Apresentação sobre Gestão da Inovação e da Criatividade
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Apresentação sobre Gestão da Inovação e da Criatividade

on

  • 480 views

Apresentação utilizada nas aulas de Gestão do Conhecimento e Inovação da Pós Graduação Latu Sensu em Governança de Tecnologia da Informação do SENAC/Criciúma nos dias 04 e 05/10/2013

Apresentação utilizada nas aulas de Gestão do Conhecimento e Inovação da Pós Graduação Latu Sensu em Governança de Tecnologia da Informação do SENAC/Criciúma nos dias 04 e 05/10/2013

Statistics

Views

Total Views
480
Slideshare-icon Views on SlideShare
480
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
23
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Apresentação sobre Gestão da Inovação e da Criatividade Apresentação sobre Gestão da Inovação e da Criatividade Presentation Transcript

    • DISCIPLINA: GESTÃO DO CONHECIMENTO E DA INOVAÇÃO Prof. Levi Corrêa Tancredo, Esp. Gestão do Inovação e Tecnologia aplicada à Gestão do Conhecimento
    • Plano de Ensino Objetivo Capacitar os profissionais a identificar e planejar os processos sistematizados para gerenciar e criar inovações nas organizações. Ementa ● Gestão estratégica do conhecimento e da inteligência; ● Tecnologia da Informação Aplicada à Gestão do Conhecimento; ● Aprendizagem Organizacional; ● Gestão da Inovação.
    • Avaliação Instrumento de Avaliação Trabalhos em grupo Indicadores Desenvolve processos de inovação e aprendizagem organizacional aplicáveis a sua realidade profissional.
    • Cronograma* 20 e 21/09 - Gestão estratégica do conhecimento e Aprendizagem Organizacional 04 e 05/10 - Gestão da Inovação, Tecnologias Aplicadas à Gestão do Conhecimento, Estudo de caso e Alinhamento com Projeto Integrador * Essas datas poderão sofrer modificações sem prévio aviso.
    • Gestão da Inovação "Todas as inovações eficazes são surpreendentemente simples. Na verdade, maior elogio que uma inovação pode receber é haver quem diga: isto é óbvio. Por que não pensei nisso antes?" Peter Drucker
    • Introdução Antes de iniciarmos uma discussão sobre o tema, devemos conceituar o termo inovação. O que é inovação ? De acordo com Freeman: Inovação é o processo que inclui as atividades técnicas de concepção, desenvolvimento e gestão que resulta na comercialização de novos (ou melhorados) produtos, ou na criação de novos (ou melhorados) processos. Produtos ou Processos
    • Introdução A inovação é um processo tão importante que pode definir o futuro de uma empresa, pessoa ou país. Você poderia citar 3 empresas que: ● Sejam exemplos de inovação; ● Praticamente desapareceram do mapa por falta de inovação?
    • Exemplos ?
    • Exemplos ? Protótipo de Ipad em 2002 (Info exame)
    • Criatividade Para criar a inovação as pessoas devem se desvincular do que é certo! Sair do mundo em que fomos moldados e principalmente que abandonemos a zona de conforto. Porque as crianças aparecem como as mais criativas ? "Ponto de ruptura e transformação" George Land
    • Criatividade Empresas criativas são as que reúnem as contribuições de ampla variedade de pessoas e tornam a gestão eficiente da criatividade um aspecto corporativo essencial. Pontos Chaves: ● Multidiciplinaridade ● Motivação ● Liberdade
    • Criatividade (vantagens) * Quais são as vantagens de incentivar a criatividade dentro da minha empresa? • Criar diferencial e inovação nos produtos e serviços; • Capacidade de adaptação ao mercado e a novos desafios; • Maior disponibilidade e gosto pela partilha de conhecimento, ideias e experiências; • Visão orientada para o futuro; • Dinâmica, movimento e interação; • Inovação e aperfeiçoamento interno; • Valorização dos colaboradores; • Ambiente positivo; • Maior autonomia e responsabilidade dos colaboradores. * Texto retirado do site: http://www.motivo.me/tag/ser-criativo/
    • Criatividade (cuidados) * O que é que não devo dizer a um colaborador antes de avaliar a sua ideia? • “Sim, mas isso não vai funcionar.”; • “Quais foram as empresas que já fizeram isso?”; • “As tuas ideias já foram testadas no passado e até agora nenhum funcionou…”; • “Ninguém vai aprovar essa ideia.”; • “Os clientes vão estranhar a mudança.”; • “Eu sou o dono, por isso quem manda sou eu!”; • “Nem pensar nisso!”; • “Sempre fizemos desta maneira, não podemos mudar.”; • “Quem és tu para dizer que isto está mal!”; • “As regras dizem que temos de fazer assim…”. * Texto retirado do site: http://www.motivo.me/tag/ser-criativo/
    • Criatividade (avaliação) * Como é que avalio a ideia de um colaborar? • “Porque é que pensaste nesta solução?”; • “Qual a probabilidade de sucesso caso a ideia seja colocada em prática?”; • “Consideraste um plano B caso a ideia fracasse? Quais são as consequências?”; • “Quanto tempo demora a implementar a ideia?”; • “Qual o retorno que a ideia nos vai trazer?”; • “Temos os recursos suficientes para implementar a ideia?“. * Texto retirado do site: http://www.motivo.me/tag/ser-criativo/
    • Prática A criatividade é essencial para que exista inovação dentro das empresas, mas por vezes é um ponto chave que muitos empreendedores se esquecem de estimular e incentivar dentro das suas próprias empresas. Para seu grupo, qual a importância do estímulo da criatividade em uma empresa ? Método: Reflexão em grupo. Tempo: 30 min
    • Criatividade (despertar) * Como é que posso despertar a criatividade nos meus colaboradores? • Incentivar à partilha e à interajuda; • Ser humildade com os meus colaboradores; • Ouvir os meus colaboradores e dar liberdade para expressarem as suas ideias; • Oferecer formação e recursos aos meus colaboradores; • Aceitar as críticas e as sugestões dos meus colaboradores; • Criar momentos de partilha de experiências e de brainstorming; • Incentivar à pesquisa, à leitura e à investigação; • Dar tempo aos meus colaboradores para formular soluções; • Promover um ambiente positivo e de diversão responsável; • Realizar atividades exteriores com os meus colaboradores; * Texto retirado do site: http://www.motivo.me/tag/ser-criativo/
    • Criatividade (despertar) * Como é que posso despertar a criatividade nos meus colaboradores? • Ser flexível com os erros e as falhas dos meus colaboradores; • Não prejulgar os meus colabores e as suas ideias; • Não controlar e pressione constantemente os meus colaboradores; • Desafiar os meus colaboradores a simplificar um processo, a encontrar as soluções para um problema, a encontrar formas de reduzir custos ou a melhorar a qualidade de um produto; • Não ter hierarquias definidas dentro da minha empresa e trabalhar diretamente com todos os meus colaboradores; • Valorizar o espírito de iniciativa; • Pedir sempre aos meus colaboradores várias ideias ou soluções para resolver o mesmo desafio. * Texto retirado do site: http://www.motivo.me/tag/ser-criativo/
    • Ecossistema da Inovação Em um pequeno artigo o site iMaster apresenta sobre o quebra cabeça da inovação. http://imasters.com.br/artigo/24113/gerencia-de-ti/o-quebra-cabeca-da-inovacao/
    • Inovação Criatividade é essencial para que exista inovação, mas quais são as etapas para que a inovação vire produto ?
    • Etapas da inovação
    • Gestão da inovação Foresight é um processo sistemático para ver o futuro a longo prazo da ciência, da tecnologia, da economia, do meio ambiente e da sociedade, identificando as tecnologias genéricas emergentes e as áreas estratégicas de pesquisa prováveis para o campo econômico e para os benefícios sociais. Foresight é definido como uma atividade que conjuga três diferentes dimensões de um mesmo processo: ● Pensar o futuro; ● Debater o futuro; ● Modelar o futuro.
    • Prática Após um debate em pequenos grupos, diga como o grupo acredita que o Foresight pode ser projetado? Método: Reflexão em grupo. Tempo: 30 min
    • Gestão da inovação A Gestão da Inovação é o único caminho para fechar efetivamente a lacuna entre as demandas dos consumidores e o mercado cada vez mais competitivo. Inovar sem aplicar gestão é o mesmo que executar sem planejar. O ciclo de inovação, requer, para seu sucesso, um processo de gestão das ações e de aferição de resultados.
    • Gestão da inovação As empresas que pensarem de forma inovadora, no Brasil, certamente deixarão as demais para trás, visto que mesmo sendo um país criativo, nossa cultura ainda não está direcionada para a inovação plena. ● Processos e Ferramentes ● Ambiente Propício ● Funcionários como motor gerador
    • Vamos discutir um exemplo ? http://criatividadeaplicada.com/2008/03/17/os-9-principios-de-inovacao-do-google/
    • Caso de estudo: Google 1. Inovação e não a perfeição instantânea Trata-se de uma escolha difícil. Lançar um produto antes que ele esteja perfeito e ser o primeiro a comercializá-lo, ou gastar meses no seu aperfeiçoamento e se arriscar a um fracasso quando lançado no mercado? A Google optou por não esperar pela perfeição e lançar logo seus produtos. Usa as reações do mercado para refinar seus produtos de acordo com as reais necessidades dos usuários.
    • Caso de estudo: Google 2. Idéias vêm de toda parte A Google espera que todos tenham idéias: executivos, gerentes, empregados e usuários. A empresa mantém um fórum interno permanente e encoraja os empregados a publicar novas idéias e submetê-las aos seus colegas para análise e melhoria. As melhores idéias são votadas e sobem para o topo da lista. Os comentários dos colegas levam a novas e melhores idéias.
    • Caso de estudo: Google 3. Licença para seguir seus sonhos Os engenheiros podem dedicar 20% do tempo em suas idéias. Têm liberdade para escolher temas que os interessam e que julgam vir a ser valiosos para a empresa.
    • Caso de estudo: Google 4. Transforme os projetos, não os descarte Qualquer projeto que foi suficientemente bom para passar pelo processo de filtragem, mas que não foi aprovado pelos usuários, provavelmente tem uma semente ou algo interessante em algum ponto que possa ser aproveitado. A idéia deve ser trabalhada e transformada em algo que o mercado deseja.
    • Caso de estudo: Google 5. Compartilhe informações o máximo que puder Através da intranet, os empregados são informados do que está acontecendo com os negócios e o que é importante. Além disso, todos os empregados informam por e-mail o que fizeram na semana anterior. Estas informações vão para uma página na intranet. Assim qualquer um tem acesso a quem está trabalhando em que, evitando duplicidades.
    • Caso de estudo: Google 6. O foco é nos clientes, não no dinheiro A Google acredita que se concentrar nos clientes o dinheiro entra naturalmente. Se trabalhar em produtos que os usuários necessitam, eles pagarão por eles. 7. Os dados são apolíticos As decisões sobre projetos são tomadas com base em dados e não ditadas por preferências ou gostos pessoais.
    • Caso de estudo: Google 8. Criatividade ama restrições As pessoas pensam sobre a criatividade como uma coisa sem freios, mas a engenhosidade floresce em situações de restrições. Os engenheiros amam enfrentar desafios e resolver problemas difíceis. 9. Recrute pessoas brilhantes Pessoas brilhantes estabelecem para si mesmos elevados padrões de desempenho. Elas querem trabalhar em projetos importantes e criar grandes coisas para o mundo.
    • Prática Procure na internet sobre como funciona o processo de inovação em empresas que você acredita serem referencia nesse assunto. Método: Reflexão em grupo. Tempo: 30 min
    • Manual de OSLO Em 1990 foi editada pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE)a primeira edital do Manual de Oslo (Proposta de Diretrizes para Coleta e Interpretação de Dados sobre Inovação Tecnológica, que tem o objetivo de orientar e padronizar conceitos, metodologias e construção de estatísticas e indicadores de pesquisa de P&D de países industrializados. No Brasil, a primeira tradução para o português foi produzida e divulgada para FINEP em meio eletrônico, em 2004.
    • Ranking de inovação
    • Ranking de inovação Oscilação do Brasil: ● Em 2009 na 50ª posição; ● em 2010 na 68ª posição; ● em 2011 na 47ª posição; ● em 2012 na 58ª posição; ● em 2013 na 64ª posição Fonte: http://www.wipo. int/export/sites/www/freepublications/en/economics/gii/gii_20 13.pdf
    • Ranking de inovação Critérios: ● ambientes políticos, regulatórios e empresariais; ● sofisticação do mercado; ● crédito, investimento e competitividade; ● pesquisa e capital humano ; ● educação e P&D; ● resultados de atividade criativa ; ● ativos intangíveis, bens e serviços criativos e criatividade online. Fonte: http://www.inovacao.unicamp.br/destaques/brasil-perde-seis-posicoes-em-ranking- mundial-de-inovacao-e-e-apenas-o-64
    • levi@prof.sc.senac.br ou levi@tancredo.com.br www.sc.senac.br