Your SlideShare is downloading. ×
Produçao da radio
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Introducing the official SlideShare app

Stunning, full-screen experience for iPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Produçao da radio

1,140
views

Published on


0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
1,140
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
65
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide
  • Notícia do New York Journal – 2 de junho 1897 – “as notícias sobre minha morte foram demasiadamente exageradas”.
  • Transcript

    • 1. PROFESSOR CARLOS DIEHL FESCG
    • 2.  “Como no caso da notícia prematura sobre a morte de Mark Twain, os relatos sobre o desaparecimento do rádio tem sido exagerados. Há vários anos temos ouvido muitos especialistas predizerem que esta mídia está dando seus últimos suspiros; mas este veículo tem sempre um jeito de se reinventar.” Karl Hausman
    • 3. 2008 – pior desempenho de toda mídia (EUA) Propaganda locais - 5% Mídia localpreferida (EUA) Sites mais rentáveis do mercado
    • 4.  (EUA) 19h/s espectador. (BRA) 24,15h/s Acesso seguro e confiável no carro. Parceria multitarefa, principalemente com computador. Eficiencia na propaganda B2B
    • 5.  A- Requer poucos investimentos em termos absolutos para a transmissão da mensagem B- Rapidez na colocação da mensagem. Pode-se entrar no ar imediatamente. É instantâneo. C- Permite grande freqüência de exposição devido ao baixo custo unitário do comercial. D- Segundo o IBOPE, as pessoas passam 17% mais tempo com o Rádio do que com a televisão. E- O Rádio chega onde a TV não vai. O Rádio é prático, portátil, portanto pode ser transportado e usado em todos os lugares. Até mesmo numa igreja, com um I-POD ou celular. F- O horário nobre do Rádio dura 13 horas, e da TV apenas 3. G- Uma produção de rádio, custa 95% menos que a da TV. H- Os comerciais são muitas vezes mais baratos do que um de Jornal ou TV. I- Pode ser o meio mais interativo de todos (excetuando-se a internet), pelo telefone ou carta, o ouvinte pode opinar, mandar recados, fazer pedidos, anúncios, de forma quase instantânea.
    • 6.  j- Não limita sua mensagem com uma imagem, mas permite que o ouvinte use seu cérebro, criando em sua mente a mensagem transmitida, ensinando-o a pensar. k- É atrativo e capaz de interessar a atenção do público sem exigir-lhe um esforço excessivo de concentração. L- Possibilidade de trabalhar com recursos além da fala, como músicas, efeitos sonoros e vinhetas. M- Possibilita a empatia do locutor, seu programa com o ouvinte = Interatividade. N- Pode ser portátil! O- Pouco esforço para receber as mensagem pelo rádio. P- Destrói barreiras, preconceitos e cria boa vontade. Q- Novas possibilidades diante da internet, web rádios e podcast.
    • 7.  A- Devido a sua baixa cobertura por mensagem, é necessário uma freqüência maior do comercial no ar. B- Sua cobertura é lenta, não permitindo a rápida rotação de estoque. C- Como é uma mídia local, para se atingir uma grande parte do País, o custo que era inicialmente baixo, aumenta. D- A concorrência com outras emissoras de Rádio, TV e internet, se avolumam cada vez mais, tirando a nobreza e exclusividade que o Rádio já foi. E- Os bons programas que irradia, não têm garantia de estoque por muito tempo, para reprise ou consultas, como no caso de Jornal e fitas de TV. Por ser imediatista, e não se preocupar com o estoque. F- Sua programação via de regra, não têm uma consistência duradoura para ser publicada e acompanhada por muito tempo pelo ouvinte.Pode variar demais, não trazendo confiabilidade ou fidelidade do programa=ouvinte. G- Falta de percepção visual entre o emissor e o receptor. H- Condicionamento temporal da decodificação da mensagem radiofônica. I- Perigo do cansaço, distração, dependência e fugacidade. J – Concorrência com aparelhos de mp3.
    • 8.  Composição do Mercado Brasileiro ◦ 388 emissoras de TV ◦ 150 canais de TV pagas. ◦ 3.401 emissoras de rádio – 1.758 AMs e 1.643 FMs ◦ 1.582 títulos de revistas e 529 de jornais diários. ◦ 18.788 locais e 37.115 cartazes de outdoor. ◦ 1.572 salas de cinema. ◦ 150 tipos de mídia exterior. ◦ 659 de páginas visitadas Fonte: Mídia Dados 2005
    • 9.  Penetração dos meios (% domicílios) ◦ TV – 98% ◦ Rádio – 87% ◦ Mídia Exterior / Outdoor – 67% ◦ Revistas- 55% ◦ Jornais - 40% ◦ Internet – 30% ◦ Cinema – 30%
    • 10. Domicílios do Brasil com Rádio por região Abs. (000) % PosseBRASIL 45.500 100 87,7NORTE 2.634 5,8 73,6NORDESTE 10.525 23,1 80,7SUDESTE 21.527 47,3 92,4SUL 7.640 16,8 93,2CENTRO-OESTE 3.172 7 84,1  Fonte: Mídia Dados 2005 - Grupo de Mídia
    • 11. Distribuição das emissoras no Brasil AM eFM por região AM FM TotalBRASIL 1.681 1.987 3.668NORTE 111 129 240NORDESTE 416 431 847SUDESTE 534 812 1.346SUL 459 417 876CENTRO-OESTE 161 198 359  Fonte: Ministério das Comunicações - 2002 - última disponível
    • 12. Audiência por local de consumo 100%Casa 77%Carro 7,2%Outros 15,3%Ibope
    • 13. Posse de aparelhos de Rádio 98% DOMICILIAR 45.500.000 de Domicílios 133.770.000 aparelhos 83% VEICULAR 19.339.000 de aparelhosIBGE/Anfavea
    • 14. Som na emissora
    • 15. •Perfil de uma Emissora - combinação: •tipo de música •ritmo locutores •técnicas de produção de comerciais •Efeitos sonoros na produção de notícias e apresentação •Outras técnicas de gravação e produção de som diferenciados.
    • 16. formatos
    • 17.  Pesquisas determinam Audiência – bem mais o target >>> idade, precioso de uma sexo, renda, etc emissora para ser entregue aos anunciantes. É aferida através de pesquisas.
    • 18. Programação Target Anunciantes Verbas Operações Atrair e manter a audiência = objetivo da programação = desenvolvimento de formatos = especialização.
    • 19.  Gênero radiofônico= mais geral, considera o tipo específico de espectativa do ouvinte que ele visa atender. Formato radiofônico = modelos que podem assumir os modelos realizados em cada um dos diferentes gêneros. (Obs.: Classificar serve somente como orientação didática, grande parte dos formatos são hibrídos e não existe consenso entre autores sobre os conceitos e os formatos)
    • 20.  Genero publicitário ou comercial – tenta seduzir, convencer, vender uma idéia ou produto: ◦ Jingle – anúncio cantado para fixar a mensagem. ◦ Assinatura – texto curto que associa o produto ou evento ao programa que ele patrocína. ◦ Vinheta – abertura de um programa, normalmente com tema musical. ◦ Testemunhal – utiliza-se da credibilidade do comunicador. ◦ Spot – comercial ficcional ou não que usa como suporte locução e/ou música.] ◦ Flash - comercial apresentado diretamente da loja ou evento, geralmente ao vivo. ◦ Merchandising – inserção comercial feita pelo locutor/apresentador.
    • 21.  Gênero jornalístico ou informativo – leva informação atualizada e abrangente. ◦ Nota: informe curto e sintético. ◦ Boletim: informativo curto com síntese das notícias ou com uma notícia urgente. ◦ Reportagem: Matéria específica de maior folêgo sobre determinado tema. ◦ Entrevista: depoimento dado ao repórter ou locutor. ◦ Externa: matéria feita no local do acontecimento.
    • 22.  Gênero jornalístico ou informativo – leva informação atualizada e abrangente. ◦ Crônica: liberdade em dar opiniões ◦ Debate ou mesa-redonda: reunião de diferentes personagens para debater um ou mais temas. ◦ Radiojornal: programa dividido em seções que congregam os outros formatos. ◦ Documentário radiofônico – pode incorporar todos os formatos, mais músicas e efeitos para ir a fundo em um assunto. ◦ Esportivos: transmissões de eventos e formatos anteriores voltados ao esporte
    • 23.  Gênero musical ◦ Ocupam maior parte da programação. No EUA se classificam de acordo com a segmentação musical. No Brasil poderiam ser classificados como: ◦ POP:  Eclética: rock, dance, hiphop, reggae e afins.  Segmentada: um só estilo musical. ◦ Popular:  Ecletica: sertanejo, pagode, novelas..  Híbridas: maior variedade de estilos...  Segmentada: sertaneja...
    • 24.  Gênero musical ◦ Adulta:  Eclética: jazz, mpb, erudito...  Segmentada: só um estilo, ex.: mpb ◦ News: somente notícias ◦ Corporativas: tendência importante – patrocinadas por uma só empresa  Oi, comper, Sul América, ◦ Religiosas  Evangélicas  Católicas  Outras
    • 25.  Gênero Dramático ou ficcional. Apresentam histórias fictícias ou reais ◦ Radionovelas – dramas de longa duração divididos em capítulos. ◦ Seriado – peças independentes, mas com personagens fixos. ◦ Peça Radiofônica – representa a realidade social ou adaptação de peça literária ou texto qualquer. ◦ Esquete – quadro cômico.
    • 26.  Gênero Educativo Cultural – transmissão de conteúdos educativos ou culturais. Audiobiografia: discute a vida e obra de uma pessoa. Infantis. Variedades.