• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Pd mcmm 2011_12_005
 

Pd mcmm 2011_12_005

on

  • 2,150 views

 

Statistics

Views

Total Views
2,150
Views on SlideShare
710
Embed Views
1,440

Actions

Likes
0
Downloads
27
Comments
0

2 Embeds 1,440

http://investigacao-mcmm.blogs.ua.sapo.pt 1439
http://blogs.ua.sapo.pt 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Pd mcmm 2011_12_005 Pd mcmm 2011_12_005 Presentation Transcript

    • Luís Pedro | UA | DeCA | MCMM | Projeto de Dissertação 25 11 2011projeto de dissertação Luís Francisco Pedro MCMM U. Aveiro 25.11.2011
    • Luís Pedro | UA | DeCA | MCMM | Projeto de Dissertação 25 11 2011 agendacaracterização e definição dos processos deamostragem e instrumentação tipos de amostragem dados, validade, fiabilidade e objetividade instrumentos de recolha de dados
    • Luís Pedro | UA | DeCA | MCMM | Projeto de Dissertação 25 11 2011 amostragema maior parte das pessoas baseia as suas conclusõesacerca de um determinado fenómeno/situação baseando-se na experiência que observa com um pequeno grupo deindivíduosuma das etapas mais importantes num projeto deinvestigação é a seleção dos indivíduos que vão participar(ser observados, analisados e/ou questionados) no estudoo processo de seleção desses indivíduos tem a designaçãode amostragem
    • Luís Pedro | UA | DeCA | MCMM | Projeto de Dissertação 25 11 2011 amostra e populaçãouma amostra num projeto de investigação diz respeitoa um grupo de indivíduos a partir do qual obtemosinformaçãoo grupo maior a que esperamos aplicar/generalizar osresultados é designado por população
    • Luís Pedro | UA | DeCA | MCMM | Projeto de Dissertação 25 11 2011 população-alvo vs acessívela população-alvo, no entanto, raramente está acessívelo investigador, deste modo, está condicionado atrabalhar com a população acessívelquanto mais restrita for a definição da população,maior será a poupança de tempo e esforço mas,também, a dificuldade de generalização
    • Luís Pedro | UA | DeCA | MCMM | Projeto de Dissertação 25 11 2011 métodos aleatórios de amostragemamostragem aleatória simples método de amostragem em que qualquer membro da população tem hipóteses iguais de ser selecionado quanto maior for a amostragem maior a probabilidade de representatividade (embora sem garantias).
    • Luís Pedro | UA | DeCA | MCMM | Projeto de Dissertação 25 11 2011 métodos aleatórios de amostragemamostragem aleatória estratificada processo pelo qual alguns sub-grupos - estratos - são selecionados para a amostra na mesma proporção em que existem na população este método aumenta a probabilidade de representatividade, especialmente se a população não for muito numerosa
    • Luís Pedro | UA | DeCA | MCMM | Projeto de Dissertação 25 11 2011 métodos não probabilísticos de amostragemamostragem sistemática cada n indivíduo na população é selecionado para a amostra intervalo de amostragem: distância - na lista de indivíduos - entre cada um dos indivíduos selecionados ratio de amostragem: percentagem de indivíduos selecionados
    • Luís Pedro | UA | DeCA | MCMM | Projeto de Dissertação 25 11 2011 métodos não probabilísticos de amostragemamostragem por conveniência muitas vezes é extremamente difícil selecionar uma amostra aleatória ou até uma amostra sistemática nestes casos, o investigador pode selecionar uma amostra de conveniência a amostra sofrerá, como é óbvio, enviesamentos e não poderá ser considerada representativa
    • Luís Pedro | UA | DeCA | MCMM | Projeto de Dissertação 25 11 2011 métodos não probabilísticos de amostragemamostragem intencional intenção do investigador - baseada no seu conhecimento prévio ou no propósito da investigação - na escolha da amostra difere da amostra de conveniência pelo facto de ser um ato volitivo e pensado por parte do investigador altamente discutível e rebatível em termos de generalização de resultados
    • Luís Pedro | UA | DeCA | MCMM | Projeto de Dissertação 25 11 2011métodos não probabilísticos deamostragem Blaxter et al., 2006:163
    • Luís Pedro | UA | DeCA | MCMM | Projeto de Dissertação 25 11 2011 o que são dados?dados = informação obtida através da investigaçãoinformação demográfica (idade, sexo, etnia, religião,...);resultados de testes; respostas a uma entrevista doinvestigador; respostas a questionários; ensaios; logs;documentos oficiais, etc...
    • Luís Pedro | UA | DeCA | MCMM | Projeto de Dissertação 25 11 2011 acerca dos dados?dados primáriosdados secundáriosmuitas vezes é possível recolher e analisar dadossecundários, ganhando tempo para outras tarefasfontes possíveis:INE: www.ine.ptPORDATA: www.pordata.pt
    • Luís Pedro | UA | DeCA | MCMM | Projeto de Dissertação 25 11 2011 instrumentaçãoo processo de preparação de recolha de dados énormalmente designado por instrumentaçãoenvolve a seleção e/ou o desenho dos instrumentosmas também os procedimentos e as condições da suaadministração/aplicação
    • Luís Pedro | UA | DeCA | MCMM | Projeto de Dissertação 25 11 2011 instrumentação: notas importantesonde serão recolhidos os dados?quando serão recolhidos os dados?com que frequência serão recolhidos os dados?quem vai recolher os dados?como vão ser recolhidos os dados?questões a responder ANTES da recolha de dados
    • Luís Pedro | UA | DeCA | MCMM | Projeto de Dissertação 25 11 2011 validade, fiabilidade e objetividadevalidadeos instrumentos utilizados medem exatamente o que ésuposto medirem?influência direta nas inferências feitas a partir dosdados recolhidos
    • Luís Pedro | UA | DeCA | MCMM | Projeto de Dissertação 25 11 2011 validade, fiabilidade e objetividadefiabilidadeteste-piloto (deteção de inconsistências,ambiguidades, redundâncias, etc...)consistência nos padrões de resposta (a questão dos20s e dos 19s)controlo do efeito de posicionamento (as pessoastendem a ficar “cansadas” e a responder de formaautomática quando o questionário é muito longo)
    • Luís Pedro | UA | DeCA | MCMM | Projeto de Dissertação 25 11 2011 validade, fiabilidade e objetividadeobjetividadeausência de elementos/julgamentos subjetivos
    • Luís Pedro | UA | DeCA | MCMM | Projeto de Dissertação 25 11 2011 instrumentos de recolha de dadosfunção --> recolha de dados que permitam responder àsquestões de investigação (ou aos seus indicadores -modelo de análise)responsabilidadeinvestigador (grelhas de observação, escalas de avaliação,checklists de performance, registos anedotais, logs, ...)participantes (questionários, checklists, escalas de atitude,inventários/testes de personalidade, testes de aptidão/performance, ...)
    • Luís Pedro | UA | DeCA | MCMM | Projeto de Dissertação 25 11 2011 técnicas e instrumentostécnicas:observaçãoinquéritoanáliseinstrumentos:inquérito por questionárioinquérito por entrevista
    • Luís Pedro | UA | DeCA | MCMM | Projeto de Dissertação 25 11 2011 inquérito por questionárioimportância da fiabilidade e validade (porespecialistas) e da realização de testes-pilotoimportância da dimensãoimportância da adequação do tipo de perguntas aoque se pretende, efetivamente, medir/saber
    • Luís Pedro | UA | DeCA | MCMM | Projeto de Dissertação 25 11 2011inquérito por questionário Blaxter et al., 2006:181
    • Luís Pedro | UA | DeCA | MCMM | Projeto de Dissertação 25 11 2011inquérito por questionário Blaxter et al., 2006:181
    • Luís Pedro | UA | DeCA | MCMM | Projeto de Dissertação 25 11 2011 inquérito por questionáriodicas importantes:. escalas ímpares e pares. respostas abertas. perguntas hipotéticas.... formulação na negativa/dupla negativaex: “Não acha que ser adepto do SLB é má uma ideia?”
    • Luís Pedro | UA | DeCA | MCMM | Projeto de Dissertação 25 11 2011 inquérito por questionárioexemplos interessantes :ICT in Europes schools: http://essie.eun.org/information;jsessionid=38CB7C00BDBF0DAE72DB80C11F5490ABUGC: http://www.edu-inno.bme.hu/surveys/Concede/survey.php?lang=2
    • Luís Pedro | UA | DeCA | MCMM | Projeto de Dissertação 25 11 2011 inquérito por entrevistaadequado a situações em que se quer obter mais informaçãopara além de uma mera resposta do tipo sim/não ou de umposicionamento numa escalaestruturada, semi-estruturada, abertapode ocorrer apenas com um participante ou com um grupode participantes, formado em função dos objetivos deinvestigação: perfis similares (para confirmar padrões) ouperfis distintos (para gerar controvérsia e construir/validarhipóteses de resposta)
    • Luís Pedro | UA | DeCA | MCMM | Projeto de Dissertação 25 11 2011inquérito por entrevista Blaxter et al., 2006:176
    • Luís Pedro | UA | DeCA | MCMM | Projeto de Dissertação 25 11 2011 atividade projeto dissertaçãoQuem serão os participantes no meu estudo? Comoserão selecionados?Que dados necessito para o meu estudo, em funçãodas minhas questões de investigação/modelo deanálise?Como vou recolher os dados para o meu estudo? Queinstrumentos preciso de adaptar/criar/validar e aplicar?