do governo militar. </li></ul>
  18. 18. Governo Costa e Silva (1967-1969) <ul><li>O governo Costa e Silva se caracterizou pelo avanço do processo de institucionalização da ditadura. O que era um regime militar difuso transformou-se numa ditadura feroz que eliminou o restante da liberdade pública e democrática </li></ul><ul><li>Costa e Silva assumiu a presidência da República e imediatamente foi intensificando a repressão policial-militar contra todos os movimentos, grupos e focos de oposição política. </li></ul>
  19. 19. <ul><li>THE END </li></ul><ul><li>PS: slide sem necessidade </li></ul>

×