Pd mcmm 2010_11_aula4

1,902 views
1,840 views

Published on

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
1,902
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
142
Actions
Shares
0
Downloads
68
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Pd mcmm 2010_11_aula4

  1. 1. Luís Pedro | UA | DeCA | MCMM | Projecto de Dissertação 15 10 2010 Projecto de dissertação Luís Francisco Pedro MCMM U. Aveiro 15.10.2010
  2. 2. Luís Pedro | UA | DeCA | MCMM | Projecto de Dissertação 15 10 2010 setting the stage... --> que propósito, qual a natureza da minha investigação?
  3. 3. Luís Pedro | UA | DeCA | MCMM | Projecto de Dissertação 15 10 2010 setting the stage... --> exploratório? --> descritivo? --> explanatório? --> interpretativo?
  4. 4. Luís Pedro | UA | DeCA | MCMM | Projecto de Dissertação 15 10 2010 exploratório adequado para perceber o que está a acontecer estudos úteis especialmente quando não se conhece o suficiente acerca de um fenómeno pode ter um papel quase de “estudo piloto”, i.e., um estudo inicial para aferir se vale a pena prosseguir com uma dada linha de investigação
  5. 5. Luís Pedro | UA | DeCA | MCMM | Projecto de Dissertação 15 10 2010 exploratório estes estudos podem ser conduzidos através de (Saunders et al., 2007): --> revisão da literatura --> conversas com especialistas da área --> realização do focus groups --> tendo estabelecido o constructo ou enfoque fundamental pode ser possível passar para outro tipo de estudos (explanatórios ou interpretativos)
  6. 6. Luís Pedro | UA | DeCA | MCMM | Projecto de Dissertação 15 10 2010 descritivo deve fornecer um snapshot de um fenómeno e das circunstâncias/contextos da sua ocorrência e/ou ainda da relação entre fenómenos
  7. 7. Luís Pedro | UA | DeCA | MCMM | Projecto de Dissertação 15 10 2010 explanatório aka explicativo tipicamente reforça e aprofunda os estudos descritivos enquanto os estudos descritivos se preocupam com questões que envolvem “o quê”, os estudos explanatórios pretendem explorar o “porquê” e o “como”
  8. 8. Luís Pedro | UA | DeCA | MCMM | Projecto de Dissertação 15 10 2010 interpretativo adequados para a exploração das experiências das pessoas e, sobretudo, das suas motivações e perspectivas acerca dessas experiências tipicamente indutivos e associados a abordagens qualitativas de investigação
  9. 9. Luís Pedro | UA | DeCA | MCMM | Projecto de Dissertação 15 10 2010 pergunta(s) de investigação têm uma ligação próxima com a revisão de literatura mas também com a componente metodológica como veremos
  10. 10. Luís Pedro | UA | DeCA | MCMM | Projecto de Dissertação 15 10 2010 pergunta(s) de investigação todos os planos de investigação devem conter perguntas de investigação que sejam, simultaneamente, investigáveis e explícitas
  11. 11. Luís Pedro | UA | DeCA | MCMM | Projecto de Dissertação 15 10 2010 pergunta(s) de investigação (O’Leary, 2004) a) definem uma investigação e o seu propósito fundamental (descobrir, explorar, explicar ou comparar) e a relação prevista entre conceitos (correlação, por exemplo) b) estabelecem fronteiras para a investigação (resposta da literatura às perguntas; em caso negativo, pode indiciar uma nova área importante de investigação --> mudança da pergunta)
  12. 12. Luís Pedro | UA | DeCA | MCMM | Projecto de Dissertação 15 10 2010 pergunta(s) de investigação c) fornecem direcção, apontando teorias/autores/ modelos relevantes e as abordagens metodológicas adequadas para chegar a respostas
  13. 13. Luís Pedro | UA | DeCA | MCMM | Projecto de Dissertação 15 10 2010 pergunta(s) de investigação maior desafio: temáticas abragentes --> perguntas finitas e objectivas solução possível: descoberta de um ângulo (O’Leary, 2004) de aproximação
  14. 14. Luís Pedro | UA | DeCA | MCMM | Projecto de Dissertação 15 10 2010 pergunta(s) de investigação --> o que é que os investigadores mais relevantes na área andam a discutir? --> que lacunas se podem identificar na literatura?
  15. 15. Luís Pedro | UA | DeCA | MCMM | Projecto de Dissertação 15 10 2010 pergunta(s) de investigação vamos considerar o seguinte: “o abuso/dependência de álcool é um problema?” --> o que significa “abuso”? --> um problema para quem?
  16. 16. Luís Pedro | UA | DeCA | MCMM | Projecto de Dissertação 15 10 2010 pergunta(s) de investigação questão tipo de questão comentários Que alterações no consumo de álcool se verificaram nos descritiva últimos 10 anos? Será que níveis elevados de relação entre 2 variáveis e consumo de álcool conduzem explanantória aponta uma relação causal ao absentismo laboral? A que se deve a dependência tenta identificar temas para de álcool nos adolescentes exploratória exploração com <16 anos? Qual é o impacto da procura compreender a dependência de álcool na interpretativa perspectiva das pessoas vida familiar? Gray (2009)
  17. 17. Luís Pedro | UA | DeCA | MCMM | Projecto de Dissertação 15 10 2010 em suma... perguntas da investigação devem ser: - exequíveis (tempo, energia, dinheiro) - claras (sem ambiguidade, termos consensuais) - significativas (desenvolvimento da sociedade) - relevantes (para o investigador e para a comunidade) - éticas (não prejudicam ou causam danos à sociedade)
  18. 18. Luís Pedro | UA | DeCA | MCMM | Projecto de Dissertação 15 10 2010 wth? is God good? what is the best way to teach grammar? what would schools be like today if World War II had not occurred? Fraenkel & Wallen (2003:29)
  19. 19. Luís Pedro | UA | DeCA | MCMM | Projecto de Dissertação 15 10 2010 actividade videogame addiction o que é?
  20. 20. Luís Pedro | UA | DeCA | MCMM | Projecto de Dissertação 15 10 2010 actividade “Psychiatrists are concerned about the wellbeing of children who spend so much time with video games that they fail to develop friendships, get appropriate outdoor exercise or suffer in their schoolwork. Certainly a child who spends an excessive amount of time playing video games may be exposed to violence and may be at higher risks for behavioral and other health problems” In: http://www.sciencedaily.com/releases/2007/06/070625133354.htm
  21. 21. Luís Pedro | UA | DeCA | MCMM | Projecto de Dissertação 15 10 2010 actividade vídeo - TED with David Perry
  22. 22. Luís Pedro | UA | DeCA | MCMM | Projecto de Dissertação 15 10 2010 actividade “I’m a videogame addict and it’s not because a certain number of hours I spent playing or nights i have gone without sleep to finish the next level (...) it’s because I had life altering experiences in virtual spaces and videogames begun to write my own understanding of what is real and what is not”.
  23. 23. Luís Pedro | UA | DeCA | MCMM | Projecto de Dissertação 15 10 2010 actividade exploratório, descritivo, explanatório e interpretativo 4 grupos --> fundamentar a opção e construir uma pergunta de investigação
  24. 24. Luís Pedro | UA | DeCA | MCMM | Projecto de Dissertação 15 10 2010 abordagens metodológicas pragmatismo: a secção da metodologia justifica a abordagem metodológica e deve resultar, de uma forma clara, das perspectivas assumidas nas questões de investigação
  25. 25. Luís Pedro | UA | DeCA | MCMM | Projecto de Dissertação 15 10 2010 abordagens metodológicas - metodologia de investigação - descrição/fases do estudo - amostra/participantes no estudo - técnicas e instrumentos de recolha de dados - técnicas e procedimentos de análise de dados
  26. 26. Luís Pedro | UA | DeCA | MCMM | Projecto de Dissertação 15 10 2010 abordagens metodológicas --> questão fundamental e PRÉVIA: abordagem quantitativa, qualitativa ou mista? --> organizem-se :-)
  27. 27. Luís Pedro | UA | DeCA | MCMM | Projecto de Dissertação 15 10 2010 abordagens metodológicas pressupostos epistemológicos (qn) factos e emoção podem ser separados, a realidade é uma entidade única, composta por factos que podem ser descobertos; (ql) o mundo é composto por múltiplas realidades, construídas socialmente através de diferentes perspectivas sobre a mesma situação.
  28. 28. Luís Pedro | UA | DeCA | MCMM | Projecto de Dissertação 15 10 2010 abordagens metodológicas propósitos (qn) estabelecimento de relações entre variáveis e procura das causas dessas relações (ql) compreensão das situações e eventos do ponto de vista do participante
  29. 29. Luís Pedro | UA | DeCA | MCMM | Projecto de Dissertação 15 10 2010 abordagens/metodologia
  30. 30. Luís Pedro | UA | DeCA | MCMM | Projecto de Dissertação 15 10 2010 metodologia de investigação
  31. 31. Luís Pedro | UA | DeCA | MCMM | Projecto de Dissertação 15 10 2010 o método científico 5 etapas básicas: - identificar um problema ou questão - clarificar o problema - determinar a informação necessária e como a obter - organizar a informação - interpretar os resultados
  32. 32. Luís Pedro | UA | DeCA | MCMM | Projecto de Dissertação 15 10 2010 metodologia “(...) corpo orientador da pesquisa que, obedecendo a um sistema de normas, torna possíveis a selecção e articulação de técnicas, no intuito de se poder desenvolver o processo de verificação empírica” Pardal e Correia (1995: 10)
  33. 33. Luís Pedro | UA | DeCA | MCMM | Projecto de Dissertação 15 10 2010 metodologia: experimental pressuposto de procura da verdade (em oposição à procura de uma perspectiva) utiliza normalmente métodos e técnicas quantitativas abordagem dedutiva no desenho da investigação intenção: produção de resultados objectivos, válidos e replicáveis (pelo investigador e por outros)
  34. 34. Luís Pedro | UA | DeCA | MCMM | Projecto de Dissertação 15 10 2010 metodologia: experimental manipulação de uma dada variável por forma a testar hipóteses e relações de causa-efeito; normalmente implica a formação de 2 grupos (experimental e de controlo) e a verificação de resultados numa dada variável(eis) dependente(s), em função da manipulação de uma dada variável(eis) independente(s); importância dos procedimentos de amostragem aleatória e representativa na formação dos grupos; importância do controlo de variáveis externas; normalmente, os resultados válidos para a amostra são generalizáveis para a população.
  35. 35. Luís Pedro | UA | DeCA | MCMM | Projecto de Dissertação 15 10 2010 metodologias (quasi e não) experimentais quando não existe controlo total sobre o quem, o quê, o como, o quando e o onde o procedimento deixa de ser verdadeiramente experimental o aspecto mais comum a este nível está relacionado com os procedimentos aleatórios e representativos de amostragem
  36. 36. Luís Pedro | UA | DeCA | MCMM | Projecto de Dissertação 15 10 2010 metodologias (quasi e não) experimentais
  37. 37. Luís Pedro | UA | DeCA | MCMM | Projecto de Dissertação 15 10 2010 metodologia: comparativa aka ex post facto (“after the fact”) semelhante à pesquisa experimental mas...; não há manipulação da variável independente: o investigador detecta e explora uma diferença já existente; ou seja, a formação dos grupos é directa e espontânea e resulta da definição concreta da variável a ser estudada; importância do controlo de variáveis externas; limitações: generalização.
  38. 38. Luís Pedro | UA | DeCA | MCMM | Projecto de Dissertação 15 10 2010 metodologia: survey pretende descrever determinadas características de uma amostra/população relativamente a uma ou mais variáveis; cross-sectional ou longitudinal (diferença nos momentos no tempo em que o levantamento é feito); procedimento útil para estudos exploratórios e/ou descritivos; vantagens: conhecimento directo da realidade, quantificação, rapidez; limitações: pouca profundidade (?), fraca percepção e apreensão de fenómenos evolutivos (cross-sectional)
  39. 39. Luís Pedro | UA | DeCA | MCMM | Projecto de Dissertação 15 10 2010 cut to: abordagens qualitativas na próxima aula...
  40. 40. Luís Pedro | UA | DeCA | MCMM | Projecto de Dissertação 15 10 2010 actividade projecto dissertação How B|P Researched Spore (SAPO Campus blogs + vídeos) problema? metodologia normalmente utilizada? problemas nessa metodologia? nova abordagem metodológica? resultados http://boltpeters.com/blog/?p=50 http://boltpeters.com/blog/?p=95
  41. 41. Luís Pedro | UA | DeCA | MCMM | Projecto de Dissertação 15 10 2010 actividade seminário Teorias, modelos e autores relevantes para a minha investigação (justificar os 3 mais importantes) Alerta: índice provisório do enquadramento teórico (05.11)

×