Your SlideShare is downloading. ×
Filosofia passagem do mito para a razão
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Saving this for later?

Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime - even offline.

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Filosofia passagem do mito para a razão

22,808
views

Published on

Mito para a razão.

Mito para a razão.


0 Comments
7 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
22,808
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3
Actions
Shares
0
Downloads
189
Comments
0
Likes
7
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Colégio Qi IntermaresDisciplina: FilosofiaEducadora: Luana SantosTurma: 2° ano MAluna: Luanna KarolynePassagem do mito para a razão
  • 2. Entendendo o que é mito: O mito procura explicar os fenômenos naturais, as origens do mundo e da humanidade pela existência de deuses, semi-deuses e heróis. Os povos gregos antigos explicavam fatos que não eram compreendidos na época e justificavam o que ainda não tinha sido descoberto por cientistas. Tanto um mito pode ser explicativo como pode ser simbólico a partir de um acontecimento histórico.
  • 3. Do mito.. Antigos gregos não sabiam descrever tudo queacontecia, não existia forma para explicar osacontecimentos. Dessa mistura de dúvidas surgiu a‘’existência’’ de deuses para explicar tudo o quetrazia desconfiança, eles eram tidos como respostaspara tudo o que quisessem saber. O mito surgiucomo forma de explicação para o que ocorria e anatureza era divina para os gregos. Passaram aexplicar a chuva, por exemplo, por um deus queficava triste e chorava. Quando tinha raios era porqueoutro estava enfurecido.. deuses do amor,amizade,ninfas ..Tudo era baseado em criaturassobrenaturais para que não houvessequestionamentos. A mitologia foi uma visão de mundo que se formoua partir de um conjunto de narrativas que erampassadas de geração em geração por séculos e quetransmitiam aos jovens a experiência dos mais velhos.
  • 4. .. À razão. Alguns filósofos não confiavam nos mitos equestionaram a realidade. Os pré-socráticosbuscaram então elementos da natureza paraesclarecer os fatos. Os primeiros filósofos buscavam um principiopara todas as coisas. Tales afirmava que tudo vinhada água, enquanto outros utilizaram sua mesmalinha de conhecimento e surgiram com outrosideais. Pitágoras por outro lado dizia que osnúmeros eram o principio de tudo. Surgiu então a filosofia como uma nova ordem depensamento utilizando a razão como modo deexplicar os acontecimentos, visando sempreinvestigar e fazer questionamento para se o obteruma base racional de sabedoria para todos.
  • 5. Conclusão Portanto, a passagem do mito para a razão foi a mudança de pensamento dos povos que começaram a questionar os mitos e a existência de criaturas sobrenaturais para a utilização do pensamento através da razão como fonte de conhecimento. Acreditar que o mundo fora feito assim do nada era bastante duvidoso, daí os primeiros filósofos buscavam explicações na natureza e tentaram deixar o mito de lado e procurar respostas por um meio mais real e concreto. Surgiu então nessa passagem a filosofia, que é a busca incessante pelo conhecimento e sabedoria, utilizando dessa vez o pensamento racional que visa a verdade.
  • 6.  Fontes:http://phyloepisteme.blogspot.com.br/2008/03/o-nascimento-da-filosofia-do-mito-razo.htmlhttp://dalmoviana.blogspot.com.br/2008/06/do-mito-razo-o-nascimento-da-filosofia.htmlhttp://www.euniverso.com.br/simbolo/mitoerazao.htmhttp://pt.wikipedia.org/wiki/Mitohttp://www.significados.com.br/mito/Portal SalgueiroMestres - Teologia & Debates