Guerra dos sexos na academia
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Guerra dos sexos na academia

on

  • 424 views

 

Statistics

Views

Total Views
424
Views on SlideShare
424
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
0
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Guerra dos sexos na academia Guerra dos sexos na academia Presentation Transcript

  • GUERRA DOS SEXOS NA ACADEMIA: análise semiótica de uma capa da revista Unesp Ciência BRUNO SAMPAIO GARRIDO Doutorando – Linguística e Língua Portuguesa (FCLAr/Unesp) bgarrido@fc.unesp.br
  • Introdução • Objetivo: investigar as relações entre os elementos textuais e não textuais presentes em uma capa da revista Unesp Ciência, e como elas atuam na construção do sentido global das mensagens produzidas. • Corpus: capa da edição 17 da revista Unesp Ciência (março de 2011). • Metodologia: análise semiótica, valendo-se do percurso gerativo de sentido elaborado por Greimas (vide GREIMAS, 1979; GREIMAS; COURTÉS, 2008) e estudo das relações semissimbólicas entre expressão e conteúdo (FLOCH, 1985; PIETROFORTE, 2004; 2011).
  • Análise do corpus Nível discursivo •Figurativização de categoria profissional (cientistas homens e mulheres) – equilíbrio aparente. •Metáfora da corrida: evidencia a competição do ambiente acadêmico. Chegar à frente equivale ao êxito, ao sucesso na carreira. •Bebê e compras: remete ao papel triplo da mulher na sociedade (profissional, mãe e dona de casa). •Balão volumétrico: metonímia que figurativiza a profissão e a carreira científicas. •Óculos: a perda deles figurativiza uma desvantagem – desnorteio. •Texto: uso do talvez e de verbo no subjuntivo lançam a dúvida no enunciado.
  • Análise do corpus Nível narrativo •Objeto-valor: atingir o êxito profissional. •Mulher: busca o equilíbrio entre as três facetas (trabalho, maternidade e lar). •Modalidades: dever-fazer (obrigação profissional), querer-fazer (desejo pessoal) e não-poder-fazer (impossibilidade de conciliação). •Sanção: positiva para o homem, negativa para a mulher – que fica em “segundo lugar”.
  • Análise do corpus Nível axiológico ou fundamental •Oposição principal: feminino X masculino. •Homem: recebe valores eufóricos – competitividade, foco no trabalho, êxito, sucesso profissional. •Mulher: recebe valores disfóricos – falta de competitividade, falta de foco, frustração, fracasso profissional. •Solução para a mulher: negar sua feminilidade, agindo como os homens (não-feminino).
  • Análise do corpus Relações semissimbólicas entre expressão e conteúdo •Valorização da mulher: evidencia os valores disfóricos e explicita a discriminação entre homens e mulheres na carreira acadêmica – fato tratado pela reportagem. PC Feminino X Masculino PE Policromia X Monocromia (cromático) Esquerda X Direita (topológico)
  • Considerações finais • Pudemos verificar o quanto os recursos expressivos utilizados pelas mídias informativas não exercem meramente um papel estético, mas visam a chamar a atenção dos potenciais leitores e estabelecer desde já uma espécie de contrato, regulado por modalidades veridictórias baseadas na expectativa de o leitor encontrar determinados conteúdos que satisfaçam suas necessidades de consumo de informação, enquanto o produto midiático se oferece como o objeto capaz de saná-las. • A temática retratada pela capa é figurativizada e articulada de maneira a facilitar um reconhecimento imediato por parte do leitor do assunto e motivá-lo a continuar a leitura, valendo-se de elementos mais concernentes com o repertório cognitivo-cultural médio do público- alvo, tal como retratar a desigualdade entre homens e mulheres no meio acadêmico sob a metáfora de uma competição esportiva. • O conjunto complexo de valores, relações lógicas e figuras pertinentes à temática abordada na capa de Unesp Ciência tornou-se, desse modo, um objeto atraente e palatável, mais suscetível a ser consumida.
  • OBRIGADO!