Cartilha Patrimonio

2,284 views
2,161 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
2,284
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
53
Actions
Shares
0
Downloads
67
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Cartilha Patrimonio

  1. 1. PREFEITURA MUNICIPAL DE Lima Duarte Minas Gerais 1781 1881 SECRETARIA DE TURISMO E CULTURA CARTILHA DE EDUCAÇÃO TURÍSTICA E PATRIMONIAL 1781 1881PREFEITURA MUNICIPAL DE Lima Duarte - MGLima Duarte Minas Gerais COMTUR Conselho Municipal 2010 SECRETARIA DE TURISMO E CULTURA de Turismo
  2. 2. PREFEITURA MUNICIPAL DE LIMA DUARTE Secretaria de Turismo e Cultura Geraldo Gomes de Souza CARTILHA DE EDUCAÇÃO Prefeito TURÍSTICA E Elenice Pereira Delgado Santelli Vice-Prefeita PATRIMONIAL Sérgio Adriany de Paula Secretário de Turismo, Cultura e Meio Ambiente Buscado aprimorar ainda mais a nossa Educação Márcio Antônio Lucinda Lima Patrimonial e o desenvolvimento sustentável do Chefe do Departamento de Turismo Turismo, a Prefeitura Municipal de Lima Duarte através Fátima Aparecida Vieira da Secretaria de Turismo, Cultura e Meio Ambiente, Chefe do Departamento de Cultura lança a segunda edição da Cartilha de Educação Izabella Salles Carvalho Pimenta Guedes Turística e Patrimonial. Este material tem como objetivo Chefe do Departamento de Meio Ambiente oferecer além de orientação, o conhecimento relativo à atividade turística e a preservação do patrimônio Bárbara Riolino cultural municipal. Jornalista Esta ação é uma iniciativa do Município, embasada em Danilo Henrique de Oliveira programas e diretrizes do Ministério do Turismo e do Estagiário Ministério da Cultura, repassados através das Alysson César de Castro Lima Campos Secretarias de Estado, Instituto Estadual do Patrimônio Estagiário Histórico e Cultural e Instituto Estrada Real. A Prefeitura de Lima Duarte por meio desta cartilha visa Claudionor Rodrigues Martins Teixeira trabalhar a educação turística e patrimonial, Jovem Cidadão fortalecendo as bases da atividade turística no Criação, Pesquisa e Diagramação Bárbara Riolino município e sensibilizando para a participação da Texto Educação Patrimonial comunidade nas ações de preservação do nosso Márcio Antônio Lucinda Lima patrimônio cultural. Imagens Cartilha SENAC /IEPHA Alexander Alves Ribeiro Márcio Antônio Lucinda Lima Secretaria de Turismo, Cultura e Meio AmbientePraça José Guilherme Delgado, S/N - Barreira - Lima Duarte - MG Secretaria de Turismo, Cultura e Meio Ambiente CEP: 36140-000 - Tel.: (32) 3281-1195 E-mail: tuculmam@yahoo.com.br 2010
  3. 3. EDUCAÇÃO TURÍSTICA O que é turismo? O Turismo corresponde ao um deslocamento de pessoas, por qualquer motivação, para uma localidade diferente. Esta ação contribui positivamente para aquela localidade, uma vez que o turista estimula a geração de emprego e renda, entre muitos outros benefícios para os seus moradores e para aquele local. Veja como o turista se comporta: Relógio Externo da Igreja Imagem da Padroeira de Lima Duarte, Matriz de Nossa Senhora das Dores a Nossa Senhora das Dores O TURISTA SAI DE SUA RESIDÊNCIA COM DESTINO A: LOCALIDADE TURÍSTICA A PROCURA DE: LAZER E DESCANSO NEGÓCIOS E EVENTOS CONHECIMENTO E CULTURA O TURISTA LEVA PARA A SUA CASA COM: Experiências, objetivos cumpridos, produtos da região DEIXANDO: Emprego, renda e outros benefícios para a comunidade Imagem de Cristo Anão Alado Imagem de São Domingos de Gusmão receptora. Igreja de São Francisco de Assis Igreja de São Domingos da Bocaina04 Secretaria de Turismo, Cultura e Meio Ambiente - Cartilha de Educação Turística e Patrimonial 2010 Secretaria de Turismo, Cultura e Meio Ambiente - Cartilha de Educação Turística e Patrimonial 2010 17
  4. 4. Para que serve Turismo? Porquê eu preciso receber bem o turista? Se eu não trabalho com isso, Capela de São Sebastião de Monte Verde Igreja de Nossa Senhora do Rosário de São Domingos da Bocaina qual a importância desta atividade para mim? Construção: 12/04/1880 - Tombamento: 27/04/1998 Construção: 1910 - Tombamento: 16/03/2000 Como já sabemos, o Turismo valoriza o que temos de bom e traz dinheiro para o município. Então, é necessário receber bem o turista e fazer a estadia dele ser a melhor possível, para que ele volte e traga os amigos, e que estes amigos tragam ainda mais amigos para conhecer a nossa cidade. Igreja de Nossa Senhora do Rosário de Conceição Igreja Matriz de São Domingos de Gusmão de São Mesmo para quem não trabalha diretamente com o Turismo, de Ibitipoca Construção: início do sec. XX - Tombamento: 24/07/1998 Domingos da Bocaina Construção: 1781 - Tombamento: 11/04/1997 acaba se beneficiando indiretamente com essa atividade, pois se o turista deixa dinheiro com pessoas e empresas da comunidade, estas comprarão mais no comércio local, fazendo crescer os supermercados, açougues, lojas de roupas e artesanato, construção civil entre outros. Os fazendeiros poderão vender mais produtos produzidos nas suas terras, diminuindo o índice do êxodo rural. Assim todos estes seguimentos da economia local terão que contratar mais e mais pessoas, fazendo assim o crescimento sustentável do município Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição Capela de São Sebastião de Rancharia e a melhoria da qualidade de vida de seus moradores. de Ibitipoca Construção: 30/04/1874 - Tombamento: 27/04/1998 Construção: 1768 - Tombamento: 11/04/1997 Mas, é importante lembrar que temos que trabalhar um Turismo organizado. A comunidade, a iniciativa privada e o poder público têm que se unir em função da organização do Turismo, pois só conseguimos trabalhar ordenadamente esta atividade se houver um alinhamento de idéias e objetivos destas três partes. Entre os diversos cuidados que temos de ter junto ao Turismo, está a atenção em proteger nossas riquezas naturais, como as matas, campos de altitude, cachoeiras, rios e montanhas, e os culturais, bem como festas típicas, costumes e Capela de Nossa Senhora dos Remédio de Mogol Igreja do Rosário de Lima Duarte crenças, por exemplo. Construção: 1780 - Tombamento: 27/04/1998 Construção: 1888 - Tombamento: 09/04/199916 Secretaria de Turismo, Cultura e Meio Ambiente - Cartilha de Educação Turística e Patrimonial 2010 Secretaria de Turismo, Cultura e Meio Ambiente - Cartilha de Educação Turística e Patrimonial 2010 05
  5. 5. Conheça os nossos bens tombados COMO RECEBER BEM O TURISTA? Todos nós gostamos de ser bem recebidos quando visitamos algum parente ou amigo que mora longe de nossas casas, e também, nos preocupamos em tratá-los bem quando retribuem a visita. O que não é diferente quando um turista visita a nossa cidade. Devemos sempre demonstrar boa educação, dar bons exemplos e ficar atentos às seguintes dicas: 1. Mantenha sua cidade limpa e bonita: Prédio da Prefeitura Municipal de Lima Duarte Prédio da Câmara Municipal de Lima Duarte Não faça pixações em paredes, cavernas, pedras, árvores, Construção: 1898 - Tombamento: 11/04/1997 Construção: 1840 - Tombamento: 11/04/1997 etc e nem jogue lixo nas ruas. Em casa, procure separar o lixo em recicláveis, orgânicos e rejeitos, contribuindo com a Coleta Seletiva. Além disso, plante flores e árvores sempre que puder, o meio ambiente agradece. 2. Preserve a memória da cidade, zelando pelo patrimônio e pelas tradições: Árvore Sete Casca, Praça JK Nunca deprede bens históricos. Ajude sempre a preservar as Plantio: fim dos anos 50 do séc. XIX Prédio da Escola Municipal Bias Fortes Construção: 1913 - Tombamento: 11/04/1997 Tombamento: 16/03/2000 áreas naturais, respeitando e participando das festas tradicionais e poulares da sua cidade. 3. Receba o turista com cordialidade e respeite seus usos e costumes: Seja educado e respeite o modo como ele se veste e sua maneira de falar. Procure sempre dar dicas e não use de expressões desrespeitosas Estação Ferroviária de Orvalho Estação Ferroviária da Barreira Construção: 01/03/1926 - Tombamento: 11/04/1997 Construção: 1930 - Tombamento: 11/04/1997 4. Informe-se sobre sua cidade para melhor informar aos turistas: Saiba indicar bons bares, restaurantes, hotéis e atrativos, como locais para ser visitados como, por exemplo o Parque Estadual do Ibitipoca, Cachoeiras do Arco Íris, Serra de Lima Duarte, Souza do Rio Grande, Igrejas ,povoados e eventos. Dê sempre dicas e informações e lembre-se: o turista não conhece nossa cidade, portanto, não diga que o posto de gasolina fica perto da casa da Dona Maria, ou do bar do Seu Núcleo do Calçamento de Paralelepípedo Antônio. Dê uma localização óbivia e clara. Pontilhão Central do Brasil Construção: 01/03/1926 - Tombamento: 11/04/1997 Construção: 1960 - Tombamento: 16/03/200006 Secretaria de Turismo, Cultura e Meio Ambiente - Cartilha de Educação Turística e Patrimonial 2010 Secretaria de Turismo, Cultura e Meio Ambiente - Cartilha de Educação Turística e Patrimonial 2010 15
  6. 6. O Tombamento de um bem 4. Seja hospitaleiro como todo e bom mineiro: O Tombamento é um instrumento utilizado para proteger um Hospitalidade é o ato de acolher, hospedar e de recepção. bem Cultural. O Conselho Municipal do Patrimônio Cultural, Receba muito bem o turista, fazendo com que ele se sinta presente em cada cidade, é quem decide o que deve ser tombado, bem vindo. Não meça sua cordialidade, amabilidade e após o Departamento do Patrimônio Histórico Cultural da gentileza. Faça pelo turista tudo o que gostaria que Prefeitura, justificar a importância do bem Cultural, através de fizessem por você. um Dossiê de Tombamento, enviando-o ao Conselho para a análise e avaliação do bem. Transformar o mundo num lugar mais humano é transformá-lo Cabe, também, ao Departamento ou Órgão do Patrimônio num lugar de hospitalidade. Histórico e Cultural da Prefeitura, a função de inventariar tudo que é importante no município, sejam bens culturais materiais e 5. Preocupe-se com a segurança em sua cidade: imateriais, com ajuda da comunidade. A desordem afasta o turista. Portanto, denuncie toda e qualquer tipo de violência e irregularidades que possam a vir a desestimular o seu retorno aquele local. De onde vem a palavra TOMBAMENTO? A palavra tombamento é baseada na Torre do Tombo, uma 6. Esteja atento às necessidades dos turistas: das torres do Castelo de São Jorge em Portugal, um local Receba o turista sempre com um sorriso e demonstrando onde se guardavam documentos importantes. interesse em ajudá-lo, caso ele precise. Preservar não é o mesmo que tombar. A preservação pode 7. Comunicação é tudo! existir sem o tombamento, mas deve-se tombar para garantir a Algumas dicas podem facilitar a comunicação entre o turista preservação dos bem culturais, da memória coletiva, da e o morador local. Ser atencioso é a primeira atitude a ser tomada, e em seguida, procure diminuir a distância física, identidade cultural. A importância de um bem não deve ter tratando o visitante pelo nome. É importante ser solícito e ligação direta com sua idade. acolhedor. Quando for passar informações sobre o município, procure falar devagar e pausadamente, sendo sempre claro Os imóveis/móveis tombados devem fazer parte do cotidiano e objetivo, utilizando de uma linguagem correta. Evite gírias! das pessoas e não apenas utilizados para certas funções, ditas Procure escutar com atenção o turista, e durante a conversa, culturais. procure olhar nos olhos, isso transmite confiança e segurança! O Tombamento é previsto no artigo 216 da Constituição Federal “Acolher o outro como hóspede e há também leis nos níveis Estaduais e Municipais, além do significa que aceitamos artigo 129 da Constituição Federal que determina como uma das recebê-lo em nosso território, atribuições do Ministério Público, impedir a destruição e em nossa casa, colocando determinar a preservação do Patrimônio Histórico e Cultural, à disposição o melhor do que quando da ausência da Lei Municipal específica. somos e possuímos” (Cartilha SENAC/ER)14 Secretaria de Turismo, Cultura e Meio Ambiente - Cartilha de Educação Turística e Patrimonial 2010 Secretaria de Turismo, Cultura e Meio Ambiente - Cartilha de Educação Turística e Patrimonial 2010 07
  7. 7. Você sabe o que é o Circuito Serras de Ibitipoca? Como o Patrimônio é composto? O Patrimônio Histórico de um determinado local é composto por bens, Pois é, muitas pessoas acham que o Circuito Serras que são divididos em duas categorias: Bens Materiais/Tangíveis e Bens de Ibitipoca é um passeio, um caminho ou uma rota Imateriais/Intangíveis. turística em torno do Distrito de Conceição de Ibitipoca. Isso é um grande engano! Vamos ver Os Bens Materiais/ Tangíveis é tudo aquilo que é concreto, que podemos realmente quem é e quais as suas atribuições. manusear. Temos como exemplo espaços, estruturas arquitetônicas, O Circuito Serras de Ibitipoca é uma Associação de objetos, móveis, estátuas, imagens, etc. Já os Bens Imateriais/ Intangíveis Municípios criada pelos prefeitos de seis cidades da correspondem às representações da cultura que, mesmo acontecendo em região, no ano de 2001: Lima Duarte, Bias Fortes, espaços e lugares, não podem ser tocadas fisicamente, mas sim, Santana do Garambéu, Pedro Teixeira, Ibertioga e apreendidas pela capacidade sensorial. São as referências culturais de um Santa Rita de Ibitipoca que, direta e indiretamente, grupo social, comunidade, povo ou nação, por meio de práticas, formas de ver e pensar o mundo, as cerimônias e festas religiosas, as danças, as se relacionam e se encontram em processo contínuo músicas, as lendas, os contos, histórias, brincadeiras, os modos de ver e para se beneficiarem com a visitação turística atraída pela Serra de fazer de um povo, as celebrações, as formas de expressões, os lugares e Ibitipoca. espaços onde se reproduzem as práticas coletivas. Hoje, o Circuito é formado por oito municípios, sendo que após descobrirem a importância da atividade turística e ver a necessidade de Preservação e Conservação estarem inseridos na Política Nacional de Turismo, os municípios de Rio Preservar é defender, conservar, resguardar, atitude de cuidado e respeito. Preto e Santa Rita de Jacutinga se inseriram através de Convenio Preservar é, também, dar relevância, destaque, importância, utilidade e Firmado no ano de 2009. publicidade. Já a conservação, compreende-se em amparar, defender, O Circuito é parte da Política Nacional de Turismo, reconhecido como manter, salvaguardar, resguardar de dano, decadência, deteriorização. Instância de Governança Regional do Turismo, ou seja, é incumbido ao Veja as formas mais utilizadas para se preservar o patrimônio: Circuito gerir, planejar, promover e fomentar o Turismo e a gestão INVENTÁRIO publica da atividade na região, sendo o meio de ligação e o “porta voz” O inventário busca identificar, cadastrar e analisar os bens que precisam ser entre a Secretaria de Estado de Turismo e o Ministério do Turismo com os protegidos, estudando detalhadamente peça por peça, monumento por municípios pertencentes. monumento, gruta por gruta e assim por diante. Seja você também um parceiro do Circuito! A participação e o RESTAURAÇÃO envolvimento de toda a comunidade, empresas e instituições publicas é Hoje, a restauração visa, principalmente, consolidar o bem, impedindo que ele se deteriore facilmente tomando, ainda, os cuidados necessários para que as fundamental para o fortalecimento e organização do Turismo Regional. sucessivas marcas que ele recebeu no decorrer do tempo fiquem claras, de modo que as pessoas consigam saber quando e por que elas passaram a existir. USO O uso é uma forma de proteção e não, necessariamente, de depreciação do bem. Um bem abandonado deteriora-se com mais facilidade do que um bem usado Lima Duarte Santa Rita de Jacutinga Ibertioga Rio Preto adequadamente. O uso serve também para manter viva a memória da comunidade. MANUTENÇÃO O uso só constitui uma forma de proteção quando é acompanhado de uma eficiente manutenção. Os usuários zelam pelo bem, mantendo-o sempre cuidado Santa Rita de Ibitipoca Pedro Teixeira Santana do Garambéu Bias Fortes e, em caso de necessidade, apelam, sem demora, para os recursos da restauração.08 Secretaria de Turismo, Cultura e Meio Ambiente - Cartilha de Educação Turística e Patrimonial 2010 Secretaria de Turismo, Cultura e Meio Ambiente - Cartilha de Educação Turística e Patrimonial 2010 13
  8. 8. Desafio! EDUCAÇÃO PATRIMONIAL Você sabia que o turismo também apresenta sinalizações? Elas são muito importantes e ajudam a orientar as pessoas. Será que você O que é Cultura? saberia identificar o significado dos pictogramas abaixo? A Cultura corresponde a um conjunto de atividades e maneiras de agir. São costumes e instruções de um povo, meio pelo qual o homem se adapta às condições de existência, transformando a realidade. Cultura é um processo em permanente evolução, 1 2 3 4 5 diverso e rico. É o desenvolvimento de um grupo social, uma nação, uma comunidade, fruto do esforço coletivo pelo aprimoramento de valores espirituais e materiais. 6 7 8 9 10 “Cultura é o que o homem faz, inventa e imagina” O que é Memória de um povo? Memória é o conhecimento ou consciência sobre situações, 11 12 13 14 15 eventos, ações, sensações passadas. A memória permite, ainda, a construção da identidade individual e coletiva de um povo e/ou localidade. 16 17 18 Presente, passado e Futuro “Vive-se o presente imediatamente a cada instante, a cada momento, pois o que já foi vivido já se tornou passado e o que se pensa, imagina, sonha ou projeta, que ainda está por vir, acontecerá no futuro” LEMBRE-SE! O que é Patrimônio Histórico? O turismo é bom pra uma cidade, quando ele é bom para sua comunidade! Faça o melhor para que os turistas recomendem nosso município O Patrimônio Histórico é aquele bem, seja móvel, imóvel ou Procure ser um agente participativo do Turismo Municipal e Regional, natural, que possua valor significativo para uma sociedade, procure saber o que vem sendo feito e o que você pode fazer para podendo ser estético, artístico, documental, científico, social, contribuir para o bom desenvolvimento do Turismo espiritual ou ecológico. O Decreto-Lei nº 25, de 30 de novembro Lembre- se que o turismo gera vários empregos, de 1937, é destinado à proteção do Patrimônio Histórico e pois movimenta vários setores da economia. Artístico Nacional, no qual foi instituído o tombamento como o Assim, vocês contribuirão para que nossa principal instrumento jurídico do poder público. cidade receba mais turistas a cada dia. “A pedra e a cal constitui espécie de papiro onde está escrita experiência do passado histórico, que não se repete e está cheio de lições. Por isso há de se zelar pela herança Respostas: 1- Serviço Mecânico, 2- Ruínas, 3- Informações Turísticas, 4- Serviço Sanitário, 5- Pronto Socorro, 6- Gruta, 7- Patrimônio Cultural, 8- deixada pelos nossos antepassados”. Restaurante, 9- Cachoeira,10- Abastecimento, 11- Patrimônio Natural, 12- Turismo Rural,13- Arquitetura Religiosa, 14- Serviço Telefônico,15- Praça,16- Borracharia,17- Rios e lagos, 18- Hotel. Chico Brani12 Secretaria de Turismo, Cultura e Meio Ambiente - Cartilha de Educação Turística e Patrimonial 2010 Secretaria de Turismo, Cultura e Meio Ambiente - Cartilha de Educação Turística e Patrimonial 2010 09

×