• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Periodo Composto Por Coordenacao
 

Periodo Composto Por Coordenacao

on

  • 7,511 views

 

Statistics

Views

Total Views
7,511
Views on SlideShare
7,482
Embed Views
29

Actions

Likes
3
Downloads
0
Comments
1

3 Embeds 29

http://www.literaturaeshow.com.br 25
http://www.slideshare.net 3
http://webcache.googleusercontent.com 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel

11 of 1 previous next

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Periodo Composto Por Coordenacao Periodo Composto Por Coordenacao Presentation Transcript

    • PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO Orações coordenadas
    • Banho-maria Amor não deve ser mantido em banho-maria/ pois seus poderes de luz e encantamento se esvaem neste lento cozinhar/ amor pede fogo alto grossas chamas sol intenso e muita pimenta/ amor pede tempero forte/ pede tudo em exagero/ mel de se lambuzar Roseana Murray
    • Amor não deve ser mantido em banho-maria,/ pois seus poderes de luz e encantamento se esvaem neste lento cozinhar. 1ª oração Nesse período as orações não funcionam como termos de outra oração; elas têm sentido próprio, isto é, são orações independentes. São portanto, orações coordenadas um período composto por coordenação. FORMAM 2ª oração
    • A 1ª oração não apresenta conjunção e, por isso, dizemos que ela é coordenada assindética. A 2ª oração, entretanto,liga-se à anterior por meio da conjunção pois , sendo por isso denominada coordenada sindética . Concluindo: Oração coordenada assindética é aquela que não é introduzida por conjunção; oração coordenada sindética é aquela que é introduzida por conjunção.
    • Valores semânticos das orações coordenadas sindéticas As orações coordenadas sindéticas estabelecem relação com outra oração e classificam de acordo com o valor semântico da conjunção que as introduz.
      • Aditivas: estabelecem, em relação à outra oração, uma noção de acréscimo, de adição.
      Ex.: Ele comprou passagem e partiu no primeiro trem. São introduzidas pelas conjunções coordenativas aditivas: e , nem , ou pelas locuções não só... mas também , tanto ...como , etc.
      • Adversativas : estabelecem, em relação à oração anterior uma idéia de oposição, contraste, compensação, etc
      Ex.: Estuda , mas não aprende.
    • c) Alternativas : expressam fatos ou conceitos que se excluem ou se alternam entre si. Ex.: Todas as tardes ia ao cinema ou fazia pequenas compras em lojas da região. São introduzidas pelas conjunções coordenativas alternativas: ou ... ou, ora ...ora, já ... já, quer ... quer, etc.
    • d) Conclusivas : exprimem uma idéia de conclusão ou conseqüência lógica em relação a um fato expresso na oração anterior. Ex.: Seu amigo está triste e decepcionado, você deve, portanto , confortá-lo nesse momento difícil. São introduzidas pelas conjunções coordenativas conclusivas:logo, pois (posposto ao verbo), portanto, por isso, de modo que, etc.
    • e) explicativas : explicam o motivo da declaração feita na oração anterior. Volte logo, porque eu preciso de você. São introduzidas pelas conjunções coordenativas explicativas: porque, que, pois (anteposto ao verbo), etc
    • DISTINÇÃO ENTRE ORAÇÕES COORDENADAS SINDÉTICAS EXPLICATIVAS E SUBORDINADAS ADVERBIAIS CAUSAIS
      • A oração coordenada explicativa cumpre o papel de explicar o que foi afirmado na oração anterior.
      • Ex: Choveu, porque a rua está molhada.
      • Maria sumiu na festa, porque ninguém mais a viu.
      • A oração subordinada adverbial causal cumpre o papel de Advérbio em relação à oração principal, isto é, indica a causa da ação expressa pelo verbo da oração principal.
      • Ex.: Choveu, porque houve muita evaporação.
      • A oração coordenada explicativa é empregada com freqüência depois de orações imperativas e optativas .
      • Ex.: Não zombe dele, que está apaixonado.
      • Deus te ajude, porque és ousado.