Plataforma Logística

  • 14,307 views
Uploaded on

Projeto para plataforma logística que seria desenvolvida na cidade de Feira de Santana, Bahia. Projeto de grande porte com investidores europeus no maior entrocamento rodoviário do N/NE.

Projeto para plataforma logística que seria desenvolvida na cidade de Feira de Santana, Bahia. Projeto de grande porte com investidores europeus no maior entrocamento rodoviário do N/NE.

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
No Downloads

Views

Total Views
14,307
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2

Actions

Shares
Downloads
281
Comments
0
Likes
2

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Feira de Santana Plataforma Logística do Nordeste
  • 2. ● Em plena época de globalização da economia, a atração de capitais e empresas internacionais converte-se num dos eixos das políticas aplicadas em escala nas áreas metropolitanas e nas cidades. Na última década, a concorrência, antes fundamentalmente limitada ao âmbito empresarial, estendeu-se às cidades e às metrópoles, concebidas como “conglomerados de atividades econômico-empresariais”. ● Essa nova concorrência entre cidades e metrópoles na escala internacional apresenta múltiplas manifestações, desde a aspiração a captar acontecimentos de prestígio (Jogos Olímpicos, Festivais Culturais, Exposições Universais, etc.) à rivalidade por atrair sedes das principais multinacionais de todos os setores de atividade. A concorrência inter-regional chegou ao âmbito da logística
  • 3. ● Essa concorrência entre metrópoles também chegou ao âmbito da logística. A implantação de atividades logísticas tem uma grande variedade de efeitos benéficos para a economia de uma região. Destaca-se, sobretudo, a geração de novas rendas salariais, empresariais e fiscais. Assim sendo, impõe-se na atualidade a colocação em funcionamento de estratégias de desenvolvimento e fixação de atividades logísticas para captar fluxos internacionais de mercadorias e novas unidades industriais, acompanhando as novas tendências da economia mundial. A concorrência inter-regional chegou ao âmbito da logística
  • 4. Plataformas Logísticas Conceito São equipamentos de caráter coletivo, que colocam no mercado uma oferta específica de instalações especializadas para alojar atividades logísticas em condições acessíveis aos operadores, que obtém por sua instalação nestas, vantagens de sinergia e economias de escala Esses “complexos” surgem em diversos pontos do território devido às distintas necessidades: Portos, aeroportos e pontos do interior do território.
  • 5. Plataformas Logísticas Conceito Plataforma Logística é o local de reunião de tudo o que diz respeito à eficiência logística. Acolhe zonas logísticas de empreendimentos e infra-estruturas de transporte, importantes por sua dinamização na economia, melhorando a competitividade das empresas, criando empregos e viabilizando as atividades logísticas, pois há uma crescente necessidade de se organizarem as instalações para atender os usuários clientes ( industriais e distribuidores ). A armazenagem e outras instalações utilizadas nas atividades de transportes marcam o espaço. Assim, torna-se útil efetuar o agrupamento dos usuários clientes .
  • 6. A denominação de Plataforma Logística estabelecida pela EUROPLATFORMS (organização que agrega as principais Plataformas Logísticas européias), em 1992, aponta o seguinte : ● É uma zona delimitada, no interior da qual se exercem, por diferentes operadores, todas as atividades relativas ao transporte, à logística e à distribuição de mercadorias, tanto para o trânsito nacional como para o internacional. ● Esses operadores podem ser proprietários ou arrendatários dos prédios, equipamentos e instalações (armazéns, áreas para estoque, escritórios, estacionamentos, cais, ...) que estão construídos neste centro. ● Uma Plataforma deve ter um regime de livre participação, para todas as empresas interessadas nas atividades anunciadas. Deve também, estar equipada com todos os equipamentos coletivos necessários para o bom funcionamento das atividades descritas e compreender serviços comuns para as pessoas e para os veículos dos usuários. ● É obrigatoriamente administrada por uma entidade única, pública ou privada.
  • 7. ...alguns exemplos de Plataformas Logísticas..... A PLATAFORMA LOGÍSTICA DE ZARAGOZA - PLAZA (631 Ha)
  • 8. Plataforma Logística de Zaragoza -PLAZA Plaza Zaragoza Plaza Zaragoza PLAZA ZARAGOZA PLAZA - ZARAGOZA
  • 9. CENTRO DE TRANSPORTES DE MADRI (CTM) ...alguns exemplos de Plataformas Logísticas..... Feira de Santana Plataforma Logística do Nordeste
  • 10. Plataforma Logística de Lyon
  • 11. ...alguns exemplos de Plataformas Logísticas A PLATAFORMA LOGÍSTICO-INDUSTRIAL DE SALVATERRA-PLISAN (400 Ha)
  • 12. Plataforma Logística Multimodal de Bolonha ...alguns exemplos de Plataformas Logísticas.....
  • 13. Centros de Transportes São Plataformas Logísticas centradas no transporte rodoviário. Seu âmbito costuma ser metropolitano ou estadual. Habitualmente constam de uma Área Logística (Área/Plataforma de transferência e distribuição), e uma Área de Serviços tanto para as pessoas quanto para os veículos. Sua vocação vai além de servir aos transportadores rodoviários. Na prática, envolvem a todas as empresas do setor de transporte, contam com uma Área Logística bem consolidada e uma Área de Serviços completa. Incluem tanto serviços às pessoas e aos veículos, quanto Business Center, centros de contratação de carga, etc. CENTRO DE TRANSPORTES DE MADRI (CTM) Modelos de Plataformas Logísticas que podem ser adaptados para Feira de Santana.......
  • 14. Plataformas Logísticas Multimodais Com essa denominação se conhecem as plataformas de maior complexidade funcional, que geralmente possuem diversas áreas funcionais, mas nas quais as áreas intermodais ferroviária-rodoviária são chaves. Além do mais, possuem áreas logísticas gerais e de serviços. Podem contar também com áreas logísticas especializadas, áreas mono-funcionais, etc. Sua abrangência é habitualmente nacional e, às vezes, regional. PLATAFORMA MULTIMODAL DE ZARAGOZA PLAZA Modelos de Plataformas Logísticas que podem ser adaptados para Feira de Santana.......
  • 15. Feira de Santana Plataforma Logística do Nordeste As últimas tendências em infra-estrutura logística nos países desenvolvidos, é a configuração de Complexos de Atividades Econômicas (CAE), que integram usos logísticos, industriais, atividades empresariais e comerciais. Complexos de Atividades Econômicas (CAE), autênticos ,“Distritos logísticos e industriais” que superam o conceito tradicional de Plataforma ou Zonas Logísticas Industriais e que se configuram como autênticas dotações econômico-territoriais e motor da competitividade das cidades, áreas metropolitanas e regiões na nova economia globalizada.
            • O âmbito de um CAE é um nó territorial onde convivem estabelecimentos de atividade empresarial, industrial e terciária avançada, dotacional e comercial com as instalações de operadores e atividades de transporte e logística, e portanto infra-estruturas nodais (estação ferroviária de mercadorias, porto, aeroporto, plataforma logística, etc.) e lineares (ferrovia, rodovia, vias navegáveis) relacionadas diretamente com a atividade econômica da área e do contexto ou com capacidade de concentrá-la.
  • 16. Projeto de Plataforma já desenvolvido na Bahia Plataforma Logística de Juazeiro A Plataforma Logística Multimodal de Juazeiro representa uma oportunidade para abordar um projeto de desenvolvimento regional mais ambicioso, excedendo a consideração de Zona de Atividades Logísticas, para alcançar um nível mais amplo, o de Complexo Logístico-Industrial:
  • 17. Plataforma Logística de Juazeiro – Conceito do projeto A proposta funcional global para o pólo de Juazeiro, se insere na recente tendência dos países desenvolvidos à configuração de Complexos de Atividades Econômicas (CAE), autênticos “Distritos logísticos e industriais” que se configuram como autênticas dotacões econômico-territoriais e motor da competitividade das cidades e regiões na nova economia globalizada. Para o caso de Juazeiro esse projeto se articula em torno de dois centros de atividade econômicas, a Plataforma Logística e o Distrito Industrial de Juazeiro, diretamente conectados pela rodovía BA-210 e acesso ferroviário projetado. núcleo oeste Río Sao Francisco Juazeiro núcleo oeste Rio Sao Francisco Petrolina Complexo Logístico-Industrial de Juazeiro Pólo Logístico Plataforma Logística Multimodalde Juazeiro Pólo Industrial Distrito Industrial de Juazeiro
  • 18. Funções Logísticas a desenvolver na Plataforma Logística Multimodal de Juazeiro A Plataforma Logística Multimodal de Juazeiro apresenta, no marco regional, nacional e internacional, uma série de Oportunidades de Desenvolvimento de “Funções Logísticas”, com diferentes graus de amadurecimento, potencial de mercado, de valor agregado, importância estratégica, etc. Terminal Hidroviario Centro de Exportación Frutícola Puerto Seco y Container Freight Station Plataforma Logística de Distribución Regional Centro Frutícola de Distribución Regional Truck Center Centro de Servicios PLATAFORMA LOGÍSTICA MULTIMODAL DE JUAZEIRO Centro Logístico Granelero Terminal Hidroviário Centro de Exportação Frutícola Porto Seco e Container Freight Station Plataforma Logística de Distribuição Regional Centro Frutícola de Distribuição Regional Truck Center Centro de Serviços PLATAFORMA LOGÍSTICA MULTIMODAL DE JUAZEIRO Centro Logístico de Granéis
  • 19. PLATAFORMA MULTIMODAL DE JUAZEIRO Esquema Funcional Prévio Rodovia Ferrovia Hidrovia TERMINAL HIDROVIÁRIO - PORTO DE JUAZEIRO PLATAFORMA DE DISTRIBUIÇÃO REGIONAL CENTRO LOGÍSTICO DE GRANÉIS PORTO SECO CONTAINER FREIGHT STATION PLATAFORMA DE EXPORTAÇÃO FRUTÍCOLA CENTRO FRUTÍCOLA DE DISTRIBUIÇÃO REGIONAL TRUCK CENTER / CENTRO DE TRÂNSITO CENTRO DE SERVIÇOS
  • 20. Rodovia estadual Rodovia federal Plataforma Logística A área encontra-se situada no setor noroeste da cidade de Juazeiro, a 4,5 Km do centro. Limita com o Rio São Francisco pelo oeste, com o Canal Principal ou desvio do arroio Malhada da Areia ao sul, a Avenida Giuseppe Muccini e a BA-210 ao leste e terras de cultivo ao norte. Plataforma Logística de Juazeiro - Localização a Petrolina a Salvador a Curaça BR-407 BR-407 BA-210 a Uauá BR-235 BA-210 a Sobradinho
  • 21. O ordenamento propõe potencializar o uso da Ferrovia Centro Atlântica como fator chave de sucesso da Plataforma de Juazeiro, em sua função de centro intermodal e elo da cadeia logística e de transporte. Atualmente a ferrovia encontra-se em desuso do Distrito Industrial até o centro urbano. O Plano Diretor propunha a execução de um ramal ferroviario na área sul do Distrito Industrial . Para o ordenamento da Plataforma considera-se viável o anterior traçado, com a exceção do efeito barreira que pudesse supor para o bairro Joâo Paulo II. Por esse motivo propõe-se o desvio da ferrovia pelo leste e sul do bairro João Paulo II contornando a elevação da Serra da Bateira até conectar com a Ferrovia Centro Atlântica. Acessibilidade ferroviária Plataforma Logística Multimodal de Juazeiro A Salvador A Petrolina Estação de Juazeiro DISTRITO INDUSTRIAL
  • 22. ● Posição intermediária entre os estados do Sul-Sudeste e Norte-Nordeste; ● Menor caminho de ligação entre os estados do Centro-Oeste e o Oceano Atlântico; ● Proximidade dos grandes mercados externos (América do Norte e Europa). Bahia Feira de Santana é o eixo do sistema rodoviário do estado, que tem, como vias principais, a BR-242, que liga a cidade de Salvador ao oeste do estado e à capital federal; a BR-101, de direção norte/sul, com traçado paralelo ao litoral; e a BR-116, que liga o estado de Pernambuco ao Sudoeste Baiano, em direção a Minas Gerais. Outras rodovias federais e estaduais atendem ao tráfego de longa distância ou ligam as sedes municipais. Feira de Santana - Plataforma Logística do Nordeste Vantagem Comparativa: Localização Estratégica
  • 23. Feira de Santana - Plataforma Logística do Nordeste Possibilidade de articulação entre os modais rodoviário , ferroviário e marítimo Principais rodovias Sistema ferroviário Portos de Salvador e Aratu
  • 24. Distriparks – Plataformas Logísticas Regionais São plataformas logísticas, de caráter regional ou supra-regional, com todos os serviços e equipamentos necessários para realizar atividades de armazenamento e distribuição. Nelas implantam-se tanto departamentos logísticos de empresas produtoras como empresas de distribuição, operadores logísticos, empresas de armazenamento, etc. As empresas localizadas em Distriparks realizam uma variada gama de serviços e atividades logísticas, o que significa um nível importante de valor agregado. Esses serviços de alto valor agregado compreendem armazenamento, embalagem, rotulação, montagem, enchimento e esvaziamento de contêineres, etc. Plataforma Logística de COSLADA Modelos de Plataforma Logísticas proposto para Feira de Santana
  • 25. Alternativa Locacional
  • 26. Desde que a logística se tornou peça fundamental para a competitividade das empresas, refletindo na redução do custo, aumento da eficiência e da qualidade das operações, as empresas investem em soluções tanto na movimentação de materiais quanto nos sistemas de informação e controle. Em um novo cenário de competitividade global, possuir a capacidade de potencializar todos esses fatores é um diferencial fundamental. A proximidade das empresas proporcionada pelas plataformas logísticas torna mais viável essa potencialização, tanto pela proximidade geográfica quanto pela presença de um agente fomentador das estratégias de interesse coletivo dos integrantes da plataforma. O papel estratégico das Plataformas Logísticas.
  • 27. Qualquer estratégia de desenvolvimento regional principalmente das áreas metropolitanas e de grandes cidades está hoje obrigada a articular-se em torno de elementos logísticos . ● A implantação de atividades logísticas tem uma grande variedade de efeitos benéficos para a economia de uma região. Destaca-se, sobretudo, a geração de novas rendas salariais, empresariais e fiscais. Assim sendo, impõe-se na atualidade a colocação em funcionamento de estratégias de desenvolvimento e fixação de atividades logísticas para captar novos investimentos para a região e, além disso, impõe-se a obrigação de atuar nesse campo para acompanhar as tendências dominantes na economia mundial . ● Por isso, a importância de fortalecer as infra-estruturas modais de transporte. As plataformas logísticas necessitam de potentes infra-estruturas de acesso, pois acolhem a cada ano milhares de veículos e movimentam milhões de toneladas de mercadorias, geram milhares de postos de trabalhos diretos e indiretos e atraem uma enorme variedade de atividades complementares e auxiliares das propriamente logísticas, o que as transforma de fato, em fatores determinantes do desenvolvimento regional e, por extensão, em elementos centrais das novas estratégias territoriais. Nelt
  • 28.
    • Osvaldo Campos Magalhães
    • Consultor Associado ALTRAN
    • Mestre em Administração, Engenheiro Civil e Especialista em Logística, Tecnologia, Competitividade e Estratégia
    http://www.altran.com Cláudio Vidal ALTRAN TCBR Bahia (61) 8165-8609 / (71)3341-3624 [email_address] ALTRAN BANCO CENTRAL DO BRASIL CBTU CODEVASF DENATRAN FURNAS MIN CODEBA MMA EMBASA TERRACAP/DF SRF/CE SERHID/RN DER /GOI CAMARGO CORREIA ANDRADE GUTIERREZ BANK BOSTON CITIBANK ODEBRECHT FGV PNUD DAIMLER CHRYSLER FIAT FORD GM PEUGEOT/CITROEN SIEMENS