O livro na era digital          Produção Editorial em Hipermídia             Produção Editorial - UFSM                Prof...
O livro na era digital• “O livro como conhecemos não acabou. O  livro apenas está evoluindo, como é de se  esperar, para o...
Transformação do livro• Relatos orais Invenção da escrita Escrita  em pedra ou rolo Caderno (séc. II)  Imprensa por Gutemb...
Revolução dos e-books• Democratização do acesso à leitura?• Centenas de livros e documentos importantes  a um clique.• Ain...
E-book = eletronic book ou livro eletrônico  • Tecnologia com múltiplas funções que    permitem acesso a documentos digita...
Vantagens dos livros eletrônicos• portabilidade• capacidade de armazenamento• capacidade de indexação das informações de  ...
O e-book em três partes• O reader (software)• O dispositivo de leitura portátil (hardware)• O livro (conteúdo)
Sobre o hardware• Print on demand• Papel eletrônicoSobre o conteúdo• Mais conteúdo sendo distribuído: mercado  independent...
Questões abertas• Acesso• Direitos autorais• Aspectos culturais (relação com o livro  impresso e com as tecnologias digita...
Papel do editor• E-book não concorre com as editoras, mas com as  gráficas.• “O editor dos novos tempos deverá se atualiza...
Mudança no perfil do leitor• - Hábito de leitura mudou• - Subversão do circuito convencional de consumo  de livros• - Vers...
Gerenciamento de direitos digitais• - Caso Amazon – apagamento de obra “1984”  (George Orwell) do Kindle = questão de  pri...
Projetos no mercado de ebooks• Projeto Gutemberg (www.gutenberg.org) - O Projeto Gutenberg é  um esforço voluntário para d...
Serviços de disponibilidade de livrosnos websites dos próprios escritores       ou das livrarias online• Gato Sabido (http...
Para saber mais:• http://lerebooks.wordpress.com• http://revolucaoebook.com.br• http://www.ebookreader.com.br/Casos:• Paul...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

O livro na era digital

4,013 views

Published on

Apresentação baseada na obra "O livro na era digital", de Ednei Procópio. Disciplina de Produção Editorial para web, curso de Produção Editorial - UFSM. Prof. Liliane Brignol

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
4,013
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
442
Actions
Shares
0
Downloads
72
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

O livro na era digital

  1. 1. O livro na era digital Produção Editorial em Hipermídia Produção Editorial - UFSM Profa. Liliane BrignolPROCÓPIO, Ednei. O livro na era digital:o mercado editorial e as mídiasdigitais. São Paulo: Giz Editorial, 2010.
  2. 2. O livro na era digital• “O livro como conhecemos não acabou. O livro apenas está evoluindo, como é de se esperar, para os novos suportes ou plataformas tecnológicas”. (p. 33)
  3. 3. Transformação do livro• Relatos orais Invenção da escrita Escrita em pedra ou rolo Caderno (séc. II) Imprensa por Gutemberg (séc. XV)
  4. 4. Revolução dos e-books• Democratização do acesso à leitura?• Centenas de livros e documentos importantes a um clique.• Ainda há limites.
  5. 5. E-book = eletronic book ou livro eletrônico • Tecnologia com múltiplas funções que permitem acesso a documentos digitais. • Funcionalidades: - Marcadores de página - Criação de biblioteca pessoal - Bloco de anotações - Publicação de e-book próprio - Controle ajustável de luminosidade - Grande capacidade de armazenamento - Controle de brilho - Memória expansível - Dicionário - Tamanho de um livro de papel - Busca por palavras ou frases - Baterias duradouras - Ajuste do tamanho ou tipo de fontes - Compatibilidade com computador - Base giratório de leitura - Peso médio: 300 gramas - Acesso online às livrarias ou bibliotecas digitais
  6. 6. Vantagens dos livros eletrônicos• portabilidade• capacidade de armazenamento• capacidade de indexação das informações de uma obra• abertura para anotações pessoais O segredo de sucesso dos livros eletrônicos enquanto negócio para o mercado editorial está na arte que converge o hardware, o software e o conteúdo.
  7. 7. O e-book em três partes• O reader (software)• O dispositivo de leitura portátil (hardware)• O livro (conteúdo)
  8. 8. Sobre o hardware• Print on demand• Papel eletrônicoSobre o conteúdo• Mais conteúdo sendo distribuído: mercado independente que se expande, copyleft (p. 66)• Papel importante dos editores: seleção e distribuição com credibilidade.• Mais do que uma questão do melhor dispositivo para leitura, questão do acervo.
  9. 9. Questões abertas• Acesso• Direitos autorais• Aspectos culturais (relação com o livro impresso e com as tecnologias digitais)• Digital rights management e o fantasma da pirataria
  10. 10. Papel do editor• E-book não concorre com as editoras, mas com as gráficas.• “O editor dos novos tempos deverá se atualizar e buscar os caminhos que o levarão a sustentar-se e manter o seu negócio na era digital. Alguns editores ainda insistem em pensar que o seu negócio é o livro e, na verdade, o negócio do editor dos novos tempos é o conteúdo.” (p.69)
  11. 11. Mudança no perfil do leitor• - Hábito de leitura mudou• - Subversão do circuito convencional de consumo de livros• - Versões traduzidas• - Fan ficcions• - Pirataria• Concorrência não do livro eletrônico com o livro impresso, mas com as mídias digitais. (p.43)
  12. 12. Gerenciamento de direitos digitais• - Caso Amazon – apagamento de obra “1984” (George Orwell) do Kindle = questão de privacidade e facilidade de controle e gerência sobre conteúdo.• - Biografia proibida do cantor Roberto Carlos (Paulo César de Araújo) = “O livro está vivo”.
  13. 13. Projetos no mercado de ebooks• Projeto Gutemberg (www.gutenberg.org) - O Projeto Gutenberg é um esforço voluntário para digitalizar, arquivar e distribuir obras culturais através da digitalização de livros. Fundado em 1971, é a mais antiga biblioteca digital. A maioria dos itens no seu acervo são textos completos de livros em domínio público. O projeto tenta torná-los tão livres quanto possível, em formatos duradouros e abertos, que possam ser usados em praticamente quaisquer computadores. 40 mil free ebooks• Google Books - O banco de dados do Google Books continua a crescer. O Google Books permite que obras de domínio público e outros materiais sem direitos autorais serem carregados em formato PDF. Quebra de paradigma sem precedentes na indústria editorial (p. 61)• Projeto Brasiliana (USP) (http://www.brasiliana.usp.br/) – mais de 5 mil títulos para consulta (doadas por Mindlin).
  14. 14. Serviços de disponibilidade de livrosnos websites dos próprios escritores ou das livrarias online• Gato Sabido (http://www.gatosabido.com.br/)• Kobo (www.kobo.com/)• Amazon (www.amazon.com/)
  15. 15. Para saber mais:• http://lerebooks.wordpress.com• http://revolucaoebook.com.br• http://www.ebookreader.com.br/Casos:• Paulo Coelho e os livros digitais - http://hypescience.com/e-book- gratis-paulo-coelho/• Stephen King - http://ebooksgratis.com.br/?s=Stephen+king#ixzz1t9KltUBD• Fran Solar - http://fransolar.com

×