• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
SEOcamp 2010 SEO para Pequenas e Médias Empresas
 

SEOcamp 2010 SEO para Pequenas e Médias Empresas

on

  • 6,536 views

 

Statistics

Views

Total Views
6,536
Views on SlideShare
5,280
Embed Views
1,256

Actions

Likes
28
Downloads
208
Comments
9

19 Embeds 1,256

http://exvertebrum.wordpress.com 1018
http://www.logicadigital.com.br 100
http://gutenbergalmeida.blogspot.com.br 35
http://capitalcriativo.wordpress.com 23
http://gutenbergalmeida.blogspot.com 22
https://admin.statichtmlapp.com 18
http://www.divulgacaonet.com.br 12
http://logicadigital.com.br 8
https://raw.statichtmlapp.com 4
http://www.onlydoo.com 3
http://www.gutenbergalmeida.blogspot.com 2
http://paper.li 2
http://static.slidesharecdn.com 2
http://172.16.0.3 2
url_unknown 1
http://twitter.com 1
http://www.iweb34.com 1
http://www.gutenbergalmeida.blogspot.com.br 1
http://gutenbergalmeida.blogspot.pt 1
More...

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel

19 of 9 previous next Post a comment

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
  • Grande Rafa, parabéns!
    Falou praticamente de tudo, bem sintético e com muita objetividade.
    Só que já queimou a mão sabe o tanto de detalhes e as diferenças de um site para outro.
    Abs
    Mário
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
  • Excelente apresentação para aplicar em trabalhos freelas. SEO ajudam muito no começo do trabalho para mídias sociais.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
  • Não estava laá, mas está fantástica a apresentação.

    Parabéns Rafael, e obrigado por mais esta grande contribuição.

    Abraço
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
  • Boa apresentação! Mas não equeçam que o os sistemas de busca valorizam os sites que oferecem conteúdo de qualidade, relevância, fácil navegação, carregamento rápido, e de maneira geral, facilidade de utilização para os visitantes do site (on-site). No entanto, a popularidade de um site é muito ponderado, quando o Google, por exemplo, classifica os sites (off-site). No entanto, não dependa inteiramente do tráfego enviado pelos Search Engines. Antes, faça com que principal fonte de tráfego venha através de links de outros sites.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
  • Arrebentou!
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    SEOcamp 2010 SEO para Pequenas e Médias Empresas SEOcamp 2010 SEO para Pequenas e Médias Empresas Presentation Transcript

    • @RafaelROliveira
    • seo para micro e pequenas empresas
    • A Riqueza na Base da Pirâmide O mesmo princípio vale para empresas.A esmagadora maioria é de pequenas empresas.
    • A web é democrática! (ou deveria ser)Um dos princípios que orientou Tim Berners Lee nacriação das regras da internet comercial foi a igualdade.Pela primeira vez na história da comunicação empresasde portes diferentes podem competir pelos exatosmesmos clientes.Isso derrubou preços de commodities e fez a competiçãoexplodir. Os pequenos agora podem aparecer tantoquanto os grandes. Especialmente no Google!
    • A verdadeira revolução digital é sobre o poder nas mãos dos consumidores, a habilidade de pesquisar e aprender sobre produtos e serviços e tomar decisões independentes do marketing e da propaganda. Alan Wolkhttp://www.flickr.com/photos/will-lion/3132241336/in/photostream/
    • As Micro e Pequenas Empresas (MPEs) são das empresas do paísObservatório das MPEs – SEBRAE – SP – nov/2006
    • O cenário da MPE no Brasil• Anunciar em mídia tradicional (jornal, revista, outdoor) é cada vez mais caro e com o excesso de mídias disponíveis, traz menos retorno• Dificuldade de diferenciação no mercado• Menor fidelidade à marca• Orientação para o preço, prazo e parcelamento• PMEs tem pouca verba de mídia. Precisam de mídias: direcionadas, pontuais e mensuráveis
    • MPEs• PME não tem marca forte• Consumidor que busca atributos, preço e parcelamento, não a marca• Consumidor B2B quer segurança
    • MPEs• Maior tolerância ao risco• Topam testar idéias e conceitos• Testes mais rápidos• Maior autonomia• Menor dano à imagem em caso de erros• Menos burocracia para aprovar• Resultados evidentes• Custo x benefício mais evidente
    • Metade é desperdício“Metade dos meus investimentos em publicidade édesperdício. O problema é que não sei qual metade.” John Wanamaker
    • A Ditadura dos Top 10 “Não figurar entre os primeiros resultados listados em uma determinada busca pode significar “não existir”. Martha GabrielLivro SEM e SEO – Martha Gabriel – pg. 38
    • http://searchengineland.com/google-has-well-over-a-million-advertisers-16068
    • As contas listadas são distribuídas em termos de níveis de gastos. O documento mostra: • 47 anunciantes que gastaram mais de US$ 1 milhão em junho • 71 gastaram entre US$ 500K e US $ 1 Mi • 357 gastaram entre US$ 100K e 500K • 1356 gastaram entre US$ 100K e 500K Estes são apenas os clientes faturados diretamente, não os muitos milhares de pequenos anunciantes de auto-atendimento que compõem a cauda longa do Google, um componente-chave na sua receita anual de US$ 23 Bilhões. A soma destes anunciantes é de US$ 300 Mi mensais ou US$ 3,6 Bi anuais.http://adage.com/digital/article?article_id=145720
    • As contas listadas são distribuídas em termos de níveis de gastos. O documento mostra: • 47 anunciantes que gastaram mais de US$ 1 milhão em junho • 71 que gastaram entre US$ 500K e US $ 1 Mi • 357 que gastaram entre US$ 100K e 500K. Estes são apenas os clientes faturados diretamente, não os muitos milhares de pequenos anunciantes de auto-atendimento que compõem a cauda longa do Google, um componente-chave na sua receita anual de US$ 23 Bilhões. A soma destes anunciantes é de US$ 300 Mi mensais ou US$ 3,6 Bi anuais.http://adage.com/digital/article?article_id=145720
    • http://www.deccanherald.com/content/101643/google-has-35-million-indian.html
    • Anatomia da busca
    • Local Search Power “Mais de 20% das buscas no Google hoje estão relacionadas à locais, são pessoas à procura de médicos, museus ou um parque para levar seus filhos.” Jackie Bavaro Gerente de Produtos do Googlehttp://www.google.com/hostednews/afp/article/ALeqM5idbgBtnmbQmDEvPm1SLwh3EnmsOw?docId=CNG.f8d6dcdf2470cc008581e945560bb3e1.761
    • Os 100 termos + buscados representam 5.7% do volume total de buscas. Os 10.000 termos + buscados respondem por 18,5% das buscas. Mais de 80% do tráfego em sistemas de busca está fora dos 10.000 termos mais populares.Marketing Contextual – Rafael Damasceno: http://www.marketingcontextual.com/a-cauda-longa-e-as-buscas/
    • Udi Manber “20 a 25% das buscas feitas em um dia no Google são totalmente inéditas.”Marketing Contextual – Rafael Damasceno: http://www.marketingcontextual.com/a-cauda-longa-e-as-buscas/
    • SEO muitas vezes é visto comoalgo caro, elitista e complexodemais. Dá pra descer do saltoalto e fazer coisas simples.80% do que funciona érelativamente simples.
    • A Regra de Pareto20% esforço > 80% resultado
    • Escolas de SEO SEO On-Page Off-Page Grandes Sites 20% 80% Pequenos Sites 80% 20% Escola de Conteúdo (foco no On-Page) Escola de Links (foco no Off-Page)MUNDO IDEAL = On-Page + Off-Page
    • EscalabilidadeA escala da web é monumental.No Google, nada que não possa ser feitoalgoritmicamente não é implatando.Para pensar em metodologia para PMEs, énecessário usar um raciocínio similar.
    • EscalabilidadeDá para fazer parasites?
    • EscalabilidadeDá para fazer parasites?
    • EscalabilidadeDá para fazer parasites?
    • EscalabilidadeDá para fazer parasites?
    • EscalabilidadeDá para fazer parade sites?Isso é o Google
    • De que adianta ter umbom site se ninguémconsegue encontrá-lo?
    • No Brasil, o Google tem 95% do share of marketLogo, 95% do mercado de busca é satélite do Google
    • http://www.flickr.com/photos/will-lion
    • O Google é anova lista telefônica.
    • Em média, 50% das visitas a um site vem de buscadores 30 ~ 40%20 ~ 30% 45 ~ 55%
    • SEO é parte de um contexto mais amploÉ preciso pensar no marketing digital como um todo.Em pouco tempo, o marketing digital serápraticamente o único recurso de marketing daspequenas empresas e o principal recurso demarketing das médias empresas.É preciso contextualizar isso. O cliente deve entenderque o todo precisa funcionar. Não há milagre.
    • De que adianta serencontrado se você nãotem um bom site?
    • Você não teráuma segundachance de causaruma primeiraboa impressão!
    • Não fale latim com o clienteLOREM IPSUM DOLOR SIT AMET“Vamos criar uma ação viral, um link bait infalível,assim aumentamos o PageRank do site. Comconteúdo novo, o Authority será maior e daí fazemosum trabalho de link building com âncoras perfeitas,influenciando o Googlebot a atribuir mais relevâncianas keywords target!”
    • Banho de humildade:“Quanto é que eu vou vender a mais depois disso?”
    • Prepare-se para responder 1.000 vezes as mesmas perguntas• Em quanto tempo eu vou estar em primeiro lugar?• Eu tenho que pagar isso pra sempre?• Que garantias você me dá?• E se a gente escondesse umas palavrinhas lá no site?• Tem como derrubar meus concorrentes?
    • Tá bom, entendi, mas SEOmuda todo dia!!!Que que eu faço???
    • Ferramentas, macetes, técnicas ninjavem e vão.Estratégia fica. Só pra lembrar: Metatag keywords, Keyword Density, redes de links, texto branco em fundo branco, LDA…
    • http://www.smallbusinesssem.com/the-seo-success-pyramid/971/
    • Olhe o todohttp://www.seomoz.org/blog/4-essential-seo-infographics
    • Foque no funciona para sites pequenoshttp://www.seomoz.org/blog/4-essential-seo-infographics
    • Antes, Durante e DepoisÉ necessário sempre ter em mente as 3 fases do processode uma busca: • Identificação de necessidades/desejos do cliente (Antes) • Dar visibilidade à marca para estas necessidades/desejos (Durante) • Conversão do visitante, através de diversas formas de interação (Depois)
    • Antes, Durante e Depois Conversão naAntes da busca Pós-clique interface de busca ?
    • Informações de Contato • No rodapé em todas as páginas • Telefone fácil de achar • Form de contato rápido em quantas páginas puder • Uma página de contato para cada endereço da empresahttp://www.mattcutts.com/blog/give-each-store-a-url/
    • Use no TITLE:Função – Marca – Nome do Produto
    • Conversão em etapas• Cadastro em Newsletter• Social Media• Compra online, formulário de contato, ligações telefônicas, contatos via Redes Sociais, seguidores no Twitter• A conversão nem sempre é imediata
    • Mercados diferentes, retornos diferentes • Comércio Eletrônico: Quem vende entende mais fácil a relação custo benefício. • B2B: Não coloca preço online. Trabalha com catálogos de produtos. Processo de compra mais lento. • Serviços: Preços variáveis. Trabalha medindo leads.http://googlevarejo.blogspot.com/2010/11/crescimento-continuo-das-buscas-no.html
    • Seth Godin “Educar os clientes.”“Ensiná-los a comprar.”
    • Atrair Educar • Otimização do Web Site • Marketing de Conteúdo • Site Centrado no Cliente Converter Escolher • Marketing de Conteúdo • Ferramentas de Análise Medir Justificar • Marketing de ConteúdoComo Transformar o seu Web Site B2B em uma Máquina de Geração de Demanda - Ricardo Jordão Magalhães
    • Briefing  A marca da empresa é relevante?  A marca é Local, Regional, Estadual? Quantos PDV’s?  Quem é o público-alvo do site?  Quais problemas eles querem resolver?  A home page fala claramente o que você vende e para quem?  O site oferece conteúdo que educa?  Todas as páginas do seu site tem um call-to-action?  A oferta de call-to-action está adequada com cada etapa do ciclo de compras?  O telefone está em todas as páginas, o fale conosco é simples?  Qual é o sistema de follow-up e CRM da sua empresa?Como Transformar o seu Web Site B2B em uma Máquina de Geração de Demanda - Ricardo Jordão Magalhães
    • MétodoNenhum checklist resolverá um conteúdo pobre,umbigocêntrico e cheio de lero-lero.Crie um método que funcione para você!
    • MétodoWillie Taminato – Search Labs
    • Expressões chave, não palavras-chavePalavras-chave muito genéricas sempre terãocompetição crescente e eventualmente se tornaminviáveis.
    • Planeje200 keywords50 keywords20 keywords
    • PPC > SEO
    • Case (fictício, é bom explicar)O Desentortador de Bananas
    • O incrível Desentortador de Bananas!Pessoas no mundotodo tem problemascom a anatomia dabanana.
    • O incrível Desentortador de Bananas!A indústria mundial játentou resolver esteproblema, mas tevepouco resultado!
    • O incrível Desentortador de Bananas! >
    • Escolhendo o domínio1ª Opção:desentortadordebanana.com.br2ª Opção:desentortadordebananaSUAMARCAAQUI.com.br3ª Opção:desentortadorbanana.com.br
    • Escolhendo palavras-chave
    • Escolhendo palavras-chave
    • Link Building com AdWords
    • Link Building com AdWordsSelecione os melhores sites e faça um plano de ações: • Escrever Guest Posts • Enviar Receitas • Enviar Press-Releases de produtos • Envie produtos para serem testados • Convidar para Eventos, Feiras, Palestras
    • A quantidade de anúncios de LinksPatrocinados é um dos indicativos de competição pela palavra-chave ou expressão.Quanto mais cara uma palavra-chave, maior a competição por ela (e o suposto retorno).
    • Por quais produtos começar? Selecione os produtos junto ao cliente: • Com maior margem de lucro • Com exclusividade de Distribuição/Importação • Com maior volume de vendashttp://www.mattcutts.com/blog/give-each-store-a-url/
    • Não comece por Short HeadsQuando for focar em Short Heads, compre domínioscom as keywords.Aliás, tenha muitos domínios com as keywords.Não caia na tentação de trocar links entre os sites paraganhar rankings.
    • Canonize domínios duplicados!
    • Plano de Conteúdohttp://www.lerolero.com/
    • conteúdotextos artigos vídeos perguntas e respostas posts em blogs infográficos PDF’s para download slides redes sociais
    • Plano de ConteúdoNão pense só em juice, olhe para o tráfego também.Monte blogs dentro do Wordpress, Tumblr, pararankear nas tags dentro desses sites.
    • Conteúdo direcionadoConteúdo direcionado para palavras-chave.Conteúdo deve ser extremamente pragmático eeducativo.Focado nas necessidades dos clientes, não nas daempresa.Em geral não são necessários dezenas de textos.
    • Estratégia de Conteúdohttp://www.elliance.com/aha/infographics.aspx
    • Estratégia de Conteúdohttp://www.elliance.com/aha/infographics.aspx
    • Calendário Promocional
    • FerramentasWebmaster ToolsGoogle Analytics Google Places
    • Diagnóstico InicialFaça uma análise de estado. Meça tudo por 1 mêsantes de alterar qualquer coisa.
    • Oportunidade de 2ª e 3ª páginaSite rankeado para expressão: “Lorem Ipsum São Paulo”.Estava na 2ª página para “Lorem Ipsum SP”.Mudou TITLE para “Lorem Ipsum São Paulo - SP”.Rankeou em 2 semanas, num termo competitivo.
    • Vaca Roxa“Alguma coisa marcante é digna de ser comentada.É excepcional. Novo. Interessante. É uma vaca roxa!Marketing marcante é a arte de construir coisas dignas Seth Godinde serem ditas sobre seu produto ou serviço.” Purple Cow 2002
    • ConteúdoConteúdo de qualidade leva tempo para ser feito.Porém o resultado dura meses, anos, muitas vezes.
    • O Google ainda é limitado
    • Mas vai se tornarem poucas décadasa primeira grandemáquina do planetacom Inteligência Artificial
    • http://blogoscoped.com/archive/2009-05-12-n60.html
    • Ou seja: o Google é uma máquina que ainda levarácerca 30 anos para ser melhor do que o seu cérebro! (garanta seu emprego enquanto isso…)
    • Atenção à digitação“De aorcdo com uma pqsieusa de uma uinrvesriddaeignlsea, não ipomtra em qaul odrem as lrteas de umaplravaa etãso, a úncia csioa iprotmatne é que apiremria e útmlia lrteas etejasm no lgaur crteo. Orseto pdoe ser uma ttaol bçguana que vcoê anidapdoe ler sem pobrlmea. Itso é poqrue nós não lmeoscdaa lrtea isladoa, mas a plravaa cmoo um tdoo.” Faça valer uma boa revisão! Dica: escreva o texto, guarde-o e só releia após 48 horas. Você vai se surpreender!
    • Fato nº 1 Nós não lemos páginas, escaneamos elas. Estamos sempre com pressa. O uso da web é motivado pela economia de tempo. Sabemos que não é preciso ler tudo. Só nos interessamos pelos bits que atendem à nossa tarefa Somos bons nisso. Estamos escaneando jornais, revistas e livros por toda a vida!Fonte: Steve Krug, Não Me Faça Pensar
    • Fato nº 2 Não fazemos a melhor escolha, apenas aquela que satisfaz a necessidade do momento. Quando projetamos, achamos que o usuário vai ler, considerar tudo e fazer a melhor opção. A realidade é que tão cedo quanto possível, achamos um link que serve ao objetivo e clicamos. • Estamos com pressa • Não há grandes perdas por estar errado • Pesar as opções pode não melhorar as chances • Adivinhar é mais práticoFonte: Steve Krug, Não Me Faça Pensar
    • Fato nº 3 Nós não sabemos como as coisas funcionam, adivinhamos. De frente às novas tecnologias, muito poucas pessoas param para ler as instruções As pessoas usam as coisas sem saber bem como funcionam ou com uma idéia bem errada de como acham que elas funcionam Não importa se sabemos as regras, queremos jogar o jogo Porém, quando encontramos uma que funciona, ficamos com ela!Fonte: Steve Krug, Não Me Faça Pensar
    • Fazer o usuário pensar é um indício de que algo não está bom Quando o usuário navega pelo site, não deve ter de pensar para saber: Onde estou ? Onde devo começar ? Porque isso tem esse nome ? Onde eu coloco meu e-mail ? Afinal, conclui este cadastro ou não ? E aí, conclui a compra ? Meu cartão passou ? Deu certo ?Fonte: Steve Krug, Não Me Faça Pensar
    • Use página estruturais para criar âncoras Mapa do site Páginas de erro Páginas institucionais Veja alguns exemplos:Fonte: Steve Krug, Não Me Faça Pensar
    • ScoreCards de Controle (1h/mês)  Visitantes únicos e repetidos.  Duração da visita.  Web sites que mandam clientes para o nosso.  O caminho que os visitantes percorrem no web site.  Número de formulários preenchidos, downloads, cadastrados em Newsletter, seguidores em Mídias Sociais.  Posições no resultado de busca.  Quais palavras trazem mais resultado para você.  Custo por visita.  Custo por aquisição de cliente.Como Transformar o seu Web Site B2B em uma Máquina de Geração de Demanda - Ricardo Jordão Magalhães
    • SEO é um processo em loopNunca acaba. Quando você chega ao fim, é hora decomeçar tudo de novo e AMPLIAR OS HORIZONTES.Por isso, separe parte da verba do crescimento das vendas parareinvestir > crescer > reinvestir > crescer > reinvestir > crescer … em loop!
    • Reotimização Análise de tráfego das páginas do site: * Quantas keywords diferentes me trouxeram visitas? * Quais keywords me trouxeram mais visitas? * Quais keywords estão convertendo mais? * Como estou posicionado no Google para essas keywords? Edite o conteúdo. Crie novos conteúdos e gere links entre conteúdos novos e antigos. Inclua links de atualizações.http://www.slideshare.net/alineideias/tche-seo-seoonpage
    • Quanto custa aprender SEO?• R$ 600 em livros• Horas de estudo• Horas de testes• Horas de discussão• Em 6 meses é possível saber onde pisar• Leva de 1 a 2 anos para ter “segurança”
    • Como Planejar e Vender SEO Kavinski (SEOcamp ‘09)http://www.slideshare.net/kavinski/kavinski-como-planejar-e-vender-seo-2009-brasil
    • Otimizando Campanhas Rafael Damasceno (SEM Dúvida)http://www.slideshare.net/truelynx/otimizando-campanhas-de-links-patrocinados
    • Construindo Bem a Casa Antes de Convidar os Amigos (TcheSEO ‘10)http://www.slideshare.net/alineideias/tche-seo-seoonpage
    • Otimização de Sites Passo a Passo Manuela Sancheshttp://www.slideshare.net/truelynx/otimizando-campanhas-de-links-patrocinados
    • Como se beneficiar de resultados locais - Alex Pelati (TcheSEO ‘10)http://www.slideshare.net/truelynx/otimizando-campanhas-de-links-patrocinados
    • SEO Tools, Link Building Ricotta e Cassino (SEOcamp ‘09)http://www.slideshare.net/fabioricotta/apresentao-do-seocamp-seo-tools-e-linkbuilding
    • Como Mostrar os Resultados Frank Marcel (UAIseo ‘09)http://www.slideshare.net/GustavoGuanabara/uaiseo-como-mostrar-os-resultados-de-seo-frank-marcel
    • Confira todas as apresentações do Search Labs www.searchlabs.com.br
    • Trabalhar com menos resursos é uma arte:Fazer o ideal caberdentro do possível.
    • É muito bom fazer a diferença na vida das PMEs! “Mama told me when I was young: be a simple kind of man,be something you love and understand.” http://bit.ly/sfBZh
    • Rafael Rez Oliveira E-mail: rafael@logicadigital.com.br Site: www.logicadigital.com.brslideshare.net/logicadigitalSiga-me no Twitter:@RafaelROliveira