• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Como fundar ulas
 

Como fundar ulas

on

  • 239 views

 

Statistics

Views

Total Views
239
Views on SlideShare
239
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
1
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Como fundar ulas Como fundar ulas Document Transcript

    • AEBP Associação Escoteira Baden-Powell 11 Passos para Fundar um Grupo Escoteiro Baseado na idéia do Grupo Nacional de Escoteiros do Chile Associação dos Escoteiros do México WFIS = Federação Mundial dos Escoteiros Independentes AEBP = Associação Escoteira Baden-Powell Literatura básica para todos os membros Brasil 2008 Prefacio Este trabalho está dirigido para aquelas pessoas, órgãos e instituições que compreendendo o valor do escotismo como auxiliar no método educativo, que desejam organizar um Grupo Escoteiro Independente em sua comunidade ou qualquer outro local. Aqui você encentrara sugestões mínimas para iniciar os passos necessários para a organização de um Grupo Escoteiro Independente. No Brasil: WFIS = Federação Mundial dos Escoteiros Independentes AEBP = Associação Escoteira Baden-Powell Ao longo deste país, terás muito gosto em prestar todas as informações que precisa, e toda assessoria técnica e jurídica, para esta empreitada. Temos plena certeza que em alguma oportunidade já tenham visto os escoteiros, ou simplesmente já tenham ouvido a falar a respeito, por meio de outras pessoas. Qualquer que tenha sido a situação desejamos agora que inicie sua exploração no caminho do Movimento Escoteiro Independente, e descubra mediante o conteúdo deste trabalho uma série de respostas que em alguma oportunidade já tenha feito. O que é o Escotismo: O Escotismo é um Método Educacional, integral que complementa o trabalho da família da escola e de qualquer outra instituição, que busca a contribuir na formação do caráter de seus membros beneficiários, quer jovens (na formação) quer adultos (na lapidação), estimulando-os ao cumprimento de seus deveres cívicos e religiosos, através do compromisso, assumido livremente para os princípios de disciplina, lealdade e ajuda ao AEBP Associação Escoteira Baden Powell Avenida Procópio Gomes, 187 82 202-300 Joinville – SC contato@aebp.org.br – www.aebp.org.br
    • AEBP Associação Escoteira Baden-Powell próximo, preparando-os para satisfazer a si mesmo e ajudar-lhe a desenvolver suas pontecialidades, Físicas, Intelectuais, Sociais,Afetivas,Espirituais, e a do próprio Caráter, não só como membros de sua comunidade imediata , senão como membros de uma comunidade, municipal, estadual entre outras. Como Método educacional o escotismo é um instrumento de desenvolvimento que busca incentivar a formação de crianças, jovens, adolescentes e adultos para que consigam ser autônomos, para que possam tomar suas próprias decisões, e assumir as responsabilidades de sua própria vida.  Solidários, ao preocupar-se ativamente com os demais;  Responsáveis, Ao serem capazes de assumir os resultados de suas próprias decisões;  Capaz de assumir e manter compromissos que levam a manter os seus princípios;  Comprometidos a viver de acordo com a sua escala de valores, respeitando sempre os ideais que acredita, buscando sempre os valores contidos na Promessa e lê do Escoteiro. Como Movimento Juvenil, que vive meio da comunidade e surge dela, o escotismo promove no jovem uma integração solidária na vida de cidadão, estimulando o compromisso com a historia e o destino de seu país. O Método Escoteiro se apresenta cada vez mais como uma resposta às aspirações e necessidades da infância e da juventude de hoje. Esta particularidade do escotismo com a juventude e sua condição de autenticidade e fidelidade é o espírito de seu fundador Lord Baden Powell of Giwell. A criança, o adolescente e o jovem são o centro do objetivo pedagógico, razão e causa da participação dos adultos no Movimento Escoteiro, vocação e justificativa do seu papel como dirigente e educador. O Escotismo em um método ativo de educação desenvolve a imaginação e a responsabilidade dos jovens, proporcionando-lhes atividades progressivas, atraente e variadas, que os transformam no agente principal de sua própria formação. O Método Escoteiro é essencialmente criativo e dinâmico. Seu conteúdo e método de execução estão vinculados ao espírito de seu fundador. A vida ao ar livre, em contato com a natureza, é a expressão original do Método Escoteiro. Por seu intermédio, a criança, o jovem e o adolescente, aprendem a confiar em si mesmo, onde utiliza seu próprio físico, praticando o trabalho em equipe, se libertando das aparências e convencionalismo da vida urbana regrada e confinada. Descobrindo assim na ordem do criador o retorno aos sentimentos e fundamentos que dá o sentido da vida humana. Reconhecimento Legal: AEBP Associação Escoteira Baden Powell Avenida Procópio Gomes, 187 82 202-300 Joinville – SC contato@aebp.org.br – www.aebp.org.br
    • AEBP Associação Escoteira Baden-Powell A AEBP tem por finalidade praticar o escotismo, segundo os escritos originais legados à humanidade pelo Lord Baden-Powell of Gilwell, tendo como método o exposto no “Scouting for Boys” e criar um ambiente de paz, tranqüilidade, harmonia, progresso pessoal e cordial convivência com todos. Para ser uma ULA (Unidade Local Associada) é necessário que sua unidade cumpra todos os quesitos legais, formar uma Diretoria, Criar ou adotar um Estatuto próprio, fazer tempestivamente os registros pertinentes, conforme requer o Código Civil, solicitar o seu registro no CNPJ (Conselho Nacional de Pessoas Jurídicas.Portanto), quem assim fizer diferente, está cometendo ilegalidades. Há uma anuidade para cada individuo inscrito, optando ou não por uma “carteirinha” com validade indeterminada. Considera-se que a AEBP adotou a estratégia de uma contribuição inicial, que pode ser quitada de acordo com seu caixa. Isso para evitar que uma enxurrada de membros de outras associações venham com a finalidade de trazer preocupações para a AEBP. A AEBP não possui outras anuidades tais como, para com a Região, Distrito, Setor entre outras possíveis taxas. A AEBP procura ser uma associação extremamente enxuta administrativamente, pois subentende-se que sem dinheiro, atrairemos um perfil de voluntários devotados inteiramente ao trabalho. Quanto aos treinamentos de seus adultos entre outros, será feito nas ULAs, de acordo com os meios, objetivos e disponibilidades. Assim sua ULA pode convidar quem quiser para fazer cursos, workshops, palestras, assessoria, consultoria. Como poderá convidar membros da AEBP ou de outra associação escoteira, religiosos, pessoa de sua confiança enfim. E a pauta são as ULAs que a fazem. Para nós, todos são independentes, tal qual determina a Constituição Federal. A AEBP cuida apenas do curso da Wood Beads e igualmente da 3ª e 4ª contas da Wood Beads. Quem normalmente está interessado em organizar um Grupo Escoteiro ? De modo geral o entusiasmo para organizar um Grupo Escoteiro nasce nos seguintes grupos de pessoas: 1. Organizações ou Instituições que compreende o valor do Movimento Escoteiro, como Método de Formação, e aí decidem criar um Grupo Escoteiro, ou vários Grupos para suprir uma determinada necessidade de atividades parecidas: Normalmente poderá ser criado em Colégios, Bairros, Clubes Desportivos, Clubes de Campo, Centros de Trabalho – para os funcionários e filhos, Centros Religiosos, Sindicatos, Instituições de Menores – quer deficientes ou não. . . 2. Grupo de pessoas adultas que se tem uma relação comum, que se tem uma idéia de criar um Grupo de Escoteiro somente para adultos; Em muitas ocasiões as AEBP Associação Escoteira Baden Powell Avenida Procópio Gomes, 187 82 202-300 Joinville – SC contato@aebp.org.br – www.aebp.org.br
    • AEBP Associação Escoteira Baden-Powell experiências já vividas infância ou na juventude de não ter sido um Escoteiro, e que agora poderá ser, e nem tão somente o impulso de organizar um Grupo Escoteiro. 3. Os mesmo jovens que motivados pelas redondezas de um Grupo Escoteiro e porque também , que nos colégios onde estudam, existem escoteiros, que se unem, e pedem ajuda dos adultos, para iniciar um outro Grupo. Quais são os passos necessários para formar um Grupo Escoteiro ? A AEBP – com desejo de auxilia-los na empreitada de organizar um Grupo Escoteiro Independente, vem através desta, enumerar uma gama de passos importantes, pelos quais deverão ser seguidos, entre uma duração de 03 a 06 meses, onde chamaremos: Projeto de Fundação de uma ULA – Unidade Local Associada - Grupo Escoteiro Independente. Cada um desses passos devem ser considerados, analisados, verificados seus objetivos, e tempo para conclusão dos trabalhos: Primeiro Passo:  Analise as circunstancias e o numero de pessoas adultas que estão ao seu redor;  Procure saber qual é o grau de comprometimento dessas pessoas;  Procure saber a quantidade de crianças,jovens, adolescente, há na região;  Se algum adulto já participou do Movimento Escoteiro;  Se alguém tem experiências administrativas – tipo de uma pequena empresa;  Marque então a primeira reunião, exponha seu ponto de vista, e sane suas duvidas; Segundo Passo:  Organize uma Diretoria, com a finalidade de se estabelecerem;  Organize-se administrativamente, conforme quesitos do Código Civil (Lavratura de atas, Registro em Cartório, Solicitação do CNPJ, Acompanhamento de um Contador, Aponte o local que acontecerão as atividades com os associados; publicação se for o caso)  Procure as informações necessárias junto da AEBP; Terceiro Passo:  Obtenha uma base bibliográfica – (Estatuto da Associação em questão – Regulamento Interno da Associação – Manuais que se fizerem necessário: – Um exemplar do ECA – Estatuto da Criança e do Adolescente – Um exemplar da Constituição Federal - Um exemplar da Declaração Universal dos Direito Humanos – entre outros que se fizer necessário e importantes)  Exemplares do Escotismo para Rapazes, entre outros editados pela AEBP – se for o caso; AEBP Associação Escoteira Baden Powell Avenida Procópio Gomes, 187 82 202-300 Joinville – SC contato@aebp.org.br – www.aebp.org.br
    • AEBP Associação Escoteira Baden-Powell  Impressos e formulários para uso interno e diversos; Quarto Passo:  Capacitação e treinamento para os Adultos: A questão é a seguinte – dividi-se em dois times, os Diretores, que são aqueles que tem por finalidade, trabalhar para que o método Escoteiro seja colocado ação, e os Chefes, que são aqueles que vestem o uniforme escoteiro e trabalha diretamente com os jovens, aplicando o Método Escoteiro;  Quanto aos treinamentos de seus adultos entre outros, será feito nas ULAs, de acordo com os meios, objetivos e disponibilidades. Assim sua ULA pode convidar quem quiser para fazer cursos, workshops, palestras, assessoria, consultoria. Como poderá convidar membros da AEBP ou de outra associação escoteira, religiosos, pessoa de sua confiança enfim. E a pauta são as ULAs que a fazem.  Para nós, todos são independentes, tal qual determina a Constituição Federal.  A AEBP cuida apenas do curso da Wood Beads e igualmente da 3ª e 4ª contas da Wood Beads. Quinto Passo:  Definir a Estrutura Básica da Associação Escoteira, ou da ULA dentro dos seguintes aspectos:  07 a 10 anos – trabalha-se com os Lobinhos e Lobinhas – tendo com o fundo de cena a fantasias, inspirado no Livro de Rudyard Kipling Mowgli o Menino Lobo;  11 a 14 anos – Trabalha-se com o Ramo Escoteiro (a), ou a ULA já poderá opinar em manter os Rovers ou não. Momento em que se trabalha bem as atividades de campo, onde o recomeço deve ser uma arte, o momento da reafirmação, o faz de conta já é mais intenso, o (a)jovem vive a experiência da aventura.  15 a 17 anos – Trabalha-se o Ramo Sênior / Guia – ou a Ula poderá opinar em manter os Rovers ou não. Momento em que se trabalha a busca interior, o momento é de constante contraste, onde tudo se vive intensamente, o medo, a adrenalina, a busca, a auto-afirmação, momento em que se tem a certeza de que se pode fazer o tudo.  18 a 23 anos – Trabalha-se o Pioneirismo (a), a busca de novos caminhos, grandes desafios dentre dos seus grupos de serviço e apoio, desperta-se as áreas de interesse, de uma busca da divindade, a afirmação em si, o inicio da realização profissional, e o discernimento do seu padrão de vida.  Acima dos 24 anos – opta-se para cargos na Diretoria, na Chefia propriamente dito, ou como amigo da Associação Escoteira, não assumindo cargos, porem sendo solidário a tudo e todos. Sexto Passo: AEBP Associação Escoteira Baden Powell Avenida Procópio Gomes, 187 82 202-300 Joinville – SC contato@aebp.org.br – www.aebp.org.br
    • AEBP Associação Escoteira Baden-Powell  Momento que se decide, da melhor maneira possível o Marco Simbólico. Pois é quando se dará o nome por definitivo no Grupo Escoteiro, definirá padrão de uniforme, modalidade, cores de lenço, gritos, brados, bandeiras entre outros pontos místicos, que servirá de guia a todos que ali se associarem. Sétimo Passo:  Definição do programa de atividades, onde se constitui de um calendário, onde estará definido todos os anseios buscados dentre de seus associados. Sabendo-se da importância deste marco, se faz necessário levar a cabo, todo o programado, evitando-se assim o descontentamento e anseios de quem os espelhou e aguardou para o não acontecimento da atividade. Onde a experiência tem nos mostrado, que quando isto acontece, é supra sumo esperado, a evasão de alguns membros. Oitavo passo:  A formação do Conselho de Pais, que deverá ser um organismo do Grupo Escoteiro, formato pelos pais e responsáveis pelas crianças e jovens que formam a Alcatéia, Tropa de Escoteiros (as) Rovers, ou Tropa de Seniores / Guias – e porque não pensar no apoio indireto do Ramo Pioneiro (Caminheiros). É neste ambiente, que se traduz no celeiro de potencialidades, onde sempre encontrarás respostas para quase toda duvida da seção ou propriamente dita do Grupo Escoteiro. Pensando assim, é um local, que usando-se de sua astúcia, é certo que encontrará um bom nível de Chefes ou Assistentes. Nono Passo:  Efetivamente o existir. Momento em que membros da Diretoria atuantes na ULA, deverão dar a resposta à altura, ao membro iniciante. E com isto, deverá sempre deixar pronto, para que no momento da Promessa (marco simbólico) , o recém associado receba de pronto, os seus respectivos certificados e adereços, como também a (s) sua (s) “carteirinhas” de membros promessados de um grande Movimento em Movimento, que existe no mundo há mais de 100 anos. Décimo passo:  Estabelecer entre os seus, à vontade e a perseverança, que serão a chave para o sucesso na continuidade da ULA, pois a equipe de lideres deverá enfrentar uma serie de situações que irão aparecer na medida em que a ULA avança na busca de sua consolidação definitiva. Décimo Primeiro Passo: AEBP Associação Escoteira Baden Powell Avenida Procópio Gomes, 187 82 202-300 Joinville – SC contato@aebp.org.br – www.aebp.org.br
    • AEBP Associação Escoteira Baden-Powell  Já tão logo no inicio, cada ULA, desde que esteja devidamente embasada, se auto reafirme e busque dentro dos meios que dispuser, o seu potencial místico. Buscando assim, o romance do todo o Movimento Escoteiro, e se auto evitando, a fim de evitar que tal pratique não se confunda com atos religiosas ou em crendices populares. Evitando a toda e qualquer maneira uma grande demanda para pouco rendimento. AEBP Associação Escoteira Baden Powell Avenida Procópio Gomes, 187 82 202-300 Joinville – SC contato@aebp.org.br – www.aebp.org.br