Your SlideShare is downloading. ×
Saber Mais
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Saber Mais

591
views

Published on

Apresentação utilizada na acção de formação "Saber Mais", sobre Ensino a Distância, no dia 17.07.2009.

Apresentação utilizada na acção de formação "Saber Mais", sobre Ensino a Distância, no dia 17.07.2009.

Published in: Education, Business

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
591
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
2
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Ensino a distância Luís Francisco Pedro | Fernando Ramos [DeCA-UA] Programa Saber Mais | 17.07.2009
  • 2. Ideias-chave • Conhecimento aka troca de galhardetes • EaD - definição e breve historial • Clarificação de confusões terminológicas • Estrutura de um sistema de EaD • A tecnologia, claro! • A pedagogia, claro! • Exemplos e o trabalho de avaliação deste módulo Luís Pedro | Fernando Ramos | DeCA-UA | 17.07.2009
  • 3. Conhecimento • Quem sou eu? • Quem são vocês? • Quais são os nossos contextos? • Onde/como podemos fazer/ser a diferença? Luís Pedro | Fernando Ramos | DeCA-UA | 17.07.2009
  • 4. Quem sou eu? Novas Tecnologias da Comunicação; Tecnologia Educativa; Mestrado em Comunicação Multimédia; Programa Doutoral em Multimédia em Educação; Programa Doutoral em Informação e Comunicação em Plataformas Digitais; ... Luís Pedro | Fernando Ramos | DeCA-UA | 17.07.2009
  • 5. Conhecimento • Quem são vocês? • Quais são os nossos/vossos contextos? • Onde/como podemos fazer/ser a diferença? Luís Pedro | Fernando Ramos | DeCA-UA | 17.07.2009
  • 6. EaD: definição “O EaD é uma acção educativa onde a aprendizagem é realizada com uma separação física (geográfica e/ou temporal) entre alunos e professores. Este distanciamento pressupõe que o processo comunicacional seja feito mediante a separação temporal, local ou ambas entre a pessoa que aprende (aluno) e a pessoa que ensina (professor).” (Santos, 2000) “Distance learning involves interaction at a distance between instructor and learners, and enables timely instructor reaction to learners. Simply posting or broadcasting learning materials to learners is not distance learning. Instructors must be involved in receiving feedback from learners” (Tsai & Machado, s/d) --> dimensões de separação | agentes e processo | interacção | feedback Luís Pedro | Fernando Ramos | DeCA-UA | 17.07.2009
  • 7. EaD: breve historial • Ensino por correspondência (troca de documentos em papel) • Tele-Educação (difusão, troca de documentos em papel) • Serviços telemáticos (bidireccionalidade, comunicação assíncrona e alargada - professor--> alunos, alunos --> alunos) • Comunidades virtuais e e-learning (interacções síncronas e assíncronas, aulas colaborativas) • m-learning • u-learning Luís Pedro | Fernando Ramos | DeCA-UA | 17.07.2009
  • 8. Clarificação terminológica “E-learning is mostly associated with activities involving computers and interactive networks simultaneously. The computer does not need to be the central element of the activity or provide learning content. However, the computer and the network must hold a significant involvement in the learning activity.” “Distance learning involves interaction at a distance between instructor and learners, and enables timely instructor reaction to learners. Simply posting or broadcasting learning materials to learners is not distance learning. Instructors must be involved in receiving feedback from learners.” (Tsai & Machado, s/d) Open Learning “creates web-based courses that are designed so that students can learn effectively without an instructor. In addition, the courses are often used by instructors to support and complement face-to-face classroom instruction. Our evaluation efforts have investigated OLI courses’ effectiveness in both of these instructional modes – stand-alone and hybrid.” (Open Learning Initiative) Luís Pedro | Fernando Ramos | DeCA-UA | 17.07.2009
  • 9. Open Learning Initiative Luís Pedro | Fernando Ramos | DeCA-UA | 17.07.2009
  • 10. EaD: Open and Distance Learning “The term open and distance learning reflects both the fact that all or most of the teaching is conducted by someone removed in time and space from the learner, and that the mission aims to include greater dimensions of openness and flexibility, whether in terms of access, curriculum or other elements of structure.” (UNESCO - Open and Distance Learning) --> abertura --> flexibilidade --> abertura e flexibilidade estrutural Luís Pedro | Fernando Ramos | DeCA-UA | 17.07.2009
  • 11. Vantagens • Flexibilidade geográfica • Flexibilidade temporal • Conveniência • Adequação aos ritmos de aprendizagem • Competências sociais e inter-pessoais Luís Pedro | Fernando Ramos | DeCA-UA | 17.07.2009
  • 12. Desvantagens • Custos tecnológicos • Planificação cuidada • Disciplina • “Qualidade” do feedback • Abrangência dos cursos • Consciencialização dos empregadores • Isolamento social (?) Luís Pedro | Fernando Ramos | DeCA-UA | 17.07.2009
  • 13. Modalidades de EaD • Integralmente a distância • Misto • Motivos para adopção de cada uma das modalidades: • LLL • >23 • autonomia • colaboração Luís Pedro | Fernando Ramos | DeCA-UA | 17.07.2009
  • 14. Estrutura de um sistema de EaD • Materiais e conteúdos • Professores/Formadores/Moderadores • Sistemas de interacção (síncrono, assíncrono) • Tecnologias • Sistemas de avaliação Luís Pedro | Fernando Ramos | DeCA-UA | 17.07.2009
  • 15. Estrutura: professores/formadores/moderadores • Concepção (modelo, método, ambiente, conteúdos, actualizações) • Tutoria (acompanhamento pedagógico) • Avaliação (criação, realização) Luís Pedro | Fernando Ramos | DeCA-UA | 17.07.2009
  • 16. Estrutura: tecnologias • Infra-estrutura • Condições e logística de acesso • Acompanhamento e monitorização • Literacia • Submissão a objectivos pedagógicos Luís Pedro | Fernando Ramos | DeCA-UA | 17.07.2009
  • 17. Estrutura: avaliação • ... dos alunos (conhecimentos e competências) • ... da formação (adequação dos objectivos, metodologia, avaliação) • ... do sistema de EaD (modelo, tecnologias, organização, tipo de avaliação, duração, plano de acção) Luís Pedro | Fernando Ramos | DeCA-UA | 17.07.2009
  • 18. O papel da tecnologia no EaD • Abertura • Flexibilidade • Interacção • Participação colaboração e partilha • Comunidade • Web 2.0 --> atitude Luís Pedro | Fernando Ramos | DeCA-UA | 17.07.2009
  • 19. Abordagens pedagógicas • Socialização • Interacção! • Sentido de comunidade • Moderação e regulação • Acompanhamento • Cenários criativos e motivadores --> forçar dependências e comunicação/ colaboração/participação dos alunos Luís Pedro | Fernando Ramos | DeCA-UA | 17.07.2009
  • 20. Exploração de tecnologias de suporte • LMS (BlackBoard) • Web 2.0 (Ning, MundoMac, Wiki MMEd, Thinkster) • SAPO Campus Luís Pedro | Fernando Ramos | DeCA-UA | 17.07.2009
  • 21. E em Angola? • Quais os constrangimentos de implementação das diferentes modalidades de EaD no contexto educativo e cultural Angolano? • O que deve contemplar um plano de acção de implementação de soluções de EaD em Angola? Luís Pedro | Fernando Ramos | DeCA-UA | 17.07.2009