Your SlideShare is downloading. ×
Computação nas nuvens
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Introducing the official SlideShare app

Stunning, full-screen experience for iPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Computação nas nuvens

2,868
views

Published on

Published in: Technology, Business

0 Comments
4 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
2,868
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
115
Comments
0
Likes
4
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Computação nas Nuvens
  • 2. Equipe:
    Anna Carolina Soares Medeiros
    Leandro Figueiredo Alves
    Rafael Henrique Assis de Castro
  • 3. Conteúdo
  • 4. Definição
  • 5. Definição
    • Conjunto de recursos de TI (servidores, banco de dados, aplicações) disponibilizadas sob demanda por companhias de serviço, através da internet, proporcionando um agrupamento de recursos entre múltiplos usuários. [Brendl, 2010 apud BISONG; RAHMAN, 2011]
  • Características
  • 6. Características
    • Serviço sob demanda:
    • 7. Reunião de recursos que podem ser comprados na medida que são necessários.
    • 8. Virtualização:
    • 9. Os recursos pode ser acessados de qualquer lugar através da internet;
    • 10. Alta capacidade de extensão:
    • 11. A escala da nuvem pode estender dinamicamente para atender a necessidade.
  • Características
  • 12. Tipos de
    Serviços
  • 13. Tipos de Serviços
    • Existem 3 modelos de serviços nas nuvens predominantes:
    • 14. Software como serviço (SaaS);
    • 15. Plataforma como serviço (PaaS);
    • 16. Infraestrutura como serviço (IaaS);
  • Software como serviço
    • Fornece uma aplicação para consumo sem requerer qualquer conhecimento do ou controle do hardware, da rede ou do sistema operacional no qual a aplicação roda.
    • 17. Exemplo: Google Apps
  • Plataforma como serviço
    • Quando oferecido como um serviço os detalhes da infraestrutura, sistema operacional, rede, etc são abstraídos e o desenvolvedor só se preocupa com a aplicação e o ambiente, em que são desenvolvidos e implantados;
    • 18. Exemplo: Windows Azure Plataform
  • Infraestrutura como serviço
    • O usuário final consume recursos computacionais, tais como e relacionados a (CPU, armazenamento, rede);
    • 19. Exemplo: Amazon EC2
  • Arquitetura
  • 20. Referência de arquitetura
  • 21. Modelos
  • 22. Modelos
    • Existem três modelos primários de implantação de serviços nas nuvens:
    • 23. Nuvens Públicas;
    • 24. Nuvens Privadas;
    • 25. Nuvens Híbridas;
  • Nuvens Públicas
    • Fornecem serviços para múltiplos clientes através da internet, utilizando controle de acesso, segurança, integridade de dados e mecanismos de isolamento associados.
    • 26. Fornecem um meio elástico e rentável de implantar soluções.
  • Nuvens Privadas
    • Oferece parte do conjunto de serviços e maior controle do que oferecidos pela nuvem privada;
    • 27. A diferença principal é que na nuvem privada dados e processos são geridos dentro da organização ou por um mecanismo de hospedagem dedicado fora da organização;
  • Nuvens Híbridas
    • Utilização em conjunto das nuvens públicas e privadas, utilizando recursos de nuvens públicas quando os da nuvem privada não são suficientes.
  • Estatísticas
  • 28. Estatísticas
    Os 500mil sites, em nuvens, mais visitados
  • 29. Exemplos
  • 30. AlgumasEmpresas
  • 31. Servidores de email e máquinas de busca
  • 32. Serviçosmaiscomplexos
    Aplicativos de escritório na web:
    Zoho Work online, Live Mesh, Google Docs, Microsoft Office Live Beta
    Armazenamento de arquivos pessoais:
    Dropbox, 4shared
    Armazenamento de larga escala e poder computacional para construir sua aplicação
    Amazon web services, Google App Engine, Microsoft Cloud Power (Azure)
    Serviços de amazenamento, compartilhamento, stream, entre outros:
    Youtube, Vimeo, Hulu, ForaTV, Netflix, Flickr, SlideShare, Google Translate
  • 33. E sando do forno:
  • 34. Vantagens
  • 35. Dentre vários, podemos citar:
    Com programas e arquivos armazenados e processados na nuvem, o acesso digital será mais ampliado pois só serão necessários computadores simples e consequentemente baratos, e é mais fácil de usar
    Arquivos poderão ser acessados em qualquer lugar do mundo, sem necessidade de mídias, como CD`s e pen-drives, obtendo também uma forma mais fácil de compartilhar arquivos.
    Vantagens
  • 36.
    • Redução de perda de arquivos por acidentes, danos físicos, etc., e também a redução de virus*
    • 37. Sem necessidade de instalação e atualização (muitas vezes incômoda) de programas, pois eles estarão disponíveis na rede e as atualizações serão feitas no servidor, e não em cada computador pessoal.
    • 38. Acesso rápido a novas tecnologias e baixo custo ao acesso das mesmas
    *Gartner. “Seven cloud-computing security risks”.
    http://www.infoworld.com July 02,2008.
    Vantagens
  • 39. Vantagens
  • 40. A Coca-Cola eliminou 50 servidores, envolveu funcionários e aumentou a produtividade com uma solução mista hospedada e no local.
    A Coca-Cola migrou cerca de 30.000 pessoas para a solução hospedada sem causar qualquer impacto nos negócios, nem interromper suas operações de rotina.
    "O Microsoft Online irá gerenciar cerca de 15.000 dispositivos móveis que possuem e-mail, calendário e outras funções. Para nós, trata-se de um ótimo serviço.“ — Kevin Flowers, Diretor de tecnologias de habilitação, Coca-Cola Enterprises
    Vantagens
  • 41. Vantagens
  • 42. A European Environment Agency (EEA) coleta informações sobre o meio-ambiente e as distribui entre 32 países.
    Reunindo dados de uma rede 600 organizações parceiras em todo o mundo, a EEA mantém informados quase 600 milhões de cidadãos e os estimula a compartilhar suas próprias observações.
    Vantagens
  • 43. Desvantagens
  • 44. Riscos da computação nas nuvens Nem tudo são nuvens...
    • Vulnerabilidades, riscos e ameaças á segurança:
    • 45. Problemas com vírus, worms, hackers e cyber-terroristasdevidoaoaumentodapopularidade no uso de computaçãonasnuvens
    • 46. Problemasdevido a localizaçãofísica, poisas leis do país de acolhimento dos equipamentos são aplicáveis ​​aos dados armazenados nas máquinas
    • 47. Abuso e uso malicioso da computação em nuvem
    • 48. Interfaces de programação de aplicação insegura
    • 49. Perda/Vazamento de dados
    • 50. Sequestro de conta, serviço e tráfego
    • 51. Profile de risco desconhecido
  • Riscos da computação nas nuvens Nem tudo são nuvens...
    • Desvantagensbásicas:
    • 52. Ter que estar sempre conectado à rede
    • 53. Alto custo de criação e manutenção de um servidor de serviços na de nuvem por conta do alto escalonamento
    • 54. Conexões ainda muito lentas em vários países do mundo, o que torna os benefícios da nuvem deficientes
    • 55. reconhecer diferentes dispositivos se conectando à rede e oferecer serviços diferenciados a cada dispositivo: celular, computador, tablet...
  • Críticas feitas em 2008
    • "The interesting thing about cloud computing is that we've redefined cloud computing to include everything that we already do. The computer industry is the only industry that is more fashion-driven than women's fashion. Maybe I'm an idiot, but I have no idea what anyone is talking about. What is it? It's complete gibberish. It's insane. When is this idiocy going to stop?"Larry Ellison, fundador e CEO da Oracle, 2008
  • Críticas feitas em 2008
    "It's stupidity. It's worse than stupidity: it's a marketing hype campaign," Richard Stallman, fundador da Free Software Foundation e criador do sistema operacional GNU sobre Computação nas nuvens, 2008
  • 56. Críticas feitas em 2009
    • “Researchers at the University of California at San Diego and at M.I.T. say they can buy cloud services from Amazon and place a virtual machine on the same physical machine as a target application and once there, they can use their virtual machine’s access to the shared resources of the physical machine to steal data such as passwords” (Greene, 2009).
    • 57. “This technique the researchers said is experimental and doesn’t work all the time, but it indicates that service providers’ clouds are susceptible to new types of attacks not seen before. And while they attacked was carried out inside Amazon’s EC2 cloud, they say their method would work equally well with other cloud providers.” (Greene, 2009).
  • Críticas feitas em 2009
    • “The bottom line is that businesses should treat clouds with a certain amount of suspicion; they should assess the risk the cloud service epresents and only commit data to such services that can tolerate that risk" (Greene, 2009).
    • 58. “Cloud computing weakness include list of issues such as the security and privacy of business data being hosted in remote 3rd party data centers, being lock-in to a atform, reliability/performance concerns, and the fears of making the wrong decision before the industry begins to mature”(Hinchcliffe, 2009).
  • Perspectivas
  • 59.
    • Computação das Coisas (Computaçãopervasiva / ComputaçãoUbiqua)
    • 60. A computação em nuvem está a aumentar, mas principalmente com foco em uma plataforma aberta, principalmente.
    FuturodaComputaçãonasNuvens
  • 61.
  • 62. FuturodaComputaçãonasNuvens
    • O Google vai continuar a aumentar a área de investimento empresarial, buscando mais usuários empresariais para usar seus serviços através do Google Apps
    • 63. Serviçospessoais de ComputaçãonasNuvensjátêm se tornado popular, e a InteligênciaEmpresarial (Business Intelligence, BI) será o próximoalvo das SaaS`s, à exemplodaForce.com: http://www.salesforce.com/platform/
    • 64. O primeiro lote de empresas que oferecem SaaS 1.0 correm grande risco de falência, frente às grandes coorporações que estão investindo na área
  • Jogos nas Nuvens
  • 65. Jogos nas Nuvens
    • OnLive é uma plataforma de vídeo sob demanda de jogos eletrônicos anunciada na Game DevelopersConference em 2009.
    • 66. Conexões de banda larga de 1.5 Mbps permitirão imagens de qualidade equivalente ao Wii, enquanto 4-5 Mbps são requeridas para resolução de alta definição
  • Jogos nas Nuvens
    • O OnLive conta com o MicroConsole e um controller, caso se queira ter acesso ao serviço através de uma televisão comum e sem conexão com o pc.
    • 67. O MicroConsoleé um adaptador ao qual você conectará a internet e seu aparelho de TV, por meio de cabos de áudio e vídeo ou HDMI.
  • Jogos nas Nuvens
    • Rodando um jogonasnuvens:
    Clienterequisita o cloud manager a inicialização do game
    O cloud manager identifica o host quepodeatender o pedido
    E entãorequisitaqueuma nova sessãosejaaberta
    O host manager inicializaumamáquina virtual capaz de rodar o jogorequisitado
    O número de pedidosquepodem ser atendidosporaquele host é decrementado
    O host manager obtém o IP damáquina virtual e retornapara o cloud manager
  • 68. Jogos nas Nuvens
    O clould manager passa o IP para o cliente
    O cliente estabelece comunicação com o servidor do jogo na máquina virtual
    O cliente digita comandos para o jogo
    O server processa o input e roda a lógica do jogo
    O server processa a saída e envia para o cliente, pela nuvem
    O cliente exibe o resultado gráfico desse processamento para o jogador
    É repetido esse processo até que seja requisitado o encerramento do jogo
    Host fecha a máquina virtual
    A quantidades de pedidos que esse host pode atender é incrementada
  • 69. Considerações
    Finais e
    Conclusão
  • 70. ConsideraçõesFinais e Conclusão
    • Com o desenvolvimento de computação paralela, computação distribuída e grid computacional, um novo modelo computacional surgiu.
    • 71. Computação nas nuvens é uma combinação destas e de várias tecnologias que têm tido envolvimento e maturação ao longo dos anos.
    • 72. As características de ComputaçãonasNuvens é virtualização, distribuição e extensãodinâmica, sendo a virtualização a principal.
  • Estamosvoltandoaos mainframes dadécada de 70?
  • 73. ConsideraçõesFinais e Conclusão
    • ComputaçãonasNuvens tem um grandepotencialpararedução de custos de empresas, maso risco de segurançatorna-se imenso
    • 74. Para servidores, há a grandebarreira de alto custo de infra-estruturaparacompressão de grandeescala e processamento
    • 75. Tambémhá a barreirada infra-estruturadarede: aumentosignificante de acesso, transferencia de dados, necessidade de aumento de banda e aumento de dispositivosconectados à rede (soluçõesjáestãosendoimplantadascomo a substituição dos endereços IPv4 para IPv6)
  • ConsideraçõesFinais e Conclusão
    • Segundo LinusTorvalds, criador do Linux, ossistemasoperacionais se tornarãoirrelevantes
    • 76. Fazlembrarquando o mesmocitouqueusuários de PC nãousamsistemasoperacionais, elesusamprogramas, criticandoosentãousuáriosdaplataforma Microsoft Windows
  • Referências
  • 77. Referências
    http://www.salesforce.com/platform/ acessado em Abril de 2011
    http://aws.amazon.com/ acessado em Abril de 2011
    http://www.microsoft.com/pt-br/cloud/default.aspx acessado em Abril de 2011
    Gartner. “Seven cloud-computing security risks”. http://www.infoworld.com acessado em Julho de 2008
  • 78.
    • Bisong, Anthony e Rahman, Syed (Shawon) M. “An Overview of The Security Concerns in Enterprise Cloud Computing” – acessadoemAbril de 2011 pelohttp://ieeexplore.ieee.org/
    • 79. Shuai Zhang, Shufen Zhang, Xuebin Chen e XiuzhenHuo - “Cloud Computing Research and Development Trend” ” – acessadoemAbril de 2011 pelohttp://ieeexplore.ieee.org/
    • 80. Jianfeng Yang e Zhibin Chen - “Cloud Computing Research and Security Issues” – acessadoemAbril de 2011 pelohttp://ieeexplore.ieee.org/
    Referências
  • 81. Referências
    • Minqi Zhou, Rong Zhang, Wei Xie, WeiningQian e Aoying Zhou - “Security and Privacy in Cloud Computing: A Survey ” – acessadoemAbril de 2011 pelohttp://ieeexplore.ieee.org/
    • 82. Chunye Gong, Jie Liu, Qiang Zhang, Haitao Chen e Zhenghu Gong - “The Characteristics of Cloud Computing” – acessadoemAbril de 2011 pelohttp://ieeexplore.ieee.org/
    • 83. Bernd Grobauer, Tobias Walloschek e ElmarStöcker - “Understanding Cloud Computing Vulnerabilities” – acessadoemAbril de 2011 pelohttp://ieeexplore.ieee.org/
    • 84. Vídeosacessadospleo youtube.com emAbril de 2011:
    • 85. “How to remain calm, despite what_s about to happen to your Chrome notebook”
    • 86. “Salesforce.com What is Cloud Computing”
    • 87. “Oracle CEO Larry Ellison Bashes _Cloud Computing_ Hype”
  • Referências
    • http://content.dell.com/us/en/enterprise/cloud-computing-value-what-is.aspx - Acessado em Abril de 2011
    • 88. Bisong, Anthony e Rahman, Syed (Shawon) M. “An Overview of The Security Concerns in Enterprise Cloud Computing” – acessado em Abril de 2011 pelo http://ieeexplore.ieee.org/
    • 89. Shuai Zhang, Shufen Zhang, Xuebin Chen e Xiuzhen Huo - “Cloud Computing Research and Development Trend” ” – acessado em Abril de 2011 pelo http://ieeexplore.ieee.org/
    • 90. Jianfeng Yang e Zhibin Chen - “Cloud Computing Research and Security Issues” – acessado em Abril de 2011 pelo http://ieeexplore.ieee.org/
    • Greene, T. (2009). New attacks on cloud services call for due diligence. Network World. Southborough: Sep 14, 2009. Vol. 26, Iss. 28;pg. 8, 1 pgs. Retrieved from http://www.networkworld.com/newsletters/vpn/2009/090709cloudsec2.html - AcessadoemAbril de 2011
    • 91. Hinchcliffe, D. (2009, March 3). Cloud computing: A new era of IT opportunity and challenges. ZDNet. March 3rd, 2009.
    • 92. http://blogs.zdnet.com/Hinchcliffe/?p=261 – AcessadoemAbril de 2011
    Referências