Your SlideShare is downloading. ×
Aula inaugural da GeraçãoTec - Softville/Joinville
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Introducing the official SlideShare app

Stunning, full-screen experience for iPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Aula inaugural da GeraçãoTec - Softville/Joinville

410
views

Published on

Slides utilizados da aula inaugural do curso de desenvolvimento .Net iniciado no dia 25 de junho de 2012 na Softville.

Slides utilizados da aula inaugural do curso de desenvolvimento .Net iniciado no dia 25 de junho de 2012 na Softville.

Published in: Education

1 Comment
1 Like
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total Views
410
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
6
Comments
1
Likes
1
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Curso Linguagem de Programação .NETGeração TEC – Talentos empreendedores para o mundo da tecnologia Juliano Tiago Rinaldi Lorival Smolski Chapuis
  • 2. Agenda• Apresentação do representante da Geração TEC• Geração TEC• Softville• Instrutores• Conhecimento prático de mercado – Time, colaboração e força de vontade – Profissional e mercado• O curso• Regras gerais• Estatísticas para o curso• Início das aulas...
  • 3. Geração TEC
  • 4. Geração TEC - Definição• O Geração TEC – Talentos empreendedores para o mundo da tecnologia é um Programa que cria oportunidades para jovens e adultos por meio de qualificação profissional.• O objetivo é por meio da formação de novos profissionais para a área de tecnologia, reduzir a demanda de vagas em toda Santa Catarina treinando profissionais para ocupar as várias vagas em aberto.• O Programa Geração TEC, instituído pelo Governo do Estado/Secretaria do Desenvolvimento Econômico Sustentável, é executado através da FAPESC (Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina), em parceira com instituições do setor de tecnologia e informação.
  • 5. Geração TEC - Destinação• Adultos e jovens a partir de 17 anos.• Ensino médio completo ou cursando o último ano, e que não estejam empregados em atividades relacionadas à programação.• Fazem-se necessários conhecimentos de lógica, inglês e boa fundamentação em matemática.
  • 6. Geração TEC - Observatório• Uma vez realizada a capacitação, os formandos serão encaminhados para empresas parceiras que aderirem ao Programa.• O GeraçãoTEC observará a carreira destes profissionais, por um período de três anos, a fim de monitorar e acompanhar a dinâmica do mercado de trabalho de TIC no Território Catarinense.• O papel da ACATE (Associação Catarinense de Empresas de Tecnologia) na sensibilização das empresas associadas é fundamental para a empregabilidade dos alunos do Programa.
  • 7. Geração TEC - Realização• Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS)• Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (FAPESC)• Associação Catarinense de Empresas de Tecnologia (Acate)• Instituto Internacional de Inovação (I3)
  • 8. Geração TEC - Apoio• Fundação Carlos Joffre do Amaral• Polo Tecnológico de Informação e Comunicação da Região de Blumenau / Blusoft• Uniplac / Universidade do Planalto Catarinense• Ifsc / Instituto Federal de Santa Catarina• Senac /SC• Senai /SC• Sebrae / SC• Fampesc• Seinflo / Sindicato Das Empresas De Informática Da Grande Florianópolis• CDI-SC
  • 9. Geração TEC - Apoio• ACIC / Associação Empresarial De Criciúma• ACIT / Associação Empresarial De Tubarão• Fundação Softville• ACIJ / Associação Empresarial De Joinville• AMPESC / Associação de Mantenedoras Particulares de Educação Superior de Santa Catarina• Sinepe/SC• Fundação Softville• Juliano Tiago Rinaldi / Lorival Smolski Chapuis (Instrutores)• Alunos que passaram em todas as fases de seleção
  • 10. Softville
  • 11. Softville - Atividades• Missão Promover o desenvolvimento e a transferência de tecnologias inovadoras que contribuam para o avanço tecnológico regional em informática.• Algumas de suas atividades Incubadora de Empresas de Base Tecnológica / Incentivo à criação de novas empresas; Treinamento com ênfase nas áreas de informática e gestão empresarial, inclusive cursos fechados; Acesso a linhas especiais de financiamento; Biblioteca, Auditório e laboratórios de informática; Infra-estrutura para reuniões, cursos e eventos; Acesso à internet via Rede Nacional de Pesquisas (RNP) Consultoria e assessoria técnica, jurídica e empresarial; Assessoria de Comunicação; Auxílio na participação em eventos nacionais e internacionais; Apoio a projetos de qualidade em software; Organização de missões empresariais.
  • 12. Softville - Metas• Promover Joinville e região como pólo tecnológico.• Oferecer meios para que idéias transformem-se em protótipos, produtos e novos empreendimentos, podendo propiciar o uso compartilhado de espaço físico e de infra-estrutura de apoio à empresas já existentes e nascentes.• Criar condições favoráveis para o desenvolvimento de empresas de base tecnológica.• Propiciar a utilização de equipamentos, software e serviços, de alta tecnologia, para melhorar a qualidade e a produtividade das empresas da região.• Contribuir para a melhoria da qualidade do ensino e o nível de especialização profissional.• Fomentar o desenvolvimento de software visando a exportação.• Apoiar a realização de pesquisas e de eventos pertinentes à área de informática.
  • 13. Softville – Histórico• Em abril de 1993, por iniciativa de Empresas de Informática da Região de Joinville, com o apoio de associações de classe, entidades de ensino e os Governos Federal, Estadual e Municipal, foi criado o Projeto Softville.• Desta forma consolidou-se o Projeto Softville, através da criação de uma estrutura organizacional para atender a manutenção de duas linhas de ações básicas, sendo: – Um Sistema Compartilhado de Serviços, que prevê o treinamento e a assessoria às empresas usuárias da Fundação; – Uma Incubadora de Empresas de Base Tecnológica, que atende novos empreendimentos, incentivando assim a pesquisa de novos produtos e serviços, a geração de empregos especializados, provocando uma conseqüente melhora da estrutura científica, tecnológica e econômica da região.
  • 14. Instrutores• Juliano Tiago Rinaldi – Formação acadêmica: Construção civil / Engenharia de Computação – Mercado: Empreendedor / 9 anos de experiência – Atuação: Engenharia de Software / consultoria / análise / desenvolvimento – .NET C#: Duas certificações Microsoft• Lorival Smolski Chapuis – Formação acadêmica: Técnico em Informática / Engenharia de Computação – Mercado: Coordenador na Thomson Reuters / 9 anos de experiência – Atuação: Coordenação técnica / arquitetura de software / análise desenvolvimento – .NET C#: Três certificações Microsoft
  • 15. Time, colaboração e força de vontade Diferença entre Grupo, Equipe e Time?
  • 16. Multidão• “Ajuntamento de pessoas”• “Montão, grande número”• “O povo, o populacho”• Simplificado: Coletivo de pessoas, porém em grande escala.
  • 17. Grupo• “Conjunto de pessoas ou de objetos reunidos num mesmo lugar.”• “Conjunto de pessoas que apresentam o mesmo comportamento e a mesma atitude, e com um objetivo comum que condiciona a coesão de seus membros: um grupo político; um grupo de trabalho; psicologia de grupo.”• Simplificado: Multidão separada em características semelhantes.
  • 18. Equipe• “Grupo de pessoas que trabalham na mesma tarefa, ou que unem os esforços com um mesmo propósito.”• “Grupo de atletas, de jogadores associados, em número determinado.”• “Espírito de equipe, espírito de solidariedade que anima os membros de um mesmo grupo.”• Simplificado: Um grupo com foco em um mesmo objetivo.
  • 19. Time• “É o conjunto de pessoas com habilidade e potencialidades peculiares a serviço de um objetivo comum. Elas compartilham valores, buscam resultados comuns e contam com alto grau de comprometimento, o que as faz responsabilizar-se por mais do que a simples realização de suas tarefas e atribuições individuais.”• Simplificado: Uma equipe comprometida e colaborativa.
  • 20. Requisitos para um time• Humildade: Admitir que ninguém sabe tudo e ninguém sabe nada.• Comprometimento: Dar o melhor de si afim de atingir o objetivo comum.• Colaboração: Ajudar constantemente os membros do time. Repassar seu conhecimento e ouvir os membros.• Força de vontade: “perder é uma vez, desistir é para sempre.”
  • 21. Colaboração• “Ato ou efeito de colaborar; concurso, ajuda, auxílio: trabalhar em colaboração.”• Colaboração é só isso? Simples assim? O que mais envolve colaboração?
  • 22. Colaboração – Mais perguntas...• Qual linguagem de programação é a melhor?• Qual ferramenta é a melhor?• Qual forma de programar é a melhor?• Quem é o melhor? Engenheiro, arquiteto, analista, desenvolvedor, programador ou o analista de testes? (Tratando de software)
  • 23. Colaboração• Colaboração é ajudar os membros do time a melhorar seus defeitos e não julgá-los.• Colaboração é resolver os problemas em consenso e atender os objetivos propostos juntos.• Colaboração é terminar sua tarefa e procurar quem ainda não terminou para ajudá-lo.• Colaboração é simplesmente olhar para algo mais amplo que nosso umbigo.• Colaboração com comprometimento e foco transformam um simples grupo em um time vencedor.
  • 24. Força de vontade
  • 25. Força de vontade Joseph Climber
  • 26. Força de vontade• Força de vontade nada mais é do que manter o foco constante no que está fazendo sem desistir.• Manter o foco é essencial em todos os momentos de nossas vidas...• “Com energia e persistência conquistamos todas as coisas”. Benjamim Franklin• Foco e determinação vencem os cérebros e intelectos o tempo todo. Você não precisa ser o mais inteligente ou ter mais diplomas que os outros para ser bem sucedido e alcançar resultados excepcionais.
  • 27. O poder da execução• “A execução é a carruagem do gênio”. Willian Blake• “Você não pode construir uma reputação em cima daquilo que ainda vai fazer”. Henry Ford.• Lideres tem Alto QI (quociente de implementação).• Não basta ter boas ideias, é preciso implementá-las.• Intenção sem ação é sonhar acordado. As pessoas que agem como líderes unem suas crenças ao seu comportamento. Elas obtêm resultados.
  • 28. Time, colaboração e força de vontade
  • 29. Profissional e mercado
  • 30. Pense grande ... • “Se você planeja ser qualquer coisa menos do que aquilo que você é capaz, provavelmente você será infeliz todos os dias de sua vida.” (Maslow)
  • 31. Lembrando ... • O objetivo maior da vida é a auto-realização
  • 32. Pirâmide de Maslow
  • 33. Necessidades do corpo Necessidades mais básicas, físicas - água, comida, ar, sexo, etc. (sobrevivência) Sem elas, causariam: desconforto, irritação, medo, doe nças, e um possível falecimento.
  • 34. Necessidades de segurança Procuramos fugir dos perigos, buscamos por abrigo, proteção, estabilidade e continuidade.
  • 35. Necessidades sociais O ser humano precisa amar e pertencer. Tem a necessidade de ser amado, querido por outros, de ser aceito por outros.
  • 36. Necessidades de status Buscamos ser competentes, alcançar objetivos, obter aprovação e ganhar reconhecimento. Vencer desafios e conquistar objetivos. A auto-estima é derivada da competência em ser a pessoa que se é, é gostar de si, é acreditar em si e dar valor a si próprio. A hetero-estima é o reconhecimento e a atenção que se recebe das outras pessoas.
  • 37. Necessidades de auto-realização O ser humano busca a sua realização como pessoa, a demonstração prática da realização alavancada pelo seu potencial único. O ser humano busca conhecimento, experiências, ou mesmo a busca de Deus.
  • 38. Que profissional eu quero ser?
  • 39. Que profissional eu quero ser?• Você é do tamanho dos seus sonhos• Os objetivos são metas que queremos atingir• Objetivos a curto prazo: de 6 meses a 1 ano• Objetivos a médio prazo: de 1 ano a 5 anos• Objetivos a longo prazo: de 5 anos em diante
  • 40. Faça a diferença: os conceitos mudaram• Trabalhador e empregado são termos que definem vínculos empregatícios• As empresas buscam colaboradores, profissionais de valor agregado, parceiros, inovadores, críticos, auto motivados, sociáveis, e que trabalham em time• Vamos para a guerra
  • 41. Como se posicionar ao mercado?
  • 42. Trabalho século XX• O ambiente econômico e social é estável• O trabalho é rotineiro e extremamente simplificado• O trabalhador precisa ser um especialista• O trabalho é encarado como um emprego, uma necessidade financeira para sobreviver
  • 43. Trabalho século XXI• O ambiente econômico e social é caracterizado pela instabilidade• O trabalho é encarado como parte importante da identidade do sujeito• O trabalho é desafiador e o trabalhador busca lhe atribuir um sentido vital (geração y)• O trabalhador precisa ter uma visão ampla, global do negócio; precisa estar conectado ao mundo e constantemente aprendendo• O trabalho é encarado como uma carreira, que envolve mais do que a sobrevivência financeira, envolve o desenvolvimento e a realização do próprio ser.
  • 44. Evolução proposta - Charles Darwin
  • 45. Evolução real tecnológica
  • 46. Planejar para conquistar• Destacar desafios e pré-requisitos para se poder alcançar cada objetivo• É importante colocar datas e descriminar as ações que devemos realizar• Deve ser feito como um Planejamento Estratégico e sempre ter um plano B
  • 47. Agindo para ganhar o mercado• Elaborar um bom currículo• Preparar-se para o processo seletivo: entrevista, dinâmica de grupo, provas de conhecimento• Fortalecer uma rede de contatos: networking
  • 48. Agora• O primeiro passo está dado, vocês escolheram estar aqui para aprender e se capacitar para conquistar seus objetivos.
  • 49. Profissional e mercado
  • 50. O curso• Objetivos• Grade curricular• Ementa• Dinâmica de aula• Material didático• Ferramentas utilizadas
  • 51. O curso - Objetivos• Aprender lógica de programação• Aprender programação C# .NET• Aprender desenvolvimento .NET com banco de dados• Boas práticas para desenvolvimento• Noções de processos de desenvolvimento• Práticas de trabalho em um time• Preparar-se para o mercado de trabalho• Boas práticas de mercado
  • 52. O curso – Grade curricular• Módulo 1 – Lógica de Programação• Módulo 2 – Programação .NET• Módulo 3 – Banco de dados SQL Server• Módulo 4 – Trabalho em equipe e gestão, postura no ambiente de trabalho• Módulo 5 – Orientação para a inserção no mercado de trabalho na área de TIC
  • 53. O curso – Ementa• Lógica de Programação (60 horas) – Lógica e algoritmos (40 horas) - Juliano – Introdução ao desenvolvimento .NET (20 horas) - Juliano• Programação .NET e Banco de dados SQL Server (180 horas) – Framework .NET (20 horas) - Lorival – Orientação a Objetos I – Introdução (20 horas) – Lorival – Introdução a Banco de Dados (20 horas) – Juliano – Orientação a Objetos II – Desenvolvimento (20 horas) – Lorival – Desenvolvimento .NET com Banco de Dados (20 horas) – Lorival – Trabalhando com Banco de Dados I – DDL, DML (20 horas) – Juliano – Orientação a Objetos III – Padrões de Projetos (20 horas) – Lorival – Trabalhando com Banco de Dados II – Relacionando dados (20 horas) – Juliano – Boas práticas para desenvolvimento – Foco em teste (20 horas) – Lorival• Projeto final (20 horas) – Lorival / Juliano
  • 54. O curso – Dinâmica de aula• Horário: 18:30 até 22:30 – Tolerância em dias de chuva de 5 a 15 minutos• Planejamento semanal• Coding Dojo• Práticas Ágeis• Palestras• Exercícios• Aula teórica• Aulas intercaladas com os professores
  • 55. O curso – Material didático• Apresentações Slides• Exercícios propostos no quadro• Exercícios em PDF• Material apoio de outros autores• Sugestões de livros• Post-It
  • 56. O curso – Ferramentas utilizadas• Microsoft Visual Studio 2010 Express – .Net Framework 4.0• Microsoft SQL Server 2008 R2 Express – Management Studio• Astah (Diagramação)• Visual G (Portugol)
  • 57. Regras e possibilidades• O que pode, o que não pode e o efeito surpresa! – Flexibilidade para dúvidas a qualquer momento. A sua dúvida pode ser a do seu colega. – Durante a explicação, total atenção. Sem internet! – A frequência é requisito para o certificado. – Organizem seus arquivos. Se possível façam backup e levem com vocês. – Férias em Julho? – Monitoramento?• O que acontecerá após o curso? – Certificado – Oportunidades de trabalho – Aprendizado contínuo
  • 58. Estatísticas para o curso• Nome• Seus conhecimentos na área• Cursos na área que já fez• Livros da área que já leu• Trabalha? Na área?• Blogs que acompanha• Prefere desafios ou produção?• O que espera do curso?Área: Computação de modo geral
  • 59. Início das aulas...
  • 60. Referências• Ms. Felipe Pinho• Merkatus Consultoria• Wikipedia• Dicionário Michaelis Moderno