Conteúdos móveis para a língua

879 views

Published on

A Web móvel 2.0 para aprendizagem de línguas (mobile learning)

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
879
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
11
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Conteúdos móveis para a língua

  1. 1. Conteúdos móveis no ensino da língua<br />
  2. 2. Passado/Presente?<br />
  3. 3. Futuro? <br />
  4. 4. Revolução móvel<br />A revolução móvel já cá está. Para onde quer que se olhe há provas da penetração de dispositivos móveis: telemóveis, PDAs, leitores de MP3, tablets e notebooks. Ninguém é imune a este fenómeno. Das crianças aos idosos, as pessoas estão cada vez mais conetadase comunicam digitalmente umas com as outras de formas que teria sido impossível apenas há alguns anos antes (Wagner, 2005).<br />
  5. 5. Nativosdigitais – FuturosCidadãos<br />
  6. 6. Prensky (2005)<br />Como utilizar 1500 milhões de computadores que as pessoas transportam nos bolsos, para aumentar as aprendizagens em casa ou em qualquer lugar?<br />
  7. 7. Expansãodo telemóvel<br />1,3 biliões de pessoas usam a Internet móvel. Para muitas pessoas é a única maneira de aceder a Internet: 22% no Reino Unido, 25% nos EUA, 59% na Índia, 22% na China, 44% na Indonésia, 57% na África do Sul.<br />3,3 <br />Biliões de telemóveis para metade do planeta<br />
  8. 8. 3,3 BiliõesemPerspectiva<br />Telemóveis<br />3,3B<br />1,5B<br />1,4 B<br />TV<br />1,3B<br /> Cartões<br /> de Crédito<br />0,9B<br />PCs<br />0,8B<br />Carros<br />Telefones<br />
  9. 9. Chega aos pontos mais recônditos da Terra<br />Tribo Maasai<br />
  10. 10. Telemóvel = Canivete suíço<br />Câmera<br /> GPS<br />BlocoNotas<br /> SMS/Texto<br />Áudio (MP3/MP4)<br />Televisão<br />Vídeo<br />Rádio / Alarme<br /> Internet<br /> e-Mail<br />Gravador<br />
  11. 11. Aplicações móveis<br />http://www.148apps.com/10000/<br />
  12. 12. Ferramentas Web Móvel 2.0<br />instant messaging<br />online copy service<br />Tags Twitter<br />Voice mail<br />Mobile Website<br />Blogue<br />Fotos e vídeos<br />Mobilicio.us<br />Bookmarkers<br />Mobile Blog<br />mobile video ao vivo<br />Motor de busca de Vídeos<br />
  13. 13. O que implica?<br />A Web Móvel 2.0 amplia o princípio de "aproveitar a inteligência coletiva" para dispositivos móveis <br />
  14. 14. Microaprendizagem<br />- curto período de tempo, <br />- o conteúdo de pequeno porte,<br />- complemento curricular, <br />- criar um processo contínuo, <br />- informal,<br />- em colaboração<br />
  15. 15. Proibir ou incluir?<br /><ul><li>Para Quevedo (2008) a pior reaçãoda escola é o proibicionismo. O pior é proibir, o melhor é regular e aceitar os desafios de pensar se se pode trabalhar com esta tecnologia.
  16. 16. Reduzir o telemóvel à proibição é esquecer que há nele algo da civilização atual, da socialização e dos vínculos na sociedade contemporânea.</li></li></ul><li>Integração de tecnologias móveis na educação<br />
  17. 17. Exemplos de práticas<br /><ul><li>Flickr Mobile – Estudo do Barroco
  18. 18. Pensamento, SMS, história em 160 caracteres
  19. 19. SMSs poéticas
  20. 20. Poema a várias mãos por SMS
  21. 21. Moche Vs Tag (Peddy-paper) - Estudo de Fernando Pessoa
  22. 22. Podcasts – Em Discurso Directo II
  23. 23. Quizzes culturais (Mobile Study)</li></li></ul><li>Potencialidades do telemóvel<br /><ul><li>“Os outros professores, a maior parte, obrigam-nos a ler…a professora dá-nos duas oportunidades ler ou ouvir, da forma que nós mais gostamos”.
  24. 24. “O dicionário no telemóvel a mim deu-me muito jeito. Ia ver muitas vezes certas palavras”. </li></ul>“O telemóvel é uma coisa pequena, anda sempre connosco, o tamanho é uma vantagem. Depois no telemóvel nós podemos escrever, ...dá gosto, é pequeno, não aborrece escrevermos nele…já escrevo nele habitualmente. Tomamos notas”.<br />
  25. 25. O SMS e o Podcast é uma forma de M-learning<br />“Os SMS ajudavam-me a memorizar”.<br />“Ouvia os podcasts para preparar o ouvido à leitura de Francês”.<br />“A Filosofia gravei os apontamentos com o MP4 e depois quando vinha para a escola no autocarro ouvi e resultou”.<br /><ul><li>“Ter os manuais no telemóvel era melhor porque assim tínhamos ali tudo não vínhamos carregados para aescola… tínhamos tudo mais organizado… nunca nos esquecíamos do material”.
  26. 26. “Em qualquer lugar podemos aceder à informação”. </li></li></ul><li>Código QR<br />Este código 2D, de aspetomais complexo do que o código de barras, criado em 1994, é muito usado em navegadores de telemóvel, geralmente para armazenamento de URL de sites.<br />Precisa de um descodificador para o ler e transformar em texto escrito. http://reader.kaywa.com/ - Leitor de QR<br />http://qrcode.kaywa.com/ - Gerador de QR<br />O QR Code (Quick Response) serve para armazenar informações diversas, textos, imagens, dados pessoais, links, etc.<br />QR Code<br />
  27. 27. Gerador de código QR<br />http://qrcode.kaywa.com/<br />
  28. 28. Editores de SítiosMóveis<br />
  29. 29. Wirenode – Editor de Website Móvel<br />http://www.wirenode.com/<br />23<br />
  30. 30. Website Móvel: Exemplos<br />
  31. 31. Mobile Study - Quizzes<br />http://www.mobilestudy.org/<br />25<br />
  32. 32. Exemplo de uma questão<br />26<br />
  33. 33. Mãos na Massa<br />

×