Your SlideShare is downloading. ×
Dinâmica atmosférica, climática e hidrográfica no planeta terra
Dinâmica atmosférica, climática e hidrográfica no planeta terra
Dinâmica atmosférica, climática e hidrográfica no planeta terra
Dinâmica atmosférica, climática e hidrográfica no planeta terra
Dinâmica atmosférica, climática e hidrográfica no planeta terra
Dinâmica atmosférica, climática e hidrográfica no planeta terra
Dinâmica atmosférica, climática e hidrográfica no planeta terra
Dinâmica atmosférica, climática e hidrográfica no planeta terra
Dinâmica atmosférica, climática e hidrográfica no planeta terra
Dinâmica atmosférica, climática e hidrográfica no planeta terra
Dinâmica atmosférica, climática e hidrográfica no planeta terra
Dinâmica atmosférica, climática e hidrográfica no planeta terra
Dinâmica atmosférica, climática e hidrográfica no planeta terra
Dinâmica atmosférica, climática e hidrográfica no planeta terra
Dinâmica atmosférica, climática e hidrográfica no planeta terra
Dinâmica atmosférica, climática e hidrográfica no planeta terra
Dinâmica atmosférica, climática e hidrográfica no planeta terra
Dinâmica atmosférica, climática e hidrográfica no planeta terra
Dinâmica atmosférica, climática e hidrográfica no planeta terra
Dinâmica atmosférica, climática e hidrográfica no planeta terra
Dinâmica atmosférica, climática e hidrográfica no planeta terra
Dinâmica atmosférica, climática e hidrográfica no planeta terra
Dinâmica atmosférica, climática e hidrográfica no planeta terra
Dinâmica atmosférica, climática e hidrográfica no planeta terra
Dinâmica atmosférica, climática e hidrográfica no planeta terra
Dinâmica atmosférica, climática e hidrográfica no planeta terra
Dinâmica atmosférica, climática e hidrográfica no planeta terra
Dinâmica atmosférica, climática e hidrográfica no planeta terra
Dinâmica atmosférica, climática e hidrográfica no planeta terra
Dinâmica atmosférica, climática e hidrográfica no planeta terra
Dinâmica atmosférica, climática e hidrográfica no planeta terra
Dinâmica atmosférica, climática e hidrográfica no planeta terra
Dinâmica atmosférica, climática e hidrográfica no planeta terra
Dinâmica atmosférica, climática e hidrográfica no planeta terra
Dinâmica atmosférica, climática e hidrográfica no planeta terra
Dinâmica atmosférica, climática e hidrográfica no planeta terra
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Dinâmica atmosférica, climática e hidrográfica no planeta terra

4,258

Published on

Published in: Education
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
4,258
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
67
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. DINÂMICA ATMOSFÉRICA, CLIMÁTICA E HIDROGRÁFICA NO PLANETA TERRA
  • 2. DINÂMICA ATMOSFÉRICA, CLIMÁTICA E HIDROGRÁFICA NO PLANETA TERRA INTRODUÇÃO: • Objetiva a compreensão das dinâmicas ocorridas na atmosfera destacando a diversidade climática destacando: as camadas da atmosfera, abordando as diferenças entre clima e tempo, as massas de ar, pressão atmosférica, estações do ano e os movimentos da Terra, abordando a dinâmica hidrográfica da atmosfera.
  • 3. DIVERSIDADE CLIMÁTICA NO BRASIL • Devido sua grande extensão territorial; • A grande variedade de relevo; • A altitude e dinâmica das correntes e massas de ar; • Fator entre os trópicos de Câncer e Capricórnio, motivo pelo qual usamos o termo "país tropical".
  • 4. ATMOSFERA TERRESTRE • Pode ser descrita como uma fina camada de gases que envolve o planeta Terra segurando pela gravidade. •
  • 5. CAMADAS QUE COMPÕEM A ATMOSFERA TROPOSFERA: • Corresponde a camada onde se desenvolve a vida, e, por isso as atividades humanas; • Onde ocorrem os fenômenos meteorológicos, como chuvas, ventos, etc.; • Concentra 75% dos gases e 80% da umidade do ar; • Estende-se de 0 a 12 Km de altitude.
  • 6. TROPOPAUSA: • Camada intermediária entre a troposfera e a estratosfera; • O ar é mais rarefeito; • Difusão da luz solar – azul do céu; • A temperatura aumenta conforme a altitude; • Grande presença de ozônio, gás que absorve mais radiação solar do que os outros.
  • 7. ESTRATOSFERA: • A temperatura do ar passa de -57 C para 2 C, o que se observa a cerca de 50 km de distância da superfície; • A camada de ozônio fica na estratosfera;
  • 8. MESOSFERA: • Situada entre 50 a 80 km, ar muito rarefeito; • Temperaturas menores; • Limite superior é a mesopausa (-90 C);
  • 9. TERMOSFERA: • Camada da atmosfera localizada entre a mesosfera e o espaço exterior. • Na termosfera a temperatura aumenta com a altitude. • A termosfera inclui a exosfera e parte da ionosfera. • Esta camada atinge aproximadamente 640 km acima da superfície do solo; • Caracteriza pela alta temperatura, a qual aumenta como o aumento da altitude, podendo chegar a mais de 1000ºC nas camadas superiores.
  • 10. EXOSFERA: • O ar é rarefeito; • Ocorre a aurora boreal e a austral. Retirada de: http://www.infoescola.com/fenomenos-opticos/aurora- boreal/ em 19/07/2013 Retirada de: http://www.not1.com.br/aurora-austral-o-que-emelhores- fotos-da-nasadiferenca-entre-a-boreal/ em 19/072013
  • 11. Retirada de: http://profs.ccems.pt/PauloPortugal/CFQ/Atmosfera/Composio_Atmosfera.html em 18/07/1013.
  • 12. A IMPORTÂNCIA DA DINÂMICA ATMOSFÉRICA • Os fenômenos que ocorrem na atmosfera são: • As variações da temperatura do ar; • A umidade e a pressão do ar; • As precipitações; • Os ventos e os movimentos das massas de ar; • Caracterizam os estados ou condições do tempo atmosférico; • Importante para realização das atividades humanas no espaço geográfico.
  • 13. • A fonte de energia responsável pela temperatura da atmosfera, é o sol, a radiação solar; • A insolação atravessa a atmosfera que retém 19% do calor irradiado; • 47% dessa radiação é absorvida pelas águas e terras da superfície terrestre e refletida para o alto, aquecendo a atmosfera de baixo para cima. • Os outros 34% são refletidos diretamente pela atmosfera e pela superfície terrestre.
  • 14. PRESSÃO ATMOSFÉRICA • Pode ser caracterizada como uma força exercida pelo ar sobre a superfície terrestre; • Essa pressão é alterada e pode variar de acordo com temperatura e umidade; • Como ocorrem desequilíbrio de temperatura e umidade na terra, o ar está sempre em movimento.
  • 15.  AS MASSAS DE AR • As massas de ar constituem volumes da atmosfera (semelhantes a enormes "bolhas" ou "bolsões") ; • Têm algumas propriedades em comum (pressão, temperatura, umidade), em virtude da área em que se localizam. • Existem massas de ar polares, equatoriais, tropicais oceânicas e continentais, etc. • Elas se movimentam constantemente e, com frequência, uma empurra a outra e ocupa seu lugar.
  • 16. • No Brasil atuam massas de ar: - massa equatorial atlântica (mEa) - quente e úmida, domina a parte litorânea da Amazônia e do Nordeste; • Massa equatorial continental (mEc) - também quente e úmida, com centro de origem na parte ocidental da Amazônia, domina a porção noroeste da Amazônia durante praticamente todo o ano.
  • 17. AS ESTAÇÕES DO ANO E OS MOVIMENTOS DA TERRA Rotação e translação • A rotação em torno de seu eixo é responsável pelo ciclo dia-noite; • A translação se refere ao movimento da Terra em sua órbita elíptica em torno do Sol; • As estações são causadas pela inclinação do eixo de rotação da Terra em relação à perpendicular ao plano definido pela órbita da Terra .
  • 18. • No dia 21 ou 22/12 os raios solares incidem verticalmente em 23 27’S (Trópico de Capricórnio). Este é o solstício de verão para o Hemisfério Sul (HS); • Em 21 ou 22/6 eles incidem verticalmente em 23 27’N (Trópico de Câncer). Este é o solstício de inverno para o HS; • A meio caminho entre os solstícios ocorrem os equinócios (dias e noites de igual duração).
  • 19. • No HS o equinócio de primavera ocorre em 22 ou 23 de setembro e o de outono em 21 ou 22 de março. Retirada em: http://yedaseveral.com.br/yeda-several/?page_id=765 em 19/07/2013.
  • 20. TEMPO E CLIMA • Tempo pode ser caracterizado como o estado momentâneo, relativo as condições atmosféricas ou meteorológicas de um dado momento ou lugar; • Clima é algo duradouro, não muda de um momento para outro. Contudo, isso não quer dizer que é imutável, mas que leva mais tempo para que hajam variações consideráveis; • A temperatura atmosférica varia conforme os seguintes fatores: latitude, altitude e o relevo.
  • 21. • A Altitude pode influenciar na temperatura local;
  • 22. • As variações do relevo podem facilitar ou impedir a circulação de massas de ar, retê-las ou não; alterando assim a temperatura.
  • 23. • As diferentes Latitudes podem ter diferentes climas, tudo isso por causa da diferença na incidência solar sobre a superfície terrestre (entre outros fatores). Retirada de: http://www.master.iag.usp.br/ensino/sinotica/aula11/AULA11.htm em 19/07/2013
  • 24. DINAMICA DA hidrosfera
  • 25. A água  A água surgiu a partir do resfriamento da Terra, decorrente dos vulcões que expeliam vários gases e do vapor de água que se evaporou, favorecendo a ocorrência de chuvas.  A água é encontrada em estados físicos. Os estados físicos da água se apresentam em estado líquido, sólido e gasoso.
  • 26. A hidrosfera A Hidrosfera corresponde à parte líquida do planeta, constituído pelos oceanos, geleiras, rios, lagos, águas subterrâneas e da atmosfera.  97,5% Mares e Oceanos,  2,5% Geleiras e subsolo (água doce) e  0,4% da água doce do planeta encontra se na superfície e na atmosfera.
  • 27. hidrosfera :  Aspectos importantes:  Mar territorial – Continuação de um país costeiro.  Continente Antártico – Recursos minerais metálicos fosseis. Não pode ser explorado é usado apenas para pesquisas.  Continente ártico – Congelamento do oceano, banquisas –espécies especificas. Pode gerar novas rotas.  Aquíferos - Hidrovias
  • 28. Ciclo da água  Através dos movimentos contínuos, a água é transportada de um lugar a outro do planeta. O movimento cíclico da água, movido pela energia solar, ou pela gravidade é conhecido como ciclo ecológico.  Dentro dos limites de temperatura encontradas na superfície terrestre, a água muda nos três estados físicos da matéria:
  • 29. Ciclo da água Solido Liquido Gasoso Caminho que as águas percorrem pelos seus diferentes estados
  • 30. As águas oceânicas • Os oceanos são grandes reservatórios de águas da Terra. Suas águas estão em constante movimento, realizando o ciclo das águas. Cerca de 50% do vapor de água presente na atmosfera provêm da evaporação dos oceanos e mares. Esse vapor se condensa em nuvens, que trazem chuvas ou nevascas. Essas por sua vez dão origem aos rios, através dos quais as águas fluem novamente para os oceanos, completando assim o ciclo das águas.
  • 31. A hidrografia e o clima  O fator que exerce mais influência na hidrografia é o clima, que inclui a temperatura e a precipitação. Em regiões quentes, onde as chuvas são frequentes durante todo ano, o estoque de água superficial e subterrânea é abundante.
  • 32. A hidrografia e o clima  Nas regiões áridas ou semiáridas quentes, raramente chove, e a água é um recurso imprescindível. Em qualquer parte do planeta em que se viva, clima e a geologia influenciam fortemente a quantidade de água que circula de um reservatório para outro.
  • 33. A água e seu consumo  O ciclo hidrológico global é o que definitivamente controla a oferta de água, ao surgir uma ameaça de escassez, torna-se um problema a ser discutido na esfera de gestão política internacional.  O ciclo hidrológico vêm sendo profundamente alterado pela ação antrópica, o consumo excessivo ocorre nas áreas onde o fenômeno de industrialização e urbanização é mais acentuado.
  • 34. Poluição da hidrosfera  Ao contrário do que muitos pensam, não é a Amazônia o pulmão do mundo, mas os oceanos. Portanto, a degradação da hidrosfera prejudica não só o consumo de água, como todo o equilíbrio do planeta, já que é no oceano que se dissemina o fito plâncton, pequenas algas que boiam na superfície da água e são imprescindíveis para o processo da vida na Terra. Elas têm o papel de preservar a temperatura e equilíbrio no planeta através da assimilação de gás carbônico e elaboração de oxigênio.
  • 35. Poluição da hidrosfera  Seja pela falta de saneamento básico e dos esgotos que acabam parando em águas antes limpas, seja pela contaminação do lençol freático causada pelos milhares de lixões existentes ao redor do mundo ou pelo simples crescimento das sociedades modernas que causam impacto no consumo de água no mundo, a hidrosfera está ficando cada vez mais denegrida.  A pouca água potável que está disponível já não é suficiente para os mais de 7 bilhões de habitantes do nosso planeta, e continuar a usá-la de forma não sustentável acarretará em graves consequências, como a escassez geral de água em várias regiões e o início de seu racionamento.

×