REPRODUÇÃO HUMANABiologicamente o objetivo do sexo é fundir  dois grupos de informações genéticas.
PARTE MASCULINA Órgãos Masculinos:• Perceptíveis: Testículos e pênis.•Não perceptíveis: Epidídimo, duto deferente, vesícu...
Produção e Composição do Espermatozoide:Os testículos são os principais órgãos sexuaismasculinos - e elesproduzem espermat...
   Túnica Dartos O dartos é uma camada de musculatura lisa, que nos  homens é denominada túnica dartos, localizada por  ...
O PÊNIS   O pênis é feito de tecido macio e esponjoso. Quando cheio de    sangue durante a excitação e relação sexual, o...
   Liberação dos espermatozoides:   Conforme dito antes, os espermatozóides são produzidos    nos testículos. Durante a ...
A LUBRIFICAÇÃO:Um último órgão masculino é um conjunto bempequeno de glândulas, do tamanho de ervilhas,localizadas dentro...
PARTE FEMININATodos os órgãos sexuais femininos - exceto a vulva - estãolocalizados dentro do corpo. A vulva consiste de d...
PARTE EXTERNA
Os óvulos se desenvolvem dentro do ovário e são liberadospela ovulação dentro de uma espécie de tubo (o oviduto ou tubaute...
FECUNDAÇÃO
   A longa jornada até a fecundação pode durar de 12 a    48 horas. Eles têm que atravessar a barreira da    cérvix, que ...
O ovo fecundado é agora chamado de zigoto. Adespolarização causada pela penetração doespermatozóide resulta em um último c...
ANOMALIAS UTERINAS
   Útero Bicorno (útero com dois "chifres"): é o mais    comum. Em vez de parecer uma pêra de cabeça    para baixo, o úte...
Útero unicorno (útero com um "chifre"): é bemraro. O tecido que forma o útero não sedesenvolve direito na mulher, e o órgã...
Útero duplo ou didelfo: bastante raro. Équando o útero tem duas cavidades internas,sendo que cada uma delas pode levar a u...
Útero septado: a cavidade interna do útero édividida por uma parede, chamada septo. Osepto pode ir só até metade do caminh...
Retroverso: útero inclinadopara trás do abdômen.
Reprodução humana
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Reprodução humana

8,685
-1

Published on

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
8,685
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
13
Actions
Shares
0
Downloads
246
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Reprodução humana

  1. 1. REPRODUÇÃO HUMANABiologicamente o objetivo do sexo é fundir dois grupos de informações genéticas.
  2. 2. PARTE MASCULINA Órgãos Masculinos:• Perceptíveis: Testículos e pênis.•Não perceptíveis: Epidídimo, duto deferente, vesículaseminal, próstata e glândulas de Cowper.
  3. 3. Produção e Composição do Espermatozoide:Os testículos são os principais órgãos sexuaismasculinos - e elesproduzem espermatozóides e testosterona. Oespermatozóide é a célula sexual masculina (gameta).Os testículos ficam na parte externa da região principaldo corpo masculino, em uma bolsa chamada de escroto.Esta localização é importante, porque para osespermatozóides se desenvolverem corretamente elesdevem ficar a uma temperatura um pouco mais baixa(entre 35 e 36º C) do que a temperatura normal docorpo (36,5º C).O espermatozóide imaturo vai dos testículos até umtubo em espiral na superfície externa de cada um,chamado de epidídimo, onde amadurece emaproximadamente 20 dias. Ele sai do corpo através dopênis.
  4. 4.  Túnica Dartos O dartos é uma camada de musculatura lisa, que nos homens é denominada túnica dartos, localizada por baixo da pele do escroto. Nas mulheres, esta musculatura está menos desenvolvida e tem a denominação de dartos mulierbris, ficando por baixo da pele dos grandes lábios. Tem como função regular a temperatura dos testículos, promovendo assim a espermatogênese. Faz isto através da expansão ou contração da pele do escroto. A contração reduz a superfície disponível para perda de calor, aumentando assim a temperatura dos testículos. Inversamente, a expansão aumenta a superfície disponível para a troca de calor, promovendo o arrefecimento dos testículos. Este músculo atua em conjunção com o músculo cremastérico para elevar os testículos (não confundir com o reflexo cremastérico). Em homens idosos, este músculo perde o seu tónus, provocando que os testículos fiquem mais
  5. 5. O PÊNIS O pênis é feito de tecido macio e esponjoso. Quando cheio de sangue durante a excitação e relação sexual, o tecido esponjoso endurece e faz com ele fique ereto, o que é importante para sua principal função: colocar o espermatozóide dentro da mulher.
  6. 6.  Liberação dos espermatozoides: Conforme dito antes, os espermatozóides são produzidos nos testículos. Durante a relação sexual, músculos lisos se contraem e lançam espermatozóides maduros da extremidade do epidídimo através de um tubo longo (canal ou duto deferente) localizado dentro do corpo, bem embaixo da bexiga. A partir daí, os espermatozóides se misturam aos fluidos cheios de nutrientes da vesícula seminal e a uma secreção leitosa da próstata. A combinação de espermatozóides e fluidos é chamada de sêmen. O sêmen faz três coisas: Proporciona um ambiente aquoso no qual os espermatozóides podem nadar quando saem do corpo Fornece nutriente para os espermatozóides (frutose, aminoácidos, vitamina C) Protege os espermatozóides, neutralizando os ácidos presentes nos órgãos sexuais femininos Uma vez que o sêmen é produzido, ele passa por outro tubo (uretra) dentro do pênis, saindo do corpo através da abertura do pênis.
  7. 7. A LUBRIFICAÇÃO:Um último órgão masculino é um conjunto bempequeno de glândulas, do tamanho de ervilhas,localizadas dentro do corpo, na base do pênis,chamadas de glândulas bulbouretrais ou glândulas deCowper. Durante a excitação sexual, um pouquinhoantes da ejeção do esperma (ejaculação), asglândulas de Cowper liberam uma quantidademinúscula de líquido que neutraliza qualquer sinal deacidez provocada pela urina que possa ter ficado nauretra. Acredita-se também que estas secreçõesservem para lubrificar o pênis e os órgãos sexuaisfemininos durante a relação sexual.
  8. 8. PARTE FEMININATodos os órgãos sexuais femininos - exceto a vulva - estãolocalizados dentro do corpo. A vulva consiste de dois conjuntos depele dobrada (grandes lábios, pequenos lábios) que cobrem aabertura dos órgãos sexuais femininos e uma pequena saliência detecido sensível e erétil (clitóris), que é o que restou do pênis fetal.Os dois ovários são os maiores órgãos sexuais femininos, oequivalente aos testículos. Os ovários produzem os óvulos,ou ovócitos, que são os gametas femininos e produz estrogênio, ohormônio sexual feminino.Os ovários estão localizados no abdômen.
  9. 9. PARTE EXTERNA
  10. 10. Os óvulos se desenvolvem dentro do ovário e são liberadospela ovulação dentro de uma espécie de tubo (o oviduto ou tubauterina) revestido de projeções parecidas com dedos. Os óvulospassam pelas tuba uterina, onde ocorre a fecundação, indo parauma câmara de músculos chamada de útero.Durante a gravidez, ele estica até o tamanho de uma bola debasquete para alojar o bebê em desenvolvimento. A base do útero(pescoço da pêra) é uma parede muscular chamada de cérvix oucolo do útero. Na cérvix, há uma minúscula abertura, mais oumenos do tamanho de uma cabeça de alfinete, chamada de orifícioexterno. O orifício externo é cheio de proteína (muco) que servecomo barreira na entrada do útero. A cérvix leva a outro tubomuscular de músculo liso chamado de vagina, ou canal vaginal.A vagina conecta o útero ao exterior do corpo, e sua abertura écoberta pelos grandes lábios. Recebe o pênis durante a relaçãosexual e é por onde sai o bebê durante o nascimento. Énormalmente estreita (exceto ao redor do cérvix), mas pode esticardurante a relação sexual e o parto.Finalmente, dois conjuntos de glândulas, a glândula vestibularmaior (glândula de Bartholin) e a glândula vestibular menor, estãolocalizadas em ambos os lados da vagina e drenam sua secreçãonos grandes lábios. As secreções destas glândulas lubrificam asdobras labiais durante a excitação e a relação sexual.
  11. 11. FECUNDAÇÃO
  12. 12.  A longa jornada até a fecundação pode durar de 12 a 48 horas. Eles têm que atravessar a barreira da cérvix, que vai estar fluida e aquosa se a mulher tiver acabado de ovular. Uma vez que os espermatozóides atravessaram o muco cervical, eles sobem pela superfície interna do útero até as tubas uterinas. Menos de mil espermatozóides, entre milhões, conseguem chegar até as trompas. Muitos espermatozóides ficam ao redor do óvulo na trompa. A cabeça de cada espermatozóide (acrossomo) libera enzimas que começam a quebrar a camada gelatinosa externa da membrana do óvulo, tentando penetrar nele. Assim que um único espermatozóide penetra, a membrana muda suas características elétricas (despolariza-se). Esse sinal elétrico faz com que pequenas bolsas logo abaixo da membrana (grânulos corticais) joguem seu conteúdo no espaço que rodeia o óvulo. Este conteúdo incha, empurrando os outros espermatozóides para longe do óvulo (reação cortical). Os outros espermatozóides morrem em 48 horas. A reação cortical assegura que
  13. 13. O ovo fecundado é agora chamado de zigoto. Adespolarização causada pela penetração doespermatozóide resulta em um último ciclo de divisão nonúcleo do óvulo, formando um pró-núcleo contendoapenas um grupo de informação genética. Os pró-núcleosde um óvulo se misturam com o núcleo de umespermatozóide. Assim que dois pró-núcleos se unem, adivisão celular se inicia.O zigoto em divisão é empurrado pela tuba uterina. Atémais ou menos quatro dias após a fecundação, o zigototem aproximadamente 100 células e é chamadode blástula ou blastocisto. Quando a blástula chega àparede interna do útero, flutua por uns dois dias efinalmente implanta-se na parede uterina até o sexto diaapós a fecundação. Agora que está nesta posição, elelibera gonadotrofina coriônica, que sinaliza que umagravidez se inicia.A blástula continua a se desenvolver no útero por novemeses.
  14. 14. ANOMALIAS UTERINAS
  15. 15.  Útero Bicorno (útero com dois "chifres"): é o mais comum. Em vez de parecer uma pêra de cabeça para baixo, o útero parece mais um coração, com um recorte na parte superior central. O bebê fica com menos espaço para crescer do que num útero normal.
  16. 16. Útero unicorno (útero com um "chifre"): é bemraro. O tecido que forma o útero não sedesenvolve direito na mulher, e o órgão temapenas metade do tamanho do normal. Alémdisso, só há uma tuba uterina, em vez de duas.Apesar disso, na maioria dos casos a mulhertem dois ovários.
  17. 17. Útero duplo ou didelfo: bastante raro. Équando o útero tem duas cavidades internas,sendo que cada uma delas pode levar a umcolo do útero e a uma vagina. A mulher podeassim ter duas vaginas.
  18. 18. Útero septado: a cavidade interna do útero édividida por uma parede, chamada septo. Osepto pode ir só até metade do caminho ouchegar até o colo do útero.
  19. 19. Retroverso: útero inclinadopara trás do abdômen.
  1. Gostou de algum slide específico?

    Recortar slides é uma maneira fácil de colecionar informações para acessar mais tarde.

×