Apresentação adequação à proposta
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Like this? Share it with your network

Share

Apresentação adequação à proposta

on

  • 1,249 views

 

Statistics

Views

Total Views
1,249
Views on SlideShare
953
Embed Views
296

Actions

Likes
0
Downloads
6
Comments
0

6 Embeds 296

http://comtxt.blogspot.com.br 280
http://www.comtxt.blogspot.com.br 7
http://comtxt.blogspot.com 4
http://comtxt.blogspot.ru 3
http://cloud.feedly.com 1
http://www.comtxt.blogspot.com 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Apresentação adequação à proposta Presentation Transcript

  • 1. ADEQUAÇÃO À PROPOSTA Tema e Gênero
  • 2. Esquema da aula 1. ADEQUAÇÃO AO TEMA  1.1. Identificação do tema  1.2. Três modelos de proposta  1.3. Problemas de adequação ao tema 2. ADEQUAÇÃO AO GÊNERO  2.1. Gêneros textuais  2.2. Dissertação para vestibular 3. ATIVIDADES  3.1. Tarefas para casa  3.2. Atividade de sala
  • 3. 1. ADEQUAÇÃO AO TEMA Sobre o que escrever?
  • 4. 1.1. Identificação do tema  Sobre o que devo falar?  Qual é a questão posta em debate?  A banca explicita o tema? A coletânea determina o tema?
  • 5. 1.2. Três modelos de proposta Um texto / Dois ou mais textos / Textos não verbais
  • 6. 1.2.1. Propostas com um texto base Exemplo: ESPM julho 2010 “O Google, este pequeno feitiço tecnológico, é uma dádiva, não resta dúvida. Mas é bom, muito bom, para quem tem informação e filtro – e pode peneirar os difusos e infinitos dados ali postados – e ruim, ou mesmo pernicioso, para quem não os tem. E nesse particular, jovens em formação (não só cultural) são as maiores „vítimas‟ da facilidade e da instantaneidade do Google... Pouco vale ter o acesso à informação se não há estofo para julgá-la.” (Zeca Baleiro – Revista IstoÉ – 28/04/2010) Elabore um texto dissertativo, com base no pensamento expresso pelo artista, tecendo suas próprias considerações sobre a construção de filtros (critérios/senso crítico) necessários ao conhecimento do jovem, diante das novas tecnologias de acesso à informação.
  • 7. 1.2.1. Propostas com um texto base Exemplo: ESPM julho 2010 TEMA Elabore um texto dissertativo, com base no pensamento expresso pelo artista, tecendo suas próprias considerações sobre a construção de filtros (critérios/senso crítico) necessários ao conhecimento do jovem, diante das novas tecnologias de acesso à informação. QUESTÃO POSTA EM DEBATE O jovem precisa de filtros para formar conhecimento ao utilizar as novas tecnologias de acesso à informação (computador, celular, internet, Google)?
  • 8. 1.2.1. Propostas com um texto base  Qual é a questão que o texto debate?  Qual é a posição presente no texto sobre essa questão?  Quais são outras posições possíveis sobre essa questão?  Qual é a sua posição sobre essa questão?
  • 9. 1.2.2. Propostas com dois ou mais textos base Exemplo: Mackenzie 2009 Redija uma dissertação a tinta, desenvolvendo um tema comum aos textos abaixo. Texto I As penas alternativas […] não deixam no condenado o estigma de ex- presidiário, talvez o maior mal que o Estado possa causar à pessoa, pela marca indelével que essa qualidade deixa, cerrando-lhe as oportunidades em todos os setores sociais. A prestação de serviços à comunidade foi, em nosso entendimento, o maior exemplo de evolução do direito penal moderno, porque, ao mesmo tempo em que pune a transgressão praticada, valoriza o condenado, dando-lhe a oportunidade de, por meio de trabalho, demonstrar suas aptidões profissionais e artísticas, as quais serão, certamente, aproveitadas após o cumprimento da sanção, retirando da senda do crime o infrator, levando-o ao exercício consciente da cidadania.
  • 10. 1.2.2. Propostas com dois ou mais textos base Texto II Quando um ex-ministro, na direção de seu carro, atropelou e matou um operário, que trafegava de bicicleta pelo acostamento, um juiz de Brasília entendeu que o puniria exemplarmente impondo-lhe o pagamento de algumas centenas de cestas básicas. Na visão desse juiz, matar a fome de cem famílias durante um mês compensa a vida de um homem. Estranha lógica. O subjetivismo da pena alternativa permite que, em alguns casos, talvez na maioria, ela seja vista, com razão, como um disfarce para a impunidade. E em todos os casos fica para a sociedade a idéia de que a cadeia é só para os pobres. Texto III Parte do Judiciário – e também do Ministério Público – acha que a pena alternativa estimula a impunidade. Texto IV Para conceder liberdade provisória a três jovens detidos sob a acusação de praticar crimes pela internet, um juiz federal do Rio Grande do Norte determinou uma condição inédita: que os rapazes leiam e resumam, a cada três meses, dois clássicos da literatura.
  • 11. 1.2.2. Propostas com dois ou mais textos base Exemplo: Mackenzie 2009 Redija uma dissertação a tinta, desenvolvendo um tema comum aos textos abaixo. Texto I As penas alternativas […] não deixam no condenado o estigma de ex- presidiário, talvez o maior mal que o Estado possa causar à pessoa, pela marca indelével que essa qualidade deixa, cerrando-lhe as oportunidades em todos os setores sociais. A prestação de serviços à comunidade foi, em nosso entendimento, o maior exemplo de evolução do direito penal moderno, porque, ao mesmo tempo em que pune a transgressão praticada, valoriza o condenado, dando-lhe a oportunidade de, por meio de trabalho, demonstrar suas aptidões profissionais e artísticas, as quais serão, certamente, aproveitadas após o cumprimento da sanção, retirando da senda do crime o infrator, levando-o ao exercício consciente da cidadania. [POSIÇÃO FAVORÁVEL]
  • 12. 1.2.2. Propostas com dois ou mais textos base Texto II Quando um ex-ministro, na direção de seu carro, atropelou e matou um operário, que trafegava de bicicleta pelo acostamento, um juiz de Brasília entendeu que o puniria exemplarmente impondo-lhe o pagamento de algumas centenas de cestas básicas. Na visão desse juiz, matar a fome de cem famílias durante um mês compensa a vida de um homem. Estranha lógica. O subjetivismo da pena alternativa permite que, em alguns casos, talvez na maioria, ela seja vista, com razão, como um disfarce para a impunidade. E em todos os casos fica para a sociedade a idéia de que a cadeia é só para os pobres. [POSIÇÃO CONTRÁRIA] Texto III Parte do Judiciário – e também do Ministério Público – acha que a pena alternativa estimula a impunidade. [POSIÇÃO CONTRÁRIA] Texto IV Para conceder liberdade provisória a três jovens detidos sob a acusação de praticar crimes pela internet, um juiz federal do Rio Grande do Norte determinou uma condição inédita: que os rapazes leiam e resumam, a cada três meses, dois clássicos da literatura. [EXEMPLO]
  • 13. 1.2.2. Propostas com dois ou mais textos base  Qual é a questão posta em debate?  Como é a relação entre as posições dos textos sobre essa questão?  Qual é a sua posição sobre essa questão?
  • 14. 1.2.3. Propostas com imagens Exemplo: INSPER 2010.2 TEXTO I Minha força está na solidão. Não tenho medo nem de chuvas tempestivas nem de grandes ventanias soltas, pois eu também sou o escuro da noite. (Clarice Lispector, A hora da Estrela) TEXTO III Se só me faltassem os outros, vá; um homem consola-se mais ou menos das pessoas que perde; mas falto eu mesmo, e esta lacuna é tudo (Machado de Assis, Dom Casmurro) Reflita sobre as ideias apresentadas nos textos anteriores e desenvolva uma dissertação em prosa. Conforme indicado nas folhas de rascunho e de redação, utilize o próprio tema como título de sua dissertação. Tema/Título: Solidão: perdas ou ganhos? TEXTO II
  • 15. 1.2.3. Propostas com imagens  Como posso interpretar/traduzir a(s) imagem(ns)?  Qual é a relação da imagem com os outros textos (se houver)?  Como posso utilizar no meu texto a minha interpretação?
  • 16. 1.2.3. Leitura de proposta: resumo  PROPOSTAS COM UM TEXTO  Qual a questão em debate?  Que posição/posições defende o texto?  PROPOSTAS COM MAIS DE UM TEXTO (C/ OU S/ IMAGEM)  Como os textos se relacionam?  Se houver, como aproveitar a(s) imagem(ns )?
  • 17. + abrangente 1.3. Problemas de adequação ao tema  Intromissão subjetiva  Abrangência demais  Especificidade demais TEMA + específico
  • 18. 1.3. Problemas de adequação ao tema EXEMPLO: TEMA: Redução da maioridade penal no Brasil Mais Abrangente: A legislação penal no brasil Mais Específico: Redução da maioridade para crimes hediondos
  • 19. 2. ADEQUAÇÃO AO GÊNERO Como escrever?
  • 20. 2.1. Gêneros textuais  Gênero: conjunto de textos com características semelhantes  Determina estrutura, assunto e estilo  Mais comum: dissertação escolar
  • 21. 2.2. Dissertação para vestibular  Texto de posicionamento explícito  Sustentação por argumentos  Estilo formal e impessoal
  • 22. 2.2. Dissertação para vestibular  Desvio 1: PROBLEMAS DE ESTILO Adolescentes aparecem armados em escolas, planejam roubos, espancam inocentes, são induzidos a assumirem a culpa de um crime no lugar de maiores de idade, etc. Esses atos acontecem porque eles sabem que não serão presos, no máximo terão que cumprir os dois anos máximos para se ficar na Fundação Casa, e depois, ao completar 18 anos, sua ficha de antecedentes criminais é limpa. A verdade é essa, existe muita impunidade de menores porque sabem que não serão presos, não estou falando aqui de quantidade, muitos falam que esses menores que cometem crimes são a minoria, mas, falo da qualidade desses crimes, como por exemplo, segundo dados da Promotoria de Defesa da Infância e da Juventude do Distrito Federal, 312 pessoas foram mortas por adolescentes no Brasil em 2012, grande maioria dessas mortes poderiam ser evitadas se diminuíssem a maioridade penal, até porque teriam medo de serem presos.
  • 23. 2.2. Dissertação para vestibular  Desvio 1: PROBLEMAS DE ESTILO Adolescentes aparecem armados em escolas, planejam roubos, espancam inocentes, são induzidos a assumirem a culpa de um crime no lugar de maiores de idade, etc. Esses atos acontecem porque eles sabem que não serão presos, no máximo terão que cumprir os dois anos máximos para se ficar na Fundação Casa, e depois, ao completar 18 anos, sua ficha de antecedentes criminais é limpa. A verdade é essa, existe muita impunidade de menores porque sabem que não serão presos, não estou falando aqui de quantidade, muitos falam que esses menores que cometem crimes são a minoria, mas, falo da qualidade desses crimes, como por exemplo, segundo dados da Promotoria de Defesa da Infância e da Juventude do Distrito Federal, 312 pessoas foram mortas por adolescentes no Brasil em 2012, grande maioria dessas mortes poderiam ser evitadas se diminuíssem a maioridade penal, até porque teriam medo de serem presos.
  • 24. 2.2. Dissertação para vestibular  Desvio 1: PROBLEMAS DE ESTILO Adolescentes aparecem armados em escolas, planejam roubos, espancam inocentes, são induzidos a assumirem a culpa de um crime no lugar de maiores de idade, etc. Esses atos acontecem porque eles sabem que não serão presos, no máximo terão que cumprir os dois anos máximos para se ficar na Fundação Casa, e depois, ao completar 18 anos, sua ficha de antecedentes criminais é limpa. A verdade é essa , De fato, existe muita impunidade de menores porque sabem que não serão presos, não estou falando aqui Não se trata de quantidade, muitos falam que esses menores que cometem crimes são a minoria, mas, falo da qualidade desses crimes, como por exemplo, segundo dados da Promotoria de Defesa da Infância e da Juventude do Distrito Federal, 312 pessoas foram mortas por adolescentes no Brasil em 2012, grande maioria dessas mortes poderiam ser evitadas se diminuíssem a maioridade penal, até porque teriam medo de serem presos.
  • 25. 2.2. Dissertação para vestibular  Desvio 2: Muito expositivo Um grande problema, bem presente na sociedade, mas não é na sociedade de outro continente ou do outro lado do mundo, é aqui e agora e que por vezes parece não nos atingir. Mas atinge de variadas formas, direta ou indiretamente, quando somos assaltados por um menor, temos um conhecido que viveu essa situação ou vemos os índices de criminalidade na televisão. Apresenta-se então a carência ou má forma de investimento do capital público, tanto nos direitos básicos, como educação, por exemplo, ou a aplicação de medidas sócio-educativas. Há uma proteção para esses menores que traz uma deficiência nos direitos fundamentais, levados por escolha ou indução, a criminalidade. E a redução da maioridade penal pode levar a uma diminuição nos índices, mas isso não seria suficiente, devido ao âmbito em que o caso se encontra, há necessidade de suprir carências pré e pós essa possível diminuição.
  • 26. 2.2. Dissertação para vestibular  Desvio 2: Muito expositivo Um grande problema, bem presente na sociedade, mas não é na sociedade de outro continente ou do outro lado do mundo, é aqui e agora e que por vezes parece não nos atingir. Mas atinge de variadas formas, direta ou indiretamente, quando somos assaltados por um menor, temos um conhecido que viveu essa situação ou vemos os índices de criminalidade na televisão. Apresenta-se então a carência ou má forma de investimento do capital público, tanto nos direitos básicos, como educação, por exemplo, ou a aplicação de medidas sócio-educativas. Há uma proteção para esses menores que traz uma deficiência nos direitos fundamentais, levados por escolha ou indução, a criminalidade. E a redução da maioridade penal pode levar a uma diminuição nos índices, mas isso não seria suficiente, devido ao âmbito em que o caso se encontra, há necessidade de suprir carências pré e pós essa possível diminuição.
  • 27. 2.2. Dissertação para vestibular  Exemplo de adequação ao gênero Muitos dos adolescentes que hoje cometem um delito foram, no passado, a criança que não pôde voltar para casa antes de vender seu estoque de balas no farol, por medo das agressões dos pais. Uma grande parte das crianças que infringem a lei foi induzida ao crime pela esperança de um bom prato de comida no jantar de amanhã. E, indo além, muitos dos adultos que se deixam levar pelo crime foram essas crianças e adolescentes em um passado que, mesmo distante, ainda atormenta e causa estragos. O que se deve ter em pensamento é que não existem soluções imediatas para um problema que abrange tantas perspectivas e histórias variadas, mas existem pequenas ações que podem satisfazer necessidades de retorno rápido, como, por exemplo, a criação de um sistema de apoio psicológico e análise da história do menor, para se compreender as raízes de seu problema e, assim, julgá-lo e dar-lhe sua pena.
  • 28. Resumo 1. ADEQUAÇÃO AO TEMA  Qual é a questão debatida?  Como utilizar a coletânea? 2. ADEQUAÇÃO AO GÊNERO  Posicionamento explícito, sustentado por argumentos  Estilo impessoal