Revista Dança Gospel (nov+dez 2011)

10,860
-1

Published on

0 Comments
10 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
10,860
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3
Actions
Shares
0
Downloads
170
Comments
0
Likes
10
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Revista Dança Gospel (nov+dez 2011)

  1. 1. Bíblia Digital Glow Diante do Trono Sol da JustiçaA dança atravésdos temposCia Vivian LazzeriniA experiência que mudou uma dançae transformou muitas vidas Artéria Cia Profética
  2. 2. Artéria Cia Profética. Divulgação. Diretora Eleusa Lourenzoni Jornalista responsável Ivan Grandi Arte / Designer Lourruama Moraes editorial Administrativo Tânia Plassa Comercial Damaris RafaelOlá amigos da dança! Atendimento Mariana Sanches CirculaçãoNesta edição apresentamos como Nilson Saranz e Luiz Vittamatéria de capa Artéria Cia Profética, Contábil Kanamaro & Lucasconfira o perfil completo da companhia.Saiba mais sobre a Cia Vivian Lazzerini jurídico Maluf e Geraigire Advogados - Brasilde dança, uma experiência que mudou a Shepard Mullin - EUAdança e transformou muitas vidas. Colaboradores Karina Bernassi, Isabel Coimbra, Cristianismo Criativo, Gospel Mais, Artéria Cia. Profética, Maúricio Póvoa, Ministério Jesus em Cena, Felipe Garcia, Leonardo Ribeiro.Confira várias dicas de leitura, dvds e Tiragemcds para sua atualização completa no 10.000 exemplaresmundo cristão. Saiba mais sobre a bíblia Impressãodigital glow pentecostal e seus benefí- Prol Gráficacios para quem utiliza o computador Distribuição Lojas especializadas, escolas participantes, festivais ediariamente. eventos de dança, assinantes e mailing. A Revista Dança Gospel® é uma publicação da DB Editora. Não se responsabiliza por conceitos emitidos em artigos assinados ou por qualquer conteúdoVeja tudo o que rolou na expocristã publicitário e comercial, sendo este último de inteira responsabilidade dos anunciantes. Os colaboradores2011 e as expectativas para o próximo não recebem remuneração direta do guia.ano. Créditos - Fotos: Arquivo DB Press, Internet RF. Revista Dança Gospel 2011 © 2011 Todos os direitos resevadosDesejamos uma boa leitura a todos EDITORA Dança Brasil®dançarinos e que Deus os abençoe. Rua João Pizarro Gabizo, 21 - Santana São Paulo - SP - CEP 02038-040 TEL: (11) 2950.4082 www.DBeditora.com.br CNPJ: 03.010.729/0001-37Ivan Grandi
  3. 3. aconteceu EXPOCRISTÃ MANTÉM RITMO DE CRESCIMENTOCelebrando a unidade, a 10ª EXPOC-RISTÃ manteve média de crescimentoexpressivo em relação à edição 2010.Cerca de 163 mil pessoas passarampelo Anhembi, em São Paulo, e pud-eram conferir inúmeros lançamentoseditoriais, shows e programaçõesespeciais para o crescimento da Igrejaque até 2020 chegará a 109 milhõesde evangélicos.Um diferencial da EXPOCRISTÃ 2011 Conselho de Pastores da Capital;foi à qualificação deste público que entre outros.participou da edição comemorativa. Outro ponto interessante destacadoSegundo a organização cresceu em pela organização foi à participação demais de 40% a freqüência de pas- caravanas internacionais que vieramtores, lojistas e líderes. A expansão se entender a expansão do mercadodeve a realização de diversos cafés depastores de entidades como Cimeb,Cieab, Cpesp, Voe Mais Alto, Encon-tro da Convenção Batista Brasileira; Divulgação. IIII Dança Gospel I 4 IIII
  4. 4. de produtos para cristãos, principal-mente o editorial no Brasil. Além derepresentantes internacionais da edi-tora Thomas Nelson Brasil, estiveramna EXPOCRISTÃ o vice-presidente da “Em 2012 vamos ampliar o foco aos líderes. Grandes eventos de aprimoramento e formação estão sendo estudados para este público. Estamos fazendo balanço de todas as iniciativas da edição 2011 e vamos buscar crescer com excelência”, frisou o presidente da EBF COMUNICA- ÇÕES, Eduardo Berzin Filho. para a cidade. O governador Ger- aldo Alckmin enviou representanteLife Way, a maior rede de livrarias e parabenizou o presidente da EBFdo mundo, Luiz Lopez, que trouxe COMUNICAÇÕES, Eduardo Berzinuma palavra sobre a importância dos Filho, pela iniciativa.evangélicos brasileiros para o mundo. “A EXPOCRISTÃ é muito importanteAtrelada ao compromisso missionário, para a cidade de São Paulo. Poisa 10ª EXPOCRISTÃ abriu espaço, é um evento que se consolida enovamente com sucesso, a ONGs e oferece uma oportunidade anual deprojetos para cumprir o Ide de Jesus. disseminar a cultura evangélica, queO coro Cristolândia, da Junta deMissões Nacional, se apresentou na só aumenta a cada ano, por meiocelebração inaugural e mostrou o pro- da música, dos produtos e autores.cesso de transformação de jovens vi- Esse é um momento de renovar asciados em crack. Durante o evento no nossas orações e pedir oração paraAnhembi os diretores das entidades as crianças, para o povo paulistano ereassumiram o compromisso de levar para a cidade de São Paulo.”o projeto a todas capitais brasileiras. O presidente da EBF COMUNI- CAÇÕES, empresa que organiza a EXPOCRISTÃ, agradeceu os pastores e líderes pelo apoioKASSAB E AUTORIDADES desde a primeiraPrefeito elogiou 10 anos da EXPOCRISTÃ edição. “Temos que olhar para o futuro. OsA EXPOCRISTÃ tem respeito das au- evangélicos vão crescertoridades do município e do Gover- e representar 50% da populaçãono de São Paulo. O prefeito Gilberto brasileira. A EXPOCRISTÃ acompan-Kassab (PSD) esteve na EXPOCRISTÃ ha isto.”e ressaltou a importância do evento IIII Dança Gospel I 5 IIII
  5. 5. Tatuagem Piercing Dançar PECADO? ing Dançar opinião Polêmica ? Tatuag Polêmica ? TAtuagem Piercing D Pecado gem Piercing Dançar Pecado Polêmi ado Polêmica ? Dançar Pastor Silas Malafaia afirma que fazer tatuagem e usar piercing não são pecados Pecado Polêm Em um vídeo na internet, o Pas- tor Silas Malafaia afirmou que usar piercing e fazer tatuagem não são pecados. Segundo o Pastor, as pessoas tem o hábito de “refletir nas outras o que não agrada elas”. Segundo Malafaia, alguns líderes querem “usar coisas do antigo Pr. Silas Malafaia. Divulgação. testamento para formar regras no novo testamento, e não dá”. Na se- quência, ele cita o Apóstolo Paulo, na carta aos Coríntios capítulo 6, versículo 12: “Paulo disse em Corín- tios que ‘tudo me é lícito, mas nem tudo me convém, tudo me é lícito, mas nem tudo me edifica…’”. não tenho respaldo bíblico. Isso Ainda sobre isso, Malafaia criticou é um costume social”. Malafaia as pessoas que pegam esse versículo encerra sua posição a respeito do e exageram. “Não posso admitir assunto afirmando que nós, huma- um crente com a cara toda cheia nos, “somos indivíduos”, portanto, desses negócios. Tem que tomar é normal que existam opiniões cuidado pra não exagerar. A Bíblia contrárias. fala pra fazer tudo com decência e Na sequência, perguntado por um ordem. Se eu dizer que usar pierc- internauta se cristãos podem torcer ing, brinco e tatuagem é pecado, pra times de Futebol, Malafaia afir-Tatuagem Piercing Dançar ng Dançar Polêmica ? Tatuage olêmica ? TAtuagem Piercing D Pecado em Piercing Dançar Pecado Polêmica
  6. 6. r Pecado Polêmica ? Tatuagem Pieragem Piercing Dançar Pecado Dançar Pecado Polêmica ? Tat ica ? Tatuagem Piercing Dançar Pe mica ? Tatuagem Piercing Dançar mou que sim, e que é torcedor do Malafaia respondeu ao internauta Botafogo. “Eu sou aquele torcedor dizendo que “é problema dele. que não sabe escalar o time, eu Não vou julgar. Eu não uso cabelo não vou ao estádio. Novamente, comprido, não acho legal. Só posso volto ao ponto de que tudo me é dizer que é pecado o que está na lícito, mas nem tudo me convém”. Bíblia. Pecado é algo absoluto, O Pastor ressaltou que “não se pode pecado é pecado no mundo inteiro. admitir crente fanático por times de Regras denominacionais são outras futebol, que chora quando o time coisas”. não é campeão”. Malafaia criticou Questionado sobre o que pensava ainda os pais que segundo ele, “pe- a respeito de danças nas igrejas, gam ao moleque de 4 ou 5 anos, Malafaia disse que não achava er- coloca a camisa do time e começa rado. “Quer comais, quer bebais, a levar ao estádio. Estão criando quer façais outra coisa, fazei tudo um trono para um ídolo no cora- para a glória de Deus, tudo com ção dessas crianças”. O Pastor Silas decência e ordem”. O Pastor deixou Malafaia encerrou o assunto futebol transparecer sua preferência pelas dizendo que esses pais podem danças de rua, e desaprovou alguns transformar seus filhos em fanáti- grupos de dança em que meninos cos: “amanhã você vai colher”. aparecem “com a mão leve. Isso Momentos depois, outro internauta não é coisa de homem. Existe dança questiona o Pastor Silas Malafaia de homem”, e emendou dizendo sobre o que ele acha do Pastor e que “na minha igreja, os meninos Cantor PG, que usa cabelos compri- dançam hip-hop e dão um show”. dos, brincos, piercings e tatuagens. Fonte: http://noticias.gospelmais.com.br Pecado Polêmica ? Tatuagem Pier Pecado em Piercing DançarDançar Pecado Polêmica ca ? Tatuagem Piercing Dançar Tatu ?Pec
  7. 7. Artéria perfil Cia Profética Aos que choram, uma bela coroa em vez de cinzas Dançar é partilhar! Dançar profeticamente é compartilhar o amor de Deus e sua preciosa palavra. Foi com esse pen- samento que o Ministério de Dança Artéria, da Igreja Bola de Neve em São Paulo surgiu em junho de 2002. E após um ano de oração, a primeira apresentação aconteceu em 2003 em Florianópolis, na Conferência Profética. Depois de oito anos de Ministério apenas de dança, tornou-se Artéria Cia Profética, abrangendo outros núcleos como: Artéria Cridance (Infantil), Artéria Crew (Danças Urbanas), Artéria Circus (Circo, malabares, tecido), Artéria Fitness(Preparo físico), Artéria Cênicas (dança-teatro), Artéria Communication (comunicação), e Artéria Production(Iluminação, cenário..). Cada núcleo desenvolve um trabalho específico na Cia; as aulas são de 3ª e 6ª de dança contemporânea, que é a maior inflência da Cia e também a base do Ballet Clássico. As sextas também, se reúnem para a ministração da palavra e oração. Aos sábados, a Cia possui workshops de circo e ensaios; as terças-feiras, aulas de danças urbanas e esporadicamente de dança teatro. Com todo esse treinamento fisíco e espiritual, a adoração é colocada em prática nos cultos, ao som de reggae e rock gospel e também nos eventos. Com o crescimento dos núcleos, participantes, como crianças, homens e mulheres foram se interessando pela adoração e seguiram com a arte como forma de adoração a Deus e o evangelismo, sempre seguindo o objetivo da Cia, explica a líder do Ministério, Diretora e Coreógrafa, Simone Alves. A visão é resgatar as vidas, os artistas e a arte para o Senhor. Digamos então que, a Cia profética trabalha movida pela graça de Deus, liberando cura, edificação, salvação e liber- tação, pois onde está o Espírito de Deus, há liberdade. Uma arte que nos leve a presença de Deus.IIII Dança Gospel I 8 IIII
  8. 8. Os bailarinos, os artistas circenses, os B. Boys, as B. Girls, osgraffiteiros, os M.C´s atuam como poetas profetas. Isto é,comunicar-se de forma artística através do Espírito Santo,onde a mensagem é revelada e transmitida.O Espírito do Senhor está sobre os sacerdotes artistas parapregar as boas novas, anunciar liberdade e libertação, parao consolo dos que estão tristes e ainda para dar aos quechoram, uma bela coroa em vez de cinzas, e o óleo de alegria,em vez de pranto, assim como o manto de louvor, em vez deespírito deprimido.Porque Artéria?O nome Artéria surgiu com a junção das palavras Arte e ria,ou seja, arte alegre, louvar ao Senhor com júbilo através daarte, não importando as circunstâncias. Porque a alegria doSenhor é a força que os mantém. Lembrando que artérias sãoos vasos sanguíneos que levam o sangue para todas as partesdo corpo do ser humano, sendo assim, dá a ideia de vida,portanto vida plena em Cristo, onde fui o Seu Sangue, quepulsa em cada “Arteriano” para todos os outros corpos.“ Nosso sonho profissional é ver o maior número de artistasusando seus talentos em prol do Reino. E não com o foco em festivais, nem mesmo em competições, oramos por aqueles “ que para isso foram chamados, mas não é o nosso caso, afirma Simone Alves.Trabalho SocialComo não há limitação dentro das paredes da igreja, a Ciafaz um trabalho social em casas de recuperação, orfanatos etambém em aldeia indígena.Para Simone, o importante é trabalhar pra Deus. “E onde querque Deus nos leve, nas ruas, nos teatros, onde o vento doEspírito soprar, nós iremos”, completa.Mais informação da CiaA Artéria Cia Profética tem sede em São Paulo, na Igreja Bolade Neve e está espalhada por todas as igrejas Bola de Neve noBrasil e na Rússia.Para fazer parte da Artéria é necessário ser membro, amara Deus sobre todas as coisas, ter um ano de conversão, serbatizado e ser indicado pelo líder de célula, além de saberdançar. Divulgação.Twitter: @arteriaciaprofe-mail: arteria@boladeneve.com IIII Dança Gospel I 9 IIII
  9. 9. lançamamento Diante do Trono: Sol da Justiça vendeu mais de 50 mil CDs em 2 diasO ministério de louvor e adora-ção Diante do Trono lançou naExpoCristã o seu novo CD, “Solda Justiça”. Mal completou 2 diasde lançamento e o CD já recebeuo Disco de Ouro, pela venda demais de 50 mil cópias. O ministériotambém recebeu o Disco de Platina,pela venda de mais de 60 mil DVDsde “Aleluia”.A líder do ministério, Ana Paula Va-ladão, avisou através do Twitter quea gravadora Som Livre a surpreen- tar a experiência do CD e DVD, foideu durante sua visita à ExpoCristã lançado um aplicativo especial paraentregando o Disco de Ouro pelo iPad, iPhone e iPod Touch.CD e Disco de Platina pelo DVD.“Sol da Justiça” pode ser consid- Nome das faixas do CD:erado o disco mais conturbado em 01. Hosana – Ana Paula Valadãosua gravação. Inicialmente plane- 02. Grande – Ana Paula Valadãojado para ser gravado à beira da 03. Quão Grande És Tu – Israelpraia de Natal (RS), o mau tempo Salazarimpediu que uma gravação satis- 04. Eu canto – Ana Paula Valadãofatória fosse realizada. Uma segun- 05. Onde? – Ana Paula Nóbregada gravação, no Midway Mall, foi a 06. Me Ama – Ana Paula Valadãosolução encontrada pelo ministério. 07. Em Meio à Tua Glória – AnaO álbum promete ter imagens das Paula Valadãoduas gravações. 08. Anseio – Roberta IzabelDiversas participações especiais es- 09. Sol da Justiça – Ana Paulativeram na gravação, com destaque Valadãopara Asaph Borba. O álbum aindacontém versões especiais de música Fonte: Gospel+em forró e camisetas especiais. Com informações do Twitter oficial de Ana Paula Valadão. IIII Dança Gospel I 10 IIII Para complemen-
  10. 10. Gospel Linewww.capezio.com.br JMCOM TEMPO DE DANÇAR D IIII ança Gospel I 11 IIII
  11. 11. livroA fé começa em casa Thomas Nelson Brasil lança guia para pais ensinarem aos filhos o caminho da espiritualidade de maneira eficaz e até divertidaMuita gente acredita que é na igrejaque se aprende sobre Deus e todasas coisas relacionadas à espirituali-dade. Os pastores americanos KurtBruner e Steve Stroope discordam.No livro A fé começa em casa, elesdefendem que a orientação pas-sada de pai para filho é essencialpara se formar uma base sólida noimportante caminho da fé. E mais:garantem que esse ensino é possívelpor meio de metáforas e brincadei-ras, como pique-esconde e pega-pega, que passam mensagens clarase simples para as crianças. de que não podemos nos esconder de Deus porque ele está em todos“Toda criança adora brincar de os lugares. Após ler essa passagempique-esconde. Este jogo simples para os filhos, brinque de pique-pode ser usado para ilustrar a ver- esconde com eles. Quando alguémdade ensinada no salmo 139:7-10, for encontrado, grite ‘você não pode se esconder de Deus’. Isso re- Divulgação.IIII Dança Gospel I 12 IIII
  12. 12. forçará a verdade bíblica na mentede seus filhos.”Outra dica dos autores é que os paisincentivem a leitura dos filhos paraampliar a visão deles sobre crençasfundamentais. Assim, na hora dojantar, por exemplo, a família temsobre o que conversar e as criançaspodem debater sobre aquilo queaprenderam. Isto dá ainda maisconfiança e credibilidade durante odiálogo, que deve ser consideradoum momento de alegria e amor, enão algo obrigatório.Como observam os autores, é noambiente familiar que se lançam osfundamentos da vida espiritual deuma pessoa. O lar é tanto a aca-demia quanto o campo de provasde qualquer criança que um dia setornará um adulto com fé inaba-lável.Sobre os autoresKurt Bruner é pastor da Igreja LakePointe, na cidade de Rockwall, noTexas (EUA). Autor de vários bestsellers sobre criação de filhos efamília, Kurt também foi vice-pres-idente da organização Focus on theFamily por vinte anos.Steve Stroope é pastor presidenteda Igreja Lake Pointe. Baseadono princípio segundo o qual umaigreja só cresce quando investe emdiscipulado e evangelismo, suacongregação conta atualmente comcerca de 11 mil membros. Tem duasfilhas e quatro netos. IIII Dança Gospel I 13 IIII
  13. 13. perfil CIA VIVIAN LAZZERINI DE DANÇA A experiência que mudou uma dança e transformou muitas vidas Por Karina BernassiA Cia nasceu em 2002, com o obje- coreografa. Foi modelo e produtorativo de todos os seus trabalhos serem de moda e dançou para importantesvoltados para a dança gospel de forma Cias por 32 anos. Descobriu a dançainterdenominacional. Situada no bairro gospel há 8 anos, quando uma amiga eda vila Mariana na capital paulista, suas ex-aluna “Maria Aparecida Guidotti” aatividades geralmente são aos finais de convidou para coreografar e dançar nasemana, pois com excessão da líder, apresentação de um cantor cristão emtodos os integrantes têm outras profis- um teatro de Piracicaba. “No momentosões, trabalhos ou atividades. Os baila- que dançava, algo muito sobrenatural,rinos se reunem uma vez por semana muito emocionante, tomou conta dono periodo de três a quatro horas para meu coração e comecei a chorar tanto,devocionais, aulas e ensaios. A distância que nem dancei direito, parei... Nesseda residência exige que cada um faça instante o Pastor Valdemir Graia, daaula de ballet clássico em seu bairro ou Igreja Nazareno de Piracicaba, oroucidade. “Sempre falo que Deus é mise- comigo e naquele dia descidi darricordioso com a gente, pois fazemos outro rumo para minha dança e prin-milagres nestas poucas horas semanais”, cipalmente para minha vida” lembra,defini Vivian Lazzerini, líder da Cia. Lazzerini.A líder Vivian Lazzerini é bailarina e Nesses oito anos de ministério, a CiaIIII Dança Gospel I 14 IIII DVD Nível II. Crédito: Décio Figueiredo.
  14. 14. tem viajado muito e dançado em váriosestados brasileiros e países do exterior.“Cada lugar, Igreja, cidade , estado oupaís, me dá uma história para contar.Sempre digo que gostaria de escreverum livro sobre essas experiências, setivesse tempo. As pessoas se dirigema mim ou a minha Cia, contandotestemunhos incríveis que elas pud-eram sentir ao ver nossas ministrações.Ganhar uma vida, edificar pessoas , atémesmo vê-las sendo curadas, é muito Momento devocional durante os ensaios. Divulgação.“No momento que dançava, algo muito sobrenatural, muito emocionante,tomou conta do meu coração e comecei a chorar tanto, que nem dancei direito, parei...” lembra, Lazzerini.marcante pra mim” explica a bailarina.Somada a todas as atividades pelo paíse exterior, estão seus produtos. São 8títulos: os vídeos DVD´s – LOUVAI-OCOM DANÇAS, nível I, II, III, KIDS e O Evento no ministério Princípe da paz-BH emCORPO (ALONGAMENTO E FLEXIBILI- abril/2010. Divulgação.DADE), O livro É TEMPO DE DANÇARe 2 CDS, TRILHA SONORA DA VÍDEOAULA NÍVEL III E KIDS. Esses materiaisauxiliam a criação de coreografias eaulas, pois oferecem passos e nomen-claturas para a compreenção dos gruposiniciantes e intermediarios em dança.“O Produtor gospel Cássio A’vila meincentivou há 7 anos atras, a fazer umDVD que ajudasse os ministérios dedança nas igrejas, que são carentes deinformações e técnica. Graças a Deusesse trabalho tem sido bem sucedido”,concluí Vivian.Hoje a Cia Vivian Lazzerini de Dançapossui duas unidades de ensino (SãoPaulo e Interior Paullista) e trabalhacom 15 integrantes oficiais, são eles :Amanda Alarcon; Jorge Anami; CamilaFernandes; Cristina Santos; Renata In-glês; Evaldo Marques; Danielle Cardoso;Fabiana Siqueira; Cintia Urbinati; Mar- Vivian Lazzerini – Capa do DVD Louvai-o comcelo Godoar; Noeli Gomes; Walter Paz; danças III. Divulgação.Iago Amabis e Vivian Lazzerini. IIII Dança Gospel I 15 IIII
  15. 15. artigo Dança na Igreja:A adoração é o princípio de tudo Por Isabel CoimbraSão multidões em busca da salva- a Deus por partes específicas deção e os crentes sendo restaurados, nossa personalidade, mas com todovivendo uma nova vida em Cristo. o nosso ser. E nesse contexto o cri- tério é o mesmo para a dança, sejaUm dos instrumentos desse aviva- no louvor, na adoração, no evange-mento é exatamente o louvor e a lismo ou em qualquer circunstânciaadoração e, assim, como a musica que envolva o nome de Jesus.e o canto, a dança vem expressara sede do coração do ser humano Além disso, gostaria de reiterar quepor mais de Deus. Nesse processo a dança no louvor, na adoração oude busca por intimidade com o no evangelismo não é uma práticaPai, seu coração nos é revelado em corporal por ela mesma, muito me-canções e gestos que nos envolvem nos uma exibição artística ou umem Seu amor, cada vez que nos co- enfeite na liturgia ou nos impactoslocamos diante dEle em adoração. evangelísticos. Nela, a essência de total entrega do adorador seEm se tratando de evangelismo o manifesta por uma espontaneidadeprimeiro sentimento e a primeira responsiva, trazendo toda a congre-motivação, é exatamente a adora- gação ou no caso do evangelismo oção, o estar apaixonado por Jesus. público, para momentos de júbilo,Desse sentimento é então gerado edificação, salvação, libertação,uma necessidade de declarar ao cura e restauração na presençamundo esse amor e anunciar as de Deus. Louvamos a Deus comboas novas àqueles que ainda não danças por causa da Sua santidade,conhecem a Jesus. da criação e da redenção do ser humano.Como bem sabemos, a adora-ção não é um ato separado do Nessas circunstâncias, a dança ex-corpo de uma pessoa. Ainda que pressa e intensifica o desfrutamentoa vontade, a razão, a mente e o da presença de Deus e seu relacio-emocional de alguém possam ser namento conosco numa celebraçãoconsiderados separadamente, estas a Ele e com Ele. Não queremos sersão expressões que designam o ser bailarinas, bailarinos ou interpretes,humano por inteiro. Não somos in- mas adoradores; não realizamos cumbidos de amar apresentações, mas ministramosIIII Dança Gospel I 16 IIII
  16. 16. o louvor a Deus, o adoramos ou num tempo histórico transitandoproclamamos sua Palavra, e em vez de certa maneira entre as inúmerasde palco para nós existe o púlpito, oportunidades de movimentos,lugar de santidade e autoridade construindo, no contexto da Igreja,onde a Palavra é anunciada, no uma dança contemporânea san-nosso caso, com a linguagem da tificada pelo vaso de honra quedança. somos nós no louvor, na adoração e também no evangelismo.Nesse contexto, entendendo a dan-ça como linguagem, seu processo Nesse caso, a dança não é um fimcriativo é uma possibilidade de arte em si mesma. É um corpo transfig-inscrita no corpo, traduzida em me- urando-se em formas que podemtáforas do pensamento e realidade ter vários sentidos: fazer e operar;desse mesmo corpo. Realidade, conceber e imaginar; construir epois é neste corpo que a dança constituir; fundar, criar e prepararse estrutura, se molda, conforma, com o objetivo de primeiro adorartransforma e disciplina quando ele a Deus e depois, sob a orientaçãose faz presente. do Espírito Santo e em nome de Je- sus, alcançar o coração dos homensPortanto, um corpo, ao dançar, através da salvação, da cura, dadesenha no tempo e no espaço libertação, edificação e restauraçãocom seus gestos. São movimentos de suas vidas.orquestrados pelo sensível e pelointeligível do ser em deslocamento O Senhor tem nos direcionadoe pelas impulsões do movimento, em inúmeras ações em sua Igrejagerando formas e (re)formas, em com uma visão muito clara sobreconstantes transformações, tornan- a dança e seu significado. Nessedo a dança uma realidade visível e sentido, tenho compartilhado nos-dinâmica. A exemplo dos pintores, sas experiências através de arti-que usam as cores e as linhas para gos, estudos bíblicos e semináriosdar forma no plano pictórico, ou anuais no intuito de divulgar ados poetas, que se utilizam pala- visão sobre a dança como uma lin-vras para construir seus poemas, o guagem possível para a Igreja sejabailarino e o coreógrafo utilizam-se no louvor, no evangelismo ou nasdos gestos corporais para dar forma inúmeras possibilidades de açãoà dança. ministerial cristã.Assim, o gesto corporal dançante, Isabel Coimbra Líder do Mudança Cia de Dança a Artesparte da experiência humana, Cênicas e integrante do Ministério devem dialogando e participando Louvor Diante do Trono da IBL/BHda arquitetura da cultura corporal www.lagoinha.com/portale do viver humano num espaço e IIII Dança Gospel I 17 IIII
  17. 17. artigo MANIFESTO DOS ARTISTAS CRISTÃOS1. O artista cristão deve desenvolver a elaboração de textos e letras deveo seu dom criativo e submetê-lo ter embasamento nos valores daexclusivamente aos valores da Palavra Palavra de Deus;de Deus; 8. Comprometemo-nos a dedicar2. Cremos que a arte, na perspectiva atenção e reflexão às canções que sãoda graça comum, é um presente dos introduzidas no culto de adoraçãocéus a toda humanidade e não está e nas demais atividades da igreja,restrita aos cristãos; buscando um repertório equilibrado e consciente e evitando, de todas3. Desejamos que haja coerência en- as formas, que heresias e desviostre a vida, o ministério e a profissão teológicos adentrem sutilmente emdo artista cristão, cujo discurso deve nossas comunidades;estar aliado à sua prática; 9. As igrejas, as instituições de ensino4. Esperamos que o artista cristão teológico e os artistas cristãos devembusque servir a Deus e à socie- combater o ensinamento equivocadodade com excelência e integridade, e amplamente difundido de quededicando-se ao desenvolvimento louvor e adoração restringem-se àdos talentos e dos dons recebidos do musica, ensinando, por demonstraçãoalto; e exemplo, que se trata de um estilo de vida que envolve todas as áreas5. A igreja precisa estar atenta ao da nossa existência e que a música,artista cristão como parte do re- assim como outras formas de arte,banho de Deus e dar a ele a atenção é expressão legítima de louvor edevida, despida de preconceitos, e adoração;oferecer-lhe pastoreio e discipulado,objetivando a sua formação espiritual 10. A igreja deve agir como facilita-e ética; dora na adoração e abrir espaço para que todos expressem seu louvor a6. Esperamos que o artista cristão Deus;esteja envolvido em uma igreja local,servindo-a e amando-a como Corpo 11. Esperamos que o músico cristãode Cristo. Deve ser rejeitada toda e busque e desenvolva a santidade,qualquer tentativa de desenvolvimen- vivendo uma vida piedosa, tanto noto de uma fé individualista e distante serviço prestado a Deus na igreja,da comunidade; quanto fora dela, em sua atividade profissional;IIII Dança Gospel I 18 IIII 7. Reafirmamos que
  18. 18. 12. Rejeitamos a dicotomia que faz cialmente transformador e question-separação entre o sagrado e o secular ador da nossa arte e não cremos quee cria espaços estanques na vida do ela deva estar a serviço do mercado;cristão. O Senhor Jesus é soberano egoverna todas as instâncias da vida, 20. Muito embora os artistas cristãose, por isso, devemos somente a ele não se devam render aos senhoresa nossa fidelidade, agradando-o em da mídia, tornando-se reféns desta,tudo e rejeitando tão-somente o que podem utilizar de maneira ética osofende a sua glória; meios de comunicação como canal para a divulgação de sua arte, procla-13. A Igreja não se pode esquivar mando, assim, o Reino de Deus;de sua responsabilidade diante dacultura na qual está inserida; deve 21. No que se refere ao relaciona-mentoriar a reflexão e a prática de mento entre os músicos e a liderançauma teologia de arte e cultura; eclesiástica, encorajamos o diálogo, o respeito e o reconhecimento mútuo14. Incentivamos as igrejas a abrir de seus ministérios como algo dadosuas dependências para a realização por Deus;de eventos culturais como exposições,mostras, cursos, saraus e outras ativi- 22. Incentivamos que os artistasdades visando à educação, à divulga- cristãos busquem perante o Estadoção e à aproximação da sociedade; e a iniciativa privada recursos para a promoção de sua arte por meio15. Mesmo entendendo que todo de leis de incentivo à cultura, edi-trabalho na igreja é voluntário, po- tais para financiamento de projetosdemos honrar com sustento ou remu- culturais etc.neração aqueles que se dedicam aoministério musical, se a comunidade 23. Encorajamos as igrejas a inve-disponibiliza de recursos para tal; stir na educação e na formação de artistas;16. Entendemos que nossa arte deveencarnar uma voz profética e mani- 24. Propomos que as igrejas e asfestar em seu conteúdo os valores do instituições de ensino teológico incen-Reino; tivem as diversas manifestações artís- ticas e não somente a área musical;17. Recomendamos que as igrejaspromovam encontros de reflexão 25. Compreendemos que o ofício desobre a utilização das artes no Reino artista é legítimo como tantos outros,de Deus, capacitando os artistas para podendo ser exercido pelo artistaa realização de seu trabalho; cristão no mercado de trabalho e devendo ser apoiado e incentivado18. Incentivamos os músicos a expres- pelas comunidades cristãs.sar em sua arte a beleza de Deuspor meio de uma contextualização e Esta carta foi retirada do site CRISTIANISMO CRIATIVO - VIDA INTELIGENTE ENTRE OSdiversidade musical; ARTISTAS CRISTÃOS www.cristianismocriativo.com.br19. Reconhecemos o caráter essen- IIII Dança Gospel I 19 IIII
  19. 19. digital Bíblia Digital Glow PentecostalAtravés da Bíblia Digital Glow rápido e fácil. Isto é a Bíbia DigitalPentecostal viva a Palavra de Deus Glow Pentecostal.com centenas de vídeos, documen-tários e imagens em alta resolução, Recursos:mapas, tours virtuais com imagens - Mais de 500 passeios virtuais (emem 360º e muito mais. 3D e 360º graus) em ambientes daCom conteúdo exclusivo, a versão época.Pentecostal vem com as principais - 3h30 de vídeo em alta definição,obras de referência sobre o pente- dividido em 26 capítulos de docu-costalismo. mentários sobre a vida de Jesus.Encontrar tudo o que você precisa, - Atlas geográfico com 143 mapasquando você necessita, de modo navegáveis (espécie de Google Earth bíblico). - Mais de 700 imagens de tra- balhos de arte da época. - Mais de 2.300 fotos em alta resolução e com zoom. - Texto bíblico COMPLETO nas traduções de Almeida Revista e Atualizada (RA), Almeida Re- vista e Corrigida (RC), Nova Tradução na Linguagem de Hoje (NTLH) e Tradução Brasileira. - Notas e introduções aos livros da Bíblia de Estudo Almeida e da Bíblia de Estudo NTLH. - Artigos e quadros da Bíblia da Família. - Dicionário da Bíblia de Almeida. - Bíblia de Estudo Pente- costal - Dicionário Teológico - Dicionário do Movimento
  20. 20. Pentecostal posição como líder nacional no seg-- Teologia Sistemática mento de Bíblias de Estudo. Dentre- Pequena Enciclopédia Bíblica elas estão: Bíblia de Estudo Aplica- ção Pessoal, Bíblia do AdolescenteCPAD - Bíblias Aplicação Pessoal, Bíblia de EstudoTodos nós necessitamos tirar DAKE e a Bíblia de Estudo Pentecos-um tempo para adorar a Deus e tal (com mais de 1 milhão de ex-meditar na Sua Palavra. A CPAD emplares publicados), tornando-a opreocupada em atenderestas duas importantesnecessidades do povode Deus, disponibilizadiversos modelos deBíblias, muitas delasimpressas com a nossaquerida Harpa Cristã.A finalidade principal élevar a Palavra, a todacriatura, por todos osmeios e transformar nossas igrejas maior sucesso editorial do mercadoe congregações em comunidades evangélico brasileiro. Entrando nade perfeita adoração ao Único e era digital a CPAD também lançaVerdadeiro Deus. a Bíblia de Estudo Pentecostal emExistem hoje, no Brasil, diversas de- CD-Rom e a Bíblia Digital Glownominações evangélicas, de cunho Pentecostal com recursos de últimapentecostal, que utilizam as Bíblias geração com todas as maravilhascom Harpa Cristã, não somente das Sagradas Escrituras disponíveispela praticidade, mas também pela no seu computador.mensagem que faz a diferença nomundo espiritual.A CPAD, em parceria com SBB - Mais informações:Sociedade Bíblica do Brasil, utiliza (11) 2373-4569as versões ARC (Almeida Revista das 10 às 18h de Segunda a Sextae Corrigida), ARA (Almeida Re- (Horário de Brasília)vista e Atualizada) e a NTLH (Nova www.glowpentecostal.com.brTradução na Linguagem de Hoje)e vem também consolidando sua IIII Dança Gospel I 21 IIII
  21. 21. Dicas confira DVD PROFETAS DA DANÇA VOL. 5 VÍDEO AULA DE IMPROVISAÇÃOA Profetas da Dança, apresenta seu mais novoDVD. Vídeo aula de Improvisação. Técnicaspara desenvolvimento de coreografias e minis-tração espontânea. Aprenda com a Pra. GiselaMatos, como desevolver esta técnica e flua jun-tamente com a equipe de louvor de sua igreja.Mais um grande sucesso da Profetas da Dançapara você. LIVRO GUIA PRÁTICO PARA EQUIPES DE DANÇA Lançamento do mais novo Livro da Pra. Gisela Matos DVD ESCOLA PROFETAS DA DANÇA 2011 DVDs GRAVADOS NA ESCOLA PROFETAS DA DANÇA As três opções acima você encontra no site: www.loja.profetasdadanca.com.brIIII Dança Gospel I 22 IIII
  22. 22. aulasProjeto AULÃOcom Praise Cia. de DançaAgende aulas de dança em suaigreja, durante a semana ou final desemana (manhã, tarde e noite).Convide os dançarinos do PraiseCia, Bispo John Bassi e Pra. CarolBassi para ir em sua igreja ministrarum aulão. Será um momento es-pecial com aulas de dança, cresci-mento e comunhão.Inscreva sua igreja para este projetoespecial.Aulas de street dance, ballet, jazz,break dance, dança de salão, con-temporâneo, entre outras modali-dades. Iniciante, intermediário eavançado. Os valores são cobradosindividualmente por aluno. Turmasde no mínimo 20 alunos.Mais informações:contato.praisecia@gmail.com(11) 4359.2499www.praiseciadedanca.com.br IIII Dança Gospel I 23 IIII
  23. 23. saiba + Cuidados com os joelhosSe você é daquelas pessoas que es- física começam com um bom alon-tão sempre buscando uma melhor gamento.qualidade de vida, é preciso saber Há dois grupos de lesões, as lesõesquais cuidados devemos tomar para por sobrecarga- causadas por ativi-que o prazer não se transforme em dades que excedem a carga supor-problema. Praticar atividade física tada pela articulação. Provocamestá relacionado, não somente, à um desgaste que, no longo prazo,melhora na saúde, mas também na é muito prejudicial aos joelhos.qualidade de vida e longevidade, As tendinites são consequênciasalém de ser uma forma de liberar o típicas de lesões por sobrecarga. Eestresse, aumentar a disposição. as lesões traumáticas - causadas porPara tal é preciso cuidado, em es- movimentos de rotação da articula-pecial com os joelhos. “É é uma das ção. São sentidas durante a práticaarticulações mais solicitada durante de atividades físicas no momentoa prática esportiva e, como não tem em que ocorre a lesão.muitos raios de movimento, ficamais suscetível a lesões”, explica o Cuidados ao praticarDr. Maurício povoa Barbosa, orto- Futebol: a cada seis segundos opedista especialista em medicina jogador faz um movimento ines-esportiva da Clínica Orthobone. perado, em geral de rotação, ouSe engana que acredita que so- seja, precisa mudar de lado rapida-mente atletas experientes estão mente. Essas movimentações po-sujeitos à lesões, muito pelo dem causar lesões graves, com riscocontrário, para os joelhos são mais de ser necessária uma cirurgia. Estaprejudiciais os esportes que impli- prática pede um bom aquecimentocam em paradas bruscas, saltos, muscular para proteger os joelhos.mudança de direção repentina,flexão e rotação. As recomendações Corrida: falta de alongamento mus-básicas que antecedem qualquer cular, calçado inadequado e correr prática de atividade de forma errada são as principaisIIII Dança Gospel I 24 IIII
  24. 24. causas de lesões por sobrecarga,geradas por este esporte. É reco-mendado que o iniciante comecea treinar pela caminhada e vá au-mentando o ritmo gradualmente.Ciclismo: exige movimento derotação rápido, que pode sobrecar- Divulgação.regar os joelhos. Em geral, as lesõesnão são sentidas na hora, porque maneira equivalente. A descompen-o corpo está aquecido. As aulas de sação entre as duas regiões aumen-spinning, que viraram atração nas ta o risco de lesões.academias, pedem cuidado redob- •Atividades esportivas que exigemrado, pois a cada vez que o aluno deslocamentos bruscos e mudançasaumenta a carga da bicicleta para de direção associados a alta ve-forçar o ritmo, aumenta a sobre- locidade estão entre as principaiscarga sobre as articulações. causas de lesões no joelhos. •Para manter a articulação saudávelTênis: exige muitas paradas brus- e livre de dores, evite usar saltoscas e movimentos repentinos, que altos e finos por longos períodos,podem sobrecarregar e desgastar os prefira o uso de tênis com sistemajoelhos, principalmente em quadras de amortecimento, principalmenteduras. Bom preparo muscular é es- durante a prática de atividadessencial para protegê-los. esportivas. •No caso de lesões nos joelhos,A prática segura de atividade física aplique imediatamente no localdepende de escolher exercícios ade- uma compressa de gelo. Não utilizequados para o nível de condiciona- bolsas de água quente, isso podemento e idade, além de realizar um agravar a lesão.bom alongamento, fazer progressos •Procure um ortopedista especial-graduais, ao longo de semanas ou ista em articulações e só retome osmeses, começando com treinamen- treinos após liberação médica.to leve até condicionar o corpo. ServiçoDicas para um joelho protegido Maurício Póvoa Barbosa•Durante os treinos de musculação, Ortopedista e Médico do Esporteprocure exercitar a musculatura www.orthoboone.com.brposterior e inferior das coxas de IIII Dança Gospel I 25 IIII
  25. 25. dvd Rute – O Ballet Espetáculo de balé clássico goiano inova e resgata uma história pouco conhecida para falar sobre esperançaA Cia Rhema de Teatro e Dança realizou Órfa: Bailarina - Amanda Sinelisem agosto a gravação do DVD “Rute – Noemi: Bailarina – Gisela MendonçaO Ballet” no Teatro Rio Vermelho. São Figurino: Marlan Cotrim e Alan Ferc36 bailarinos envolvidos na produção,além da equipe técnica e administra- Confira o Trailer - DVD Rute o Ballettiva. http://www.youtube.com/Rute – O Ballet” foi inspirado na watch?v=ICjAj9ndO_Uhistória bíblica, do livro de mesmo Lançamento em Dezembro/2012nome, que conta sobre a valorosadecisão de uma moça em acompanhar Mais informaçõessua sogra Noemi depois da morte dos 8431-1000 ou 3092-2455homens da família. Ao chegarem a uma ciarhema@festivalrhema.com.brterra distante e com cultura e costumesdiferentes dos de Rute, a moça precisatrabalhar nos campos de um rico fazen-deiro chamado Boaz, parente próximode Noemi, que por um costume daépoca, torna-se possuidor do direito de Agendacasar-se com a jovem. Congresso de DançaAlém da beleza plástica, é um espe- Renascer Santo Andrétáculo emocionante e cheio de roman- Data: 05 de novembro de 2011tismo, que nos deixa uma mensagem Local: Renascer Santo Andréprofunda sobre o respeito e o cuidadode Deus por nós, mesmo quando não Rua Luiz Pinto Fláquer, 46, Centro,existe mais nenhuma esperança. Santo André - SPTrata-se do segundo DVD da Cia Rhema MAIORES INFORMAÇÕES:de Teatro e Dança, a qual tem real- Pra. Liliam: 11-8777-2808izado apresentações em todo o Brasil lilian.moscardini@gmail.come no exterior. A gravação de Rute – OBallet abriu a turnê do espetáculo. É a Congresso de Dançaprimeira vez que uma companhia de Igreja Rios de Unçãodança traz uma história bíblica para o Data: 12 de novembro de 2011universo do balé. Local: Igreja Rios de Unçao R. Bariri, 247, B. São Gabriel,Ficha Técnica Colombo, região Metropolitana deDireção Geral: Adriana Pinheiro Diogo e Curitiba -PRLuciana Pinheiro Torres Contato para inscrição:DVD - Direção Cinematográfica: André Karoline CastilhoLobato Tel: (41) 3663.6397Coreografia: Gisela Mendonça (41) 8421.1253Rute: Bailarina - Vannessa Vargas kakau.cas@hotmail.com Boaz: Bailarino – IIII Dança Gospel I 26 IIII Greyson Machado
  26. 26. artigo A dança através dos temposNa antiguidade a dança produziu-se Deus ao criar o homem (Gn 1:27)duas formas : uma sagrada outra hi- deu-lhe toda a sabedoria paraerática, participando das cerimônias quando, tomado pelo Espíritoreligiosas. Diz a Bíblia que a dança Santo, Davi dançou em gratidão aera muito usada entre os hebreus. Deus , louvando-O e glorificando-OSabe-se que Davi dançou diante da com danças (II Sm6:14)arca. A dança é uma linguagem univer- sal , através dela é possível contarEntre os egípcios também a dança uma história com inicio, meio eesteve em voga. Mas foi entre os fim, além de vencemos barreiras dagregos que atingiu o seu mais alto língua porque falamos através doesplendor . Fazia parte não somente corpo que é santuário do Espíritode todas as cerimônias solenes , Santo. Não devemos dançar porreligiosas ou civis , mas também de dançar, mas pensarmos e refle-todos os regozijos, de todos os as- tirmos para então nos fazermossuntos. Dos gregos a dança passou entendidos e principalmente fazerpara os romanos ; contudo , entre entendido o nome de Deus. Arte éestes perdeu-se todo seu encanto vida e está intimamente ligada aoe a sua poesia. Com a invasão dos Artista Maior .bárbaros a dança desapareceu , sótornando a aparecer na Renascença O mais importante na dança evan-. Primeiro na Itália e em seguida gélica não é conhecer a sua história,na França, reencontrou de súbito, muito menos saber as técnicassob formas diversas, o esplendor ou estudar anos e anos de dançaque tantos séculos lhe haviam feito afinco, isso é necessário pelo recon-perder. hecimento do público em sermos dançarinos bons; mas, o mais im-Nos relatos apresentados sobre portante é ter uma vida de oração,a evolução histórica da dança, uma postura de adorador e semprepodemos perceber que muita coisa perguntar Deus o que fazer... issosobre a evolução histórica da dança, é o mais importante, uma vez quepodemos perceber que muita fomos criados para o seu louvorcoisa foi mudada e que sua origem e chamados por Ele, o criador deperdida. toda a arte.A própria história diz que a dançaoriginou-se no âmbito sagrado e Fonte:MINISTERIO JESUS EM CENA.a Bíblia nos confirma isso quando IIII Dança Gospel I 27 IIII
  27. 27. artigo Nietzsche e o Deus que dança Por Filipe GarciaNietzsche disse que só creria numDeus que soubesse dançar. Noentanto, por insensibilidade ou pordistração não percebeu que emJesus Deus estava dançando e, porisso, perdeu o show e não podeapreciar a dança.Sim, em Jesus Deus dançou edança de forma graciosa conosco.Ninguém que com alguma per- Divulgação.cepção e sensibilidade leia oEvangelho deixará de ver Jesus emconstante dança. Vejamos: recomendáveis e porque dançaEle começa seu ministério inter- com pessoas descriminadas erompendo a falência de uma festa consideradas indignas; sua miser-e transformando água em vinho; icórdia para com o drama humanoele é recriminado e criticado é música aos ouvidos dos oprimi-porque atende a convites para dos e marginalizados; seus gestosfestas em casas de pessoas pouco inclusivos e subversivos são parte da mais estonteante das coreogra- fias; e quando ele deseja expressar a alegria de Deus e de anjos pela chegada da consciência a algum coração, ele prepara o cenário de uma festa. O pai do pródigo dan- çava e gostava de música; os reis das parábolas de Jesus promoviam grandes festas; e o Nazareno em Divulgação. pessoa convidava todos para a Grande Festa.IIII Dança Gospel I 28 IIII
  28. 28. “...em Jesus Deus dancou ç e danca de forma graciosa conosco.” çPor isso, eu digo que Nietzsche não Jesus e os religiosos. Acabou queviu nada. Aliás, viu tanto “cristian- o pensador foi incapaz de ouvir asismo” que não viu Deus dançando músicas e entrar na festa.em Cristo. Ele mesmo não perce-beu o quão pré-condicionado es- Portanto, quem tem ouvidos paratava; não conseguiu enxergar que ouvir as músicas da Graça, quetudo era um convite para a festa entre na festa. Deus está chamandona casa do Pai. As parábolas de você pra dançar e é por isso é queJesus estão cheias de convites para o convite tem o nome de Boasque se venha dançar e quando Novas.ninguém atende ao convite, ainda Fonte: www.cristianismocriativo.com.brassim ele não cancela a festa:enche a casa de mendigos, veste-os com trajes próprios e ordena aliberdade.Até João Batista, que não dançavado lado de fora, sabia que o queestava acontecendo era uma festa.Jesus era o noivo. A festa era dele.João se alegrava.De fato, se eu tivesse que dizeralguma coisa ao filósofo, lhe diria:Eu é que não acredito em filósofosque não sabem dançar e nem verquando a festa está proposta. Oque custava ao filósofo era crerque Deus não tinha nada a vercom o mal humor do Cristianismo;que chatos são os cristãos e nãoo Cristo; faltava-lhe perceber ocontraste que existia e existe entre Divulgação. IIII Dança Gospel I 29 IIII
  29. 29. dicaCALOS E VERRUGAS DERMA NAIL EXPLICA AS CAUSAS E SOLUÇÕES PARA QUEM TEM CALOS E VERRUGASCalos e verrugas são problemas •Dar preferência aos sapatos con-comuns, fáceis de serem tratados e fortáveis aos pés, que não façamtambém simples de serem evitados. tanto atrito e que nem deixem o péPorém, tal tratamento exige grande muito apertado;dedicação dependendo do seu graue localização. O Dr. Paulo Henrique •Para as mulheres que usam saltosLucas, farmacêutico e consultor da diariamente, o ideal é sempre fazerDerma Nail, dá algumas dicas de uma boa esfoliação após o banhoprevenções e tratamentos a serem e passar um creme com teor defeitos em cada caso. hidratação alto, para que per- maneça a suavidade do pé;CALOS E SUAS PREVENÇÕESOs calos surgem por pressões e/ ou •Para as pessoas que ao longo dofricções constantes causadas por dia fazem algum tipo de esforçocalçados (de bico fino, de salto alto, que ocasiona o atrito, o ideal é aou que apertem muito os pés), pés cada hora passar creme nas mãoscavos e/ou pela repetição de movi- para evitar a falta de umidade nasmentos que causam fricção na pele, mesmas;como escrever em excesso, dirigir eoutros. VERRUGAS E SUAS PREVENÇÕESDependendo da pressão de tal As verrugas são manifestações naatrito, é comum que em alguns pele ou na sola dos pés, que podemcasos se forme um tipo de caroço ser dolorosas, simples ou esponjo-por dentro da pele causando dor e sas, de diversos tamanhos, formatosinfecção. Estas ocorrências precisam e colorações, que são provocadasde mais atenção, pois estão em um pela presença do vírus HPV. Portan-estágio mais avançado. to, são contagiosas. Elas são forma-Dependendo de sua localização a das na camada córnea da pele.prevenção das calosidades necessita Existem vários tipos de verrugas que de tais cuidados: podem ser contraídas pelo corpoIIII Dança Gospel I 30 IIII
  30. 30. Divulgação.todo. As mais comuns possuem lico que possui ação antisséptica euma superfície áspera de coloração queratolítica (esfoliante) e Colódioigual ou mais escura que a pele. Elástico formando uma películaPodem aparecer em qualquer idade protetora no local aplicado ee o surgimento delas é mais comum proporcionando um efeito maisna área das mãos. duradouro. Essa união leva à solu-Para evitar que as verrugas surjam bilização da hiperqueratose, que fazao longo do corpo, são aconselha- com que as camadas mais grossasdos os seguintes cuidados: da pele fiquem mais finas. Sugestão de preço R$21,00.•Higienizar as mãos várias vezes aolongo do dia; Para mais informações SAC LQF 0800 7741414 | sac@dermanail.•Existem vacinas que são dadas com.br | www.dermanail.com.brtanto em homens quanto mulherescontra o vírus HPV;SOLUÇÃO PARA CALOSE VERRUGASA Derma Nail encontrou umaformulação eficaz para os calos everrugas mais comuns: o DermaNail Calicida. O produto possuiativos capazes de, em sinergia total,atuar eliminando as calosidadesde diversos tamanhos e extensõesque acometem a pele e as verrugascomuns e plantares que agridemas solas dos pés. O diferencial emsua formulação é o Ácido Salicí- IIII Dança Gospel I 31 IIII
  31. 31. artigo A GLÓRIA DO ALTAR E O GLAMOUR DOS PALCOS Por Leonardo RibeiroRefletindo sobre o título deste artigo, como encantamento, magia, charmeencontrei alguns pontos importantes e sedução. Tudo o que podemose esclarecedores que gostaria de com- encontrar nos palcos das casas departilhar com vocês. Quando falamos shows, onde o foco é a beleza, ode altar, logo se pensa naquele lugar talento e a capacidade humana.com o nível um pouco mais alto em A vida para quem vive nos palcosrelação ao nível do salão do templo. parece ser muito melhor do que aPois bem, hoje conheceremos um nossa, ver toda aquela ostentação,pouquinho mais sobre o altar e o que todo investimento nos figurinos eele representa. Isto posto, partiremos na dedicação dos profissionais, nospara a colocação de que altar e palco faz querer participar de todo essefisicamente falando são a mesma Mundo Glamuroso. “para eles não hácoisa, os dois servem para mostrar preocupações, o seu corpo é sadio ealgo, revelar alguma coisa, enfim, bonito” Subir num palco e se expor éevidenciar. A representatividade do bem mais fácil do que estar num altar.altar fisicamente não é o que eu quero Primeiramente, um palco não exigeabordar e muito menos enfatizar, uma preparação espiritual (santidade)embora o altar (físico) seja um local exige sim uma preparação do talentomuito importante para a liturgia dos do homem. A carne é o foco dasnossos cultos, visto que até hoje não atenções num palco, a carnalidade éfui a uma igreja que não tivesse um o carro chefe dos grandes shows e oaltar ou pelo menos uma “mesinha” valor do bilhete para participar destepara apoiar a bíblia. show é um punhado de imoralidadeNo Antigo Testamento o altar era e coração sem temor. O que podemoso local onde o sacerdote oferecia perceber é que nos palcos da vida osacrifício a Deus (Lv. 3). No novo que é valorizado é a sensualidade, otestamento podemos verificar que não talento, as mentiras e a soberba, que,existe a identificação de um altar para aliado a um pouquinho de brilho é aholocausto. Em Hebreus 13.10 vemos fórmula para se prender a atenção dasuma afirmação “temos um altar”, esta pessoas nos ídolos desta geração. “Porafirmação refere-se ao próprio Cristo isso o seu povo se volta para eles e ossendo o altar, Cristo esse que morreu tem por fonte de que bebe a largose se sacrificou por nós, não havendo sorvos” No palco o que prevalece sãomais necessidade para um altar de as nossas vontades e nossos desejosholocausto. carnais de ser aceito por alguém, de satisfazer o ego, de fazer bonito, deO Glamour do Palco fazer fama e dinheiro. “do coração Glamour é definido brotam-lhe fantasias” Estar num palcoIIII Dança Gospel I 32 IIII
  32. 32. é estar andando no sentido contrário são a mesma coisa e felizmente não é.ao caminho do altar. A rota do altar é A glória é o emanar do próprio Deus,a rota do sacrifício e isso dói. Por isso Ele se dá a nós. Diferente do palco omuitos querem o descompromisso altar é um lugar de entrega, oraçãode estar no palco, pois, no palco e dedicação. A nós, é exigido umdo mundo é celebrada uma vida de preço para estar no altar e esse preçoliberdade e uma alegria extravagante. é a Santidade. O altar e um lugarPena que ela acaba quando o show de grandes experiências com Deus.termina! “como ao sonho, quando se Quando me proponho a falar sobreacorda, assim, ó Senhor, ao desper- altar não estou falando da figura físicatares, desprezarás a imagem deles” O e sim da espiritual. Jesus é o nossoglamour dos palcos nos distancia de altar, Ele leva sobre si nossos pedidosDeus e do seu propósito, pois, como (sacrifícios) e se torna o mediador parajá definimos anteriormente, o glamour com Deus. No antigo testamento, eraé algo que nos encanta e nos cega. através do altar que Deus respondia eUm líder que não confia em Deus é hoje não precisamos realizar holocaus-facilmente corrompido pelo inimigo. tos, pois Cristo se sacrificou e tornou-Passando não mais olhar Deus como se nosso altar vivo pronto para recebero centro mais a si mesmo como único nossos sacrifícios de louvor, que é oe soberano, passando por cima das fruto de lábios que confessam o seupessoas que lidera e pisoteando os nome. Sendo assim, sabemos queplanos de Deus. “eu estava endurecido estar no altar não é estar no mundo ee ignorante; era como um irracional à sim em Cristo. (Hb. 13.15)tua presença” Baseado nesta verdade citada emComo iremos marcar nossa geração se Hebreus entende-se que a cura para oainda somos persuadidos e seduzidos levita está no altar, ou seja, Jesus é apelas coisas deste mundo? De fato cura para o levita ferido. O levita quetempos dado valor para o Altar? sobe no altar (físico) achando que vaiA cura para o levita está no altar, encontrar cura, renovação só por estarsomente quando estivermos curados no altar está redondamente enganadoseremos capazes de fazer a difer- “Deus não habita em tendas” Se alme-ença. Enquanto estivermos brincando ja cura se entregue como sacrifíciode dançar, de adorar, a vida vai ser vivo no altar que é Jesus. Você é umsempre assim, uma frustração. Não levita sadio? Quando entendemos quepodemos permitir que os valores se- Jesus é o altar, dançaremos nas praças,jam invertidos e deixar que o glamour ruas e presídios sem nos importarmosparticipe de nossas celebrações. O se têm alguém apontando, se estamosinimigo tem feito com que os jovens vestidos com lindas vestes ou se vamospercam seu interesse pelo que é santo, sair bem nas fotos. Deixaremos de sermanipulando as mentes para que a paranóico-ansiosos para estar em cimaigreja seja vista como vilã e o mundo de um monte de cimento com luzescomo bom samaritano. nos focando. Muitas vezes queremos ostentar nomes, títulos, status so-A Glória do Altar cial, formações acadêmicas no altar,A origem da palavra Glória é RABED, mas, altar não é lugar para ostentarque significa ser ou estar pesado, rico, vaidade, o altar é o lugar onde somoshonrado. Pra quem não conhece a cobertos de Glória e somos usadospresença de Deus, glamour e glória para manifestar a IIII Dança Gospel I 33 IIII
  33. 33. maravilhosa plenitude que emana do para algum lugar é muito mais gostosocoração do altíssimo. do que quando você faz com suasEm Salmos 73 podemos ver que um próprias forças.levita chamado Asafe se deixou encan- O inimigo tem sempre uma propostatar pelo sucesso dos ímpios “pois eu glamurosa para te fazer, cabe a vocêinvejava os arrogantes”. Asafe queria recusar ou se entregar!entender como pessoas tão superficiaise depravadas conseguiam tranqui- A Bíblia diz que é preferível estar umlamente acumular riquezas e serem dia no átrio do Senhor do que milaceitas por todos. Como Deus via essas anos fora dele. Para nós levitas dançarpessoas e mesmo assim permitia seu um dia na casa do Senhor é melhor dosucesso, Asafe queria entender tudo que dançar nas grandes companhias.isso e chegou a uma conclusão que Quando se tem um coração de levitatodos nós uma hora também vamos percebemos que podemos ter nos-chegar. “em só refletir para entender sos trabalhos com a dança no meioisso, achei mui pesada tarefa para secular, mas, nada disso se comparamim” Você já deve ter se pegado a dançar nos cultos de celebração anessa situação: Por que ele que é Deus. A honra de Deus é excelente-ímpio tem tudo e eu que sou filho de mente infinita. Meu amado você podeDeus não tenho? Por que minha mãe não saber dar uma pirueta se quer,não me colocou no ballet quando eu mais se Deus resolver te honrar atéera pequeno? Por que meus mais não os maiores bailarinos do mundo vãotêm condições de pagar um curso pra querer aprender com você. Mais nãomim? São tantos “porquês” em nossas faça disso uma desculpa para não sevidas que isso acaba nos fazendo optar aperfeiçoar!pelo caminho mais fácil. Por poucoAsafe não escorregou dos caminhos de “Porque vale mais um dia nos teusDeus. (Sl. 73.2) Não tente entender átrios do que mil. Preferiria estar àos mistérios de Deus, deixe que ele te porta da casa do meu Deus, a habitarrevele. Quando comecei a dançar eu nas tendas dos ímpios.” (Sl. 84.10)não tinha técnica e queria entrar numaescola pra me aperfeiçoar, mas, não O Criador almeja estar recebendotinha dinheiro, sempre que começava a adoração de todos os seus e seupouco tempo depois parava. Eu queria Espírito trabalha mediante esse desejoser um bailarino famoso! (Sonho na tentativa de despertar esses ador-de muitos). Hoje eu entendo que mecidos da escuridão, mas, uma lutaDeus não me chamou para estar nos se acirra para que esse mesmo espíritopalcos dos teatros me apresentando não se achegue ao Espírito de Vida,para um público e sim para marcar fazendo com que a consciência santaminha geração. Por muitas vezes eu seja apagada, dando lugar às orgias deficava triste profundamente porque uma carne que nunca está saciada. Elachegava o fim do ano ou tinha saídas sempre quer mais, porém o espíritoda escola de dança para outros países continua clamando e ansiando por ume eu nunca pude ir. Chegava a discutir pouco de GLÓRIA.com Deus por causa disso, mas hojeestou amadurecido e sei o que Deus “Quanto a mim, bom é estar junto aquer pra mim. Ainda descobri que Deus...” (Sl. 73.28). quando Deus te levaIIII Dança Gospel I 34 IIII

×