Radio plano de_aula
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Radio plano de_aula

on

  • 484 views

 

Statistics

Views

Total Views
484
Views on SlideShare
484
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
10
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Radio plano de_aula Radio plano de_aula Presentation Transcript

  • A HISTÓRIA DO RÁDIO NO BRASIL
  • TIPOS DE RÁDIOSão várias as categorizações dos gêneros no rádio.Para fins práticos de produção de programas, é mais eficiente caracterizarmosos gêneros radiofônicos de acordo com os seus objetivos, apresentando aseguinte conformação:Gênero musical / Gênero de variedades / Gênero popular / Gêneroinformativo/ Gênero esportivo / Gênero humorístico.MusicalQuando a maior parte do tempo do programa é dedicado a reprodução demúsicas. São os mais fáceis de serem produzidos e o trabalho do locutorresume-se em anunciar as músicas e trazer uma ou outra informação.Este texto foi extraído da apostila Webrádio: Técnicas de produção, montagem e edição, de Rafael Garcia
  • VariedadesDurante muito tempo este gênero foi conhecido como Rádio-Revista e temcomo característica a mistura em um único programa dos vários gênerosexistentes, baseando-se principalmente no tripé música-informação-entretenimento. Durante as décadas de 1940 e 1950 eram apresentadas,neste tipo de programa, as famosas radionovelas (que serviram de basepara as telenovelas de hoje). Também é comum que o Programa devariedades privilegie o setor de prestação de serviços. Normalmente,deve ser desenvolvido por uma equipe de produção, dividida em núcleos,de acordo com os assuntos/quadros do programa.O papel do locutor é o de garantir a descontração da transmissão. Nestegênero de programa o foco central é a mistura de assuntos.
  • PopularO gênero popular também é um dos mais difundidos, visto que é responsável pelamaior parte da audiência nas emissoras. Este programa está centrado na figura doapresentador, também chamado de comunicador popular. Ele deve ter um perfilbastante específico: uma pessoa descontraída, com muito carisma, perspicácia eemotividade.Em termos de produção, sua programação divide-se entre música, muita prestaçãode serviço de caráter básico, gincanas e notícias sobre artistas e personalidades,tudo com a participação direta e permanente do apresentador. Assemelha-se, emgrande medida, com o gênero de variedades.Os Trapalhões
  • InformativoResponsável principal pela credibilidade de uma emissora, o gênero informativotem como base os programas que se encarregam de difundir notícias,informação e prestação de serviços. Normalmente, são apresentados emformato de radiojornal ou de boletins. No primeiro caso, é necessária umaequipe de jornalismo para produção de todo o material a ser apresentado.O ponto mais importante de um radiojornal são as entrevistas. Por conta disso,é bom que este programa seja apresentado ao vivo, e que as entrevistastambém sejam realizadas ao vivo. A credibilidade de um bom radiojornaldepende basicamente da boa escolha das notícias que serão apresentadas aopúblico e da fidelidade e qualidade com que são difundidas.
  • EsportivoAceito somente nos últimos anos como gênero, os programasesportivos vêm cativando público cada vez maior.É o que mais se desenvolveu nas últimas décadas, com uma ricaprodução de vinhetas e efeitos especiais durante suastransmissões, aliadas a constantes entrevistas e coberturas aovivo.
  • HumorísticoMuito difundido nas décadas de 1940 e 1950, o gênero humorísticopraticamente desapareceu do rádio brasileiro na década de 1960. Naquelaépoca, tal tipo de programa era caracterizado por uma sequenciapermanente de piadas e brincadeiras, tendo a família como público-alvo. Amudança de muitos humoristas para a televisão e a transformação de perfildo público de rádio a partir da década de 1980, fez com que esses programasfossem rareando.Atualmente, percebe-se uma reintrodução de programas humorísticos norádio, de forma completamente diferente do que era antes: agora osprogramas são veiculados em rádios FMs, voltados prioritariamente para opúblico jovem e, ao contrário de entreter, buscam sempre o escracho, ohumor apelativo.
  • PRODUÇÃOA arte de fazer rádio implica leis e regras específicas que compreendemlinguagens, técnicas e procedimentos que o profissional do rádio deverá levar emconta e dominar de forma adequada. No entanto, antes de procedermos à etapa deprodução de notícias faz-se necessária a explicação de alguns termos que aquiserão utilizados. São expressões comuns ao universo da construção noticiosa, emparticular ao universo do rádio, em geral.BG (background): música, vozes ou ruído em fundoScript: roteiro para gravação.Deixa: palavras finais da matéria que indicam ao locutor e ao operador de som omomento em que outro trecho da informação deve ir ao ar.Vinheta: chamada de curta duração, usada para destacar o intervalo e o reinício
  • Produção da notíciaA produção da notícia implica atividades e ações que vão do percurso assimdescrito: pauta - texto - locuçãoPautaÉ um roteiro com perguntas básicas, por meio do qual o repórter orientará suaentrevista. Faz parte da pauta um resumo dos acontecimentos, a respeito doentrevistado e do que o ouvinte espera da matéria (enfoque).Modelo de pautaTema:Sinopse ( resumo do assunto)Encaminhamento (objetivo da matéria)Fontes (pessoas que serão contatadas para a matéria)Sugestão de perguntas:
  • MODELO DE ROTEIRO PROGRAMA JORNALÍSTICO:1- Vinheta de abertura (gravado)2- Abertura feita pelos locutores.3- Giro de manchetes (notícias mais importantes do dia)4- Vinheta de virada (efeito de passagem-gravada)5- Primeiro Bloco.6- Vinheta de passagem7- Segundo Bloco8- Encerramento do jornal pelos locutores9- Ficha Técnica (quem participou da elaboração do programa)10- Vinheta de encerramento (gravado).
  • MODELO DE ROTEIRO PROGRAMA DE VARIEDADES:1- Vinheta de abertura (gravado)2- Abertura feita pelos locutores.3- Música4- Piada ou curiosidade5- Vinheta de passagem (gravada)6- Primeiro Bloco: Tema/Conversa/Ouvintes7- Vinheta + Música8- Quiz com ouvintes (perguntas entre dois concorrentes)9-Música10-Encerramento do jornal pelos locutores11-Vinheta Final
  • MODELO DE ROTEIRO MESA REDONDA DE ESPORTES:1- Vinheta de abertura (gravado)2- Abertura feita pelos locutores.3- Mesa redonda, apresentação dos participantes.4- Vinheta do tema da semana (gravado)5- Lance polêmico (opinião dos ouvintes)6- Comentários dos participantes7- Vinheta final+ Despedida
  • PLANO DE AULA:IMPLEMENTAÇÃO DAS DIRETRIZES MUNICIPAIS DE EDUCAÇÃONOVAS TECNOLOGIAS: EDIÇÃO DE IMAGENSEDIÇÃO DE SOM E EFEITOS ESPECIAISCRIAÇÃO DE RÁDIO ESCOLAObjeto de Estudo:-Representação/Forma e Som.Critérios:-Conhecer a história do Rádio no Brasil.-Entender a técnica de edição de imagens.-Utilizar os softwares de som e vídeo para enriquecer seu cotidiano.-Utilizar técnicas de edição de som e imagem.-Estimular a criatividade.-Construir o conhecimento a partir da interação tecnológica.-Registrar as atividades propostas em relação às produções desenvolvidas na formação.