Your SlideShare is downloading. ×
  • Like
Vidapassageira
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Now you can save presentations on your phone or tablet

Available for both IPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Vidapassageira

  • 226 views
Published

 

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
226
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
0
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. VVidaida PPassageiraassageira
  • 2. SSe pudéssemos ter consciência do quanto nossa vida é passageira,e pudéssemos ter consciência do quanto nossa vida é passageira, talvez pensássemos duas vezes antes de jogar foratalvez pensássemos duas vezes antes de jogar fora as oportunidades que temos de seras oportunidades que temos de ser e de fazer os outros felizes.e de fazer os outros felizes.
  • 3. MMuitas flores são colhidas cedo demais.uitas flores são colhidas cedo demais. Algumas, ainda em botão.Algumas, ainda em botão. Há sementes que nunca brotam e há aquelas floresHá sementes que nunca brotam e há aquelas flores que vivem a vida inteira até que, pétala por pétala,que vivem a vida inteira até que, pétala por pétala, tranqüilas, vividas, se entregam ao vento.tranqüilas, vividas, se entregam ao vento.
  • 4. MMas não somos adivinhos. Não sabemosas não somos adivinhos. Não sabemos por quanto tempo estaremos enfeitandopor quanto tempo estaremos enfeitando esse jardim e tampouco aquelas flores queesse jardim e tampouco aquelas flores que foram plantadas ao nosso redor.foram plantadas ao nosso redor. E descuidamos.E descuidamos. Cuidamos pouco.Cuidamos pouco. De nós , dos outros.De nós , dos outros.
  • 5. NNos entristecemos por coisas pequenasos entristecemos por coisas pequenas e perdemos minutos e horas preciosos.e perdemos minutos e horas preciosos.
  • 6. PPerdemos dias, às vezes anos.erdemos dias, às vezes anos. Nos calamos quando deveríamos falar;Nos calamos quando deveríamos falar; falamos demais quando deveríamosfalamos demais quando deveríamos ficar em silêncio.ficar em silêncio.
  • 7. NNão damos o abraço que tanto nossa almaão damos o abraço que tanto nossa alma pede porque algo em nós impede essapede porque algo em nós impede essa aproximação.aproximação.
  • 8. NNão damos um beijo carinhosoão damos um beijo carinhoso "porque não estamos acostumados com isso""porque não estamos acostumados com isso" e não dizemos que gostamos porquee não dizemos que gostamos porque achamos que o outro sabe automaticamenteachamos que o outro sabe automaticamente o que sentimos.o que sentimos.
  • 9. EE passa a noite e chega o dia, o sol nasce e adormece epassa a noite e chega o dia, o sol nasce e adormece e continuamos os mesmos, fechados em nós.continuamos os mesmos, fechados em nós. Reclamamos do que não temos,Reclamamos do que não temos, ou achamos que não temos suficiente.ou achamos que não temos suficiente.
  • 10. CCobramos.obramos. Dos outros. Da vida.Dos outros. Da vida. De nós mesmos.De nós mesmos.
  • 11. NNos consumimos.os consumimos. Costumamos comparar nossas vidas com asCostumamos comparar nossas vidas com as daqueles que possuem mais que a gente.daqueles que possuem mais que a gente.
  • 12. EE se experimentássemos nos comparar comse experimentássemos nos comparar com aqueles que possuem menos?aqueles que possuem menos? Isso faria uma grande diferença.Isso faria uma grande diferença.
  • 13. EE o tempo passa...o tempo passa...
  • 14. PPassamos pela vida, não vivemos.assamos pela vida, não vivemos. Sobrevivemos, porque não sabemosSobrevivemos, porque não sabemos fazer outra coisa.fazer outra coisa.
  • 15. AAté que, inesperadamente, acordamos.té que, inesperadamente, acordamos. E então nosE então nos perguntamos: E agora?perguntamos: E agora?
  • 16. AAgora, hoje, ainda é tempo de reconstruir algumagora, hoje, ainda é tempo de reconstruir alguma coisa, de dar o abraço amigo, de dizer uma palavracoisa, de dar o abraço amigo, de dizer uma palavra carinhosa, de agradecer pelo que temos.carinhosa, de agradecer pelo que temos.
  • 17. NNunca se é velho demais ou jovem demaisunca se é velho demais ou jovem demais para amar, dizer uma palavra gentil ou fazerpara amar, dizer uma palavra gentil ou fazer um gesto carinhoso.um gesto carinhoso.
  • 18. NNão olhe para trás.ão olhe para trás. O que passou, passou.O que passou, passou. O que perdemos, perdemos.O que perdemos, perdemos. Olhe para frente!Olhe para frente!
  • 19. AAinda é tempo de apreciar as flores que estãoinda é tempo de apreciar as flores que estão inteiras ao nosso redor.inteiras ao nosso redor.
  • 20. AAinda é tempo de voltar-se para Deus einda é tempo de voltar-se para Deus e agradecer pela vida, que mesmo passageira,agradecer pela vida, que mesmo passageira, ainda está em nós.ainda está em nós. Pense!...Pense!... Não o perca mais!...Não o perca mais!...